1. Spirit Fanfics >
  2. My Two Boyfriends >
  3. Capítulo 02

História My Two Boyfriends - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


É né...
Volteiiii
Desculpa qualquer erro aí e boa leitura
👍

Capítulo 3 - Capítulo 02


Fanfic / Fanfiction My Two Boyfriends - Capítulo 3 - Capítulo 02

- então, você acabou mexendo com um valentão? Que estranho

- por que?

- sua omma disse que você não tinha coragem nem de matar uma mosca

- oh que grosseria, não acredito que minha omma fala essas coisas de mim

Estou sendo difamado pela minha própria progenitora como pode isso.

- ela está mentindo então?

- não...quero dizer, sim!

- está bem, mas você fez algo?

- não, porque olha meu corpinho ficaria em pedaços e também não gosto de violências

- sim, claro – a doutora prende o riso ao confirmar também com a cabeça

- na verdade ele não era lá aqueles valentões, só um pouco, eu diria que era mais um babaca revoltado com a vida, chato, uma besta quadrada, arrogante, teimoso e ....

- estou vendo que ele tem bastante adjetivos

- aquele...respira Jungkook, respira

A doutora solta um pequeno sorriso com a minha linda declaração do yoongi mas ela rir porque não convive com aquela coisa que dorme mais que a bela adormecida.

- você também disse que tinha outro garoto

- esse é ainda pior. Jimin é o próprio capeta em pessoa, metido, arrogante, se acha o banban, a ultimo bolacha do pacote, a própria Gisele Bündche

- ok, já entendi

- doutora tá vendo só com isso eu já tô assim

- vamos respirar – ela não consegue para de sorri

- posso continuar?

- se estiver a vontade

- sim, estou.

- sou todos os ouvidos

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

( Uma semana depois do primeiro dia de aula )

- Jungkook abra essa porta!

- não!

Nesse momento minha omma está tentando fazer com que eu saí do quarto coisa que está fora de cogitação.

- Jeon Jr. Eu sou sua omma e estou mandando, você não pode ficar o resto da vida nesse quarto!

- posso sim!

- filho

- omma eu não gosto daquela escola

- Jungkook, só faz uma semana querido como você sabe que não gosta?

Oras sabendo oxee

- eu não gosto, ue

- Jungkook, você fez um trato comigo

- mas ommaaaa

- é só um ano filho

Eu odeio quando ela faz isso, sempre virando o jogo ao seu favor e fazendo com que eu volte atrás. Isso é injusto, eu não quero ir e passar mais um dia naquela escola.

- está bem – abro a porta do meu quarto vendo meu appa já com um machado pronto pra tentar arrombar minha porta – precisava disso?

- era só o plano C – ele sorri amarelo.

- appa!

- que? Culpe sua omma não a mim

Balanço a cabeça negativamente passando pelos dois e descendo as escadas indo para cozinha para pegar uma fruta.

- já podemos ir ou o senhor drama vai querer fazer outro show?

- sim, um show de mágica para fazer você sumir e que te leve pra bem longe da minha pessoa

- tá bom vocês dois, agora carro – fala Jaehyun empurrado eu e o demônio.

É lá vamos nós para o inferno que denominamos ‘escola’. Certo, eu posso fazer isso.

Eu posso!

Não foi tão ruim a última semana...quem eu estou querendo enganar.

Foi horrível.

Vou recapitulando os últimos acontecimentos dessa semana então pega a pipoca e se acomode-se porque as desgraças da minha semana vai começar.

( segundo dia de aula )

- ei Jungkook senta aqui!

Avisto Taehyung com seu irmão, que descobri se chamar Seokjin, o mesmo acena freneticamente.

Na verdade tudo em Taehyung parece ser frenético quase não consigo o acompanhar.

Por buda!

Seu irmão já é bem diferente dele, ele parece uma sirene ambulante e come como se não houvesse o amanhã.

Nisso somos parecidos.

Estava me aproximando deles quando alguém me empurra fazendo com que eu caí de quatro no chão. Rapidamente Taehyung e Seokjin se aproximam para tentar me ajudar a levantar.

- meu Deus, Jungkook você tá bem? – Taehyung pergunta preocupado.

- eu não acredito que você fez isso Yoongi, quantos você tem? – Seokjin esbraveja pra cima do de cabelos esverdeado.

- ele que não olha para onde anda

Olho pro cujo que me olha de baixo com deboche.

(Terceiro dia de aula)

- Jungkook por favor, você tem que me ensinar isso. Eu sou horrível em matemática.

- Jin, eu estou cheio de atividades extras, por que você não pede pro Taehyung?

- Porque você acha que estou pedindo pra tu?Eu não entendo nada o que o Tae explica!

- shiii! Estamos em uma biblioteca – o repreendo. O Jin as vezes é muito escandaloso.

Meu senhor eu joguei pedra na cruz pra merecer isso.

Nem ler mais posso, inferno!

- ...está bem, eu te ajudo.

- obrigado, obrigado, obrigado!

- shiiii! – a bibliotecária nos olha com um olhar mortal. – silêncio

- desculpa – Jin se desculpa e curva-se minimamente e meu rosto cora fortemente. – obrigado Jungkook

- tá, tá agora me deixa ler – seguro contra meu peito o livro que tentava ler antes de Seokjin me perturbar.

- toma

- o que é isso?

- uma vitamina para agradecer por me ajudar

- você iria me persuadir com comida Seokjin?

- talvez – ele sorrir convencido – tchauzinho Jungkook

Seokjin se retira pulando feito aquele desenho da Disney, como se chama mesmo... bambi?

- eu hein

Balanço a cabeça e sigo para uma mesa afastada que não tenha muito barulho ao redor, sinceramente a bibliotecária é o único lugar legal nessa escola.

- eu sei Hoseok... Eu vou... Tá, eu – não sei de onde infernos surgiu um ser em minha frente colidindo comigo fazendo com que a vitamina que estava na minha mão voar em cima de mim e o livro parar no chão – aí meu Deus! Me desculpa, eu não vi você

- com certeza você não viu e olha quem tem a vista prejudicada sou eu.

- Jimin? – olho para cima e vejo Jin novamente – Jungkook ?

- não, britney spears

(Quarto dia de aula)

- teste surpresa classe - a turma toda fez um coral de ‘não’ e depois começaram as reclamações.

- podem reclamar a vontade. O teste será em dupla e ainda por cima eu irei escolher.

E mais um coral de ‘não’ foi ouvido e depois mais reclamações dos alunos. Também não estava contente com isso mas fazer o que?

A professora ia escolhendo as duplas como se fizesse uma estratégia de como acabar com seus alunos, um por um.

Seu olhar parou em mim como um felino pronto para me devorar.

- Jeon Jungkook, você fará com ... – seu olhar agora era em toda sala procurando outra pessoa para fazer dupla comigo. – Min Yoongi.

- que!?

- que!? – eu e o esverdeado falamos ao mesmo tempo e depois nos olhamos claramente dizendo com o olhar “para de me Imitar”

- se eu fosse vocês dois me juntaria logo porque vocês só tem essa aula para me entregar o teste– a professora sorriu maldosamente.

Tem como ainda piorar?

(Quinto dia de aula)

- VAMOS SEUS MOLENGA, CORRAM, CORRAM!

Esse demônio que está gritando é o meu professor de educação física Bang Si-hyuk.

O desgraçado está fazendo a turma toda correr ao redor da quadra de basquete.

- VAMOS! NÃO QUERO NINGUÉM PARADO, VAMOS!

Como uma pessoa com 48 anos, divorciado e ainda por cima um professor é tão cruel assim.

Tipo, sei que preciso me exercitar mas isso é demais. Nossa turma já correu essa quadra mais de 10 vezes, isso porque eu parei de contar por precisar do ar para os meus pulmões.

Eu sou um sedentário de carteirinha e me orgulho disso!

- Jungkook! – estou estirado no chão e sinto minha alma sair do meu corpo olhando para mim dizendo “ adeus, eu desisto disso" – Jungkook cê tá bem? Jungkook!

- calma Tae ele só está exausto

- mas Jin olha como ele tá, será que ele tem asma?

- não Taehyung, não tenho... só nunca... corri tanto assim...

- após se acostume, o professor Bang costuma fazer isso frequentemente – Jin fala logo depois que bebeu água.

- ainda bem que ele não trouxe o apito – Tae fez uma careta ao lembrar do apito.

- certo pessoal vamos forma dois times os que sobrarem ficaram na arquibancada, certo?

- certo! – todos gritaram me assustando um pouco.

Eu não queria ser escolhido para jogar basquete. Não faço a mínima ideia do que fazer em um jogo de basquete, sou péssimo com esportes.

Meu senhor, Buda, Zeus, Ala, Odin, Deus...

Qualquer um!

Faça com que esse professor não me escolha por tudo que é mais sagrado.

- Jeon Jungkook pro lado esquerdo

Valeu aí divindades, v.a.l.e.u.

- mas p-professor eu ...

- PRO LADO ESQUERDO SENHOR JEON OU TEREI QUE SER MAIS CLARO! – fui pro lado esquerdo rapidamente.

Esse professor quer minha morte só pode, meu coração está na mão eu nunca joguei isso antes.

- os demais vão se sentar

No meu time se encontrava: Park Roseanne, Lalisa Manoban, Lee Wonho, eu e Choi Young-Jae.

No time adversário se encontrava: Kim Jennie, Wang Jackson, Jung Hoseok, Min yoongi e Park Jimin

Essa com certeza era a ÚNICA aula que esses dois idiotas teriam comigo.

Glória!

- vamos ter um jogo limpo, sem briga ou confusão e isso vale pra você também Min Yoongi – o mesmo revira os olhos mas não diz nada.

- por todas as divindades

- calma, ... desculpa qual é seu nome mesmo

- Jungkook, Jeon Jungkook

- oi Jungkook pode me chamar de Rose, fica tranquilo vai ser legal

- simm muito legal hehe – será que a ideia de desmaiar da tempo?

O jogo começa é todos vão fazer suas partes mas o problema era que eu NÃO sabia nada. Eu parecia uma barata tonta rodando em círculos tentando pegar a maldita bola.

- Jungkook cuidado!

Olho para pessoa que me chamou mas bem na hora sou atingido pela bola pesada de basquete bem no meu rosto, o impacto foi tão forte que cai no chão com tudo.

- Jungkook! – antes de desmaiar escuto e vejo Taehyung e Seokjin perto de mim.

(Quinto dia de aula)

- Jungkook deixa eu passar esse pó!

- não Seokjin, não quero!

- meu querido isso tá horrível, aquela bolada fez uma cratera na sua testa.

- obrigado por me lembrar

Eu e Seokjin estávamos na sala de aula esperando a aula começar, sentados nas primeiras cadeiras, eram daquelas de duplas, e o mais velho teimava em colocar maquiagem na minha testa.

Sem ter necessidade.

- Jin, não! E para de insistir

- tá seu chato

Jin sai da sala, o professor não tinha chegado, então a maioria dos alunos aproveita para sair da sala pra fazer ‘sei lá o que' pelos corredores.

Por causa daquela maldita bola fiquei com um galo do tamanho de Júpiter e agora estou com enxaqueca novamente.

- Jungkook né?

- não, Justin Bieber – falo sem olhar para pessoa por está de cabeça baixa por conta da dor de cabeça.

- ui, o que o Justin Bieber faria aqui nessa humilde escola?

- também não sei

- então você poderia me fazer um favor, se você ver um garoto chamado Jungkook diga a ele que Park Jimin sente muito pela bolada, não foi minha intenção o acertar - levanto minha cabeça devagar e vejo que o mesmo garoto que me “apresentou” a escola, que me fez derruba a vitamina que o Jin comprou para mim e o mesmo que me deu a bolada está em minha frente.

O encaro com os olhos cerrados. Eu sou tímido mas minha raiva tá tão alta que eu taquei o foda-se pra ela.

- AH! Digo com muito prazer só um minuto “ oi Jungkook, sabe aquele menino que é meio cego, que não viu sua pessoa e que fez um buraco negro na sua testa. Pronto! Ele te pediu desculpa" pronto falei e sabe o que ele disse?

- não, oque ele disse – Jimin agora mostrava um pequeno sorriso de lado.

Minha enxaqueca tá aumentando.

- vai pro inferno.

( dia atual )

E isso foi só o resumo porque foi bem mais desastroso. Mas aqui estou novamente na escola onde quero distância. Eu queria ser a Elsa agora e gritar “ livre estou” enquanto saio correndo o mais longe possível desse lugar.

- Jungkook para de se debater!

- me lagar Jaehyun! Eu não quero ir e você não pode me obrigar!

- Jungkook tá todo mundo olhando!

- é porque você está me CARREGANDO NO OMBRO SEU MAMUTE!

- e você é a preguiça lezada

- retire o que disse

Nada como um dia normal não é mesmo minha gente.

- vocês querem parar com isso estão todos olhando. Jaehyun solta o Jungkook. Jungkook para de escanda-lo.

- mas se ele escapar?

- ele não vai – Jaehyun suspira e me coloca no chão – Jungkook, eu sei que você não quer ir pra escola.

- jura

- mas pensa como a omma ficaria se ela soubesse que você não entro na escola, como ela estaria desapontada com o filho casula prodígio.

Fiquei imaginando não indo para escola mas para qualquer lugar e foi isso o que passou pela minha cabeça:

“- eu não acredito no que fiz!

- eu não acredito no que fiz...

(...)

- mas o que os olhos não vêem o coração não sente, né?

- puxa e agora, ela vai sentir sim

(...)

- isso é tão legal!

- eu.sou.um.pessimo.filho. Eu vou voltar

(...)

- eu não vou voltar nunca mais!

- eu sou um ser humano horrível

Acabei de ter uma visão não muito legal. Deu pra entender né?

- então kook, você pode entrar na escola como um bom filho que, eu sei que tu es, ou você pode ir embora agora e quebrar o pobre coração frágil da nossa omma.

- eu.te.odeio

Entro nessa merda com raiva. Até satanás sairia correndo.

- você não presta Eun-bi

- eu sei



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...