História My Sweet Sugar - Min Yoongi - Capítulo 7


Escrita por:

Postado
Categorias Agust D / Suga, Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bts, Hot, Jeon Jungkook, J-hope, Jimin, Jin, Jung Hoseok, Jungkook, Kim Namjoon, Kim Seokjin, Kim Taehyung, Min Yoongi, Park Jimin, Rapmonster, Suga
Visualizações 365
Palavras 1.828
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Famí­lia, Ficção Adolescente, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem 😄

Capítulo 7 - Cap.7


Fanfic / Fanfiction My Sweet Sugar - Min Yoongi - Capítulo 7 - Cap.7

POV's S/N


Estava no aeroporto esperando a louca da minha melhor amiga, estava comendo um biscoito recheado, e só pra avisar, É BIXXXXCOITOOOOO! Foi mal, tinha que fazer essa piada. 


- AMIGAAAAAA! - ouvi um berro bem conhecido por mim e ergui minha cabeça vendo a louca da Aline correndo cheia de malas.


Larguei o biscoito no banco e pulei em cima dela, abraçando fortemente ela, estava morrendo de saudade dessa bicha doida. Nunca ficamos muito tempo separadas, morávamos no mesmo lugar, estudavamos na mesma escola e fizemos a mesma faculdade, embora cursos diferentes, somos inseparáveis, somos amigas a vários anos e eu prezo e zelo muito pela nossa amizade, sendo sincera? Nunca tivemos uma briga de tão única que é a nossa amizade, nunca nem brigamos por tal membro de tal grupo. Ela é realmente a melhor pessoa que eu sempre irei levar comigo. Quando ela cai, eu tiro tudo das minhas costas para ergue-la novamente, ela é minha pequena dongsaeng e eu sempre irei cuidar! É minha irmã de outra mãe, desde novinhas sonhando e hoje estamos aqui, realizando nossos sonhos, seu sorriso único é a melhor coisa que eu ganhei. Jamais irei perde-la e se um dia isso acontecer, vou ligar pra juntar os caquinhos da nossa amizade e colar até que estejam perfeitos novamente, digo isso pois tenho certeza que ela fará o mesmo comigo. Somos melhores amigas, unidas por um estilo musical que antes era tão julgado.

Depois dos abraços, a ajudei com a malas rindo das loucuras que ela cometeu enquanto estive fora esses três dias, não liguem pra ela, ela é louca!


- Lembra o Thiago? Então, ele me mandou mensagem todo bonitinho dizendo que queria voltar, pra eu não vir pra Coreia, isso tudo depois de me trair! - disse ela e comecei a rir.

- Ele não muda mesmo! O que você disse? - perguntei rindo.

- Mandei ele ir a merda e é isto. - disse ela simples e gargalhei mais uma vez.

- Aí mana, tu é louca mesmo! - disse e ela riu.

- Então, fale dos nossos vizinhos gatos. - disse ela e ri, mas logo fiquei seria.

- Então, te disse que jã crush um e ontem sem querer querendo a gente se pegou. - disse e ela segurou meus ombros, começando a me sacudir.

- Como assim sua doida? Treparam é? - perguntou ela toda maliciosa.

- Se os outros meninos não tivessem chegado, a gente ia foder no sério. - disse e ela berrou, atraindo a atenção de outras pessoas.

- Sua safada! - disse ela.

- Vamos logo. - a empurrei pra dentro do táxi.


Fomos conversando o caminho inteiro conversando sobre diversos grupos diferentes. O taxista parou em frente ao nosso prédio, dei o dinheiro pra ele e ajudei ela com as malas. 

Quando as portas do elevador se abriram, Taehyung e Yoongi saíram, ambos olhando pra Aline curiosos, o olhar de Yoongi veio diretamente pra mim, um pequeno sorriso surgiu em seus lábios e o mesmo piscou pra mim. Coreia um pouco? Talvez! Já Taehyung não tirava os olhos de Aline. Entrei de vez no elevador com ela e  mesma me olhou.


- Já sei quem é teu crush! - disse ela rindo.

- E eu já sei que você crushou o Taehyung. - disse e ela riu.

- Taehyung? Bom saber, já vou descobrir o Facebook deles! - disse ela.

- Sua maníaca. - disse e ela riu.

- Somos! - disse ela.


O elevador abriu de novo e fomos pro nosso apartamento. Abri a porta pra ela entrar com suas malas enormes, deve ter trago até a mãe dela junto.


- Trouxe a casa inteira Aline? - perguntei e ela riu.

- Não, só algumas coisinhas. - disse ela.

- Porra tô vendo! - disse e fui pro notebook, ver se tinha algum e-mail.


Posso começar a pular de alegria? A tal da BigHit me contratou pra ser fotografa pessoal de um grupo desses de K-pop, um dos novos que eu não conheço, é um tal de BTS. 


- VIADAAAA EU CONSEGUIIIIIII! FUI CONTRATADAAA. - desci correndo e pulando de alegria.

- Oxi, que foi sua doida?! - perguntou ela me segurando.

- Uma empresa me contratou, estou feliz de mais. Começo amanhã. - disse toda feliz.

- Que bom meu amor! Boa sorte! Alguns ídolos são insuportáveis, boa sorte e se te irritarem, não quebre nada neles. - disse ela me sacudindo.

- Vamos comer e aproveitar o dia pra conhecer a cidade. - disse indo pra cozinha, até eu aprender a fazer comida coreana, vamos comer miojo e é isto.


Fiz um miojo de frango, misturando os temperos, do de frango com o de carne e o de bacon. Sempre fiz isso no Brasil e fica gostoso! Coloquei num prato pra nós duas, e fui pra sala.


- Piranha anda! - berrei.

- To indo oferenda! - berrou de volta e gargalhei, intimidade é foda.


Logo ela apareceu com uma roupa minha, aaa filha da mãe, tá me roubando! 


- Conheço essa roupa! - disse assim que ela se jogou ao meu lado pegando o garfo.

- Que bom, é sinal que conhece suas roupas. - disse ela rindo.

- Ladra abusada! - disse e ela riu.


Terminamos de comer e subi pra escovar os dentes. Após fazer isso, ajeitei meu cabelo, voltei pra sala e ela estava me esperando. Peguei a chaves de casa, coloquei na minha bolsinha e entreguei pra Aline, ela que gosta de carregar bolsa, ela é mais feminina.


Descemos e fomos andando mesmo, para aprendermos os caminhos, tirando foto de tudo, como duas verdadeiras turistas, tecnicamente somos turistas ainda, não conhecemos muitas coisas daqui ainda, sempre foram anos sonhando sozinhas em vir pra cá, sem nenhum apoio, literalmente!

Seguiamos rumos diferentes, entrando nos lugares, super animadas. É tão bom estar realizando seu sonho ao lado da sua melhor amiga. Foram anos de amizade sonhando com isso, sonhando em estar andando pelas ruas de Seul, conhecendo cada cantinho. Comprei um livro de receitas e comidas tradicionais e mais recentes. 


- Isso aqui é lindo! Como é bom estar realizando nosso sonho! - disse ela me abraçando no meio de todo mundo, no centro de Seul.

- É verdade! Eu te amo sua porra! - disse e ela riu.

- Também te amo Unnie!  Você é a melhor pessoa que eu tenho na minha vida! - disse ela.

- Você também é a melhor pessoa que eu tenho na minha! - disse e voltamos a andar.


Entramos numa loja de roupas, precisamos de roupas novas, no Brasil até rola usar roupas super cavadas, mas aqui é frio, e o frio é tão intenso que só dá pra andar de casaco e roupas quentes, estou com medo do inverno daqui. Comprei algumas daquelas roupas que alguns ídolos usam, com listras na diagonal. Acho super fodas!


- Aí, estou exausta! - disse ela se sentando no banquinho de uma praça.

- Também, andamos muito! - disse cansada, me sentando ao seu lado.


Depois de descansarmos um pouco, nos levantamos e voltamos a andar, demos mais uma volta em algumas lojas, comprando mais algumas roupas, de dormir e algumas de usar no dia a dia. Saímos falando sobre coisas banais dos idols, indo pra um restaurante de pato, quero experimentar essa carne que os coreanos tanto adoram. Ao chegarmos lá, nos sentamos e fizemos nossos pedidos.


- Gostei daquele Taehyung, ele é bonito, um poste da porra, mas um gato! - disse ela e ri.

- Ele é mais novo que você Aline! - disse e ela bufou, decepcionada.

- Quero alguém mais velho que eu! - disse ela resmungando.

- Olha, Tae é mais novo mas em certas horas é maduro e em outras não. Jin disse que ele é noventa e cinco por cento idiota e cinco por cento gênio. Você é chata pra caralho com gente imatura, estou só te avisando pra depois não sair batendo no menino! - disse e ela riu.

- Não sou agressiva igual a você sua poc! - disse ela.

- Por que eu sou poc, sua poc? - perguntei indignada.

- Porque você é uma poc, sua poc! - disse ela.

- Eu não sou poc, você é poc! - disse implicando com ela.

- Poc! - disse ela retrucando.

- Poc! - disse e olhei pro garçom que nos encarava confuso, o que me fez gargalhar.

- Não liga pra ela! Ela é doida! - disse ela pra ele rindo e ri mais ainda.


O mesmo se afastou dando um sorriso tímido, o que me fez rir mais ainda.


- Vamos assustar todos o Coreanos assim cara! - disse ela e ri mais ainda.

- Com certeza. - disse e vi nossa comida chegar.

Estávamos comendo já, que porra de carne gostosa, adorei essa carne de pato. Virou minha nova favorita. 


- Que carne gostosa! - disse ela comendo.

- Devo concordar! Virou minha favorita! - disse e ela assentiu.

- É muito gostosa, vai aprender a fazer né? - perguntou ela e assenti, gorda mesmo.

- Gorda! Só pensa em comida! - disse ela ergueu o dedo do meio.

- Tomar no cu! - disse ela.

- Não to afim! - disse e voltei a comer.


Depois da comilança, pagamos a conta e saímos do restaurante, fomos pra um ponto de táxi. Entramos no primeiro táxi que vimos e dei o endereço, Aline ia olhando tudo, ela parece uma criança em certas horas. Eu por outro lado, fechei meus olhos, me deixando tirar um breve cochilo no caminho de volta pra casa. 

Estava tendo um sonho tão bom com meu novo crush da Coreia, até me acordarem? Já disse que odeio que me acordem? Sim? Vou dizer de novo; odeio que me acordem. Desci do táxi com as minhas bolsas e entramos no prédio.

Chamei o elevador, exausta, quero só dormir. As portas se abriram, entramos e indiquei o nosso andar, estava tão cansada que nem vi os meninos entrarem, apenas fechei os olhos e me encostei numa parede, senti tomarem minhas compras das mãos, e braços me segurarem, que sono e que cheiro bom... Conheço esse cheiro, é Yoongi me segurando.




POV's Yoongi


Depois de vê-la naquele estado, não aguentei, pedi pro Jin segurar as bolsas dela e a peguei no colo, ela tem uma enorme facilidade de dormir em lugares inapropriados, como em pé no elevador. Posso nem dizer nada, já dormi em meu estúdio enquanto compunha uma música, dormi com o rosto nas teclas do meu piano, o que disafinou ele. A amiga dela abriu a porta do apartamento, entrei com ela devagar e a mesma me indicou onde era o quarto dela. Abri a porta com cuidado e entrei, a colocando deitada em sua cama, me sentei perto dela e lhe dei um breve selar de lábios, beijando sua testa em seguida.


- Durma bem pequeno anjo. - disse e me levantei, saindo dali fechando a porta. Me curvei pra amiga dela e sai do apartamento, indo para o meu, entrei fechando a porta e os garotos estavam me esperando, me olhando sérios.


- Que foi? - perguntei indiferente.

- Admita que gostou dela! - disse Jin e bufei frustrado, eles continuam com isso.

- Tá gostei, edai? Viraram minhas babás por acaso? - pergunte curto e grosso, indo pro meu quarto.





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...