História My Sweetie Roommate - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Loona
Personagens Chuu, HaSeul, Kim Lip, Yves
Tags Chuu, Chuuves, Gowon, Haseul, Hyewon, Kim Lip, Loona, Olivia Hye, Yves
Visualizações 104
Palavras 1.022
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Fluffy, LGBT, Orange, Romance e Novela
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiee

Capítulo 17 - Seventeen


Fanfic / Fanfiction My Sweetie Roommate - Capítulo 17 - Seventeen

Seventeen

 

Olivia

Eu não sei o que deu nela. Eu juro que eu não sei. Mas a partir do momento em que ela me beijou, foi como se todos os meus instintos estivessem apurados. A súbita necessidade de beija-la com toda a vontade que eu sempre quis foi a única ação que meu corpo e meu  subconsciente conseguiu fazer. Espero que ela não se assuste com essa minha atitude tão… Selvagem.

Segurei em sua cintura trazendo-a para mais perto de mim enquanto eu aprofundava novo beijo. Fazia movimentos circulares, e enquanto eu sentia seu perfume sentia meu corpo entrar em estado de êxtase. Me acalmei mais um pouco e continuei beijando-a com mais calma. Queria que esse momento durasse para sempre. Gowon é perfeita… Tão perfeita…

Quando senti o ar faltar em meus pulmões fui parando nosso beijo com leves selinhos. Assim que abri meus olhos, pude ver a cena mais linda que já em toda minha vida. Gowon estava corada, seus lábios inchadinhos e arfava recuperando o fôlego. Ela estava tão linda…

-Porque fez isso? - Perguntei ainda confusa. Afinal ela ter me beijado assim tão de repente é um pouco inexplicável.

-Eu não sei - Ela disse com um tom brincalhão- Por isso perguntei o que você fez comigo. Você pode me responder senhorita Hye.

-Bom eu não fiz nada ué - Disse rindo sem graça - Não tenho culpa de você ter agido assim e ter me beijado. Não que eu esteja reclamando né, a propósito seria ótimo se você repetisse. Só fazendo um comentário sabe? 

-Eu acho que eu te amo… - Aquilo definitivamente me pegou em cheio. - E não é como uma amiga, muito menos como uma irmã, que era como eu pensava. Depois desse tempo que passamos tão distantes, eu pude entender mais meus sentimentos sobre você… Me desculpe por demorar a perceber.

-Não … Você não tem o que se desculpar unnie. Nossa… eu nem sei o que dizer eu… AInda preciso absorver.

-Me beija? - Ela perguntou me olhando com aquela carinha que eu juro, ainda me mataria. Hoje é meu dia de sorte ou que? Sem exitar eu beijei. Eu sentia como se meu coração fosse explodir de amores. Só Deus sabe o tanto que aquele momento foi especial e no quanto eu estava feliz.
 

Narrador

-Chuu vamos logo! Céus como você é indecisa! - Yves reclamava com Chuu que ainda não conseguia escolher entre quais camisetas escolher para levar até a casa da namorada. Ela estava nervosa, e queria agradar sua sogra que ainda não tinha conhecido. 

-Ok ok… Eu estava apenas escolhendo entre essas duas camisetas mas já peguei essa.- Ela disse mostrando a camiseta com estampa de pinguim para Yves. - Sabe amor, eu tô nervosa. 

-Ora mais porque? 

-Sua outra mãe sabe… E se ela não gostar de mim? -Chuu perguntou sem graça. 

-Ora mas é impossível alguém não gostar de você! Olha só essa carinha!- Yves disse se aproximando e apertando as bochechas da namorada. - Não se preocupe com isso baby, mamãe Seulgi é muito mais de boa que minha outra mãe. E eu juro que ela vai gostar de você. Então não se preocupe ok? - Ela disse dando um selinho demorado em Chuu. 


 

Sunmi decidiu que levaria as meninas até sua casa, mas ela não passaria o final de semana lá, afinal ela teria muito o que resolver na escola já que as provas semestrais estavam chegando. 

Quando chegaram, Seulgi já esperava por elas. Chuu ficou maravilhada com o tamanho da casa. A ficha dela caiu só agora… 

 

“Minha namorada é podre de rica” 

 

Seulgi já estava a espera, e pelo o que Yves notou, ela parecia empolgada. 

-Minha filha - Ela veio praticamente correndo receber Yves. Chuu achou isso extremamente fofo. E por um momento desejou que as coisas fosse assim também com sua mãe e seu pai. - Como eu senti sua falta. Como tem estado? 

-Eu tô muito bem mãe e a senhora? 

- Bem melhor agora, já que minha filha veio me visitar, e pelo visto com visitas. Quem é a mocinha? 

-Ahh essa é a Jiwoo mãe, minha namorada. Mas pode chamar ela de Chuu - Yves disse um pouco empolgada. Afinal ela estava esperando muito por esse momento. 

-É um pra conhecer você Chuu; - Seulgi falou recebendo Chuu com um abraço, o que surpreendeu um pouco a mais nova.

-O prazer é todo meu. - Ela respondeu retribuindo o abraço forte que Seulgi lhe dera. 

-Meninas vocês podem entrar. Quero falar um pouco com a diretora de vocês. - Seulgi falou com um tom um pouco mais sério, carregado de uma certa irônia. As meninas obedeceram e entraram na grande casa. 

-Finalmente minha mulher resolveu dar as caras não é? - Seulgi disse indo em direção de Sunmi a recebendo com um selinho rápido. - O que acha de levar as mudanças até aquela escola? Já que você vive lá. 

-Ora não comece… Você sabe que esse é meu último ano não é? - Sunmi disse pegando Seulgi pela cintura. - Aí poderei ser toda sua - disse beijando-a lentamente. 

Era impressionante, que mesmo depois de anos casadas, as duas ainda mantinham esse espírito juvenil. 

-E a garota? Namorada da Yves, o que acha dela? - Seulgi interrompeu o beijo para fazer essa pergunta. 

-Chuu é adorável, não tenho muito o que reclamar dela. Embora ela pareça bem insatisfeita. 

-Como assim? 

-Ela conversou comigo e ela quer muito que Yves e ela transem logo porém Yves até agora nada. 

-Espera aí… Yves até agora não transou com a própria namorada? Caramba, quem é essa garota e o que ela fez com a Yves? - Seulgi disse rindo. 

-Pois é… Acho que Yves está insegura… E também, eu tenho ouvido alguns comentários a respeito do relacionamento delas. E você sabe que a Yves sempre foi muito… Galinha com as meninas. Então acho que isso deve ter deixado ela insegura. Você conversa com ela sobre isso

-Converso sim não se preocupe. Agora venha aqui… - Seulgi disse puxando Sunmi para mais um beijo. Dessa vez, um mais necessitado.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...