História My sweet vilan - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Garota conhece o Mundo (Girl Meets World), Stranger Things
Personagens Maya Hart, Mike Wheeler
Visualizações 14
Palavras 994
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Festa, Ficção Adolescente, Luta, Mistério, Romance e Novela, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 8 - Sentimentos


Fanfic / Fanfiction My sweet vilan - Capítulo 8 - Sentimentos

E se essa noite não for pra sempre pelo menos estamos juntos, eu sei que não estou sozinho.

Alan Walker-Alone

Anthony.

Eu tinha mandando Jake, Max e Alex acompanhar Maya e seus amigos até o Canadá pegar meu dinheiro e eles já tinha chegado. Eu estava no meu escritório quando eles entraram conversando.

-Ela além de bonita é inteligente...-Jake disse olhando para os meninos, ele se apoiou na mesa de café enquanto Max se sentou no sofá e Alex na cadeira a minha frente.

-Espera que você não estava falando da minha loirinha.-Eu disse rindo.

-Dessa vez não, eu tô falando da amiga dela a Riley, ela é incrível, Anthony.

-Quem tá com sua loirinha é o Alex.-Max falou rindo e Alex jogou uma garrafa de água nele e todos nós rimos.

-Como assim?-eu perguntei.

-Conta ai Alex.-Jake falou rindo.

-Nao foi nada demais, a gente te só conversou.-Alex tentou falar.

-é eles conversaram dentro do banheiro do avião.-Max falou rindo.

-Nao foi nada.-Alex falou sem olhar nos meus olhos.

-Bom se vocês me permitem vamos falar de negócios?

Tentei mudar de assunto pois de alguma forma aquilo me incomodou e eu nao sei o porquê. O resto do dia passou muito rápido e quando percebi já estava de noite. Eu fui até o meu carro na garagem do galpão e comecei a dirigir, no começo eu estava indo para uma boate qualquer mas quando eu me dei conta estava dirigindo para a casa dela, eu não sei porque estava fazendo isso mas eu precisava vê lá e eu não conseguia evitar isso. Estacionei meu carro na porta do prédio, desci e entrei no elevador, quando cheguei na porta do apartamento dela eu ia bater mas desisti e quando estava quase entrando no elevador eu voltei e bati na porta, eu nunca desisto de nada, eu sou Anthony Sales eu consigo tudo que eu quero sem nenhum esforço, eu sou um rei não passo por dificuldades e eu não ia desistir de bater em uma porta para ver uma garota qualquer, mas quando ela abriu a porta ela estava com os cabelos amarrados em um coque e com uma regata e um shortinho naquele momento eu entendi minha insegurança e não conseguia por alguns segundos falar nada.

-Que surpresa você não invadir.

-Tentei não cometer nenhum crime hoje.

-Duvido que tenha conseguido-ela disse entrando e se sentando no sofá, a casa estava escura iluminada apenas com as luzes da rua e como a janela ficava em cima do sofá a sala era o lugar mais iluminado.-O que veio fazer aqui?

-Te ver.

-Só isso?

-Nao, eu vim dizer que você se saiu muito bem.

-Obrigada. Eu posso te fazer uma pergunta?

-Claro.-Eu disse me sentando ao lado dela.

-Eu preciso de dinheiro, eu descobri que meu pai tem muitas dividas e eu não posso deixar isso desamparar meus irmãos, tem alguma chance de mim e meus amigos fazer mais trabalhos como esses pra você?

Aquela garota sabia exatamente o que dizer, ela estava mexendo comigo de um jeito que eu não entendia.

-Podemos tentar. Só que se eu soubesse que você ia transar com o cara que eu mandasse eu mesmo ia.

As bochechas dela ficaram vermelhas e ela que estava de lado com um braço apoiado na parte de trás do  sofá escondeu sua cabeça no braço e depois levantou dando um sorriso sem graça, ela era tão linda.

-Eu, bom, eu acabei de terminar.

-essa é a sua desculpa?

-Nao preciso inventar desculpas para você 

-Entao porque está inventando?

-Eu... Eu não sei, Anthony.

-Eu escolhi você, voce é minha, não pode transar com meus funcionários.

-Eu não sou sua, e você não um babaca- ela disse se levantando, eu me levantei também ficando na frente dela.

-Se você for trabalhar para mim, voce vai ser minha.

-Entao eu não quero.

Eu puxei ela pela cintura para perto de mim ela colocou as mãos em meu peito e me olhou, aqueles olhos azuis me matavam.

-Sabe que quer.

-Maya?

Ouvimos uma voz vindo do quarto, era uma garoto acho que tinha idade da minha irmã, Maya me empurrou e se virou para o menino.

-Matt, volta para cama, porque está acordado?

-Eu ouvi vozes. Quem é ele?

-É um amigo.

-Cameron veio aqui e disse que vocês terminaram, voce terminou com ele por causa desse idiota?

Eu não acredito que aquele cara tinha voltado aqui, ele termino com ela, ele fez ela chorar, ele não mercece alguém como a Maya.

-Não, Matt. Cameron terminou comigo. Agora vai para o seu quarto.

O menino saiu bufando em direção ao seu quarto.

-É melhor você ir.

-Estamos combinados?

-Sim.

-Entao va com seus amigos nesse endereço segunda.-Disse a ela entregando um papel com o endereço do galpão.

-Depois da escola eu vou.

-Voce ainda vai pra escola? Tem quantos anos? doze?

-Idiota, vai embora. Preciso falar com meu irmão.

Ela disse me empurrando para a porta.

-Nao ganho nenhum beijinho de boa noite?

-Nao, agora vai. 

Ela disse e me jogou para fora da casa dela , mas antes de fechar a porta ela disse:

-Obrigada.

Eu não entendia o que estava acontecendo mas Maya mexia comigo de um jeito que mais ninguém conseguia. Voltei para meu carro e comecei a dirigir para uma boate, iria encontrar os meninos lá. Chegando no lugar estacionei meu carro e entrei indo direto para a área VIP.

-A finalmente o príncipe chegou.-Max disse levantando seu copo rindo e todos riram com ele 

-Eu disse que viria-falei me aproximando deles e pegando um copo de Martini.

-Onde voce estava? -Alex perguntou.

-Com Maya.-Falei enquanto passava meu braço pelo pescoço de uma loira que se aproximava.-Onde mais eu estaria- completei e pude ver o olhar de Alex, da última vez que o vi assim ele atirou na cabeça de um cara.

-O que você foi fazer lá?-Jake perguntou.

-ver se ela tinha chegado bem, e ela me pediu para trabalhar para mim.

-Cê ta brincando? O amigo dela vai também? -Max perguntou animado.

-Nao sei cara, deve ir.-Falei rindo, nós passamos o resto da noite bebendo e nos divertindo e na manhã seguinte eu acordei no meu quarto com aquela loira nua na minha cama e meu primeiro pensamento foi como que queria que fosse a Maya, era oficial eu estava ficando louco.








Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...