História My Sweet And impossible omega - Jikook - Em revisão - - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Abo, Jikook, Jimin, Jimin!ômega, Jungkook, Jungkook!alfa
Visualizações 2.866
Palavras 2.388
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção Adolescente, Lemon, Mistério, Musical (Songfic), Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá florzinhas voltei....
Vocês estão com alguma duvida em relação a história? Se, sim, não hesite em pergunta. Ok?

Boa leitura..

Capítulo 2 - One more crazy ... And Grandma?


Fanfic / Fanfiction My Sweet And impossible omega - Jikook - Em revisão - - Capítulo 2 - One more crazy ... And Grandma?

Antes

"Nunca irei me livrar de você né? Mesmo depois de um ano fora...  - pensei

 

Agora

 

 

Antes de chegar a casa do Kim's 

 

 Jungkook 

 

Já estava no aeroporto de Osaka, junto com meu irmão Kim Taehyung e a Lee Chae Rin, ou como eu a chamo CL. CL é a minha atual namorada, fazem cinco meses que estamos juntos,  Tae parece não se dar bem com ela, mais nem por isso irei me afastar já  que foi a mesma que me ajudou a "superar" tudo que aconteceu - não que eu tenha o superado  e nem mesmo o esqueci mais vou levando, até por que não tem como esquecer ele, mas foi ele que quis assim, foi ele que afastou-se de mim então não irei voltar atrás -  e ela me faz bem. Bom depois de ficar um ano longe dos meus pais decide voltar já que fiquei muito tempo fora e distante deles. Sou tirado dos meus devaneios com o Tae me chamando.

 — Jungkook vamos? É hora do embarque.  - fala Tae levantando e pegando sua mala de mão. 

 — Ah! Sim, claro vamos, amor? - falo estendo a mão e a mesma segura. 

—  Ah! Sim. - ela estava louca para conhecer os meus pais, pois eu falava muito sobre eles e já fazíamos planos para o futuro juntos, como nos casar e ter filhos embora eu não a ame, eu gosto dela e com o tempo posso aprender a amá-la.  

Vamos até o portão de embarque, e depois de um tempo esperando na fila embarcamos. 

              

     Quebra de tempo 

 

Depois de algumas horas de voo, agora estamos em um táxi, a cidade não mudou muita coisa continua quase igual, só um novo shopping,  uma nova loja de conveniência e à também uma nova cafeteira, mas ainda sim continua a mesma de quando eu sai,  pessoas andando com pareça outras mais devagar,  agitadas e calmas, indo ou voltando de seus trabalhos sempre fazendo algo,nunca estão paradas. Chegamos em casa, finalmente,  pagamos o táxi e entramos, deixamos as malas na sala e fomos em direção a cozinha, onde havia algumas vozes saindo do cômodo o que indicava que meu omma estava com Bin e mais alguma pessoa.

 — Omma chegamos! - falamos eu e Tae ao mesmo tempo. 

Assim entramos que entramos na cozinha consegui ver meu Omma, a Bin e - como já suspeitava de ter alguém com eles - o Jimin? Não esperava que ele continuasse, a frequentar ou visitar Jin.  Ele está diferente  o cabelo dele está um loiro acinzentado o estilo dele está diferente, essa calça colada marcado perfeitamente as suas coxas e a sua bunda... pera o que eu to pensando? 

— Chimchim! - falou Tae abraçando ele, na verdade "pulando" em cima dele, as vezes ainda me pergunto como isso é alfa e lúpus ainda por cima,  confesso que me senti incomodado, afinal de contas nunca esquece ele de verdade apenas, decide ignorar? talvez! Agora por que caralhos eu senti isso? Eu não sei, ele se afasta um pouco e Jimin fala.  

— Taetae quanto tempo? Eu senti muito sua falta. - falou sorrindo.

— Omma! Eu senti sua falta. - falo o abraçando.

— Eu também estava. - diz apertando-me  no abraço,  Nem ouse ficar uma fora de novo entendeu. - disse meio indignado, já que havia passado bastante tempo fora.

— Não irei fazer isso de novo. - falei sorrindo, e me afastei um pouco para dar espaço a Tae.  

— Oi Omma. Eu também senti sua falta, tá? Jungkook não foi o único. - falou rindo e logo abraçando o mesmo. 

— Errr.... oi Jungkook. - falou coçando a nuca meio, desconfortável.

— Err... oi! - falei dando um sorriso mínimo — Bom... Omma preciso que você conheça alguém.

— Quem meu amor? - falou com ansiedade. 

— Omma. Quero que você conheça a Lee Chae Rin. - apresentei a mesma — Minha namorada. - ela vem até nós e eu a abraço por trás. 

— Olá, senhor Jin. -  fala com um sorriso. 

— Olá é um prazer conhece-la. - diz sorrindo doce — E pode me chamar de Jin, deixe a formalidade de lado. 

— O prazer é meu, sen... Jin. - falou com um sorriso,  ela é sempre tão doce e gentil. 

— Bom... Omma Jin,  eu que disse que iria ficar,  mas  terei  que passar em casa de um amigo para deixá-lo com minha vó, e depois eu volto. Ok? - Jimin disse

 — Claro querido. - falou sorrindo — Se precisar de algumas coisa ligue, não deixe de me avisar. - ele assentiu. 

— Jimin? - o chamo e ele volta a sua atenção a mim — a vó Susu está bem? - pergunto um pouco preocupado, pois fazia muito tempo que não via e não tinha noticias  da mesma.

— Ela ta com uns problemas de saúde... E eu estou tendo que trabalhar em dobro. Mas fora isso está tudo bem. - falou indo em direção a porta de saída   — Eu volto daqui a pouco,  tentarei não demorar muito até logo. - disse e saiu. 

— Tchau. - falamos todos juntos. 

— Omma oque ele quis dizer,  com "trabalhar em dobro". - perguntei curioso, algo que nunca deixei de ser. 

—Sabe a cafeteria descendo a rua? - perguntou e eu assente — Então ele trabalha lá  e irá começar a trabalhar aqui,  a parti de hoje.  Mesmo eu tenha pedido que ele só começasse amanhã,  só que o mesmo insistiu em começar hoje.  - disse, preocupado já que ele sempre foi muito apegado a Jimin, mas essa preocupação toda é com a devida razão ele não pode trabalhar tanto, ainda mais sendo omega. 

—Humm.. - murmurei, embora ele continue o mesmo,  sempre pensado nos outros ao invés de si, ainda sim isso,  pode se tornar algo muito pesado para o mesmo. 

 Aish por que eu estou preocupado com isso. Eu hein?

 

 Jimin 

 

Saí da casa dos kim's   e ligue para o Jackson iria pedir para o mesmo ficasse com minha vó. 

 Ligação on

 — Alô Jackson? - falei assim que a chamada foi atendida. 

— Oi Jimin  tá tudo bem com a vó Susu? Ela teve uma nova recaída?  - preocupou-se.  

— Não, ela está bem. - disse e ele suspirou aliviado — É que eu queria saber se você poderia ficar com ela pois irei trabalhar na casa dos kim's.

— Mais você- interrompeu-se — Com assim novo emprego? Estás louco Park Jimin?  - falou de modo repreensor. 

—  Sim hyung, você sabe que estou precisando. - ele suspirou concordando —  Então não venha com sermão. - ele resmungou algo que não entendi, mundo bem — Então você pode ficar com ela? - perguntei. 

— Claro que posso chego aí rapidinho. Ok? Tchau até daqui a pouco. - se despediu. 

— Ok! Hyung. Tchau.

Ligação  off

Desliguei a chamada e continuei caminhando,  a casa da minha vó não fica tao longe da casa do Jin então após, três quadras e já estava enfrente a mesma. Assim que cheguei em casa já consegui ver que  minha vó estava na sala. 

— Vó? - chamei,  fechando a porta atras de mim, logo a mesma  olho pra mim — Eu consegue emprego na casa dos kim's. 

— Ah! Que bom querido. - sorriu, mas logo foi interrompido por uma tosse — E quando começa? - falou tentando disfarçar  sorrindo. 

—Errr.... hoje, pois irá ter um jantar lá - falei, vendo-a suspirar — E eu chamei o Jackson pra ficar com você. 

— Meu filho você tem certeza? Não irá ficar pesado para você, meu filho? - confirmo com "Uhm" — Tudo bem ent- foi interrompida pela porta sendo aberta. 

— Demorei?  - perguntou,  e logo veio me cumprimentar com uma abraço.  

— Não.  - disse assim que nos afastamos — Agora fique com ela, pois só vim aqui ver se estava tudo bem. Ah! E  qualquer coisa me ligue tudo bem? E não esqueça de dar os remédios dela,  viu?   - assentiu - Bom vou pegar um mochila e colocar algumas roupas e algumas outras coisas  e irei sair. - já que não poderia ficar só mente com a roupa do corpo.  

Subir para o quarto peguei a mochila e tudo que precisa, ou seja, algumas roupas, fone, carregador, celular   e coloquei na mochila e desci, e Jackson estava assistindo um programa com a vó Sung.

— Bom já estou indo até mais. - dei um beijo na testa de minha vó e me despede, eles responderam com um "até logo".

Sai e fui em direção a casa dos kim's novamente. Chegando lá entrei. Jungkook, CL e Taetae estavam na sala.

— Taetae aonde está o Jin? - perguntei assim que entrei. 

— Ele foi encontrar o Appa,  e passar no mercado. - explicou — Mais logo volta. 

— Ah!  Tudo bem.  

— Jimin querido, pode me ajudar arrumar as malas dos meninos. - disse Bin vindo até a sala.  

— Ah! Claro só irei colocar isso no quarto dos fun- fui interrompido por Tae

— Deixa Chimchim eu coloco no quarto de hóspedes pra você. - ofereceu. 

— Taetae na.... - tentei protestar, mas me interrompeu novamente por ele. 

—Para com isso,  da aqui.  - Ele pegou e foi em direção a um dos  quartos. 

 E eu segue Bin até o quarto onde ela precisava de ajuda. Enquanto arrumava quarto de Taehyung ele arrumava o quarto de Jungkook, onde o mesmo iria ficar com sua namorada. Pode parecer meio loucura vir trabalhar na casa de um cara que me fez sofrer tanto no passado, mas eu só vim aqui porque eu realmente preciso e também já conheço o Jin a muito tempo.  Depois de arrumar tudo, Tae não tinha muitas coisa já que só trouxe uma mala, então quando terminei fui ajudar de com as coisas de Jungkook e sua namorada.  Voltamos a sala, para em seguida irmos a cozinha quando estava passando enfrente ao sofá onde Jungkook e CL estavam sentados, a  bitch,   colocou o pé na frente me fazendo - quase - cair sorte que o Taetae estava por perto e me segurou pela cintura. Mais uma maluca na minha vida.  

"Já não estou gostando dessa namoradinha do Jungkook. Essa filha da mãe  ta me provocando" - pensei. 

— Olha por onde anda baixinho. - riu em deboche. 

— Oh! Sua filhote de anta acéfala, foi você que colocou o pé na frente. - Tae ainda segurava minha cintura. 

— Do que você me chamou? - falou levantando-se, tentando impor-se.  

— Filhote de anta acéfala, ou seria, filha de cruz credo. 

— Olha aqui sue anão de jardim, veja como fala comigo, eu sou namorada do filho dos seus chefes. - falou irritada.

— Repete cachorra. - desafiei. 

— Anão de jardim. 

—Anão de jardim é a minha mão na sua cara. - tentei avançar na mesma. 

 

 Jungkook 

 

Ah!  Eu já  não estava aguentando mais aqueles dois bringando,  eu só queria ter um pouco de paz, aquilo já  estava me dando dor de cabeça. 

JA CHEGA OS DOIS PARO COM ESSE PALHAÇADA. - falei sem usar a voz de alfa, sabendo controlar e logo a porta foi aberta. 

— Que porra ta  acontecendo aqui? - indagaram irritados  em busca de resposta.

— Chae Rin  colocou os pés na frente quando eu estava pa- foi interrompido por CL. 

— Eu não fiz nada ele que n- foi interrompida por Jimin.

— Cala a porra da boca por que a conversa ainda não chegou no chiqueiro. - ele é realmente esquetadinho,  nem parece omega aquela coisa fofa que meu omma ama — Bom como eu estava dizendo, quando eu estava passando ela colocou um dos pés na frente fazendo com que eu quase caísse por  sorte, pois o Taetae estava perto... Errr tae você  já pode me soltar - só agora fui perceber que o Tae ainda estava segurando em sua cintura, sei sao só amigos mais isso me incomoda.

— Errr desculpa. - falou soltando ele ficando meio sem jeito.

— Olha Jimin d- ele interrompeu. 

— Me poupe das suas desculpas tá? 

—Você vê se cala a boca por que se não- não a deixou terminar. 

— Se não o que? Irá me bater? Ah! Me poupe,  quer sabe vou trabalhar que ganho mais.  Melhor do que eu ficar aqui vendo essa  vaca pastar. - falou indo em direção a cozinha junto a Bin.

— Minha nossa senhora,  não achei que o Jimin era assim. - falou olhando na direção a que Jimin foi — Bom irei ajudar eles no jantar e levar essas compras aqui também,  com licença. - falou em direção a cozinha. 

Nam - Então essa é a namorada do meu filho?  - falou e eu a apresentei e ficamos ali na sala conversando coisas aleatórias o resto da tarde.

           

   Quebra de tempo 

 

 

Depois de um tempo fomos até a sala de jantar onde a comida já era servida. Sentamos todos na mesa a pedido do omma e nos servimos. A comida estava maravilhosa tinha que dar os parabéns já que estava realmente muito bom.

— Omma isso aqui está divino. Quem fez? Foi você?! - a comida estava realmente saborosa.

— Não querido, foi o Jimin. - olhei pra ele é ele ficou corado.

— Jimin isso está realmente maravilhoso. - não é por que eu não tenho mais nada com ele, que eu não vou elogiar a comida que ele fez.

— Obr- foiinterrompido pelo toque do celular — com licença - foi pro lado  e atendeu a chamada, mesmo ele estando longe eu ainda conseguiria ouvir por conta da minha audição ser mais apurada  — Alô.... Jackson.... O-oque? - falou e vi que seus olhos começaram a marejar  — Qual h-hospital? E-estou indo a-agora! - desligou o celular  ele estava trêmulo. 

— Jimin meu amor, o que aconteceu? Aconteceu alguma coisa com a vó Susu? - pergunta preocupado. 

— A m-m-minha.... - ele não conseguia falar estava respirando com dificuldade.   

— Jimin calma... respira... inspira... - disse tentando assim fazer  ele se acalmar, o que deu certo,  eu também estava querendo saber e com ele naquele estado não conseguiria falar - Agora fala! - pedi.

— A m-m-minha vó teve parada cardíaca, e e-está n-no hospital. - falou chorando. 

 

 Continua.... (?)


Notas Finais


Bom e ai docinhos vocês estou gostando da fic?
Olha eu acho que esse foi o maior capítulo que eu ja escreve kkkk
Eu tive que dividir em duas partes então o próximo capítulo será a continuação desse.
Teve uma treta pequena... mais terá mais.... falei nada... até por que morto não fala kkkk
Desculpa pelos erros

É isso docinhos até o próximo capítulo.
Kiss de jujuba 😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...