História My Wolf - Capítulo 9


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXO, Got7
Personagens Baekhyun, BamBam, Chanyeol, Chen, D.O, Jackson, JB, Jennie, Jeon Jungkook (Jungkook), Jinyoung, Jisoo, Jung Hoseok (J-Hope), Kai, Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Kris Wu, Lay, Lisa, Lu Han, Mark, Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais, Rosé, Sehun, Suho, Tao, Xiumin, Youngjae, Yugyeom
Tags 2jae, Chanbaek, Hunhan, Jikook, Kaisoo, Markjinson, Namjin, Sulay, Taeyoonseok, Taoris, Xuichen, Yugbam
Visualizações 461
Palavras 7.076
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Festa, Fluffy, Hentai, Lemon, LGBT, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Bissexualidade, Cross-dresser, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 9 - Cap:09


Fanfic / Fanfiction My Wolf - Capítulo 9 - Cap:09

POV:JUNGKOO


- Jimin meu amor vamos conversar- O chamo quando o vejo sentado na penteadeira a alisar os cabelos naturalmente loiros e macios.

- claro meu amor, o que foi?

Diz parando de alisar seus cabelos, se virando para mim.

- Vamos precisar fazer uma viajem para o reino vizinho, ocorreram alguns problemas e precisamos estar presentes - Me ajoelho em sua frente e acaricio seus cabelos.

- peça para as empregadas arrumarem suas malas que vamos passar o final de semana lá-Sorrio passando o carinho para seu rostinho delicado.

-Tenho mesmo que ir? Sabe que não gosto, eles sempre me fazem mal, principalmente quando você não está por perto- responde olhando em meus olhos, sabendo que não adiantaria mentir para mim.

- Sinto muito meu amor, mas é necessário, sabia como os ministros são e não te deixariam em paz- Já sabia de seu planinho e dessa vez ele não iria escapar. - E não se esqueça da próxima reunião com o Jornalista, eu te deixei escapar da última vez dessa você não vai - aperto seu narizinho perfeito.

- quem vai cuidar das coisas enquanto estamos fora? - pergunta apreciando meu carinho- e Tae? O coitadinho vai ficar aqui sozinho? Com aqueles irmãos dele? Eu estou com fome amor.

Dou risada do seu jeito de mudar de assunto rápido, lhe dou um selinho e volto a acaricia seus cabelos

- Vou pedir para o Nam cuidar das coisas enquanto estamos ausentes, ele é o único em que eu confio - passo o dedo pelos seus lábios carnudos - O Nam vai proteger o Tae, duvido alguém fazer alguma coisa com ele e sobre sua fominha, vamos para a cozinha sim?

-Não ria de mim, tudo bem, Agora vamos para a cozinha por que eu quero comer- diz puxando-me para fora do quarto

- Jimin meu anjo, calma a cozinha não vai sair correndo amor - Digo ao sentir ser puxado para fora do quarto numa velocidade

-tudo bem meu amor- diz parando de correr e andando calmamente ao meu lado

Chegamos na cozinha e ela estava vazia, as cozinheiras nesse horário estavam... bom não sei.

- Anjo, quer alguma coisa ?- pergunto indo a geladeira e procuro por algo

- Quero bolinhos do Tae- diz fofamente enquanto balança as perninhas

- Vamos fazer assim- Seguro sua cintura o trazendo pra mim - Eu vou conversa com o Nam e mando uma empregada ir chamar o Tae, não quero fique sozinho - beijo sua testa e depois sua boca

-Mas o Tae tá na casa dele Kook, não tem nenhum pronto? - responde passando seus braços por minha cintura

- Não baby, o Tae já está no castelo, aconteceu umas coisas ruins com a família dele e ele resolveu vir mora no castelo, estava pensando em mandar arrumar um quarto para ele ou ele pode dividir com o Nam

-Como? O que aconteceu? Onde ele está? Ele está bem? Porque ainda não mandou arrumarem o quarto do Tae? - pergunta preocupado, olhando para os lados

- Calma amor- Seguro sua cintura fazendo Um carinho ali - O Tae vai falar com você e só ele quem pode explicar, fica calmo meu amor. Sobre o quarto eu ainda vou conversar com ele

-Tudo bem, ele tá bem? Não está nem um pouco machucado? Me diz que ele está sem um arranhão ou eu taco todo mundo na cadeia- Diz e seus olhos marejam

- Amor calma - O abraço- ele tá bem e sem um fio de cabelo fora do lugar. E se ele chegasse machucado eu te daria todo o poder do castigo para com os responsáveis

-amém, onde ele dormiu? Quando chegou?

- Ele dormiu com o Nam, o Tae ligou para que fosso buscá-lo e aproveitou para passar a noite lá. sei que tem um enorme carinho pelo Tae meu amor.

-ele é meu melhor amigo, não posso deixar que o machuquem, ele é doce de mais, merece muito amor e carinho.- diz dando-me um selinho. -Meu deus, porque ele não foi falar conosco imediatamente? Chame os dois aqui, por favor. Você é uma pessoa incrível, tenho orgulho de ser apenas seu

- e você é uma pessoa incrível também, e eu tenho sorte de ser meu, de você ter te encontrado, eu lhe amo tanto. Tudo o que quiser minha rainha - lhe selo nossos lábios, dessa vez sendo com um beijo de verdade, quando o ar faz falta nos separamos, eu lhe reverencio e saio a procura do Tae e Nam. Volto ao achar Tae e Nam no quarto, o Tae estava desenhando em Nam enquanto este estava olhando pro nada apenas deixando.

Entro na cozinha e vejo um Jimin agindo nervosamente

POV:JIMIN


Quando vejo os dois entrando pela porta da cozinha vou voando abraçar Tae e confirmo que não tenha nenhum machucado mesmo.

- Tae você está bem? por que ao falou com a gente ? Por que não falou comigo?- Questiono sentindo meus olhos encherem de lágrimas

POV:TAEHYUNG 


Quando chegamos na porta da cozinha não demora muito para que eu veja uma bolinha fofa voar para cima de mim me enchendo de perguntas, abraço-o mais forte e desabo em lagrimas. Eu não consigo falar nada, apenas chorar e soluçar

- Taetae- Chama manhoso começando a chora abraçado ao meu corpo, ficamos chorando abraçados.

- M-meus p-pais, e-eu e m-meus irmãos e-estavamos j-jantando a-ate q-que m-meu appa p-perguntou para m-minha irmã c-como estavam i-indo a-as c-coisas, e e-ela e m-meu irmão contaram que eu s-sou p-proximo a v-vossas m-majestades, e-eles q-queriam q-que e-eu u-usasse i-isso a s-seu f-favor - respondo com dificuldades por causa dos soluços e me agarrando ainda mais nele sentindo que iria cair a qualquer momento.

- Taetae- Chama ainda chorando - Não chora, nós vamos te proteger e ninguém mais vai te fazer mal, mas para de chorar por favor bebê- pede ainda o segurando com toda sua força.

-s-só f-fica m-mais u-um p-pouquinho a-assim, p-por f-favor.

- Fico para sempre se quiser - esfrega seu rosto em meu peito por ele ser menor que eu - Eu não vou mais te largar, nunca - Promete

-aham, Mochi você precisa soltar o Tae, ele tem que comer para ir para a escola, e você tem que ir viajar- diz Jungkook tentando fazer-nos parar de chorar

- Não, eu não vou deixar - nega gritando e continua abraçado a Mim

- Meu bolinho por favor - pede delicadamente- solta o Tae solta ?

- N.Ã.O-

-ele tem razão Mochi, e-eu t-tenho q-que i-ir para a escola e você tem que viajar, me solta pequeno, o Nam vai cuidar de mim né Nam? Promete cuidar de mim?

- Com a minha vida - bagunça meus cabelos- Não irei deixar ninguém machuca-lo

- Então tá bom- Jimin me solta aos poucos e corre para abraçar Kookie - Mochi vamos logo, assim eu posso voltar logo e cuidar do Taetae

- Claro meu bolinho- beijo sua cabecinha, ele estava tão sensível e molhinho em meus braços- Já mandarei prepará o carro

-obrigado a todos, por tudo eu amo vocês de mais- respondo- agora vamos deixar de coisa triste- vamos comer

-mochi, fiz aqueles bolinhos que você tanto ama ontem, quer alguns? Para comer agora e mais alguns para levar também?

- Quero- Mochi responde dengoso e com o biquinho manhosinho nos labios cheinhos. Jungkook Aperta mais seu corpinho pequeno e delicado , tendo todo o cuidado para não machuca-lo

-pois bem, vou pega-los, espere um segundo- digo indo em direção a geladeira e abrindo a porta tirando algumas coisas da frete e pegando o prato cheio de cupcakes- para que ninguém comesse

- Jimin meu amor – Jungkook chama Jimin fazendo o mesmo o olhar - Eu irei cuidar das coisas para a nossa viajem , fique aqui com o Nam e o Tae. Mas antes – olha diretamente para mim - Você concorda que seus irmãos continuem a trabalhar aqui?

-querer eu não quero, tenho medo do que eles possam fazer, mas mesmo que eles sejam pessoas ruins, meu appa precisa desse dinheiro

- Namjoon quero que você tenha uma conversa com eles, não vou deixar meu ômega com medo de andar sozinho pelo próprio lar- Jungkook diz olhando Namjoon

-como quiser majestade.

- E enquanto estou nessa viajem vou deixar você no comando, é a única pessoa em que eu confio... Também confio em você Tae, então espero que de todo o apoio e ajuda ao Nam

-pode contar comigo Majestade

- Sei disso- sorri - Fique com o Jimin e o ajude a se arrumar irei resolver algumas coisas

-como quiser, vamos mochi? Vou cuidar de você um pouquinho antes de ir viajar- pergunto olhando diretamente para si

- Vamos Taetae- vem correndo para meus braços, quero protege-lo a cada custo

- Tchau Mochi - Kookie vem dar um selinho em Jimin e logo sai

-O Kook é tao fofo com você, dá ate inveja- digo saindo com ele em meus braçoa seguindo em direçao ao quarto

- Tae eu vou tomar banho , você quer ir comigo ?- pergunta entrando no banheiro e vendo a banheira já preparada

-não acho muito prudente majestade

- Para de me chamar de majestade- pede emburrado- O que têm? Aí você nem vai mais precisar tomar o banho para ir para escola, vem

-tem como dizer não a você?

- Vem então- Chama- Tae pega aquelas coisas para mim por favor ?- aponta para os sais de banho e as esponja macia

-claro- digo e vou em direção as mesmas pegando-as e entregando a ele.

POV:JIMIN 


Quando já estou com elas em mãos jogo na água da banheira. Tiro minha roupa e entro na banheira já preparada, deixando um espaço para o Tae

Tae tira suas roupas e entra na banheira junto a mim- licença

Começo a me lavar usando a esponja macia, estava com um pouco de vergonha por as marcas das mãos de Kookie na minha cintura, mas espero que o Tae não perceba. Continuo a me lavar normalmente e até cantarolando um pouco

-Voce é muito branquinho Mochi, e o Kook é muito bruto, esta todo marcado na cintura.- diz Tae

Coro e me encolho na banheira, droga ele viu

- Para Tae - peço escondendo meu rosto corado

- ei, vem cá, estou apenas zoando você, mas eu vou falar para o Kook pegar mais leve, poxa olha o tamanho dele e olha o seu, ele vai acabar te quebrando se for bruto de mais- puxo-me para seus braços e da-me um beijo em sua testa- vou sentir tanta saudades sua

- Tae- escondo meu rosto em seu pescoço- Eu tambem, vou sentir muita, mas eu prometo voltar o mais rápido e cuidar de você- o abraço e beijo seu rosto

Deito em seu peito e ficamos cantarolando juntos

POV:JUNGKOOK


Depois de tudo já arrumado eu vou para o quarto mandando nossas malas para o carro, tiro o terno ,minha camisa social e o sinto apenas abrindo a calça, sem tira-la do meu corpo, Jimin não estava no quarto então eu o que me leva a supor que ele esteja no banho

- Jimin eu... - Entro no banheiro mas paraliso ao ver que Tae estava lá- Ah desculpe, com licença- saio do banheiro deixando dois ômega espantados

POV:JIMIN 


Estava tão relaxado apenas sentindo o carinho de Tae em meus cabelos que me assusto quando Kookie entra de repente no banheiro, ele estava sem camisa mostrando o peitoral forte para quem quisesse ver e sua calça estava aberta, ele deveria está pensando que eu estaria sozinho aqui.

- Meu Deus, não acredito - começo a rir também

Tae estava vermelho e rindo, foi o que me contaminou

- Kookie depois conversamos !!- grito para o alfa no quarto

- Tudo bem - Grita abafado

- Não acredito que essa duas coisinhas estão rindo de mim – reclama Kook ao escutar as risadas, aumentando nossas risadas- e eu tô falando sozinho , Ahh deve ser o sol

- Porra mochi, o Kook tem um corpo dos deuses.- diz Tae apenas para irritar-me

- Tae!!- cruzo os braços- Ele é só meu , meu alfa - faço bico e viro frente emburrado

-eu sei querido, só falei que ele tem um corpo dos deuses, realmente parece com as estatuas do Jardim, o Kook não faz meu tipo pequenino- diz puxando-me para seus braços e apertando meu bico

- Eu vou falar para o kook tomar vergonha na cara e para de andar pelado- levanto da banheira

-calma ai Babyboy, ele deve ter achado que você estava sozinho- diz se levantando e pegando uma toalha, fazendo uma careta

- É têm razão- olho para ele que parecia está preocupado com alguma coisa - O que ouve Tae ?- pergunto pegando uma toalha para me secar

-é que eu esqueci de pegar minha roupa antes de vir- responde corado e olhando para seus pés

- Não se preocupa , vamos que eu te empresto uma -digo pegando um roupão

-m-mas majestade, n-nao p-precisa e n-nao v-vai servir- diz sinceramente e timidamente

- Por que não iria servir ? Você me acha gordo ?- pergunto triste sentindo meus olhos marejarem

- não pequeno, você é magrinho, o problema é que suas roupas são feitas sob medidas para você, além disso duvido que o rei deixaria eu usar uma roupa sua- digo abraçando-o e beijando sua testa

- Não importa, eu vou empresta mesmo assim - digo fazendo biquinho.- pega o roupão

-sim senhor capitão- diz batendo continencia

Peço e saio do banheiro, pelado mesmo, e vou ver se o Kookie ainda está no quarto. Sim ele estava deitado na cama mas agora com a roupa

- Kookie - chamo e ele olha para mim da cabeça aos pés e rosna - Para Kookie, o Tae tá aqui - Peço mas ele não desvia o olhar - Eu irei emprestar uma roupa para o Tae tabom ?

- Tudo bem - sorri safado

- Para - peço manhoso e corado e escondo meu corpo com o travesseiro- Agora sai que nós vamos nos arrumar - mando já o empurra para fora do quarto

- Tudo bem, já vou mas pequeno- me puxa pela cintura e beija meu pescoço- se prepara para quando chegarmos no hotel - sussurra deixando e chupa em meu pescoço saindo logo depois

- Idiota - sussurro- Vem Tae !!- grito para ele

-e-estou a-aqui- responde olhando para seus pes

- Tae, não precisa ficar envergonhado - acaricio seu rosto - vem vamos pro meu closet

Puxo para meu lado do closet gigante, tinha uma parte onde ficava as roupas normais, nada de vestidos longos ou coisas assim, tinha até umas calças e blusas

- Pode escolher- digo e vou para a parte dos vestidos procurar um para mim- Tae ali têm roupas íntimas, você escolhe o que quer vestir - aponto para a gaveta grande

Pego um vestido e um salto os deixando separados

Vou até um compartimento onde tinha minhas joias, pego apenas uma coroa e depois eu vou atrás do salto, pegando um que eu adoro. Quando já tenho tudo que vou vesti pego meus cremes e passo em meu corpo, depois vou até a penteadeira fazendo uma leve maquiagem, só uma sombra nos olhos, em pouco de blush e um lip tint dando uma leve acermelhada aos meus lábios, penteio meus cabelos para cima e prendo os mesmos em um coque

Vou até a gaveta de roupas íntimas e escolho uma vermelha rendada, visto o vestido e calço meus saltos, por fim vou até o espelho grande que tinha ali e coloco minha coroa

- Ainda não me acostumei com isso - sempre colocava a coroa de frente ao espelho, talvez eu procurasse alguma diferença, mas nunca achava

POV:TAEHYUNG 


- vou olhando roupa a roupa até encontrar uma pela qual eu me apaixonei, era uma regatinha branca, uma saia nude e uma camisetinha transparente por cima, como estava frio peguei também uma blusinha de lã para colocar por cima. Me visto e vou até Jimin.

- e então? O quão ridículo estou?- pergunto parando atrás de si

POV:JIMIN 


- Para de ser bobo- O puxo para frente do espelho e ficando atrás de si - você está lindo - sussurro em seu ouvido segurando seus ombros , eu o olhava pelo espelho - Só falta... - vou até as minhas joias e pego uma coroa em especial, paro atrás de si novamente e coloco a coroa em sua cabeça- Você tá tão lindo

-Jimin seu louco, guarda isso antes que o kook veja e me mande para o calabouço- diz com os olhos arregalados tentando fugir de mim- sabe a regra, não é permitido encostar em nenhuma das joias da rainha

- Ei, calma o kook não vai entra e foi eu que dei permissão- tento segura-lo

-mesmo assim, mochi por favor, nao faz isso comigo- pede olhando-me

- Para de ser bobo Tae- continuo o segurando

- Jimin já estão pron...- escutamos a voz do Kookie na entrada do closet, ele estava parado e olhando para nós

Olho para Tae e ele estava pálido, não mexia nem para pisca os olhos

- Tae...? - O chamo mas ele não responde

- me perdoe majestade, me perdoe, me perdoe, me perdoe- diz chorando muito e tirando a coroa

- Ei, ei, calma -Kook diz, pegando a coroa de suas mãos trêmulas e coloco em sua cabeça novamente - Você fica muito bonita com ela, nasceu para usar uma - levanta seu rosto e enxuga suas lágrimas- Não chore princesa – sorri ainda levantando seu rosto

-m-m-mas e a r-regra? N-ninguem p-pode encostar n-nas joias da r-rainha- Diz ainda tremulo

- Tudo bem Tae, eu sei esquecer um pouco das regras e foi com a autorização do Jimin e você sabe que quem manda é ele então...

- m-mesmo a-assim, e-eu n-nao p-poderia sair d-daqui com e-essa coroa, i-imagina s-se a-alguem v-ver, m-me p-perdoe m-mesmo m-majestade - diz um pouco abalado com suas palavras - e o-obrigada p-pelas p-palavras calorosas

- Tudo bem Tae

- Eu falei que você estava lindo - sorrio para Tae- Quer ver minha coroa? - pergunto animado

- Mochi, para por favor- diz com as bochechas fortemente coradas

- Paro não- nego várias vezes

-Mochi meu amorzinho, kook já deve estar querendo me matar, por favor para, eu já toquei em uma das joias proibidas, não quero tocar outra- falo - a-alem disso eu tenho que ir para a aula- respondo tirando sua coroa e guardando- a no lugar.

- Para Tae- refiro os olhos - Kookie sai daqui - aponto para a porta - Vamos esta esperando o que?

- Nossa já vou- diz indo em direção a porta - Já é a segunda vez que eu sou expulso do meu quarto, que vida injusta - rimos dele reclamando até sair do quarto

- Vem Tae- Puxo sua mão até uma parte mais secreta, abro com minha digital e pego a coroa , trazendo até a bancada e a colocando lá, em cima de uma almofadinha

- Quando eu me casei com o Kookie- pouso e olho para a coroa - Essa foi a coroa que eu recebi, ela é a mais importante de todas, foi de todas as rainhas até chegar minha vez e eu irei ter que passar para a esposa ou marido do primogênito- olho novamente para ela - É a mais especial de todas têm mais de cem diamantes extintos aqui , ela representa a minha união com o kook

-nossa mochi, ela é tao bonita, deve ficar maravilhosa em você, porque nunca vi você usando-a?- diz o mesmo

- Não sei, você não veio ao meu casamento ?-pergunto

-Eu queria ter vindo, mas no dia do casamento meus pais disseram que eu não iria vir, pois eu era uma vergonha, e me trancaram no quarto, é assim desde que me lembro, desde o nascimento de Tayeon eu sempre fui deixado de lado ou considerado inutil, o erro da familia- Diz olhando para algum lugar e suspirando- doeu muito, e ainda doi ver que sou tratado assim sem motivo

- Pra mim, pro Kookie e o Nam você não é um erro - respondo - Talvez você seja um erro para eles , por que não nasceu ruim como eles, nasceu sendo um ser doce, compreensivo e doidinho as vezes.

- e-eu amo tanto vocês, eu realmente queria ter vindo, acho que fui o único que não esteve presente em seu casamento

- Não importa, você está aqui agora , eu também te amo - O abraço, mas logo o solto e vou para a parte secreta do cofre novamente , agora pegando outra coroa - Essa é a do Kookie , nossa, ela é mais pesada que a minha- falo com um de dificuldade até colocá-la na mesa ao lado da minha- ele a recebeu quando se tornou rei -

-É muito bonita também, porque não usam essas?- pergunto logo apos percebendo o quão inconveniente estou sendo- mil perdoes, estou invadindo de mais suas privacidades

- Tae, você já viu meu homem quase nu e já escultor meus gemidos , não têm mais privacidade aqui, mas respondendo sua pergunta, elas são apenas para ocasiões muito especiais, como festas de alto calão ou quando precisamos ir a algum lugar muito importante - respondo- Só os empregados muito confiáveis têm o direito de poli-las. Qualquer coisa que aconteça a uma dessas coroas é considerado gravíssimo, se alguém tentar rouba-las não terá nem o poder do julgamento já vai direto para o calabouço e se brincar... direto para a forca. Quer tocar ?

-não estou afim de ir parar no calabouço ou ter minha cabeça separada de meu corpo. quanto a questão da privacidade, tem razão. Só falta eu achar meu Alfa e você ver ele semi nu também.

- Têm razão, até eu tenho medo de encosta nelas, geralmente eu peço para o Kookie colocá-la em mim , e eu não aguento ficar por muito tempo , ela é muito pesada por conta das pedras. Claro que eu vou ver seu alfa semi nu, eu tenho que me vingar né

- Entao é bom guarda-las antes que ele venha aqui. Não gostei, não quero.

- Me ajuda a coloca-las no lugar ?- peço já pegando a coroa do Kookie com um pouco de dificuldade

-claro, calma- diz pegando a minha e colocando em seu devido lugar- prontinho

- ele vai preferir você, você é o ômega dos sonhos de todos os alfas, e eu sou só eu, não quero perder o meu alfa pra você e para a forca

- O que ?!! Primeiro que eu não deixaria você ficar com esse alfa, por que alfa que ama de verdade não têm olhos para mais ninguém e eu amo o Kookie mais do que a mim mesmo , eu não o trocaria por nada.- digo sabendo que seu objetivo não era me magoar. Mas ele falou como se eu fosse oferecido e ficasse dando em cima do alfa dos outros.

- Jimin, me desculpa, eu nem sei porque eu disse uma besteira dessas, acho que minha insegurança falou mais alto, é que eu sou apenas um ômega que nem os pais gostam, e você é você, o ômega que todos desejam. Acho que ninguém nunca vai se interessar por mim.

- O que importa é um que a pessoas que te amam do jeitinho que você é, você vai encontrar seu alfa- O abraço, mas depois de um tempo me solto e vou até a mesa e pego um salto que havia separado para Tae - Vamos que eu tenho que ir viajar e você para a escola , coloque os saltos logo para irmos.

- tudo bem, obrigada- diz colocando o salto

O puxo para a sala onde o Kookie estava esperando com as malas

- Oi Amor- O abraço

- Oi , vamos? Já está pronto ?- pergunta e eu assunto- Vamos então - aceno - Tchau Tae, ajude o Nam e ele vai te levar para a escola, até logo pequeno – aceno novamente e saio ao me despedir de todos os funcionários e espero Jimin na porta

- Tchau Taetae - abraço forte - Eu volto o mais rápido possível

- Tchau Mochi, até a sua volta, estarei esperando você aqui- respondo o abraçando- VAMOS NAMIE TENHO QUE IR PARA A ESCOLA- grito e começo a puxa-lo em direção ao carro

- Vamos Kookie- seguro seu braço e vamos em direção ao carro que estava a nossa espera

Nam on

- Calma Tae – peço assim que chegam no carro - para um ômega, você é bem fortinho, aí- massageio meu braço- Vamos - abro a porta do carro para ele entra e entro logo depois - pronto ?- ele assente - Vamos

- eu sou muito forte eu consigo acabar

Começo a dirigir em direção ao colégio

- eu poderia conquistar todos os reinos de tão forte que eu sou Namie- diz ele rindo

- Tudo bem Tae , olha chegamos - Estaciono o carro e saio do carro abrindo a porta para o Tae também- Vamos sua aula já deve está começando. Claro que consegue pequeno, ninguém pode contra você- ri da sua brincadeira

- Tudo bem, vai entrar comigo? Ou vai voltar para o castelo?

- Claro que vou, não confio que seus irmãos te deixem em paz agora, qualquer coisa que aconteça , não esqueça de me contar , agora vamos que sua aula já vai começar- estendo o braço para ele segurar

- Obrigado Namie, vamos logo, não quero levar bronca.- Diz aceitando seu braço e indo em direção a sala comigo o acompanhado

- Você quer que eu te acompanhe ou fique por aqui? eu posso esperar aqui fora se quiser - pergunto parando em frente à porta de sua sala

- Se quiser pode entrar, eu não me incomodo, gosto da sua companhia Namie

- Vamos então- entramos na sala , olhares por todos os lados, nada de anormal vindo disso

POV:JUNGKOOK


- Mochi , iremos ficar em um hotel e lá você pode descansar um pouco- digo assim que o vejo um pouco sonolento

- Ta bom, posso mimi? To com soninho, depois você me acorda- diz extremamente sonolento

- Claro meu amor, deita aqui no meu peito que quando chegar eu te chamo

Ele deita em meu peito e acaba por pegar no sono rapidamente

QUEBRA DE TEMPO 


- Majestade - um guarda me chama e eu o olho incentivando a continuar- Estamos passando por uma tempestade , as pistas estão fechadas e não vai dar para passar - Eu me espanto com a informação

- Têm algum jeito?- pergunto

- Não senhor, mas têm uma pequena pensão aqui perto, podemos os levar para lá- respira fundo - É a única opção senhor , nos perdoe

- Não têm o que perdoa, vocês não culpa de está chovendo- Os acalmo - Vamos para essa pensão por favor - eles acenam

Espero que o Jimin não acorde agora, ele odeia tempestades, olho para ele e deixo um beijo em sua testa

-Kookie- chama abrindo seus olhinhos. Escutamos um barulho vindo de fora- está havendo uma tempestade?- pergunta já se encolhendo

- Sim meu amor, mas fica calmo , sabe que eu vou te proteger amor - O abraço passando minha calma para sí- Vamos para uma pensão pertinho daqui, lá você toma um banho, come alguma coisa e descansar , são apenas sete horas, ainda está cedo - Beijo sua testa - Vem, vamos já chegamos - os guardas abrem a porta e eu saio com Jimin embalado em meu corpo, ainda chovia então eu tirei meu terno e vesti em seu corpo mais frágil- Vamos, ainda esta aberta

Jimin pareceu ficar estranho quando entro, ele estava excitante. Arrumo logo um quarto para meu marido e eu , e um para os guardas que iriam dividir. Jimin perecia bem estranho, estava calado, não sei se é por causa do medo ou alguma coisa, mas ele estava estranho

- Meu amor- chamo sua atenção- Tudo bem ? - pergunto preocupado- estou aqui para protege-lo você sabe.

POV:JIMIN 


Sinto que estava sendo embalado pelos braços fortes de Kook. Eu sabia que ele iria me proteger mas eu amei ouvir isto dele.

Quando chegamos a pensão ao qual iriamos nos hospedar logo me vem uma enxurrada de lembranças, de minha infância e começo de minha adolescência, era a casa a onde eu nasci, cresci e morei até ser vendido para o palácio. Eu não gostaria de voltar aqui tão cedo.

Kook ao perceber meu desconforto pergunta- me se esta tudo bem, e sinceramente, eu não sei se eu estar de volta aqui é algo bom ou algo ruim

- Jimin está tudo bem ? Amor você ficou tão estranho – acaricia meu rosto - me fala o que está acontecen... -Foi interrompido por uma mulher mais velha muito escandalosa, que era acompanhada de seus filhos e seu marido

- Majestade !!- se curva aceleradamente- como posso ajudá-los? Ah é um prazer recebe-los aqui - Meu Deus, que agonia dessa voz

Agarro-me mais a Kook, ao ver aquela mulher novamente. Não pode ser

- Jimin meu amor, me diz o que está acontecendo- Ele estava muito estranho quando entrou aqui, ele olhava paralisando para a mulher que fazia a mesma coisa - Jimin?...

- Meu filho - me assusto com sua fala, e acho que Kook tambem- A quanto tempo - fala com lágrimas nos olhos

- Jimin, você a conhece ?- pergunta me apertando de volta

-Kookie, e-ela é a m-minha omma- respondo sua pergunta ainda em choque, o apertando ainda mais

- Guarda!! Vamos embora, não ficamos aqui nem mais um segundo- Brada já se irritando

- Mas sen...

- Calada, não quero escutar sua voz ou de qualquer parente seu - manda

- Majestade, todas as pistas estão fechadas, a tempestade está muito forte- Um guarda responde preocupado

- Pois bem... Ficaremos- a mulher da um sorriso escondido - Mas não deixe que ninguém dessa pensão toque em meu marido entenderam ?!!- pergunta furioso

- Sim senhor – bradam os soldados batendo continência.

- Se qualquer uma dessas pessoa intervirem em meu comando...- Olho para mulher agora assustada - Joguem todos no calabouço - comanda frio - Vamos amor – pega me no colo e sube para o quarto onde iríamos ficar

A pensão era estava bem acabada, papéis de parede descascados, cheiro de mofo este que atacava minha rinite e o som irritante dos assoalhos

- Não se preocupe meu amor, vou protege-lo de tudo, ninguém vai te fazer mal - trago para meu peito e beijo sua cabeça

-Eu te amo tanto- digo me aconchegando melhor em seu peito, sentindo seu calor e o seu cheiro- Atim- espirro.

- Vem... vamos tomar um banho ou vamos acabar ficando doente - leva me para pegar minhas coisas para tomar banho

QUEBRA DE TEMPO 


Kook ligou para o reino vizinho e contou do porque não termos ido. Agora seria a hora da janta, Jungkook e eu tivemos que sentar na mesma que daquelas pessoas

Estávamos jantando junto a "minha família". Eu estava ao lado de Kook estávamos comendo Kimbapo. Não era como a comida do Tae, nem de nenhum dos funcionários do castelo, mas era comestível

As coisas continuaram assim, mas apenas por um curto período de tempo, pois minha omma logo mais começou a puxar assunto, tentando de alguma forma se aproximar mais de mim e de Kook para ganhar privilégios, assim como a maioria das pessoas. E ela continuou assim por um bom tempo, até que eu não aguentei mais, pedi licença a meu marido e segui em direção ao quarto, sabia que Kook não iria me impedir, ele sabe o quão desconfortável eu estava lá

POV:JUNGKOOK


Vou atrás do Jimin mas antes...

- Não achem que vão consegui alguma coisa- digo isso vou atrás do Jimin, fui em direção ao quarto onde estávamos - Sinto muito meu Mochi, não queria que passasse por isso, eu me sinto tão inútil não o protegendo como devia, eu sou um alfa inútil

POV: JIMIN 

-Vire essa boca para lá homem, Kookie, você é um alfa e não tem culpa de nada que está acontecendo, agora vem, deita comigo, quero dormir agarradinho em você- digo o abraçando

- Vamos tomar um banho primeiro e aí vamos dormir, já está ficando tarde e não quero que você fique mais tempo que o necessário nessa casa, vem vamos- pega uma das malas e separa minha roupa - Você vem ? Vou preparar nosso banho

-tudo bem, vamos- digo indo em direção ao banheiro junto a si

Terminamos o banho e fomos deitar, eu estava deitado em seu peito e ele acariciava meus cabelos

- prometo que não vou deixar que nada te aconteça meu amor - beija sua cabeça

Acabo por dormir rapidamente, eu tinha ficado muito abalado. Por precaução Kook aumenta sua presença para que eu me sinta mais seguro, e funcionou.

Acordo no meio da noite, com muita cede, Desco para pegar agua já que não tinha no quarto, chego na cozinha e logo pego um copo e encho-o de agua começando a beber

Pouco tempo depois escuto vozes conversando, e vindo em direção a cozinha, eram meus irmãos Kyun e Lywn dois alfas, Kyun é mais nova que eu, já Lywn é mais velho, lembro-me que quando era criança Lywn gostava de me prender no armário, já Kyun gostava de quebrar minhas coisas, tento esconder-me, mas foi uma tentativa falha.

- sai dai Jimin, sabemos que esta ai, temos que conversar- chama-me Lywn, saio de baixo da mesa.

- o que querem?

- Então quer dizer que você se deu bem ?- debocha Kyun de meu rosto- Deve estar se sentindo muito bem.

- Agora que é rainha não precisa mais se preocupar com os outros né- meu irmão diz chegando perto - Ah Jimin, se soubéssemos que ficaria tão...- me olha de cima a baixo- Não te venderíamos para o castelo- sussurra em meu ouvido- Você seria um ótimo brinquedinho - me encolho e meus irmãos riem

- Você continua sendo apenas um ratinho assustado – Riem e fico cada vez mais assustado - Por que sente tanto medo de nós? Somos uma família não somos - Lywn rir - Já falei que você está uma delícia? Você não concorda Kyun ?

- Concordo

Nesse momento meus sentimentos por eles são, nojo e medo, nojo deles por serem assim, e medo de eles me fazerem algo.

- Eu acho que deveriam olhar novamente o que falam, eu sou a rainha, tenham respeito- digo tentando ser forte

Kookie, me salva, eu preciso de você- pensava e sabia que meu ômega estava chamando por seu alfa mentalmente, podemos não ter a marca ainda, mas nossa ligação que é forte o suficiente para que possamos fazer isso

- Você tá com medinho?- começam a rir de minha tentativa de ser forte- Têm razão Kyun... ele não passa de um ratinho assustado – fala olhando bem em meus olhos assustados- Você é só a vadiazinha do rei, todos vão sempre te usar , foi por isso que nós te vendemos- chega bem perto de seu ouvido - porque você você não presta pra nnada alem de ser um objeto- susurra em meu ouvido

Eu não sei o que deu em mim, sei apenas que na hora eu dei-lhe um tapa na cara

-d-d-desculpa

- Eu vou te matar seu merdinha- Quando iria dar um soco em mim, seu punho é segurado por um ser com uma força descomunal

Geme de dor e olha para ver o que era que estava o segurando, se assusta ao ver Jungkook ali

Ele tinha seus olhos em um vermelho sangue, veias negras passando por todo seu corpo e suas presas enormes estavam de fora, seu alfa dominava

POV:JUNGKOOK  


Eu ia matar esse degradado que ousou levanta a mão para meu ômega. O jogo na parede e ele bate com tudo, pego seu corpo no chão pelo pescoço

- Eu vou te matar- uso minha voz de lúpus fazendo todos se encolherem- Seu desgraçado como ousa ameaçar meu ômega- aperto seu pescoço

Eu estava irado e não enxergava mais nada a não ser a vontade de mata aquele ser repugnante. Sinto uma mãozinha delicada e trêmula em meu braço

Olho e vejo Jimin trêmulo e chorando. Largo o desgraçado

- Você têm sorte- falo ainda usando minha voz de lúpus- se ousar tocar em meu ômega de novo eu não pouparei esforços para te matar

Pego Jimin em meu colo e o levo para o quarto, passando por as pessoas que estavam vendo da porta da cozinha. Jimin estava trêmulo e chorava muito

- Ei calma meu amor- peço tentando acalma-lo, mas não conseguia já que eu estava mais nervoso, a vontade de voltar lá e acabar com o serviço era grande - Fica calmo meu amor, já passou, ninguém vai te fazer mal- O aperto em meu corpo

-Kookie- sussurra- e-eles falaram que se soubessem que eu ficaria assim jamais teriam me vendido, que agora que eu era sua putinha eu tinha ficado metido e não falava mais com eles Kookie, não me deixa por favor, eu te amo de mais, por favor

- Jimin meu amor, eu nunca ache que eu irei te deixar, eu te amo e não me vejo mais sem você, minha vida é você- O faço olha para mim - Eu te amo meu ômega e isso nunca vai mudar

Eu estava irado com aquelas pessoas, se eu pudesse eu mandava todos pro calabouço

- Amanhã vamos embora, e não colocaremos os pés aqui nunca mais

-eu te amo tanto Kookie, d-deita comigo? C-como estavamos antes disso tudo acontecer? E-eu só q-quero dormir- pede ainda olhando em meus olhos- me abraça bem forte meu amor, por favor

Sem falar nada faço o que ele pediu, deito com ele em meu peito e o abraço bem forte, sem machuca-lo, acaricio seus cabelos e dando beijo pelos seu rostinho vermelho

- Eu faço tudo por você, até dar minha a minha própria vida, eu te amo muito, nunca esqueça disso

-Amor, obrigada, por sempre estar ao meu lado e por sempre me proteger, eu não sei o que seria de mim sem você- diz dando-me um selinho

- EU Não sei o que eu seria sem fazer, eu estou aqui hoje- seguro seu queixo e olho em seus olhos - Por e com você

-Kookie, você quer ter filhotes?

- Sim, muitos- sorrio para ele - Quem sabe... na lua cheia nós... podemos tentar, se você quiser - digo sem jeito

-eu quero, no mínimo quatro

- Com você, nós temos uma creche- rimos - É meu sonho ver vários minis Jimins correndo pelo castelo

- e minis Kookies também- diz sorrindo

- Vamos encher o castelo de bebês , vamos ser felizes para sempre ?

-para todo sempre

POV:TAEHYUNG 


Como Nam não é obrigado a assistir as aula ele dormiu, sim dormiu. Não teve que se preocupar muito pois eu era quietinho na minha e não brigava com ninguém.

Fui buscar nosso lanche, estava lá esperando quando sinto meu braço ser puxado, fui arrastado até a biblioteca, e prensado contra uma estante, a biblioteca estava vazia, e quem me prensava na prateleira era meu irmão, e logo atrás dele estava minha irmã

- o que querem? - pergunto com medo.

-você sabe o que queremos- diz Tayeon

-e você vai nos ajudar, mas pode ter a escolha de ser por bem ou por mal- diz Jay próximo a mim.

-nunca

-eu já lhe disse garoto, você não tem escolha, acho bom que nos obedeça, ou será pior para você- diz Jay segurando meu braço com força- eu tenho que te dizer irmãozinho, você tem um corpo delicioso, eu adoraria provar dele!

- Jay você está cego? O corpo dele é horrível- diz Tayeon

- Não Taeyon eu tenho certeza do que estou falando, eu me imagino na cama fudendo o Tae e aquele delicia da rainha.

- m-me s-solta- digo tentando fugir de seu aperto, mas não conseguindo, eu estava com medo, e tremia levemente, depois de me debater um pouco sinto um tapa ser deferido em meu rosto

POV:NAMJOON


Estava no celular resolvendo alguns problemas que nem vi o tempo passar, Tae já deve ter pego o lanche e já tinha que voltar

Mas ele não estava sentado, não tinha ninguém na fila e ele não estava sentado, com meu olfato tentei buscar pelo Tae, mas era tantas pessoas que dificultava, droga

Kook conseguiria encontrá-lo mais rápido que eu. Em um momento sinto seu cheiro, mas seu cheiro denunciava medo, estava leve e distante mas eu não perdi tempo em ir atrás. Quando cheguei no local o que vi e ouvi me enfureceu na hora

Me jogo em cima daquele verme e fico por cima de sí desferindo alguns socos

Eu estava nervoso, o desgraçado não parava de se debater, mas eu não parava de socar seu corpo. Até que eu escuto um choro vindo atrás de mim, era de Tae e sua irmã, deixo o verme pra lá, ele já estava quase desacordado

Puxo Tae para fora daquela sala e vou até a diretoria informar o que tinha acontecido, depois disso eu fui embora com Tae, ele não falava pois estava em pânico, também não chorava

Ao pegar suas coisas, levo Tae até o carro saindo dali o mais rápido possível

- Tae, fica calmo ele te machucou ?- pergunto preocupado

- e-ele m-me bateu, e e-ele f-falou que q-queria me f-f-fuder e f-f-uder o M-mochi- Diz tremendo de medo- e-eles queriam q-que eu f-fizesse o que eles queriam, disseram que eu iria cooperar por bem ou por mal, Namie e-eu to c-com m-medo. D-de e-eles t-tentarem algo conta o Mochi e contra mim

- Eu vou ligar para o kook e você vai descansar, seus irmãos não ficam aqui nem mais um dia- digo nervoso- Vem já chegamos- abro a porta para ele sair do carro- Vai pro quarto e descansar- beijo sua testa- Ninguém vai te machucar pequeno, não comigo aqui

- N-namie, n-nao p-precisa i-incomodar o k-kookie. N-nao q-quero i-incomodar.

ignoro sua fala e o puxo comigo até onde o rei e seu esposo estavam 


Notas Finais


OBS:Gente mais uma vez eu peço desculpa pela troca de POV exagerada, eu vou tentar mudar isso, prometo, até por que está me dando agunia também

Espero que tenham gostado, até a próxima xuxus
Beijos, amor vcs😗😗


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...