História My Sweet Pharaoh (Atem e Yugi x Oc) - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Yu-Gi-Oh!
Personagens Duke Devlin (Ryuji Otogi), Faraó Atem, Joey Wheeler (Katsuya Jonouchi), Mai Valentine (Mai Kujaku), Maximillion Pegasus, Mokuba Kaiba, Rebecca Hawkins, Ryo Bakura, Seto Kaiba, Téa Gardner (Anzu Mazaki), Tristan Taylor (Hiroto Honda), Yami Yugi, Yugi Muto
Tags Comedia, Romance, Yu-gi-oh!
Visualizações 20
Palavras 2.976
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Bom, me desculpem estar demorando tanto para postar hehe
Estava com um bloqueio criativo, e também estava muito ocupada com a escola e etc
Enfim, espero que gostem do capítulo, Boa leitura♡

Capítulo 3 - O Duelo Que Mudaria Tudo


Fanfic / Fanfiction My Sweet Pharaoh (Atem e Yugi x Oc) - Capítulo 3 - O Duelo Que Mudaria Tudo

CAP. 2

• • • • • • • • • • • • •

DREAM On

AKEMI - M-Mamãe... - murmurou a garotinha entre soluços

Ela se encontrava agora perdida em uma imensa floresta.

??? - Por que está chorando? - disse a figura tocando no ombro da pequena garotinha

Após ouvir isso, a garota deu um pulo se virando para ver quem havia falado com ela

AKEMI - O que você quer? - disse a menina se virando para o garoto de cabelos espetados que aparentava ter a sua idade.

??? - Ora, saber o por quê de uma menina linda estar chorando! - disse o garotinho com um sorriso gentil em seu rosto - vai me contar o motivo de sua tristeza?

AKEMI - T-tudo bem...Minha m-mãe...s-se f-foi... - a menina tampou os olhos com as mãos e desabou em lágrimas 

O garoto a abraçou em uma tentativa de acalma-lá...

DREAM Off


POVs Akemi

Abri lentamente meus olhos e me sentei em minha cama

AKEMI - Mãe... - sussurrei

Levantei-me e segui em direção ao banheiro a fim de realizar minhas higienes matinais

• • • • • • • • • • •

Já com o uniforme, desço para o andar de baixo onde encontro meu pai. Me aproximo sentando em um dos banquinhos do balcão 

YUKIATSU - Bom dia, Akemi - disse ele continuando a fazer suas torradas

AKEMI - Bom dia papai - falei um pouco sonolenta 

YUKIATSU - Aqui, pegue, - ele me deu uma xícara de café - vai te manter acordada.

AKEMI - Obrigada - bebi um pouco do líquido preto

• • • • • • • • • • • • •

Me despedi de meu pai e fui em direção à  casa de Tea. Pensei em passar lá pois ainda estava meio cedo para ir direto para a escola.

Chegando lá toquei a campainha e Tea me atendeu, ela já estava saindo e iria passar na casa de Yugi para irem juntos para a escola. Resolvi acompanhá - la até a loja dos Muto.

•••

TEA - Mas ,me conte, o que achou da escola? - ela perguntou com um sorriso

AKEMI - Bom, eu gostei bastante, achei que iria ficar complatamente sozinha no primeiro dia. - devolvi o sorriso                    

TEA - Você não parece ter muitos amigos, Akemi - chan... - realmente, eu não sou um exemplo de pessoa "sociável".

AKEMI - Eu sempre fui muito sozinha desde criança. Eu só tinha um amigo, mas... - eu baixei minha cabeça - ele foi embora. 

TEA - Me desculpe...

AKEMI - Não se desculpe, não tinha como você saber! - Falo passando na frente da morena

TEA - Ei!! Me espere!! - ela fala correndo em minha direção em um tom brincalhão 

Logo chegamos a loja de jogos. Encontramos Sr.Muto varrendo a parte da frente da loja e fomos em sua direção .

AKEMI / TEA - Bom dia Sr.Muto! - falamos em uníssono 

SALOMON - Bom dia, senhoritas - ele se virou para nós 

AKEMI - Onde está Yugi? - perguntei olhando em volta

SALOMON - Ele está no quarto, podem ir lá chamá-lo. - ele nos deu um sorriso tranqüilo. 

TEA / AKEMI - Obrigada

Fomos em direção ao quarto de Yugi e batemos na porta

1YUGI - Pode entrar! - ele falou

Quando entramos , o encontramos sentando em sua cama organizando seu Deck de cartas de Monstros De Duelo. Me surpreendi um pouco, pois era até que bastante organizado e limpo para um garoto de 16 anos. Era um pouco constrangedor, pois era a minha primeira vez no quarto de um garoto...

YUGI - Tea! Akemi! - ele nos cumprimentou.

AKEMI - Bom dia Yugi - kun. - falei me aproximando e me sentando em sua cama

TEA - Bom dia Yugi! - ela fez o mesmo

AKEMI - Posso ver suas cartas Yugi-kun? - eu falei e ele me entregou seu baralho 

Olhei todas as suas cartas, mas uma me chamou a atenção, o Mago Negro.

AKEMI - Uou, você tem o Mago Negro, Yugi-kun! - eu me admirei o que deixou o tricolor sem graça.

Eu retirei minhas cartas de dentro da minha bolsa, peguei uma carta do baralho e a mostrei para Yugi.

AKEMI - Veja, eu tenho a parceira dele, a Feiticeira Negra! - ele chegou mais perto para ver a carta

YUGI - Eu não sabia que você jogava Monstros de Duelo, Akemi-san.Nem que o Mago Negro tinha uma parceira - ele disse alegre e admirando a minha carta.

AKEMI - Se quiser podemos fazer um duelo! - eu me empolguei - Não vou facilitar pra você!

YUGI - Eu topo! Também não irei pegar leve! - ele respondeu com a mesma empolgação 

TEA - Vocês vão ficar aí conversando ou vamos logo para a escola? - ela já estava parada na porta do quarto.

YUGI - Já estamos indo Tea - ele se levantou caminhando até a porta e eu fiz o mesmo.

• • • • • • • • • • • • • •

A aula já havia acabado e resolvemos ir até a loja do avô de Yugi para trocarmos algumas cartas com Tristan e Joey.


YUGI - Vovô, cheguei! - ele anuncia abrindo a porta e entrando

AKEMI - Onde ele está? - perguntei sem esperar uma resposta 

TEA - Talvez ele tenha saído - sugeriu Tea

TRISTAN - Mas deixaria tudo aberto?

O telefone tocou derrepente e Yugi se apressou para atendê-lo 

YUGI - Loja de Jogos dos Muto, pois não? - ele disse com seu jeito amigável de sempre

YUGI - Kaiba?! - ele gritou com espanto

AKEMI - Kaiba.... - tentei me lembrar - Seto Kaiba? Ah! O riquinho que desrespeitou o Sr.Muto! 

YUGI - Vamos, Kaiba está com o vovô, temos que ir agora para a corporação Kaiba!! - ele correu para fora da loja e nós o seguimos tentando processar o que ele havia dito.

Chegamos na empresa e pegamos o elevador. Eu estava ansiosa e preucupada, o que Kaiba estava fazendo com o Sr.Muto?

Quando as pesadas portas metálicas se abriram, todos se chocaram com o que havíamos visto. Salomon estava quase inconsciente no chão, e Kaiba estava de pé em uma pequena escadaria.

Eu e Yugi corremos desesperados na direção de Sr.Muto

YUGI - Vovô!! - ele estava com os olhos cheios d'água.

JOEY - O que você fez, seu idiota?! - o loiro gritou com raiva

KAIBA - Tivemos um duelo, mas acho que isso foi muito estímulo para esse velhote - ele disse calmamente - cada um apostou sua carta mais valiosa .

SALOMON - Eu tentei ensinar a este jovem a ter respeito com o Coração das Cartas, mas falhei... - ele fraquejou

TEA - Você devia se envergonhar Kaiba!! - ele apontou para ele 

KAIBA - De quê? Foi um duelo completamente justo. - ele estava com o Dragão Branco de Olhos Azuis do avô de Yugi, e, fez algo que nos surpreendeu, ele rasgou a carta.

SALOMON - Minha carta!!! - ele fraquejou novamente.

YUGI - Como pôde Kaiba?! - as lágrimas ameaçavam cair de seu rosto.

SALOMON - Aqui, pegue, Yugi - ele entregou seu baralho para Yugi - eu montei essas cartas com meu coração, esse baralho tem parte minha nele. Agora, pegue-o e ensine a Kaiba o Coração Das Cartas...- Yugi fez uma expressão triste

AKEMI - Já chega - eu disse me levantando com a cabeça baixa - eu... eu duelo com você Kaiba. - eu gritei levantando minha cabeça, deixando todos surpresos

KAIBA - Hum? - um misto de espanto e deboche se formou em seu rosto

YUGI - Não precisa fazer isso, Akemi - ele tocou em meu ombro - Tea, Tristan e Joey irão cuidar do vovô. Eu mostrarei para Kaiba a verdade do Coração Das Cartas. - ele fez uma expressão séria. 

JOEY - É isso aí Yugi! Vamos, temos que ajudar o nosso amigo pessoal! - ele disse e Tristan pôs Salomon em suas costas.

AKEMI - M-mas, Yugi... - eu murmurrei e ele sorriu para mim

TEA - Pessoal, venham aqui - ela nos chamou e nos aproximamos - juntem suas mãos. 

Obedecemos e ela desenhou alguns símbolos em nossas mãos.

JOEY - Que troço é esse? - ele perguntou com medo da resposta

TEA - Não é um " troço ", é um símbolo da nossa amizade - explicou - assim, sempre que um de nós estiver em um duelo, por mais difícil que seja, iremos saber que não estamos sozinho! - ela sorriu.

YUGI - Obrigado pessoal. - ele sorriu com ternura para todos nós.

TEA - Agora, vamos, o Sr.Muto precisa de um médico! - Tristan, Joey e Tea saíram do prédio em direção ao hospital mais próximo 

Fomos para uma espécie de arena onde havia o que parecia um imenso tabuleiro de Monstros de Duelo e haviam duas plataformas cada uma de um lado do "tabuleiro"onde Kaiba e Yugi se posicionaram, enquanto eu me sentei em uma das arquibancadas que existiam ali.

KAIBA - Essa é uma Arena Virtual de Monstros de Duelo, projetada por mim mesmo! - ele anunciou - Espero que esteja preparado para perder, Yugi - ele debochou

YUGI - Não tenha tanta certeza, Kaiba! - após dizer isso, o pingente de pirâmide invertida no colar do tricolor começa a brilhar, e quando o brilho cessa, no lugar de Yugi, havia alguém diferente...

Ele estava mais alto, seu semblante era de alguém sério, o formato de seus olhos também havia mudado, além de seu cabelo, que havia mais mechas loiras e algumas estavam erguidas. Aquele não era Yugi. (Imagem do capítulo)

KAIBA - O quê?! - Kaiba também parecia ter notado a mudança em seu oponente.

YUGI - Que comece o Duelo! - ele estava sorrindo

Kaiba sacou uma das cartas de seu baralho e a colocou sobre um pequeno tabuleiro que havia em ambas as plataformas. Após fazer isso, o monstro da carta se materializou no campo.

• • • • • • • • • • • • • •

Yugi : 900 Life Points

Seto : 1.300 Life Points

O duelo estava se aproximando de seu fim, Kaiba estava com Dois Dragões de Olhos Azuis em campo e Yugi estava com um monstro em modo de defesa, que era muito mais fraco que os monstros de Seto Kaiba.

YUGI - Espadas da Luz Reveladora, paralisem os monstros de Kaiba por três jogadas! - ele mandou a carta visivelmente tenso

KAIBA - Está desesperado, em que uma jogada assim poderia lhe beneficiar? - mais uma vez o moreno debochou.

Yugi pareceu entrar em um transe, enquanto observava atentamente cada uma de suas cartas.

KAIBA - Meus monstros podem estar paralisados por mais duas jogadas, mais o meu mais novo monstro não está! - ele jogou uma carta, tirando Yugi de seu transe - Ataque, Juiz! - o monstro tinha 2.200 pontos de ataque, claramente mais forte que o de Yugi

O monstro de Kaiba atacou o monstro em modo de defesa de Kaiba

YUGI- Tsc, sacar! - ele pegou uma carta - Mago Negro, ataque! - o mago atacou fazendo Kaiba perder 300 ponto de vida.

KAIBA - Um sacrifício que não me provoca intimidação. - ele riu - minha próxima carta é... o meu Terceiro Dragão Branco de Olhos Azuis! - o Dragão se materializa no campo virtual - Agora, ataque o mago dele, meu Olhos Azuis!

O monstro de Yugi é derrotado e enviado para o cemitério, fazendo com aue Yugi perdesse 300 pontos de vida.

AKEMI - NÃO!! - gritei, mas não tão alto para qualquer um ali ouvir.

Eu estava suando frio, que chance Yugi teria contra Kaiba? Ele era um bom duelista, mas Kaiba estava em um nível completamente diferente...

 Não, eu quero acreditar nele, mas eu não consigo...Agora quem estava quase chorando era eu, não suportaria ver Yugi passar por aquela humilhação.... a culpa é minha, eu devia tê-lo impedido enquanto pude...

KAIBA - Como está sua fé agora, Yugi?? - ele zombou - na próxima jogada, todos os meus Olhos Azuis poderão atacar! Acabou, você nunca será páreo para mim!

Yugi se pôs a pensar novamente, ele parecia perdido e parecia desesperado.

AKEMI - YUGI!!! NÃO PERCA A FÉ!! LEMBRE-SE DE NOSSO SÍMBOLO DE AMIZADE!!! - eu gritei o mais alto que pude, chamando a atenção de ambos os duelistas.

Eu vou acreditar nele, todos nós vamos, mesmo que ele perca a fé em si mesmo, eu acreditarei nele!!!

YUGI - Akemi... - ele se virou e olhou para sua mão, que estava desenhada de canetinha.- você têm razão, tenho que acreditar nas cartas como meus amigos acreditam em mim!

KAIBA - Saque logo sua última carta patética, Yugi

YUGI - O baralho de  meu avô não tem cartas " patéticas ", Kaiba - ele sorriu - o que ele contém é o indestrutível Exodia!!! - Ele disse logo após sacar e revelar um pedaço do monstro

Kaiba fez uma horrenda expressão de desespero, o jogo havia virado! 

O enorme monstro se materializou na arena

KAIBA - Exodia?! Não é possível!! - ele quase tropeçou. Então, o podero Exodia destruiu todos os dragões em um imenso feixe de luz, zerando todos os pontos de vida de Seto.

AKEMI - V-você.... você ganhou, Yugi!!!! - saltei de alegria e euforia comemorando a vitória do tricolor

KAIBA - Impossível, eu nunca perco. Como perdi para alguém como ele?!?! - ele interrogava incrédulo.

YUGI - Se  realmente quer saber, abra sua mente, Kaiba!!! - tive a impressão de ver um olho na testa de Yugi, mas acho aue foi só coisa da minha cabeça.

Kaiba caiu de joelhos com uma expressão surpresa .

YUGI - Pronto, talvez agora começará a enxergar. - o pingente brilhou novamente, mas quem estava lá agora, era Yugi, o Yugi de sempre.

• • • • • • • • • • • • • •

No final, tudo acabou bem, Salomon ficaria no hospital por mais alguns dias, mas não era nada grave. Yugi estaria sozinho em casa, por isso, resolvemos fazer uma festa e no final dormiriamos lá, para comemorar a vitória do tricolor.

Todos toparam, menos Tristan, pois estaria trabalhando em um de seus bicos 

Comemos bastante , jogamos vídeo - games e às 23:30 resolvemos ir dormir. Joey e Tea dormiram no quarto de hóspedes e eu e Yugi dormimos no quarto dele.

Resolvi tomar um banho. Como eu não havia trago pijama , Yugi me emprestou uma peça de roupa dele.

AKEMI - Obrigada por me emprestar sua roupa, Yugi - kun. - eu estava com o cabelo molhado e uma toalha em cima de minha cabeça, pois tinhha acabado de sair do banheiro. Yugi estava me esperando na sala para me acompanhar até o seu quarto.

YUGI - Não têm de que, Akemi - san - ele parou quando se virou para mim. O tom de pele de seu rosto foi mudando de branca para um tom de vermelho-carmesim. - S-s-sua ... r-r-r-roupa, A-akemi - san.... - ele desviu o olhar

Eu olhei para baixo, em uma tentativa de entender o que havia provocado essa reação no tricolor....

POVs Yugi

Akemi havia acabado de sair do banho, eu estava a esperando na sala de estar, até que eu ouço sua voz e me viro em sua direção. 

AKEMI - Obrigada pelas roupas, Yugi - kun - ele agradeceu

YUGI - Não têm de que, Akemi - san - eu engasgo ao ver oque a morena estava usando.

Eu havia colocado um blusão para ela vestir, mas não imaginei que ficaria tão curto.

Meu rosto estava em chamas, o blusão havia ficado extremamente curto e havia realçado suas curcas.

YUGI - S-s-sua....r-r-r-roupa...A-A-Akemi - san.... - virei meu rosto para a direção oposta a de Akemi, em uma tentativa falha de esconder meu rosto.

AKEMI - O quê... - ela corou violentamente após ver sua vestimenta - EEEEEEEEEEHHH?! - ela se abaixou rapitamente cobrindo seus seios

YUGI  - E-eu vou pegar outra coisa para v-você usar! - eu me levantei na velocidade da luz e corri para a escada que dava para o meu quarto, mas, eu acabei tropeçando no processo e acabei caindo. - AAAAAH!!

Eu abri lentamente meu olhos, parecia que eu estava deitado sobre um macio travesseiro... minha mão estava segurando algo macio....

YUGI - Humn? - apertei o estranho objeto algumas vezes - O qu-

AKEMI - A-a-ah , Y-Yugi....

YUGI - O quê?

AKEMI - S-s-s-sua m-m-mão.... -  apalpei mais uma vez o objeto - N-n-n-não... o-os a-a-apalpe...

Eu levantei minha cabeça e senti meu rosto pegar fogo. Foi aí que eu me lembrei, Akemi estava na frente da escada, eu havia caído em cima DELA...

O "objeto" que eu estava apertando era o seio de Akemi...

YUGI - UWAAAAAHH! - Me ajoelhei rapidamente com as mãos para cima - Me desculpa!!!! 

Eu corri para o meu quarto sem pensar duas vezes e peguei o primeiro pijama decente que eu vi e corri para entregar a Akemi que estava sentada no sofá 

Ela vestiu o pijama que era uma calça e uma blusa listrados, subimos para o meu quarto pois Tea e Joey já haviam ido dormir fazia horas. Não trocamos uma sequer palavra, pois a vergonha não permitia.

YUGI - B-Bem , os colchonetes estão com Joey e Tea, então pode dormir aqui, e-eu durmo no sofá. - quando eu ia abrir a porta senti alguém segurar a ponta da manga de meu pijama

AKEMI - D-d-dorme aqui c-c-comigo... por favor... - ele estava vermelha olhando para um cantk qualquer do quarto

Eu a encarei corando, nós estávamos muito velhos para este tipo de coisa....

Mas apesar disso, acabei cedendo, e não entendi até agora o motivo.

AKEMI - Boa Noite, Yugi - kun - estávamos virados de costas um para o outro,não agüentaria dormir virado para ela depois de tudo que aconteceu

YUGI - B-boa noite, Akemi - san - fechei os olhos tentando dormir, e em um minuto caí em um sono profundo

• • • • • • • • • • 






♡  FIM ♡























 






Notas Finais


É isso, espero que tenham gostado, me perdoem qualquer erro.

Beijos♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...