História My white wolf - Imagine Taehyung - ABO - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Abo, Alfa, Bagtan Boys, Beta, Bts, Drama, Lobos, Ômega, Romance, Sobrenatural, Suspense, Taehyung, Vampiros, Você
Visualizações 86
Palavras 1.436
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Luta, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência
Avisos: Canibalismo, Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Tá aí a S/n p vcs. <3

Capítulo 2 - Rescue


Fanfic / Fanfiction My white wolf - Imagine Taehyung - ABO - Capítulo 2 - Rescue

Meu nome é Min S/n. tenho 21 anos e tenho um irmão, o Yoongi. Moramos com mais 6 pessoas. O Hoseok, Jimin, Nanjoon, Jungkook, Seokjin e Ji Sook, a prima do Jungkook. Nos conhecemos a bastante tempo, porque nossos pais faziam parte do conselho real de lobos, e por isso somo lobos cinzas. Não que seja a nossa verdadeira cor, e sim um tipo de “titulo” eu diria. É uma história bem longa, mas estamos á procura de uma pessoa ou a sua linhagem á muito tempo. Dependemos dessa pessoa para derrotar os vampiros e seu superior, que tomou o castelo á muito tempo e conseguintemente destruiu o conselho.

Moramos em uma casa subterrânea, na floresta. Os meninos foram se encontrar com alguns lobos na América do Sul e chegariam daqui a poucas horas. Ficamos apenas eu e Ji Sook na casa. Não somos tão amigas. Até porque, ela é bem insuportável e eu fazia questão de deixar isso bem claro pra ela. Mas conseguimos nos aturar quando estamos sozinhas.

Ganhei! – Disse lhe mostrando minhas cartas. Estávamos jogando baralho, para que o tempo passa-se rápido. A morena alternou o olhar entre minhas cartas e as suas conferindo se eu realmente havia ganhado. Logo e fez uma careta de descontentamento com o resultado.

-Que chato! – Disse revirando os olhos. Jogou as cartas sobre o chão e levantou-se.

-Não quer perder mais? Digo, jogar? – perguntei ironicamente. Ela mostrou-me sua língua e cruzou os braços.

-Hahaha. Não. Vou ver se tem algo bom para comer. Estou morrendo de fome! – Virou-se e foi á cozinha.

Juntei todas as cartas, as organizei e coloquei sobre a mesinha de centro da sala. Me levantei sentindo uma pequena dor nas pernas pelo tempo sentada, e logo me deitei sobre o sofá esticando-as. Fechei meus olhos por breves minutos aproveitando o silencio, que sinceramente amava, pela casa. A não ser por Ji Sook que fez o favor de estourar a bolhinha aconchegante que me envolvia, com o som irritante dos pratos. Logo ouvi o computador de Hoseok apitar insistentemente na sala.

Me levantei outra vez e fui em sua direção. Vários pontos vermelhos piscavam sem parar. Os pensamentos me levaram para longe imaginando as possibilidades do ocorrido que estava diante dos meus olhos, que com certeza brilhavam. O que via era ruim, mas talvez fosse bom.

-Ji Sook, corre aqui! – Disse. Ela apareceu na porta da cozinha me olhando, esperando que eu falasse. – Vem aqui. – Ela veio até mim, e olhou a tela do computador com uma expressão de preocupação.

-Esses pontos vermelhos...não são os vampiros? – Ela perguntou ainda hesitante. Apenas balancei a cabeça concordando. – S/n, eles estão no mundo do humanos. Provavelmente as pessoas estão correndo perigo!

-Eu sei. Mas talvez essa pode ser a nossa chance. – Dei as costas ao computador e comecei a andar lentamente pela sala, apontando para o nada. Ji Sook me olhou sem entender o que estava dizendo. – Os vampiros nunca foram ao mundo dos humanos. E quando o escolhido fugiu, ele foi para o mundo dos humanos. A única explicação pra isso é que...os vampiros descobriram onde está o escolhido.

- O que?! – Perguntou incrédula.

-Não sei se estou certa, mas precisamos tentar, Ji Sook! Estamos á procura do lobo branco á tanto tempo que não podemos simplesmente dar as costas para uma suspeita. É a nossa chance!

-Mas como? Apenas nós sabemos que a nova linhagem está no mundo humano. – Disse pensativa. Arriscado? Sim! Mas quando a gente quer, tem que correr atrás.

Isso não importa! Talvez se seguirmos os vampiros podemos ter alguma pista da localidade ou até mesmo encontrá-lo.

-Só nós duas?? Isso não é perigoso? Até porque os meninos ainda não chegaram. – Ela colocou a mão na cabeça e bagunçou seus cabelos, caminhando de um lado para o outro na sala, claramente frustrada.

-Não precisamos deles agora Ji Sook! Podemos fazer isso sozinhas. Vamos. – fui até a mesa de centro, peguei meu relógio- O Hoseok criou e todos nós temos. Ele tem uma configurações meio doidas mais é ótimo.- e minha capa preta no cabideiro ao lado da porta. – O que você ainda está esperando? Anda logo sua lesma! – Coloquei a capa e abri a porta. Subi as escadas e abri a porta subterrânea. Pulei, dando o impulso para subir o chão, logo consegui e limpei minhas mãos na calça. – Ji Sook cadê você ?

-Espera! – Ela subiu com certa dificuldade, mas assim que conseguiu, fechou logo a porta e cobriu novamente com folhas secas. – E se os meninos chegarem?

-Eu irei ligar para eles agora.- Nós preparamos para correr e saímos em disparada pela floresta. Liguei para Hoseok pelo relógio maluco dele.

-  “S/n ? o que houve?”

-Hoseok tenta não surtar ok? Estamos indo ao mundo dos humanos. Iremos até o escolhido.

-“Vocês o que? Está louca?  Como quer que eu não surte?

-Os vampiros estão no mundo dos humanos. Talvez eles tenham descoberto onde está a nova linhagem. Se seguirmos eles, talvez o encontremos. – Falava meio ofegante pela corrida.

-“ S/n, volta já para casa. Se você aparecer machucada, eu termino de te matar entendeu?” – Disse Yoongi.

-Obrigado pelo preocupação! Vamos ficar bem ok!? Apenas liguei para avisá-los. Fique bem! – Desliguei antes que ele falasse algo. A correria intensa fazia os cabelos voarem junto com a capa. E as folhas secas pelo chão, faziam um barulhinho se quebrando.

Paramos perto de uma árvore  com um arbusto ao seu redor. O afastei com as mãos, me abaixei e passei a mão no chão removendo algumas folhas de cima da porta de madeira, igual a da nossa casa. Abri. Era um buraco fundo e escuro. Pelas histórias contadas pelo Jin, até que é legal a sensação.

-Fecha aporta quando pular. – Avisei a Ji Sook que já estava cagando de medo só em ter que pular ali. Sem esperar uma resposta sua, pulei. Fechei meus olhos sentindo um frio na barriga e de repente parei de cair e tudo continuava escuro. Tateei o local e empurrei a parte de cima que abriu. Saí de dentro retirando saco plástico e casca de banana do meu corpo. Uma lata de lixo, era aí que tínhamos caído.

-Que nojo! – Ji Sook disse, saindo da lata de lixo gigante de esquina. – Min, onde estamos?

-Yongsan-Gu. Exatamente onde os vampiros estão. O Cheiro deles está forte, O que indica que estão bem perto. – Iniciamos uma caminhada por uma rua movimentada sem saber onde estávamos indo. Percebemos o modo estranho em que as pessoas estavam. Estavam sérias e não demonstrava qualquer resquício de emoção. Os vampiros provavelmente morderam os humanos para que ficassem como Zombies, porém o efeito era por algumas horas - Acho que estão transformando os humanos.

-É permanente? – Perguntou Ji Sook, de modo baixo para que apenas eu ouvisse.

-Não. É apenas temporariamente.

- e como vamos achar o branquelo?

- Seguiremos o Dak-Ho. Provavelmente, o próprio de estar atrás do lobo branco. – As pessoas já olhavam para nós de modo estranho.

- Não consigo sentir o cheiro dele. Quem consegue é você!

-Certo, certo. Mas vamos andar mais rápido. Já estão percebendo que nossa presença não é boa. – Respirei fundo, movimentando minha cabeça para todas direções. – Ele está para lá. Naquela direção. – Disse apontando uma rua do nosso lado direito.

Estávamos chegando aonde o cheiro indicava, mas vimos duas pessoas naquele estado estranho e dois outros humanos que pereciam fugir deles. Provavelmente, por sorte não foram infectados. Um que aparentava ser um pouco velho entrou num carro, enquanto o cabelos pretos lutava contra os dois infectados.

-O lobo branco! – Disse o humano mordido. Eu e Ji Sook, que estávamos do outro lado da rua, ficamos boquiabertas com a revelação. Nos entre olhamos sem saber o que fazer e o loiro entrou no carro que saiu em disparada.

-Rápido Ji Sook, corre! – Corremos atrás do carro que fez uma viajem um tanto demorada. Claro que de vez em quando aproveitamos para descansar um pouco sobre os grandes carros de carga que iam na mesma direção.

O destino da viajem, foi Seul. O carro parou em uma rua com poucas pessoas e em pouco tempo, o de cabelos pretos saiu do carro com um óculos e máscara na boca. Sem que ele percebesse, passamos a andar mais á sua frente para tentar encurralá-lo em algum lugar. Entramos em uma rua estreita e rapidamente entramos em um beco sem qualquer iluminação e esperamos o mesmo passar.

-Ele está vindo. Fique quieta! – informei a Ji Sook. Assim que ele passou perto, o puxei pela roupa que vestia e tapei sua boca, o puxando para o interior do local escuro.

 

 

 


Notas Finais


Comentem o que vcs acharam, pfv!!
Não se esqueça de ler minha outra fic:
https://www.spiritfanfiction.com/historia/o-contrato-do-destino--imagine-jungkook-13267219
Até o próximo!
tchauuu!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...