História My teacher Daddy - Hiatus - Capítulo 28


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), NU'EST, SHINee
Personagens Jimin, Jr, Jungkook, Minho Choi, Personagens Originais, Ren, Suga, Taemin Lee, V
Tags Baby And Daddy, Bts, Taekook, Vkook, Yoongmin, Yoonmin
Visualizações 496
Palavras 1.729
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, Luta, Mistério, Orange, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 28 - Eu não acredito nisso.


Fanfic / Fanfiction My teacher Daddy - Hiatus - Capítulo 28 - Eu não acredito nisso.



Park Jimin_


Dou uma virada empinando a minha linda bunda e logo me viro novamente ficando de frente a Yoongi, ele não parava de olhar minhas coxas e com certeza estava olhando para minha bunda antes, ele parecia estar em um transe, sorriu e me aproximo aos poucos do maior.

*Jimin* : Yoongi, o que achou?

Fico a vários centímetros do maior, mas mesmo assim, vou andando até a minha cama onde Yoongi se encontrava.

*Jimin* : Daddy, você gostou?


Chego em frente a cama e subo em cima de Yoongi, colocando cada uma de minhas pernas ao lado do corpo do mesmo, eu estava em cima de seu pé da barriga e o maior me olhava, seu olhar estava carregado de desejo, ele fita meus olhos e eu abro um sorriso inocente, passo minhas mãos sobre seu peito e deito meu corpo sobre o do maior, chego perto de seu ouvido e sussurro :

*Jimin* : Daddy, você gosta do meu corpo? De me ouvir gemer seu nome?

Rebolo um pouco já que meu quadril estava perto de seu membro.


Min Yoongi_


Não conseguia raciocinar, por quê Jimin estava assim? Sinto o menor rebolar perto de meu pênis e sinto o mesmo ficar duro aos poucos, jogo minha cabeça para trás ao sentir suas mãos adentrarem minha camisa.

*Yoongi* : Ah, Jimin, você quer mesmo que eu te foda!?

*Jimin* : Jimin não, baby.


Ele sussurra em meu ouvido me fazendo apertar sua cintura, que eu acabei de colocar ali, como seu pescoço estava quase se encostando contra minha boca, aproveito para deixar um chupão ali e acabo ouvindo um arfar do meu baby.

*Yoongi* : Não acha que deveriamos deixar mais marcas? Já estão todas sumindo.

Dou leves beijos de seu pescoço até seu ombro e claro, aproveito para deixar chupões estralhados em sua pele sensível, a cada beijo/chupão, ouvia mais arfares/gemidos vindo do menor.

*Yoongi* : Não acha, baby?

Bato minhas duas mãos em sua bunda e ouço o menor gemer manhoso e rebolar mais.

*Yoongi* : Isso baby, rebole, A-Ah, acho melhor você aproveitar esse seu quadril pois ainda hoje, irei fazer você ficar sem andar.

Ele se ajeita em cima de meu pênis e começa a quicar aquela bunda maravilhosa contra meu membro.

*Yoongi* : I-Isso, A-Ah.


Como minha mão estava em sua cintura, ajudei com os movimentos  a ficarem mais rápido, nossos gemidos começaram a ficar mais altos e como eu e nem Jimin queríamos morrer, começamos a tentar ao máximo não gemer, sem querer, uma de minhas mãos foram para sua bunda e ali, percebi que sua bunda não estava coberta por nenhuma calcinha ou cueca e com certeza, eu iria aproveitar disso. 


Park Jimin_


Como meu Daddy estava no comando sobre todos os movimentos, apenas tentei aproveitar junto com o mesmo mas sinto suas mãos apertarem minha bunda e solto um gemido baixo, minhas mãos apertam sua blusa, fazendo a mesma amarrotar.

Sinto sua outra mão descer para o outro lado de minha nádega e apertar, sinto suas mãos puxarem a polpa da minha bunda para o lado mas logo sinto seus lábios contra os meus e um beijo quente e necessário ir atona, sua língua brigava contra a minha e ali, sua língua explorar cada canto da minha boca.

Mas algo me fez parar o beijo, que foi, algo rasgando minha entrada, solto um gemido que se não fosse a boca de Yoongi contra a minha, o gemido poderia ter saído bem alto.

Arqueio minhas costas e aperto a blusa de Yoongi novamente ao sentir algo ser acrescentado, e com um movimento de tesoura, percebi que era seus dedos.

*Yoongi* : Tão apertadinho.

Yoongi começa a estocar minha entrada com apenas dois dedos, fazendo meu quadril ir para frente e para trás já que suas estocadas ficarem mais rápidas e logo seu terceiro dedo ser investido, arrancando um gemido meio alto de minha boca, a mão livre do maior foi para o meu membro que implorava por atenção e ali, começou uma masturbação rápida, como as estocadas investidas, algumas vezes suas estocadas com seus dedos pararam e sua masturbação ficava mais rápida, outras vezes era ao contrário.

Ao sentir que eu estava prestes a gozar, suas mãos estavam estavam bem rápidas, então acabei me arriscando e comecei a quicar sobre meu pênis, que aos poucos, senti que já estava duro e em segundos depois, senti meu gozo melar minha saia e a blusa que Yoongi estava usando, sua mão que estava na minha entrada e a outra que estava em meu membro foram retiradas de onde estavam.

*Jimin* : Ah- A-Ah.

Jogo minha cabeça para trás e fico com minha boca entre aberta tentando recuperar o ar.

*Yoongi* : Gostou, baby?

Olho para seu rosto e estava com um sorriso vitorioso nele, eu estava mais suado que ele e eu não iria deixar isso assim.

*Jimin* : E você Daddy, gosta da minha boquinha?


Escorrego pelo seu corpo até ficar em frente ao seu pênis, passo minhas mãos pequenas sobre seu membro ainda coberto por sua calça em movimento circulares e olho para o maior que já se encontrava com a cabeça jogada para trás.

*Jimin* : Por que está assim Daddy? Eu nem comecei.

Sorriu e vejo o mesmo me olhar, suas mãos foram para meu queixo.

*Yoongi* : Acho melhor você parar de brincar baby, se não fosse seu Appa e sua Omma, com certeza eu te fazeria ficar seu andar por muito tempo.

Em toda essa frase, fiquei olhando para seus olhos e no fim da frase, senti um arrepio tomar conta do meu corpo, Yoongi com certeza percebeu por causa que um sorriso se formou em seus lábios.

*Jimin* : Hum... Daddy...

Abro seu zíper.

*Jimin* : Por que não me fode até eu não andar mais?

Desabotoou sua calça.

*Jimin* : Sabe Daddy, eu realmente queria ser fodido por seu pênis.

Abaixo suas calças, junto com sua cueca.

*Jimin* : Mas... Gostaria que você fodesse minha boca.


Vejo seu membro completamente ereto e melado pelo pré gozo, meus pensamentos por algum motivo, começou a me trazer momentos em que aquele pênis me fodia cada vez mais fundo e eu estava querendo aquilo...

Rodeio minhas mãos no membro do maior e vejo ele suspirar pesado... Talvez o que eu faça não irá ser certo mas eu estava realmente precisando.

Como Yoongi estava com certeza eu começar com meus movimentos, chego meu quadril perto de seu membro que eu ainda o segurava, encaixo seu membro em minha entrada, e então, me sento de uma vez em seu pênis arrancando gemidos sofredor meu e gemidos surpresos do maior, passo minhas mãos em minhas coxas tentando me acostumar com seu pênis grande e ereto dentro de mim, mesmo não sento a primeira vez, isso doía no início.

Quando já tinha me acostumado, começo a quicar e as vezes rebolar em cima de seu membro, aquilo rasgava cada vez mais minha entrada que as vezes, se contraía fazendo Yoongi gemer e apertar minha cintura.

*Yoongi* : Tã-Tão aper-tado, hhuumm.


Ele começa a estocar minha entrada mais forte e mais rápida, aquela sensação fazia meu corpo parecer que estava em chamar, o clima estava quente e o quarto estava completamente com cheiro de sexo, minhas preocupações tinha acabado, a única coisa que eu queria era ficar ali, sendo fodido por Yoongi até eu ficar sem andar.

Minhas pernas começaram a ficar bambas e Yoongi percebeu isso pois ele colocou suas mãos sobre minha cintura e ali começou a fazer-me descer e subir sobre seu pênis.

*Jimin* : A-Ah, a-ai... De... N-Novo

Senti suas estocadas fortes irem apenas no meu ponto sensível, minhas pernas já começaram a ficarem mais sensíveis.

*Yoongi* : Hhhumm... Baby, que bunda, amo tanto foder esse seu buraquinho.


Uma de suas mãos bateram em minha bunda e eu não deixaria Yoongi na mão agora, mesmo minhas pernas estando bambas, eu iria ajudar ele e fazer ele perceber que eu vou ser a melhor foda se sua vida, começo a quicar novamente em seu membro e Yoongi solta um grito meio alto.

*Yoongi* : I-Isso... B-Baby... I-Isso.


Suas mãos ainda ditavam o que eu iria fazer e com um pouco da minha ajuda, podia-se ouvir nossos corpos se chocando em todo o quarto, siinto meu membro implorar novamente por atenção e assim começo a me tocar mas Yoongi acaba me dando um tapa na mão.

*Yoongi* : Não de toque, baby.


Ele me estocou forte me fazendo soltar um grito manhoso e prazeroso, mas aí senti, minha entrada escorrer um líquido e se contrair, Yoongi deu algumas estocadas e assim, meu orgasmo chegou melando novamente nós dois e então, Yoongi sai de entro de mim, caiu em cima do maior que me abraça e sussurra algo que eu não esperava...

*Yoongi* : Eu te amo.


Serri_


Como eu tinha acabado de ver uma cena muito maravilhosa, desci as escadas e fiquei conversando com Ziu, esperando Jimin e Yoongi descer do quarto, como Jimin muitas vezes demorava, eu e Ziu não estranhamos muito mas o problema foi que eu ouvi algo que eu quase soltei um grito que foi "Ah- A-Ah"... Aquela voz era do Jimin? Meu Deus, não acredito que eles estão transando aqui.

*Ziu* : Eles estão demorando muito... Vou lá chamar eles.

*Serri* : O QUE? NÃO... Quero dizer... Bom, Yoongi iria dormir aqui e... Bom... Ele tinha ligado para a Omma dele e... A Omma dele está meio estressada então... Acho melhor ir depois.

*Ziu* : Mas eles estão demorando muito, amor.

*Serri* : Yoongi iria esperar o Jimin no banho para o Jimin falar com ele.

*Ziu* : Ah...

*Serri* : Hum... Amor, que tal irmos comprar sorvete? Está meio quente e você sabe como eu amo.

Faço bico o abraçando.

*Ziu* : Agora?

*Serri* : Sim, por favor, vamos!?

*Ziu* : Okay, vamos amor.

Sorriu e selo seus lábios.

*Serri* : Vamos.

Pego em sua mão mas algo faz eu e Ziu pararmos.

*Yoongi* : Tã-Tão aper-tado, hhuumm.

Ziu olha para mim meio... Bravo!?

*Ziu* : Você ouviu isso? Eles estão transando aqui?

*Serri* : O que? Eu não ouvi nada amor, deve que é os vizinhos, ou sei lá, vamos? Quero meu sorvete.

Faço bico tentando ao máximo tirar sua concentração dos gemidos.

*Ziu* : Mas eu juro que ouvi, vou lá ver.

*Serri* : Prefere confirmar suas teorias do que sair com sua mulher?

Falo já me irritando.

*Ziu* : Hum... Sim.

Ele sobe até o meio da escadas e eu engulo seco mas logo vejo o mesmo dar meia volta.

*Ziu* : Mentira amor, eu te amo.

Ele vem até mim e me abraça.

💭Aí meu coração, parou💭

*Serri* : Obrigada amor, eu tambem te amo.

Retribuo o abraço e assim, saímos para comprar sorvete, mas claro, irei falar com Yoongi e Jimin sobre isso.


💭Tô muito nova para ser avó 💭






Notas Finais


Espero que gostem❤
Sorry a demora❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...