História .My Sweet Sweetie Love; - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Adolescentes, Colegial, Drama, Escolar, Novela, Originais, Romance
Visualizações 22
Palavras 668
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Bishoujo, Bishounen, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Ecchi, FemmeSlash, Ficção Adolescente, Fluffy, Hentai, Lemon, LGBT, Literatura Feminina, Orange, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Slash, Suspense, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Self Inserction, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Desculpem pelo capítulo pequeno, é isto.

Capítulo 9 - O melhor dia da minha vida.


(Gabriel's P.O.V)

Cara, eu-

Eu beijei a Lena!

Eu sei que foi só por causa do jogo, mas eu, eu sou muito idiota, é isso, claro que foi só pelo jogo, a Lena nunca pensaria outra coisa, não é?

(Rafael) GABRIEL!

(Gabriel) O-Oque?

(Rafael) Desafio pra mim cara.

(Gabriel) Ah, beija a Anna.

(Anna) Ele falou tão direto e tão calmo! Hahahaha

(Rafael) Né hahahaha! Mas, vamo lá né.

Acho que não foi uma boa ideia.

Eles começaram a se beijar e não pararam mais, até um ponto onde a Na estava quase no colo dele, que foi quando a campainha tocou.

(Anna) Ahhh, logo agora.

(Rafael) Relaxa bebê, podemos aproveitar mais tarde.

Ele piscou pra ela e ela sorriu, não consegui deixar de notar os olhos da Lena rolando, acho que entramos num consenso que esses dois não vão dar certo juntos.

(Rafael) Eu vou atender.

Ele atendeu a porta logo voltando com quatro caixas de pizza e duas garrafas de refrigerante, colocando tudo sobre a mesa da sala.

(Anna) Vão continuar jogando ou vão ver filme?

(Rafael) Já tá tarde, acho melhor vermos um filme e ir dormir.

(Gabriel) Rafael sendo certinho?

(Rafael) Não enche se não você não come.

(Gabriel) Meu amor eu não fiz nada, já te disse que você é lindo?

(Rafael) Oferecido.

Nós quatro caímos na risada, digo, a Lena mal ri, não sei se é sinal de que ela é tímida ou outra coisa...

(Anna) Que filme vamos ver?

(Rafael) Que tal esse aqui?

(Hellena) Por mim.

(Anna) Pode ser!

(Gabriel) Coloca aí.

Ele colocou o filme e enquanto começava fomos arrumando a sala, colocando um dos sofás na frente da TV e desligando as luzes, sentando eu na ponta, do lado da Lena, que estava do lado da Na, e Rafael na outra ponta.

Começamos a ver o filme e comer, até do nada, no meio do filme, a Lena encostar a cabeça no meu ombro, me senti corar, não nego

Fui ver e acho que meus olhos agradeceram pela mais fofa visão do dia, a Lena estava dormindo encostada a mim.

Cochichei com o Rafael que ela estava dormindo, e ele me mostrou que a Na estava se forçando a se manter acordada.

(Gabriel) Acho melhor irmos dormir mesmo.

(Rafael) Também acho, amanhã acabamos o filme.

(Anna) É...

A Na tentou se levantar, mas mal estava se aguentando de sono, então o Rafael a pegou no colo e virou pra mim.

(Rafael) Você desliga a TV por favor? E traz a Lena.

(Gabriel) Tá.

Desliguei a TV e peguei a Lena no colo, com todo o cuidado para não a acordar, seguindo o Rafael, que subiu algumas escadas, levando ao segundo andar, onde tinha um corredor que ele foi abrindo uma das portas do mesmo.

(Rafael) Aqui o quarto de vocês.

(Gabriel) Vocês? Eu não vou dormir com ela, isso pode ficar estranho pra ela de manhã!

(Rafael) Você vai fazer algo com ela?

(Gabriel) Claro que não!

(Rafael) Então não tem problema nenhum, boa noite mano.

Ele saiu, adentrando outro quarto, que imagino que seja o dele e da Na.

Coloquei a Lena na cama e a cobri, ela fica muito linda dormindo...

Logo o Rafael apareceu na porta novamente, agora com algumas coisas.

(Gabriel) O que é isso?

(Rafael) Uma escova de dentes, pasta e uma bermuda, pra você não dormir com calça jeans.

(Gabriel) Valeu mano.

(Rafael) Disponha, até amanhã.

(Gabriel) Até amanhã.

Ele saiu e eu fechei a porta, indo ao banheiro para me trocar e escovar os dentes, logo acabando e voltando pro quarto, agora com um dilema em minha cabeça...

Durmo ou não na cama?

Sério, eu espero que ela não ache nada estranho isso, mas, eu vou ouvir o Rafael, eu não vou fazer nada mesmo, e eu posso acordar antes dela e sair, é, isso.

Desliguei as luzes e deitei levemente do lado dela na cama de casal, me cobrindo também.

Fiquei olhando pro teto por algum tempo, procurando o sono, até algo, um tanto estranho, acontecer.

A Lena virou-se pra mim e colocou um braço sobre meu peito e se aproximou, ficando colada em mim, ainda dormindo.

Cara, como ela pode ser tão fofa?

Fiquei observando ela por algum tempo, até, o meu tão esperado sono chegar.

Só sei de uma coisa, hoje foi o melhor dia da minha vida.


Notas Finais


Espero que tenham gostado a ♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...