1. Spirit Fanfics >
  2. My tutor >
  3. Equilíbrio

História My tutor - Capítulo 5


Escrita por:


Notas do Autor


Então gente kk🌿
Achei q daria pra postar os 3 de uma vez assim kkkkk mas a internet deu bug e perdi o finalzinho do capítulo,daí tive q escrever de novo
Bjs

Capítulo 5 - Equilíbrio


Equilíbrio...
Afastamento de qualquer excesso; moderação nos gestos, modos, palavras, sentimentos etc.; prudência.
Sinônimos como moderação,controle,descrição,medida...
Equilíbrio na saúde mental,na relação familiar e social,na alimentação,no custo financeiro...
Equilíbrio era o que diferenciava a vida de Marinette e Adrien nesse cenário de história.
E isso só se comprova a cada dia quando naquela manhã, enquanto Marinette tivera acordado cedo,naturalmente e feito sua corrida matinal de sábado,ao contrário, Adrien se encontrava em uma horrível ressaca.E Natálie estava até acostumada com isso,mss mesmo assim não deixava de comprir seu papel indo o acordar.
Não se fez nem o trabalho de bater na porta,ja estava acostumada de vez ou outra chegar a ver coisas absurdas,e ter que expulsar uma garota coitada cedo de manhã.
-Anda Adrien!-disse já entrando no quarto e batendo as mãos freneticamente pra fazer barulho.
O loiro em protesto se encolheu mais no travesseiro e no cobertor na cama de casal ridiculamente cara que tinha.
-Hm,interessante....nenhuma coitada nessa festa?-ela perguntava retoricamente,dessa vez abrindo as cortinas enormes com o controle que comandava,logo depois puxando a coberta do loiro o encontrando só com a cueca box preta e a blusa branca.Ela nem se surpreendeu,ja passou dessa fase.
-Ei!!-ele protestou com a cara emburrecida.

-Ei você!-ela apontou o dedo autoritária agora-Será que não cresce nunca Adrien?Estou cansada de falar que todo sábado tem que acordar cedo-elevou um pouco a voz agora,ja dobrando o cobertor que tinha puxado

-É?!E pra que?!-Adrien levantou agora já pisando forte no chão-Pra ouvir um velha falar que tenho que crescer também?amadurecer?sendo que é um limbo de palavras essa merda todo sábado.

-Seu pai faz isso pra te ver melhor Adrien,será que não pode ser grato ao dinheiro que isso o lhe custa?

-Me ver melhor?Ele mal se compara de como estou,é nítido saber que entupiu o meu tempo com trabalhos e psicólogas apenas pra não ver o quanto Ele está EM RUÍNAS!-e bateu a porta do banheiro,depois de ter entrado
Natálie respirou fundo e saiu do quarto...

-Mais um dia no Paraiso

-------******--------


-Alô?-Alya falou com a voz embargada e coçando os olhos quando apertou o botão  de resposta do interfone

 -Que voz é essa?foi atropelada?-Marinette brincou com a morena-Abre aí vai...

Então Alya destrancou a porta elétrica do prédio para que a amiga pudesse entrar.

Enquanto a mestiça não chegasse no seu andar,ela ajeitou o pijama que cai pelos ombros e esquentava uma xícara de café pra acordar seus sentidos,que sentia realmente de que foram destruídos depois de ser "atropelada" por aquela festa.

Marinette abriu a porta assustando um pouco a morena,que reparou que a amiga usava um conjunto de uma calça legin e um cropped de ginástica.Suando e ofegando.

-Você veio pela escada?-Alya franziu o senho mexendo a cabeça
 -Ah,sabe como é Alya...-Ela respirou mais fundo recuperando o fôlego pra falar-Tenho que manter a forma-E abriu a geladeira na maior intimidade que ja tinha.A Mestiça pegpu apenas um copo d'água porquê esquecera a garrafinha e sentou ao lado da menina descabelada que tomava seu café mais dormindo do que acordada

-Como terminou tudo ontem?Todos inteiros?
-Inteiro eu não diria né,olha só pra mim-disse apontando pras olheras e o cabelo emaranhado-Ficamos até umas 3h da manhã só,e depois O Agreste e o Plagg nos levaram embora no carro do loiro
-E...não aconteceu mais nada demais?-Marinette maliciou o rosto tentando arrancar o que sabia a Morena estar escondendo
-Se ta querendo saber do Nino,saiba que ele é um...-abaixou o olhar tristonho.Naquele momento Marinette se preocupou ainda mais,era uma baixinha delicada,mas socaria rostos por seus amigos.-PEDAÇO DE MAU CAMINHO MARII!-ela gritou o que assustou a mestiça,como podia ser uma atriz tão boa assim?Alya gargalhou da cara de pouca animação da amiga por ter sido enganada
-Então vocês ficaram...?-Maliciou ainda mais dessa vez,ja sabendo a resposta pela cara da morena-Como foi?
-Ai Marinette,foi só um beijo vai-levantou tentando fugir do assunto
-Um beijo super esperado por você aposto-Apoiou as mãos no rosto fazendo pose de apaixonada soltando um suspiro
-E você senhorita perfeitinha?Foi embora com o Luka depois?-Alya Mudou totalmente de assunto,o que aborreceu a azulada,mas não insistiria naquilo,sabia que a morena falaria o que estava sentindo no tempo certo.
-Na verdade não,pedi um taxi mesmo
-Por que?
-Não sei,já estava tarde,Não queria ocupar a noite dele assim
-Fala sério Mari,você não é incômodo pra ele,muito pelo contrário. Sabe que ele até  pagaria seus pais pra ter sua companhia no horário que ajuda na padaria.
Alya estava totalmente certa,e muitos ja sabiam da admiração e afetividade que o Rockeiro sentia pela mesma.Já estava tão na cara.Até mesmo para a relutante Marinette Dupan Cheng
-Já deixei claro para todos,até mesmo pra ele,que isso não passa de amizade Alya
-Esse casal de melhores amigos que vocês formam daqui a pouco vão estar se beijando e dizendo  que é beijo de amigos
-Quem precisa namorar agora?!Deveriam estar em um emprego pra entrar na faculdade,fazer bico,concorrer uma bolsa Sei lá
-Mari escuta aqui-Segurou nos ombros dela a encarando-Você é a pessoa mais esforçada e persistente que eu conheço,poxa que demais!Tenho muito orgulho de você-deu um sorriso doce-Mas você-não-sabe-se-divertir-Disse pausadamente nessa ordem.
-Acha que não sou divertida?
-Não foi isso que eu quis dizer.Até seus pais te dão mais liberdade as vezes,por que se não está estudando ou criando,você está enfiada no seu quarto jogando vídeo game!Por que acha que quando decidimos ir à festa já era de imediato querer saber sua resposta?
-Por que Não vou à festas-disse num tom como se fosse óbvio
-Exatamente!Você precisa se soltar!Se divertir mais,ouve uma música eletrônica,sai pra correr á noite,bebe uma coisa que nunca bebeu,se não quiser namorar ok....mas beija uma boca!
Marinette gargalhou desse discurso "motivador" da amiga,mas no fundo parou pra refletir,se estava sendo uma pessoa tão anormal assim.
-Não faço essas coisas porquê não tem necessidade,acho que estou bem assim, Equilíbrio!
-Não,falta de diversão!-Corrigiu como se quem fosse tutora ali fosse ela-Só to querendo dizer que...-ficou um pouco mais séria e serena agora,segurando na mão da amiga-Esses são dias em que não voltam mais,e que é bom viver o agora,se por um acaso não conseguir alcançar aquilo que você planeja a cada dia.

O silêncio se apoderou da azulada e ela apenas respondeu com um sorriso de que compreendeu.Então viu que Alya repirou fundo pra dizer alguma outra coisa
-Mas por favor...-segurou o riso-vai tomar um banho,você ta muito suada!
E tudo o que ecoou naquela copa do apartamento foi a gargalhada das duas garotas.

E nesse cenário podemos ver duas vidas totalmente diferentes,Equilíbrios demais,e equilíbrios de menos.As vezes temos que ter controle,mas não viva de uma forma monótona,em que você nunca aproveita.
Seria Marinette a ponte de apoio pra Adrien?
Ou Adrien a parte divertida da vida de Marinette?Ambos?
Eles têm muito a se jogar um contra o outro com certeza,mas quem irá ceder primeiro?
 


Notas Finais


Me desculpem por qualquer erro,ou por ter sido bem pequeno😥kkkk
Eu tive q escrever o final desse de novo porquê acabei perdendo quando fui postar e não consegui.
Era pra ficar bem maior e a linha temporal chegar até segunda feira.Mas na próxima vou retomar deste ponto
Sobre a história:
Vamos tratar com detalhes essa história de pai e Filho Dos agrestes nesse universo?❤🙄temos
Alguns momentos lukanette temos tbm💙
E quando os momentos Adrinettes sairem ninguém me segura nessa história! Hahahaha
Até a próxima


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...