1. Spirit Fanfics >
  2. My vacation >
  3. Aquela que chega em Miami

História My vacation - Capítulo 2


Escrita por:


Capítulo 2 - Aquela que chega em Miami


Quando cheguei no aeroporto de Miami, já era umas cinco da tarde, fui rapidamente pegar minha mala e mandar mensagem para meu pai avisando que havia chegado. Ele respondeu 2 minutos depois avisando que já estava indo. 


   Fui para o lado de fora para ele me achar mais fácil, fiquei sentada em um dos bancos que estavam lá fora apreciando a vista. 


   Reparei que algumas pessoas entravam no aeroporto me encarando. Ué ?! Será que sou tão diferente assim... Eu sei que eu sou mais pálida do que o normal, mas é pra tanto? 


   Depois olhei para baixo e notei o motivo delas estarem me encarando. Não fiz uma escolha inteligente para me vestir. Estava com uma blusa de manga cumprida de lã ( Infelizmente não podia retirar porque só estava ventindo isso) e uma calça jeans preta com um tênis preto.



10 MINUTOS DEPOIS... 


   Já tava derrentendo por causa daquele calor desgranhento e NADA DO MEU PAI CHEGAR, então decidi ligar para ele. 


   - Pai? - Ele atendeu no terceiro toque. 


   - Merida! Me desculpa. Estava saindo do empresa , mas havia um carro no estacionamento que me impedia de sair. Eu já tô no caminho. Chego aí daqui a pouco. 


   - Tá bom. Te espero - respondi simplesmente e desliguei o telefone em seguida. É, ele parece o mesmo antes. Fico mais tranquila com esse pensamento. 


   Uma buzina me tira dos meus pensamentos. Olhei para o carro que estava na minha frente e que havia feito o som. Sabia que era ele. Então já fui pegando minhas coisa. Ele saiu do carro para me ajudar a colocar as malas no porta-malas. 


   - Oi, pai- Falei meio constragida. Não sabia o que falar 


    - Ursinha - Ele grita e faz todo mundo olhar para nós. Reviro os olhos. É, nada mudou mesmo. Me preocupei por nada. 


     - Pai, menos. Ursinha não - Falei escondendo meu rosto em minhas mãos. 


      - Um abraço, pelo menos - Ele fala com um sorriso de orelha a orelha. Concordo com a cabeça sorrindo e ele vem até mim me esmagando, literalmente - Senti tantas saudades. 


      - Eu também - falo entre seus braços. 


    - Vamos, você tem muita coisa pra me contar. Hoje eu vou fazer um jantar maravilhoso para nós e nós vamos colocar o papo em dia- Ele pega uma mochila que está nas minhas costas e coloca dentro do carro. 


    - Não acredito que aprendeu a cozinhar isso eu quero ver - Falo entrando dentro do carro.



   O caminho todo conversamos sobre nossas novas vidas. Ele perguntou sobre os meninos e minha mãe e eu sobre seu novo trabalho. Ele parece bem feliz. Até adotou um gato, seu nome é Angus. 


  Algum tempo depois... 


   - Chegamos... - meu pai fala enquanto estaciona o carro em uma casa MARAVILINDA. Ele morava em um condomínio, a nossa casa na Dinamarca era bem maior, mas eu gostei mais dessa. Era simples e moderna. Meu pai viu minha boca aberta e riu - Gostou? - ele pergunta quando saímos do carro, acho que ele percebeu que eu estava um pouco maravilhada. 


   - E tem como não gostar? - Falei rindo.



   Enquanto colocavamos minhas malas para dentro, um vizinho que morava em frente veio cumprimentar meu pai. 


   - Oh! Fergus ! Como vai ? - O homem até então desconhecido para mim, falou cumprimentando meu pai com um aperto de mão. 


   - Stoico! Tô bem e você? - meu pai dá uma olhada para mim que estava do seu lado 


   - Melhor impossível - Stoico responde e dá uma risada exagerada - E essa quem é? A sua filha ? 


   - Sim, minha filha mais velha Merida - Meu pai fala colocando um dos seus braços ao redor do meu ombro. Eu estico minha mãe e comprimento o amigo do meu pai. 


   - É um prazer - Falo sorrindo timidamente. 


  - O mesmo Merida ! Escu...- Ele não consegue terminar a frase pois uma mulher aparece na porta da casa dele o chamando. E MEU DEUS!!! Que mulher, senhor... tudo que eu não vou ser um dia. Era tão alta e elegante, parecia uma modelo. 


   - Vamos antes que Hiccup se arrependa de cuidar da Heather - Ela fala quando se aproxima de nós. - Olá Fergus. 


   - Olá Valka - Meu pai sorri em sua direção. - Deixe eu me apresentar minha filha mais velha! Chegou hoje. Veio passar as férias comigo 


   - Ah Merida, certo?  Estou tão feliz em finalmente te conhecer - Valka da o sorriso mais chique que eu já vi na minha vida (existe isso? Bom... Não sei. Só sei que ela tem.) 


   - O prazer é todo meu - Falei toda vermelha. 


   - Querida, estava preste a convidar Fergus e Merida para ir jantar conosco, O que acha? - Stoico fala colocando a mão no ombro da esposa. 


   - Uma ótima ideia! Vocês topam? 


   - Não queremos incomodar, podemos fazer a janta em casa mesmo - meu pai olha pra mim sorrindo. 


   - Sim ! Não queremos incomodar... 


   - Lógico que não irão, Além do mais não vamos deixar que você jante em casa na sua primeira noite em Miami- Valka fala decidida já vindo até mim e segurando minhas mãos. 


      - Vocês tem um ponto, Iremos com vocês mas acho que Merida quer trocar de roupa, podem esperar um pouco? Meu pai fala. - Vamos entrem, podemos esperar ela na sala. 


      Entramos com as malas que ainda estavam lá fora. Stoico nos ajudou a levar para o quarto que era meu, segundo meu pai.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...