1. Spirit Fanfics >
  2. My True Love >
  3. Chapter 6

História My True Love - Capítulo 8


Escrita por: e docesuicida


Notas do Autor


Capítulo 6 e prevejo leves conflitos vindo pela frente....
Boa leitura 💞🍃

Capítulo 8 - Chapter 6


Fanfic / Fanfiction My True Love - Capítulo 8 - Chapter 6

—Você saberá na hora certa o que é o amor, o que é amar alguém e ser amado...


—Bom... Mas voltando ao assunto da noite passada, você sentiu alguma coisa quando você, sabe... Chegou lá? - perguntou a ômega.


—Eu senti que precisava do JungKook perto de mim, como se eu precisasse de proteção - disse já se sentindo confortável o suficiente para falar sobre o assunto.


—Só isso que voce sentiu? - estava afobada com alguma coisa que Jimin havia falado, estava pensando em uma pequena possibilidade, e esperava que estivesse certa, mas também esperava que houvesse outro final.


—Eu senti um tipo de choque no meu corpo quando falei o nome dele, meio como dizem ser uma ligação, mas isso não pode ser feito somente quando o alfa marca o seu ômega? - perguntou confuso.


—Exatamente, mas isso já aconteceu a séculos atrás, se aconteceu o que eu estou imaginando com vocês dois, vocês passarão por muita coisa daqui para frente, várias dificuldades... - disse meio preocupada pensando sobre o final de uma lenda antiga de anos e anos atrás — Eu vou conversar com o JungKook e depois que eu tiver certeza eu acho que precisarei falar com vocês dois, por que se estiver eu estiver certa, vocês terão que tomar cuidado, muito cuidado, não confie em todo mundo Jimin, nem todos são como você acha... - falou olhando para o nada, completamente avoada, deixando um Jimin um pouco assustado - Bom, você pode chamar o JungKook para eu poder conversar com ele? Por favor?


—Posso sim mãe, e obrigada por me ouvir e me acalmar... - já estava acostumado a chamar a ômega de mãe as vezes, e parecia que ela não ligava.


—Não foi nada meu anjo! - sempre sorria ao ouvir o ômega a chamar de mãe.


Jimin saiu do quarto de Wendy a procura de JungKook, foi direto no jardim o procurar, procurou na cozinha, nos banheiros, no saguão, na sala do rei, na entrada, perguntou a algumas pessoas e nenhuma sabia onde JungKook estava, até agora nenhum sinal do alfa, somente um ômega começando a ficar agoniado. Teve a ideia de ir no quarto do lúpus ou em seu próprio, eram os únicos que ainda não havia ido. 


Foi ao quarto do alfa e não o achou, foi devagar para o seu e estava lá, Jeon JungKook olhando pela janela o grande jardim do castelo, um olhar calmo e sereno.


—JungKook? - chamou o alfa, já estava acostumado com o lúpus em seu quarto em alguns raros momentos .


—Hum? - respondeu ainda observando o jardim e o céu azul.


—Sua mãe quer conversar com você...


—Ah! Já vou! - disse passando pelo ômega, que se sentiu calmo pelo cheiro de chocolate com menta que o alfa exalava - Fique no seu quarto, estou com pressentimento de que algo ruim irá acontecer hoje...


JungKook deixou o quarto depois de sua frase um tanto quanto misteriosa, estava tentando entender o que seu lobo tentava lhe avisar.


Seguiu para o quarto de sua mãe com seus pensamentos o perturbando.


—Mãe? - chamou a ômega que estava sentada em sua cama parecendo perdida em seus pensamentos.


—Oh! - exclamou despertando de seus devaneios — Senta aqui filho, preciso conversar com você... - disse batendo na cama em sinal para o alfa sentar.


—Sobre o que a senhora quer conversar? É algo muito sério? - perguntou um pouco preocupado pela chamada repentina de sua mãe.


—É sobre você e o Jimin - disse a ômega 


—Pode falar... - o alfa não sentia vergonha nem receio de falar sobre nada com sua mãe, se sentia confortável o suficiente para conversar sobre tudo com a ômega. 


—Você já me disse uma vez que se toca pensando no Jimin, não é mesmo? - falou lembrando de antigas conversas que já tiveram.


—Sim, já disse, mas porque está voltando a esse assunto agora? - perguntou um pouco confuso.


—Quando foi a ultima vez que se tocou pensando nele? - perguntou querendo saber mais detalhes.


—Ontem a noite eu acho - Não havia se "tocado" diretamente mas acha que poderia contar como se tivesse feito — Mas porque a senhora quer saber sobre isso? - perguntou tentando entender onde sua mãe estava querendo chegar com esse questionário.


—Você chegou lá? - perguntou quase chegando em seu objetivo.


—Se eu gozei? Sim mãe, gozei, mas troquei tudo não se preocupa - os dois deram um sorriso nasalado leve — Mas ainda não entendi o porque dessas perguntas, eu tô confuso...


—Já chego lá...


Deu uma pausa pensando nas respostas do filho, ligando todos os pontos, as informações de Jimin e de JungKook.


—Você sentiu algum tipo de vontade, necessidade, ou qualquer coisa diferente? - fez outra pergunta, quase tendo a certeza de suas espectativas.


—Eu... Senti uma coisa diferente - falou percebendo o que havia acontecido ontem e nem havia se importado muito — Senti que precisava proteger o Jimin de alguma coisa ou alguém, não sei muito bem, mas é como se algo fosse acontecer... - falou e ouviu alguns barulhos estranhos no andar de baixo, mas estava tão inerte na conversa com sua mãe que não deu muita importância.


—Só isso que você sentiu? - perguntou a ômega.


—Eu também senti um choque no meu corpo quando gozei e falei o nome dele, como falam que acontece uma ligação entre almas - a ômega deu um sorrisinho ao perceber que os dois haviam falado quase a mesma coisa - Mãe me explica por favor o que isso significa...


Na hora que sua mãe iria falar, enfim conseguiram focar nos gritos e choros altos, estavam tão focados na conversa que nem haviam percebido os barulhos antes. JungKook estava tão disperso que não tinha prestado atenção na primeira vez, sua audição era completamente apurada por ser lúpus, ouviu mas não tinha dado atenção...


Jimin!


Notas Finais


Bom, esse foi o capítulo, espero que tenham gostado e por favor não desistam de nós kkkk Beijinhos pandinhas 💞🍃


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...