História My two loves! - Capítulo 19


Escrita por:

Postado
Categorias Naruto
Personagens Asuma Sarutobi, Chouji Akimichi, Deidara, Gaara do Deserto (Sabaku no Gaara), Hanabi Hyuuga, Hinata Hyuuga, Hyuuga Hiashi, Ino Yamanaka, Itachi Uchiha, Izumi Uchiha, Juugo, Kakashi Hatake, Karin, Kiba Inuzuka, Kurenai Yuuhi, Kushina Uzumaki, Minato "Yondaime" Namikaze, Mirai Sarutobi, Naruto Uzumaki, Neji Hyuuga, Rock Lee, Sai, Sakura Haruno, Sasori, Sasuke Uchiha, Shikamaru Nara, Suigetsu Hozuki, Temari, TenTen Mitsashi, Tsunade Senju, Yahiko, Yamato
Tags Hinata, Naruhina, Naruto, Sasuhina, Sasuke, Yahihina, Yahiko
Visualizações 75
Palavras 3.323
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Ficção Adolescente, Hentai, Musical (Songfic), Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


CHEGUEI AMORES!!! (tá ficando doida? Quem te perguntou?)...😓 Bom, desculpem a zoeira. 😄

Querido @Sapohaagoravai, VC me pediu um Hentai sem filtro, quando me mandou o lembrete, falei " What the fuck " mentalmente, mas você sabe disso já que essa foi a resposta que te enviei "WTF? Nino!". Quando li a sua resposta❤😍, ai pensei, porque não? Desse casal da certo, o que pode dá errado? Logo que comecei a fazer descobri, inner me censurou o tempo todo, para cê ter uma ideia refiz esse Hentai seis vezes, sério foram exatamente isso, até que desisti. Então né? 🔥_🔥SQN 😅. Fico te devendo essa, Ok?. Só me falta cumprir um único pedido de Hentai que a vários caps venha enrolando, mas irei fazê-lo Linda. Se dê depois leiam as notas finais 😘

Boa Leitura!

Capítulo 19 - Maldita Sádica.


Todos se despediram para irem a suas aulas. Hinata e Naruto deram um singelo selinho demorado, seguindo caminhos opostos. Mais a frente a morena avistou Sasuke cabisbaixo resmungando algo inaudível.

- Até o perfume dela me persegui.

- U-Uchiha, espera. – bom, pelo menos ele parou.

Droga! Já sei de onde vem esse doce vício. Pelo que vejo, ela também não conseguiu dormir ontem.

- O que foi Hyuuga? – porque o rosto dela enrubesceu?

- B-bem é... - vamos Hinata, respira fundo. – Não quero que por minha causa, sua amizade com o Naruto, fique abalada.

- Se foi por isso que não conseguiu dormir, fique tranquila nós temos um acordo. – esse seu bico, com certeza tá chateada.

Meu rosto está tão abatido assim? Espera, escutei direito?

- Acordo?

- Tsc. Não faça essa cara, como se tivéssemos apostado para ver quem ficaria com você primeiro. N...

- Então me explique, que acordo foi esse? Em quê ele se consiste? – minha curiosidade falou mais alto.

- Se tivesse deixado terminar, já teria explicado. – ela está envergonhada? - Como tentei falar antes, nós fizemos um acordo de quando você escolhesse, um daria o tempo para o outro se acostumar com a ideia de... Tsc.

- Não precisa falar, já entendi. – me doeu vê-lo virar o rosto, sei o quanto ele é fechado e nunca mostra suas emoções.

- Tenho que ir, minha aula já começou.

Se afastou rapidamente, sem esperar uma resposta. Hinata tomou a decisão de também dá o tempo que ele precisava.

Suigetsu assim que se despediu do grupo, colocou os fones deu play (All of Me - John Legend). Estava tão distraído pensando em Karin que não percebeu alguém perto. Que agarrou seu pescoço e bagunçou seu cabelo.

- Pare com isso, seu puto. – o largou, ele retirou os fones fazendo uma careta desgostosa – Porra Juugo, você desarrumou o cabelo que levei um tempão pra arrumar.

- Ein? Desde quando você se preocupa com isso? – debochou – Hm...já sei, teve ser por causa de uma certa ruiva, tô certo?

- Vá a merda. – estirou o dedo do meio. – De onde você tirou isso?

- Tá estampado na tua cara, que você gosta dela, ou seria a...

- Nem termine seu puto. Estamos muito bem assim.

- Se você diz, quem sou eu pra questionar? - sorriu. – Quero te pedir um conselho.

- Ué, logo a mim?

- Eh talvez você tenha razão! – ficou pensativa. E Suigetsu ficou indignado. – Como não vi ninguém inteligente e que saiba dar conselhos, vai você mesmo.

- Valeu, pelo elogio a minha inteligência! – Ironizou – Para resolver pedir conselhos logo a mim, deve ser algo muito sério. Então fale.

- É sobre aquela garota que estou ficando. Na verdade a proposta que ela me fez...

Depois dessa última fala Suigetsu não ouviu mais nada seus olhos encontraram os de Karin que passava ali perto com um garoto. Deu uma piscadela para ele e no seus lábios tinha um sorriso sacana.

- Maldita Sádica! – com essa simples troca de olhar, ele entendeu que hoje ela não estaria livre.

- O que você disse?

- Nada, pode continuar.

- Como ia dizendo, ela parece ter...

Mais uma vez ele não ouviu. Seus pensamentos foram até o sábado (um dia antes da festa do Deidara).

Flashback on:

Suigetsu tinha acabado de tomar banho, e estava largado no sofá assistindo um programa qualquer, quando bateram na porta, sorriu já sabia quem seria, já que a mesma era a única a ter permissão para subir direto. Quase caiu na presa para atender a porta, deu uma conferida em sua aparência no espelho ali próximo. Assim que colocou a mão na maçaneta seu sorriso sumiu, em seu rosto surgiu uma expressão Quem é o demônio que veio me perturbar “ e a abriu.

- Ah, é você. – a voz demonstrava desânimo, mas por dentro sorria, por vê-la ali linda, não usava o costumeiro óculos, estava com lentes de contato.

- Quanta alegria em me ver. – fingiu desapontamento, mas logo sorriu com malícia – Estava entediada em casa, então resolvi vir aqui. – passou direto por ele, ao chegar na sala, jogou sua bolsa no chão perto do sofá, e sorriu por ver o que ele assistia – Vejo que não era a única.

- Você tem razão. – fechou a porta e se aproximou – Qual sua proposta do que fazer.

- Juugo está aqui? – percorreu o olhar por todo lugar e parou na direção do corredor onde fica os quartos.

Suigetsu e ele eram amigos desde infância, dividiam o apartamento e as dispersas fazia mais de um ano, não que precisassem do dinheiro e sim por gostar da companhia um do outro.

- Não, ele foi encontrar uma garota, só volta amanhã.

- Ótimo, não terei que me segurar. – o provocou maliciosamente.

- Você sabe que adoro ouvir seus gemidos altos Karin, ainda mais por saber que sou o causador de tal prazer. Mas você quer que a Senhora Chiyo tenha um infarto e o Sasori me mate?

- Aff! Certo, também não quero levar outra bronca dele. Não vejo a hora dela ir embora do ap dele. – sua birra o fez rir.

- Minha sádica, não falei que era para você ficar calada, só se controlar um pouco. – falou enquanto beijava o pescoço da mesma que gemeu manhosa. – Ligue o som, vou buscar algo para bebermos.

Sorriu por ela ficar emburrada quando cessou os beijos e se afastou. A ruiva nunca entendeu o motivo de mudar seu comportamento quando estava a sós com ele, deixou esse pensamento de lado, desligou a TV, ligou o som que já tinha o pen drive deles plugado. (Sim, eles fizeram uma playlist das músicas que gostavam). Caminhou até a janela e ficou prestando atenção na letra da música ( A.D.I.D.A.S ( all day i) - Ro James ) enquanto admirava a bela vista da noite e os prédios iluminados que o vigésimo primeiro andar proporcionava. Logo uma taça surgiu em sua frente, fitou o reflexo dos olhos de Suigetsu na vidraça da janela, em seus lábios tinha um sorriso sacana.

- Hum... Não esqueceu a minha cereja. – falou enquanto segurava o talo da cereja o circulando na bebida. – Você sabe o quanto adoro.

- Claro que sei. – sua voz saiu rouca, próximo do ouvido da ruiva que se arrepiou.

A ruiva passou a cereja por seus lábios, deixando uma pequena gota da bebida escorrer, rapidamente passou a língua sorriu de canto e sexualmente a colocou na boca. Isso era o gatilho que fazia o sangue dele ferver e querer possui-la de todas as formas possíveis. Num rápido movimento a virou, beijando sua boca lascivamente.

Ela separou seus lábios bebeu um gole generoso do líquido, o segundo gole ela o transferiu no beijo cheio de desejo. O mesmo tirou a taça de sua mão a colocando no chão. A encostou na janela e suspendeu seus braços os segurando com uma mão. Sorriu ao olhar no rosto da ruiva que sempre teve um sorriso sarcástico nos lábios, agora como todas as outras vezes, seu rosto estava corado, sua respiração entrecortada, seu olhar suplicava por ele.

A beijou novamente, desceu sua outra mão aos botões da blusa os arrancando num único puxam, apertou sua cintura a fazendo gemer entre o beijo. Sem cessar o beijo desabotoou o short dela que deslizou por suas pernas, movimentou os pés o tirando junto com sua sapatilha, ficando só de blusa aberta e lingerie preta. Uma visão mais que tentadora na opinião de Suigetsu, que segurou sua coxa a fazendo colocar a perna esquerda em sua cintura, ela arfou ao sentir o volume dele roçar em sua intimidade, a acariciava com uma pegada forte, enquanto distribuía beijos por seu pescoço até seu seio ainda coberto pelo sutiã. Soltou os braços da ruiva que rapidamente se livrou das peças, ficando só de calcinha.

A suspendeu, ela colocou a outra perna envolta dele, que caminhou até o sofá se sentando. Se fitaram com luxúria, passou o dedo pelo lábio inferior inchando da ruiva. Se beijaram com fervor, ele a abraçou forte quando a sentiu rebolar no seu membro ainda coberto, a deitou sugou forte o mamilo esquerdo, enquanto apertava o direito, a ruiva gemeu alto sua intimidade latejava de tanto desejo, desceu a mão acariciando seu clitóris na tentativa de diminui o tesão que sentia.

- Deixa que te ajudo. – ele a provocou, antes de se levantar para ajuda-la tirar a calcinha. – Senta e abri as pernas. – ordenou e assim ela fez, ficando exposta para ele que se ajoelhou na sua frente, sorriu malicioso ao passar os dedos na intimidade dela. – Bem molhadinha, do jeito que eu gosto.

- Pare de falar, e faça logo seu serviço. – sua voz saiu mais manhosa, do quê uma ordem como ela queria. Sorriu ao ouvi a música que tocava (Living room Flow - Jhene Aiko)

Ele colocou as pernas dela nos seus ombros, deslizou dois dedos por sua intimidade apertando seu clitóris entre eles, os desceu penetrando sua entrada sem aviso, Karin gemeu alto. As estocadas frenéticas a levou a loucura, já estava próxima do seu ápice quando ele sugou com vontade seu clitóris a pegando de surpresa, soltou um grito pelo prazer avassalador que invadia seu corpo e sentidos, ao sentir as contrações nos seus dedos ela aumentou a velocidade nas estocadas. Gemeu o nome dele enquanto sentia os espasmos violentos do orgasmo.

- V-você s-se s-superou h-hoje. – ela falou com dificuldade tentando recuperar o fôlego.

- Vamos pra melhor parte. – sua voz grave a fez estremecer, tirou de uma só fez a bermuda e cueca.

Ela arfou ao ver o membro generoso que ele segurava balançando. Sem pensar ela o segurou lambendo os lábios. Não falou nada apenas o abocanhou com vontade, dando fortes sugadas, arrancando gemidos dele, que em nenhum momento quebrou o contato visual com ela, segurava seus cabelos no rabo de cavalo para ter uma melhor visão e ajuda-la ir mais rápido. Quando sentiu o membro dele pulsar em sua boca, chupou mais rápido, não demorou a sentir o líquido quente dele em sua boca que o engoliu, sugou até sair tudo. O puxou fazendo ele deitar encima dela no sofá, a cada beijo e carícias trocadas os dois queimavam ainda mais de desejo. Não demorou a sentir o membro dele pronto para outra. Ela pegou sua blusa tirou uma camisinha e o ajudou a colocar. Só para provoca-la ele ficou passando a cabeça do seu pênis na entrada dela.

- Enfia logo esse pau, seu mald... – Não conseguiu completar, gemeu alto arqueando as costas, ao sentir sua intimidade ser preenchida violentamente por ele. Ela adorava essa brutalidade dele.

- Ohh... Que buceta gostosa. - falou inebriado, ao sentir seu membro sendo apertado. Começou a se movimentar lentamente, ela envolveu suas pernas na cintura dele o permitindo ir mais fundo, o suor já banhava os corpos deles, ele parou e se levantou. – Fica de joelhos virada de costas pra mim.

Ela fez prontamente como pedido, seus seios e braços ficaram apoiados na cabeceira do sofá, a bunda empinada da ruiva, o fez ter uma ideia do que faria depois. Se posicionou entre as pernas dela penetrando sua intimidade por trás. A combinação dos beijos e mordidas em suas costas junto com as estocadas rápidas e fortes, fez Karin gemer cada vez mais alto, naquele momento Suigetsu estava pouco se importando se os vizinhos iam reclamar. Colocou os dedos na boca dela, segurou seus seios com força massageando os mamilos com os dedos úmidos os deixando enrijecidos, desceu uma das mãos acariciando seu clitóris, isso foi o suficiente para leva-la mais uma vez ao seu ápice, a intensidade do orgasmo fez seu corpo enfraquecer sua sorte era ele a está segurando e o apoio da cabeceira do sofá, com mais algumas estocadas ele gozou.

Assim que saiu de dentro dela, suas pernas tremiam tanto que ela se jogou no sofá, ele retirou a camisinha e foi jogar na lixeira. Voltou e se deitou a agarrando. Logo ouviram umas batidas na parede e alguns xingamentos, que vinha do apartamento de Sasori. Karin deu uma risada (estilo Catherine/Cathy), Suigetsu arqueou uma sobrancelha sem entender tal reação.

- Dona Chiyo deve ter uma audição muito boa, ou ela fica com o ouvido grudado na parede pra nos ouvir.

- Pode até ser, já que ela só reclama quando terminamos. – os dois deram uma gargalhada. – Mas mudando se assunto, já que provavelmente irei ser morto amanhã por um ruivo furioso. O que acha de dormir aqui? Tem uma cama macia pronta pra ser desarrumada.

- Não posso, tenho que ir amanhã logo cedo com as meninas pra casa do Deidara, já que iremos ajudar na arrumação. Mas ainda tenho um tempinho. – sem falar nada ele a pegou no colo caminhando para o quarto com um sorriso malicioso nos lábios. – O que está planejando fazer?

- Fuder essa bunda deliciosa. – ela arregalou os olhos pela surpresa, mas logo sorriu e o beijou lascivamente.

Flashback off.

Valeu muito a pena levar aquele bronca ontem do Sasori.

Bronca é pouco o mesmo só não levou uma surra, porque Sakura não deixou.

- Então o que você faria no meu lugar? – Juugo o perguntou ansioso.

- A mesma coisa. – respondeu ainda desnorteado e um pouco excitado com a lembrança. – Eih que merda é essa? – alisou a nuca.

- Isso é pra você aprender ouvir seu melhor amigo, quando tenta te pedir conselho.

- Certo, desculpa, me conta tudo do início pois não estudei uma só palavra.

- Se não tivesse falado, nem teria percebido. – Ironizou. – Só vou repetir por quê preciso, então preste atenção. – ele assentiu. – Sabe a garo... – Não conseguiu terminar, uma morena passou feito um furacão por ele quase o derrubando, pulando no pescoço de Suigetsu.

- Você é, muito malvado comigo Sui-kun – fez beicinho – Ontem você não saiu de perto daquela vadia ruiva.

- Já mandei você não chama-la assim, Sari – disse seco, tirando os braços dela do seu pescoço.

- Você está livre essa noite? – fingiu que não ouvi – Faz tempo que não saímos.

Já que a Maldita Sádica, tem companhia hoje, porquê também não me divertir um pouco?

- Desisto. – Juugo falou enraivecido, se afastando dos dois.

- Eih, espere! – pediu quase gritando, recebendo em troca o dedo do meio do outro e um “ Vai se fuder “ – Mas que puto FDM, só queria ajudar. – já ia na direção do amigo quando a morena pegou na sua mão.

- Ainda não respondeu. – seu rosto estava corado.

- Te vejo às 19Hrs. – a puxou segurou sua nuca, lhe dando um beijo selvagem de.faze-la molhar a calcinha, separou seus lábios, a encarou sorrindo. Ela estava desnorteada, seu corpo queimava de desejo. Ele era o único garoto que a fazia ficar assim só com um beijo, e foi no primeiro que deram que ela se apaixonou por ele. – No lugar de sempre.

- H-Hai, Sui-kun! – deram um selinho. O mesmo saiu correndo para procurar Juugo.

Próximo dali, Naruto e Gaara seguiam para suas aulas conversando. O loiro ria por tudo.

- Fazia três anos, que não o via assim, tal... radiante. Desde...você sabe. – senti a cautela em sua voz.

- Não se preocupe, a felicidade que estou sentido é tanta, que até a lembrança dela hoje, não irá me abalar.

- Hinata de pegou de jeito. – não liguei para sua zombaria. – Se você diz, acredito.

- Assim que a vi naquele mercado, tive a certeza que ela era o anjo que veio curar meu coração.

- Não duvido. Seu sorriso voltou a ser o mesmo desde que a conheceu. – pegou no meu ombro. – Lembrei o que queria falar com você. Hoje conversava com Temari sobre o quanto você está feliz, aí – pausou – a okaa-san ouviu e quis saber de tudo, então contamos que você está namorando, desculpa.

- Não precisa pedir desculpas, quero mais é gritar para o mundo todo que Hina agora é minha! – esse seu olhar desconfiado. – O que mais faltou você contar.

- Que ela ficou eufórica, correu e ligou para tia Kushina. – riu sem graça.

- Tudo b... Espera, me ferrei!

- Sei disso, ela odeia ser a última a saber.

- Parabéns, você acaba de matar meu sorriso! Coitado do meu pobre pescocinho.

- Deixe de frescura, você tá com sorte, ela ainda não aprendeu estrangular via celular. E vamos logo estamos atrasados. - o ruivo saiu puxando Naruto que choramingava alisando o pescoço.

A manhã passou voando, depois que terminou sua última aula, o loiro se apressou para encontrar Hinata, o mesmo pensou ela que foi em direção do bloco onde ele assistia aula. Mas no caminho de Naruto apareceu uma loira bufando de raiva, ódio e ciúmes.

- Me diga que não é verdade, que está namorando a ceguinha.

- Nunca mais a chame desse jeito, ela tem um lindo nome que é muito fácil de pronunciar, presta atenção, HI.NA.TA, aprendeu?

- Você está me chamando de burra, Narutinho? – os olhos marejaram – O quê aquela MALDITA tem que eu não tenho?. – o loiro riu.

- Muitas coisas, mas o mais importante é meu amor – saiu tão natural, que o loiro nem se deu conta. Ela começou a chorar segurando a camisa dele.

- Não diga isso, eu te... – ela foi puxada violentamente pelo ombro.

- O que pensa que está fazendo? Ele é meu namorado, Shion. – Hinata bradou. Ela não ouviu a conversa, quando virou no corredor e viu a loira quase o beijando, o ciúme tomou conta da morena. – Que essa seja a última vez que você se atreve a encostar no meu loiro, porque se tiver uma próxima não respondo por mim.

A loira estremeceu com o tom ameaçador e a expressão sanguinária no rosto de Hinata, mesmo com as pernas bambas ela saiu correndo. Naruto só ficou rindo, mas logo parou quando recebeu um olhar mortal.

- Acho muito bom você me explicar tudo que aconteceu aqui NARUTO.

- Ué, ainda agora não era meu loiro? – disse brincalhão, fazendo ela rir. – Nunca achei que veria você com ciúmes.

- Porque não? Estou cuidando do que é meu! – se aproximou dele. – Agora me diga o que aconteceu.

- Claro, pode ser no campo para casa?

- Hai!

Eles foram até o estacionamento, ele abriu a porta do carro para ela, quando entrou Hinata entregou o celular.

- Estava caído, só vi porque estava vibrando.

- Então foi aqui que esqueci, passei a manhã toda procurando. – o loiro arregalou os olhos por ver 31 chamadas perdidas. – É hoje que eu morro.

Antes que Hinata o questionasse, o celular voltou a tocar, ela ficou um pouco aflita, ao ver o medo no rosto dele.

- O-Oi k-kaa-chan?!

- Oi kaa-chan? – Ironizou.- NARUTO UZUMAKI, ONDE VOCÊ ESTAVA, QUE NÃO PODIA ATENDER A PORRA DESSE CELULAR? – o loiro quase ficou surdo. – ACHO MUITO BOM, VOCÊ TER UMA EXPLICAÇÃO PRA FICAR SABENDO DO NAMORO DO MEU FILHO POR OUTRA PESSOA – ele ouviu Minato tentando acalma-la. – CALMA UM CACETE, MINATO, SEU FILHO É... – começou a chorar, “ como ela é bipolar “ Naruto pensou. – Um ingrato, fomos os últimos a saber.

- C-Calma kaa-chan, não faz nem 24Hrs que estou namorando. Desculpa, não ter dito ontem, cheguei em casa de madrugada, não quis acorda-los, e também tinha esquecido o celular no carro. Tenho certeza que vão gostar muito dela. – Naruto olhou amoroso para Hinata que o retribuiu.

- Voltaremos em três dias, convide ela para jantar lá em casa, queremos muito conhece-la. – falou amável, mas logo se lembrou de tudo que ele falou – VOCÊ CHEGOU DE QUE HORAS, SEU BAKA?

Foi uma luta para Minato conseguir tomar o celular da mão dela, que gritava um monte de sermão. Hinata só ria, não estava no viva voz, mas ela ouvia claramente. Naruto implorava que um meteoro o atingisse, estava morrendo de vergonha. A morena até esqueceu o ocorrido com Shion. Mas será que Naruto iria se lembrar de sua resposta a Shion? O que Hinata pode esperar desse jantar?


Notas Finais


No cap excluir duas coisas importantes, pois não gostei, resolvi tentar melhorar para o próximo cap. Lindos queria pedi perdão pelos dois últimos caps não terem ficado bons, o motivo foi por eu me obrigar a faze-los, sabe? Passei um tempinho sad, aí para não deixar a Fic parada fiz eles, até pensei em excluir para refaze-los, mas a preguiça falou mais aumento como sempre 😅. Só para terem uma ideia os dois era para ser um cap só ( como assim? ) explico, antes de começar a fazer a Fic, fiz tópicos do que faria em cada cap, só o que tenho que fazer depois, é ver como irei referir cada um. Sendo assim sei o que vai acontecer até o penúltimo cap, pois tenho dúvida do final. Para ela tenho quatro finais ( não seriam só dois?), não lindos, são quatro, espero me decidir antes do penúltimo.
Sim, exclui o cap, que tinha uma explicação muito besta por sinal. Agora vou mudar de assunto. Bom, Fiz uma one-shot SasuHina. Calma os lindos NaruHina, essa é a minha segunda, a primeira que fiz é NaruHina, ( então, pq não a postou?) Porquê o enredo ficou muito pesado, estou com três opções para ela, primeira seria mudar os personagens, segunda a categoria e terceira dá a cara a tapa e postar. Então na dúvida deixei ela quieta. Mas não se preocupem pois já estou com ideia de mais duas e elas são NaruHina!
Queria a ajuda de vocês lindos do meu ♥. Me empolguei fazendo ela, ficou enorme, para terem uma ideia é muito maior que o cap 12 dessa Fic. O que acham, devo dividi-la? E se dividir, quanto tempo devo demorar a posta as outros partes? O que posso adiantar dessa one-shot ou talvez ex. Ela é uma comédia romântica, e o que seria dessas estórias sem aquele drama gostoso ( gostoso?) slá porque saiu isso. Agradeço desde já se alguém puder me ajudar.😉

Recadinho para você Mary: Desisti de colocar a música 7w7 nela, pois tenho outros planos para ela, mas adicionei outra que me pediu nessa, mas na one ficou ótima, pelo menos na minha opinião. E que link de música foi aquele Nina? 🎶É uma dupla sertaneja, que acabou de chegar🎶 depois dessa parte MORRI 😂. Perdão de novo por demorar a responder é que tava em off.😘

All of Me - John Legend

https://youtu.be/3WQ0xZLOmes

 A.D.I.D.A.S ( all day i) - Ro James

https://youtu.be/QJonndgDfl0

Living room Flow - Jhene Aiko

https://youtu.be/2N6OizIyMPg

Até o próximo, XOXO! ❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...