História .My Sweet Sweetie Love; - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Colegial, Drama, Originais, Romance
Visualizações 10
Palavras 613
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Bishoujo, Bishounen, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, FemmeSlash, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Lemon, LGBT, Literatura Feminina, Orange, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Slash, Suspense, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Self Inserction, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Primeiro de hoje, rs.

Capítulo 12 - "Eu te amo demais pra fazer isso..."


(Hellena's P.O.V)

Ele saiu de cima de mim, se ajoelhando na cama e me puxando, me fazendo sentar na mesma.

(Gabriel) Hellena... Você... Sente o que por mim?

(Hellena) O-O que?

(Gabriel) É que, eu acho, que mesmo com pouco tempo, o que eu sinto por você é algo muito forte, mas eu não sei se você também sente algo assim por mim, e tenho medo...

Olhei pra ele e ele tinha uma expressão triste e preocupada, cara, ele é um bebê, como deixam ele sair só pelo mundo?

(Hellena) Eu sinto algo muito forte, tanto que nunca senti antes, você foi o único que eu tive confiança de realmente ser quem eu sou e me sentir bem.

Eu estou com muito medo agora, o que aconteceu comigo?
Não, não pode ser, Hellena, você esteve lutando tanto contra isso, contra esse tipo de sentimento, e agora está se deixando levar por alguém que conhece a menos de uma semana? Não, eu não posso sentir isso novamente, só vou acabar me machucando, como sempre...

(Gabriel) Você acha que deveríamos, assim-

(Hellena) Não.

(Gabriel) A-Ah?

(Hellena) Eu acho que foi uma má idéia, eu... Só finge que nunca tivemos essa conversa.

Levantei da cama para sair, não queria passar mais tempo com ele, pois sabia que se o fizesse, não conseguiria me segurar.

Mas assim que ia colocar minha mão sobre a maçaneta da porta, ele seguro meu pulso e me virou pra ele, me fazendo perceber a expressão angustiada dele.

(Hellena) Mas, o-o que?

(Gabriel) Eu não posso te deixar ir assim, não quero te ver triste pelo resto do dia! Por favor, me diga o que está errado, eu vou consertar.

Eu sabia que ele gostava de mim, mas não esperava isso.

(Hellena) Não há nada para ser consertado... E-Eu só não quero, eu não quero mais sofrer tanto por algo que no fim foram apenas mentiras...

(Gabriel) Ah Hellena...

Ele me puxou e me abraçou, um abraço forte e apertado, como se quisesse me proteger.

Eu não sei se devo me abrir novamente, eu realmente, não sei.

(Gabriel) Eu não quero te ferir, nem que eu fosse obrigado! Lena, sério, eu...

Ele parou por um momento, soltando um longo suspiro, senti que estava nervoso...

(Gabriel) Eu te amo demais pra fazer isso...

Eu fiquei sem chão, paralisada, só, eu não sabia a que ponto essa conversa chegaria, e agora, vejo que talvez tenha que me abrir, novamente, uma última vez...

(Hellena) Amor é algo forte, você tem certeza?

(Gabriel) Absoluta, eu te amo, muito muito muito, até mais do que eu esperava quando te vi...

Ele dizia segurando meus ombros, olhando nos meus olhos e com sua expressão de cachorrinho perdido, sério, eu não posso perder ele.

(Hellena) Você sabe, está me trazendo de volta a vida, se me fizer mal vai ser uma pessoa muito má.

Disse com um tom de irônia e fazendo bico, algo que realmente não é normal de mim.

(Gabriel) Você ainda me mata, garota.

Disse ele sorrindo e com um olhar um tanto brincalhão, por fim me puxando pela cintura e me dando um selinho, esse garoto esconde uma personalidade forte por trás desse serzinho.

(Gabriel) Sabe, você é a primeira garota que eu realmente me apaixonei, por que?

(Hellena) Hmmm, talvez porque eu seja irresistível. Hahahahaha

(Gabriel) Não entendi o motivo da irônia se é verdade, você é irresistível mesmo.

(Hellena) E você é muito safado, não te conheci assim hein!

(Gabriel) Você ainda não viu nada, pequena.

Disse ele, piscando pra mim e me puxando pra fora do quarto, me arrancando algumas risadas, que foram marcando o caminho enquanto corríamos pela casa, agora, nossa.


Notas Finais


Espero que tenham gostado, mesmo tendo sido bem pequeno. :c


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...