História My virtual game - Miraculous - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Miraculous: Tales of Ladybug & Cat Noir (Miraculous Ladybug)
Personagens Adrien Agreste (Cat Noir), Alya, Chloé Bourgeois, Gabriel Agreste, Hawk Moth, Marinette Dupain-Cheng (Ladybug), Nathanaël, Nino, Nooroo, Personagens Originais, Plagg, Tikki, Wayzz
Tags My Virtual Game
Visualizações 36
Palavras 1.363
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Suspense, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Oi gente, eu tô aqui novamente com novos eps, eu tentei fazer outro ep para posta hoje de noite, mas não deu, espero que se contentem com esse, quanto tempo faz que não posto?
1 dia ?Algumas horas? Uma semana? Hihihi, desculpa, mas eu tive que pensar bem como ia botar as escolhidas na fic. E também eu tava com preguiça de fazer, MAS ELA NÃO ME DOMINOU NAUM.
Espero que gostem e boa leitura.

Capítulo 8 - "E você é sortudo demais para um gato preto"


Fanfic / Fanfiction My virtual game - Miraculous - Capítulo 8 - "E você é sortudo demais para um gato preto"


– Agreste, Lahiffe, Perrit e Santos, queria saber desde quando é permitido fazer pedidos para entregas aqui na escola? - disse a Sabrina morrendo de raiva

– Olha, eu não sei, mas se por um acaso você tá falando do skate do Adrien, com licença eu vou buscar. - disse a Miranda.

– Peraí Santos, eu não te dei permissão de sair daqui. - Sabrina disse impedindo dá Miranda passar.

– Ótimo, porque eu também não pedi ela. - ela empurrou a Sabrina, que ficou com uma cara de tacho e saiu da sala, nós rimos eu fui atrás dela, afinal ela vai pegar o MEU skate e isso não é nada bom. Quando cheguei lá vi ela conversando com a Nathalie é me aproximei.

– … e avise para ele que o Sr. Agreste está uma fera e que é melhor ele chegar antes das cinco. - Nathalie dizia enquanto entrava no carro.

– Ela não vai precisar fazer isso, e eu chego sim. - disse e ela fechou a porta do carro - Você arrasou com a Sabrina, ela ficou parecendo tacho lá na sala.

– Sério - nós rimos - é melhor irmos para sala prq o sinal já vai tocar. - ela me deu o skate. ( Nota da Lala: queria um intervalo desses que até pedir pra trazer algo, o meu nem pra lanchar dá ;-;)

– Ok. - voltamos para a sala e logo quando pisamos lá, o bendito sinal tocou. - Você é vidente? Não sabia.

– Se ela é ou não, eu não sei, mas agora os dois podem se sentar - disse o Sr. Costa professor História. - E Adrien, - congelei nessa hora - vou ter que ficar com seu skate até o final da minha aula! - Ufa! Era só isso

– Ok! - entreguei o skate e fui sentar, não pude deixar despercebido o ar de vitória no olhar da Sabrina.

A aula de história passou bem rápido, antes dele sair, me devolveu o skate e logo a Senhorita Silva entrou, a professora em que quase todos da escola tinham uma queda.

– Bom dia, alunos! - ela colocou os materiais na mesa

– Bom dia, professora Cristine! - todos disseram juntos e eu pude ver a cara babando da maioria dos garotos, inclusive do Jacob.

– Ei cara, fecha a boca, tô vendo um lago ai na mesa - disse rindo e o mesmo se assustando.

– Que, eu babando? Por favor né! - ele emburrou a cara e o Nino riu.

– Jacob, você tem que parar de ficar babando pela professora só por quê 60% da escola também fica. - disse a Miranda.

– Silêncio gente, silêncio! - a professora pediu e todos ficaram calados, é só na aula dela que isso acontece. - Vamos começar a aula, trouxeram o resumo que eu pedi? - nessa hora pude ver os rostos desesperados de algumas pessoas, com certeza vou sentir falta disso

– Fizeram ? - perguntou o Nino

– Sim! - dissemos juntos.

– Não acredito, eu vou me ferrar sozinho, droga! - rimos

QUEBRA DE TEMPO

Já era a hora da saída, arrumamos nossas coisas e saímos, Nino e Jacob foram na frente, eu e a Miranda ficamos para trás, pois ela tinha que pegar o skate dela e eu o meu.

Saímos da sala e fomos até o armário dela, fomos para onde os meninos estavam e elas tavam conversando.

– … Você ainda está falando com ela ? - perguntou Jacob

– Sim, ela me passou o número dela, lembra? nós vamos para mesma escola que ela. - respondeu Nino

– De quem estão falando? - perguntei.

– De amiga de infância do Nino. - disse Jacob.

– Aquela que ele tinha uma quedinha ? - perguntou Miranda debochado. - Se que aquilo quedinha, era mais um tombo - rimos.

– Há Há Há, que engraçado - disse o Nino com raiva - nós vamos ou não.

E assim andamos até um restaurante para almoçar e depois fomos direto para a praça e ficamos lá até às quatro da tarde, depois disso eu voltei pra casa.

[...]

Uma semana se passou e eu vou para o colégio novo, que legal ( sintam o sarcasmo ), o melhor de tudo é que eu simplesmente não vou poder desfrutar o meu primeiro dia na escola nova, por quê ? Sessão de fotos, olha que maravilha, meu trabalho é mais importante que os estudos.

QUEBRA DE TEMPO

Por volta de 17:00, eu já tinha chegado em casa e feito tudo que tinha pra fazer, recebi uma mensagem do Nino.


Mensagem on

Nino:Eai, por quê não foi pra escola ?


Eu: Tive uma Sessão de fotos.


Nino: Ah tá! Ei, vai em MVG, tenho uma coisa pra falar. Me encontra na Montanha Paletys, bar Golden Lion, Mesa 14 às 17:15, ok ?


Adrien: Tô indo!


Mensagem off

Isso chegou em ótima hora, entrei no jogo e faltava alguns minutos para o horário, resolvi fazer algumas missões para aumentar meu nível.

Abri meu menu e vi que tinha algumas, peguei uma rápida e fácil, mas que tinha uma recompensa considerável. Nela eu tinha que acabar com alguns Minotauros ela recebia 10.000 de moedas como recompensa.

Cheguei no local onde eles estavam, era um campo aberto e se podia ver claramente 10 minotauros de no mínimo 4 metros de altura, o que eu mais me surpreendeu foi que tinha uns 5 caídos no chão e um levando socos  de uma garota com vestes de... Coelho?

Depois de acabar com a raça daquele minotauro ( deu até pena dele ), ela me olhou e veio até mim tão rápido que nem a percebi.

– Você veio ajudar ou só ficar olhando ? - ela se abaixou e pegou um arco com flechas que até agora não tinha percebi. - se veio por causa da missão, eu vou querer a metade da recompensa, preciso comprar mais flechas. - gente ela não vai se apresentar não ?

– Eu não ligo pra recompensa, pode ficar com toda se quiser, só quero aumentar meu nível, mas obrigado pela gentileza, eu sou o Chat Noir, prazer. - disse e ela me olhou com uma cara de raiva.

– Ah, meu deus, me desculpe a indelicadeza, - fez uma pose como se ela se importasse - é que eu estou tentando ACABAR COM A RAÇA DAQUELES MONSTROS ALI NÃO TÁ VENDO ? Quem liga pra quem você é ? - ela dizia colocando uma flecha no arco - Eu tô interessada nisso…- ela parou de falar pois atirou no “poder” que o minotauro jogou na gente e ele se explodiu. - agora eu volto a repetir: Você veio ajudar ou só ficar olhando ? Porque se veio só olhar vai embora logo antes… - interrompi ela cortando ao meio o minotauro que estava vindo em nossa direção.

– Eu vim ajudar, ok ? - disse olhando para ela

– Então se concentra naqueles quatro e eu nesses quatro.

E assim nós lutamos, eu contra quatro minotauro e ela contra quatro, tenho que admitir além de uma ótima mira, ela também tem muita força. Depois da luta.

– Até que você não é tão ruim. - disse querendo provocá la, me arrependo disso.

– Querido você sabe quem sou eu ? - ela disse sério e assustadora, neguei, acho que consegui provocá la. - Sabia. - ela revirou os olhos - eu sou Vick-Yandere, prazer - ela se curvou cinicamente, pera eu já ouvi esse nome.

– Eu te conheço de algum lugar?

– Não sei, mas deve ter ouvido falar de mim, até, espero que quando eu ti ver novamente, eu esteja com 60 anos. - ela disse indo em bora

– Bravinha demais para um coelho. - disse provocando ela de novo, por que eu não paro de fazer isso ?

– E você é sortudo demais para um gato preto - ela nem olhou para mim só continuou andando, ela tá com muita raiva. E foi embora.

Vi que era quase o horário combinado, fui para o tal bar e lá estavam algumas pessoas, reconheci a tal de Rena Rouge e Ladybug da outra vez, e Rena e o Carapace disseram que estavam criando um grupo, eu aceitei e depois de um tempo conversando fomos procurar uma missão para gente. Mas o que não sai da minha cabeça é: Eu já ouvi aquele Nickname em algum lugar, aonde ?
























Continua.......


Notas Finais


Eai, consegui fazer ela do jeitinho que imaginou, espero que tenha conseguido, essa é na primeira vez que isso me acontece ( amo essa frase )
Mas é sério, consegui fazer a Personalidade dela do jeito que queria ? Se não me diga o que fiz de errado que eu ajeito no próximo capítulo e....
PARABÉNS POR CONSEGUI A VAGA, e ainda teve a honra de ser o primeira, cê tá podendo hein
Espero que tenham gostado até o próximo capítulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...