1. Spirit Fanfics >
  2. My true love >
  3. Capítulo IV

História My true love - Capítulo 4


Escrita por: Minhyunjin930004

Notas do Autor


★ AVISO IMPORTANTE ★
— Não é porque eu estou escrevendo uma fanfic de violência com mulheres e estrupo, eu sou a favor, e que é uma coisa "BOA". Muito pelo contrário, eu sou contra e isso não se faz.
— se você não gosta do tema que eu escolhi, não leia, pois não vou aceitar nenhum tipo de xingamento.
Hey guys td bom? Espero que sim. Boa leitura. Bjsss🥰😘

Capítulo 4 - Capítulo IV


Fanfic / Fanfiction My true love - Capítulo 4 - Capítulo IV

SN ON 

- E-U V-O-U M-E M-U-D-A-R. 

- Pra onde? E a faculdade? E eu? Vai ser fora do país? - ele fala tudo ao mesmo tempo. Tão fofo.

- Calma, respira... não vou sair da Coreia. Também não vou abandonar a faculdade. Ainda não achei um apartamento, quero ver se eu encontro um hoje. E você vai continuar sendo meu bebêzao mais fofo do mundo. - falo sorriso e apertado suas bochechas. 

- Acho bom mesmo... - ele fala tirando as minhas mãos da suas bochechas. 

- Então você vai com seus pais ver um AP?

- Não, vousozinha. Aconteceu um problema na empresa e meu pai e minha mãe não devem estar com tempo e nem humor pra isso.

- Quer que eu vá com você?

- Claro. Hyun posso perguntar uma coisa?

- Pode...

- Então... já faz um bom tempo que nós somos amigos, e você nunca me falou de nenhuma garota, se você tá ficando ou namorando alguém, Nunca vi você com nenhuma menina, tirando eu, por acaso você é gay?... - no minuto que eu faço essa pergunta ele engasga com a bebida. 

- Não... Não sou gay...

- Se você for não tenha vergonha de me contar... Eu não tenho nenhum problema com isso, sério. 

- SN, eu não sou gay. 

- Sério Hyun pode me... 

- SN!!! - ele me interrompe, ela tá irritado. Fico quieta e contínuo à comer.

Minutos depois o sinal bate para voltarmos para a sala. Hoje o tempo realmente passou rápido, já estamos indo embora. 

- Mais tarde passo na sua casa. - falo perto da minha moto.

- Beleza... - Me despeço do mais Hyun com um abraço e um beijo na bochecha como sempre. Tomo um banho me arrumo e vou para a casa do Hyunjin. Chegando lá eu toco a campainha e minutos depois o portão se abre. 

- Olá Srta. Luah, pode entrar. - a mãe do Hyunjin abre a porta.

- Boa tarde Sr. Hwang, Licença. - entro na casa.

- Srta.Luah o que deve a honra da sua visita?

- Sr. Hwang, pode me chamar só de SN. - ela sorri pra mim. - eu vim buscar o Hyunjin. 

- Ha sim... Ele disse que vocês vão ver um apartamento pra você, não é?

- Sim...

- Ele pediu para você esperar no quarto dele...

- Tá bom... Eu sei o caminho não precisa se preocupar, pode cuidar das suas coisas, muito obrigada. - ela sorri pra mim e vai para outro cômodo e eu subo as escadas na direção do quarto do Hyun. 

Abro aporta e não vejo ninguém, então me sento na cama e começo a procurar apartamentos para vender. 

- Oi gata. Tô quase pronto. - ouso a voz do Hyunjin saindo de algum lugar mas eu não o olho.

- É sério que você vai continuar com is... - quando o vejo, fico em transe ele está apenas de calça e secando seu cabelo molhado que deixava alguns pingos cair em seu peitoral que dia escorrendo pelo seu ABS, ambos muito bem definidos. Juro que se ele não fosse meu melhor amigo eu pularia em sua coloca e o beijava ali mesmo. 

Saio do transe quando Hyunjin fica de frente pra mim se agachando ficando bem perto e levando seu dedo até no canto da minha boca e falando: 

- Gatinha, fecha a boca, pois tá  babando.  -  eu fico sem graça e sem ação, coloco a mão no canto da boca e ele dá um sorriso. Que pelo amor de Deus que sorriso lindo.

- Quem é que tá babando? - Saio de perto dele e fico em pé. 

- Hyunjin, pelo amor de Deus, vai logo colocar uma camisa.  

- por que? Tô te deixando sem graça?

- Tá, na verdade tá sim. - ele continua rindo e começa a andar lentamente até mim

- Tá gostando do que tá vendo? - ele me coloca contra a parede. 

- *Tô, e como tô* - falo baixo mas acho que ele conseguiu ouvi pois ele deu um risadinha de leve. - Não... quero dizer... aí vai logo por uma camisa. - eu o empurro e sai de perto dele. Ok talvez ele não seja gay. 

- Então, já escolheu o apartamento que veremos? - ele fala colocando uma camisa preta. 

- Ainda não... - me sento de volta na cama e pego meu celular e contínuo procurando. 

- Tem um amigo do meu pai que tem uns apartamento pra vender, os apartamentos dele fica à mais ou menos cinco minutos daqui de casa. Quer passar lá e ver?

- Ótimo. Vamos? 

- Calma, eu ainda nem arrumei meu cabelo...

- Você tá lindo, você fica um gato com o cabelo bagunçado. - eu falo bagunçado ainda mais seu cabelo. - Pronto, agora vamos. - pego no pulso dele e saímos do quarto. Estamos perto da porta da saída quando a mãe do Hyunjin o chama e vem até a gente. 

- Hyunjin não se esqueça da festa de confraternização que temos hoje anoite. 

- Ok mãe... - ele me olha com uma cara que dizia " affff. Mas que porra " eu fazia uma cara de " Se fudeu kkkkk "

- Mãe, será que posso levar a SN junto? - filho da puta, sabia que ele tinha que me ferrar junto. 

- Claro que pode, quanto mais melhor. Querem saber, vou ligar para a família Luah e irmos todos juntos.

- Claro, meus pais vão amar. 

- Vou ligar pra eles agora. Tchau crianças, se divirtam. - ela sai rapidinho para outro cômodo, Hyun abraça meu pescoço e faz uma cara de deboche.

- "Eu vou te matar" - sussurro para ele

- "Também te amo" - ele sussurra pra mim e dá risada e fomos ver o apartamento.

Chegamos da frente do prédio, era realmente muito lindo. Hyunjin pega seu celular e liga para alguém. 

- Alô, Sr. Choi?... Tudo bem com o Senhor?.... Que bom. Então o senhor pode vir aqui no seu prédio um pouco?.... Eu queria ver uns apartamentos.... Ha sim,.... claro.... podemos sim.... uns dedez minutos?.... claro. Até já. - ele desliga o celular e olha pra mim com um sorriso -  Ele vai estar aqui a mais ou menos dez minutos. 

Concordo e sento de lado na minha moto. O Hyun vem e fica de lado, nos começamos a ver outros apartamentos pela internet. Depois de um tempo algo chama pelo Hyunjin, ele parecia jovem, na casa dos trinta anos. 

- Olá Sr. Choi é bom te ver. 

- Digo o mesmo, e como está seu pai e sua mãe. 

- Eles vão bem. Eu vim aqui ver um apartamento. Aé essa é a SN, ela que quer ver o apartamento...

- Deixa eu adivinhar, ela é sua namorada? 

- Nã... - Hyunjin me interrompe e me abraça de lado. 

- É... ela é minha namorada. - ele me olha e sorri, um sorriso completamente falso. 

- Então vamos subir? 

- Claro. - ele disse. Hyunjin espera ele se afastar um pouco de fala sussurando em meu ouvido. 

- Ele provavelmente vai te dar um desconto se ele achar que agente está namorando. - Eu não gosto nem um pouco da ideia do Hyun mas concordo com ele. 

Chegamos no apartamento, era lindíssimo e muito grande para apenas uma pessoa, mas tinha apenas um quarto, então provavelmente era para uma pessoa só ou para um casal rezem casado sem filhos. 

- Esse apartamento é lindo, não é? 

- É sim, ele é perfeito pra mim. Acho que vou ficar com ele. O que você acha Hyun? 

- Acho que você deveria, ele é a sua cara. Sr. Choi quanto vale esse apartamento? 

- Esse apartamento custa  937557,96 Won (equivale à R$ 4719,41). Mas eu posso fazer pra vocês por 893969,64 Won (equivale à R$4500,00).

- "Puta que pariu" - penso comigo mesma, arregalo meus olhos e olho para Hyunjin, e o mesmo estava com a nesta expressão que a minha. 

- Ok, eu tenho que falar com meu pai e depois entramos em contato com o Senhor, mas eu realmente gostei do apartamento.  Hyun vamos? Lembra que temos uma festa pra ir hoje. 

- Sim, vamos. Sr. Choibmuito obrigado por nós mostrar seu apartamento.

- Claro, pode sempre contar comigo. Vou esperar a ligação de vocês. 

- Claro. 

Fomos embora do prédio subimos no prédio e fomos para o próximo apartamento. Falta duas horas para a festa de confraternização, acabamos de ver o último apartamento, todos era bons e todos tinhas o mesmo preço, mas eu gostei mais do apartamento do Sr. Choi, vou tentar conversar com meu pai.

Deixo Hyun em casa e vou pra minha casa me arrumar para festa. Coloco um vestido um vestido vermelho (capa), faço uma Make meio chamativa, pego meu salto preto. 

○○○

A família do Hyun chegou ao mesmo tempo que a minha. Nossas famílias se cumprimentaram e entramos na festasentamos na mesma mesa. Hyunjin e eu sentamos do lado um do outro, nossos pais estavam conversando sobre negócios, e nossas mãe estavam falando sobre moda, um saco. Hyunjin coloca a mão em minha coxa e aperta, chamando minha atenção, ele faz um gesto para a gente sair daquela mesa e claramente eu aceito. Nos levantamos e meu pega no meu pulso.

- Onde a senhorita vai? 

- Eu... Vou... 

- Sr. Luah eu convidei a SN para dançar, se não houver nenhum problema. 

- Tudo bem. 

Meu pai solta meu pulso e Hyun e eu fomos pra pista de dança, não era o que eu queria mas meu pai estava olhando então não tinha outra opção. 

Começamos a dançar uma música lenta. 

- SN, já falei que você tá maravilhosa nesse vestido? 

- Sério? Valeu. Você também não tá nada mal... - ele me olha com uma cara de decepção e faz um bico muito fofo.

- Sério? Nada mal? Magoou! - dou risada da sua cara 

- Tô brincando, você tá extremamente lindo. 

- Aí, viu não doeu pra falar.  - ele da risada e me joga pra trás, ficando centímetros de distância do meu rosto, nós nos encaramos por uns segundos.

- quer pegar um ar? - ele fala de um jeito manso, calmo e meio rouco, eu concordo com a cabeça.  

Nos levantamos e saímos da pista de dança. Quando não tinha ninguém por perto Hyunjin pega minha cintura e me pichação perto do seu corpo e aperta minha cintura de um jeito meio excitante.

- SN, você ainda acha que sou gay? - ele fala com a boca bem próximo do meu pescoço

- Hyunjin.... O que.... - falo arfando 

- Acho que está na hora de te mostrar o quanto sou hetero. - Hyunjin fala mordendo o lóbulo  da minha orelha. Ele me vira e me coloca contra a parede, nos encaramos por um tempo. Hyunjin começa a se aproximar

- SN!!! - era a voz do meu pai. Tô fudida



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...