História My wolf - Capítulo 38


Escrita por:

Postado
Categorias Saga Crepúsculo, Supernatural
Personagens Alice Cullen, Bella Swan, Billy Black, Carlisle Cullen, Charlie Swan, Dean Winchester, Edward Cullen, Embry Call, Emily Young, Jacob Black, Leah Clearwater, Personagens Originais, Quil Ateara, Renesmee Cullen, Sam Uley, Sam Winchester, Seth Clearwater, Sue Clearwater
Tags Bruxaria, Crepusculo, Romance, Seth, Supernatural
Visualizações 53
Palavras 1.006
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Literatura Feminina, Luta, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Estou chocada que estamos chegando no capítulo 40 (tenho que terminar essa história logo, socorro)
Desculpem a demora e o capítulo curto, vou tentar compensar no próximo.

Boa leitura
Kisses
;-;

Capítulo 38 - Are we done?


Fanfic / Fanfiction My wolf - Capítulo 38 - Are we done?

Um mês depois...

 

A água fria entrou em contato com a pele de Seth, fazendo com que ele pulasse. Leah estava de mau humor desde que Bryce havia ido embora e Seth achava compreensível, mas não era motivo o suficiente para acordá-lo daquela forma.

- O que foi? Você tava fedendo!- resmungou Leah, quando Seth pulou da cama para encará-la. 

Jacob achava que não havia sido um imprinting, se não ela não conseguiria suportar ele ter ido embora. Mas Seth pensava que a irmã era capaz de suportar qualquer coisa.

- Acho que quem está fedendo é você, não toma banho há dias. - Seth comentou segurando o nariz.

Leah o ignorou e saiu do quarto do rapaz, ele se levantou e foi até o banheiro.  Era cedo, Claire normalmente ligava para ele naquele horário, ele sabia que havia algo errado, pois conversavam apenas uma vez ao dia e sempre que ele perguntava o que estava acontecendo ela fugia do assunto. Ela era uma péssima mentirosa, e sabia disso tão bem quanto Seth.

Ele dizia a ela que iria visita-la, mas todas às vezes ela pediu para que não fosse e assim a conversa chegava ao fim. Seth sentia falta dela, havia passado apenas duas semanas longe da namorada e um mês parecia à eternidade.

A rotina havia se tornado tediosa, já que a mãe passava o dia todo no hospital e a irmã o dia todo na oficina. 

Sue era uma ótima enfermeira, e quando não se encontrava no hospital, estava na casa de Billie Black. Antigamente, Seth fazia caretas quando via a mãe comentar do namorado na frente dele, agora ele sabia como era estar apaixonado e como era o sentimento de estar afastado de quem você ama. 

Ele não queria ficar em casa o dia todo apenas arrumando a casa, então tomou partido em ir ajudar Leah e Jacob na oficina mecânica.

 - Você leva jeito, Seth. – Jacob disse sorrindo para ele. – Não quer o emprego da sua irmã?

Leah o encarou, com o olhar furioso. Ela apoiou a moto que consertava, mantendo-a de pé e limpou as mãos.

Em seguida, Seth apenas vira a irmã voando para cima de Jacob, tentando sufocar o alfa.

- Leah, solte-o. – pediu Seth, sem fazer nenhum esforço para ajudar a amenizar a situação. – Você não pode matar ele.

- Eu trabalho aqui todos os dias e ainda te tolero, e você faz isso comigo?!- o tom dela possuía mais sarcasmo do que raiva.

Seth não pode conter o riso, ele riu, e riu até sua barriga começar a doer.

Levou dez minutos para tirar a jovem de cima de Jacob, e após isso ele decidiu que Leah precisava de comida para apaziguar os ânimos.

- Reneesme já está te levando á loucura?- Leah perguntou com divertimento na voz.

Jacob passou as mãos entre os cabelos e apoiou os braços na bancada da cozinha – a oficina tinha uma.

- Ela não consegue parar quieta, já pedi para que não se esforçasse tanto, e ela ainda insiste que há teias no teto sendo que já limpei a casa pelo menos quinze vezes! – Jacob tinha certa alegria na voz.

Reneesme ficava mais agitada conforme a gravidez avançava, Carlise disse que não era de nenhum risco nem para ela nem para o bebê, porém pediu para que ela não fizesse muito esforço e aquilo foi o suficiente para que Jacob se tornasse o marido e pai protetor.

- Você está amando, não é?- Leah disse abrindo um sorriso.

Aquele sorriso trouxe alivio a Seth, havia tempos que não a via tão alegre e despreocupada.

- Não sei se fico preocupado com o nascimento ou ansioso por ele. – Jacob respondeu.

Seth sabia o quanto ele estava se esforçando e sentia-se um pouco orgulhoso do amigo.

O alfa saia de casa apenas após o almoço, para garantir que Reneesme ficasse bem alimentada e confortável na sala de estar da exuberante casa que Rosialie e Emmet insistiram em construir para eles.

O casamento era uma das próximas preocupações, depois de escolher o nome do bebê, o qual o sexo ainda não havia sido revelado á Jacob.

- Ela ainda está fazendo suspense?- Seth perguntou curioso.

O rosto de Jacob assumiu uma expressão de sofrimento.

- É uma tortura.

O riso de Leah indicou que ela sabia do que se tratava, e estava a frente de ambos na conversa.

- Ela te contou?! – Jacob gritou indignado.

- Traidora! Como você pode não me contar?- a indignação de Seth era ainda maior que a de Jacob, pois todos estavam sofrendo com o suspense e Leah não contara a ele.

A irmã riu ainda mais alto quando viu a expressão de Seth, ele cruzara os braços e a encarava com a expressão séria.

O celular de Seth começou a vibrar em cima da bancada, rompendo o clima animado dos jovens e criando a tensão entre eles.

- Claire?- Leah perguntou esperançosa.

A jovem sabia que o irmão estava sofrendo com a falta da jovem e ele notara que Leah começara a gostar de Claire, tanto quanto Jacob e Embry gostavam. Ela perguntava diariamente se ela havia ligado e se estava bem.

O nome na tela fez com que os pelos do corpo de Seth se eriçaram, ele piscou lentamente e suspirou antes de pegar o celular.

- Tina?

- Oi Seth, como você está?

A voz incrivelmente calma da jovem estava assustando-o, ela nunca era tão terma.

- Não sei.

- Bem o suficiente pra eu ir te bater?

Ele sentiu um calafrio percorrer por seu corpo.

- Por que você ainda não arrancou Claire daquela casa e a arrastou pra sua cama?

A imagem de Claire virando por causa daquele comentário veio à mente de Seth, e ele não pode evitar um sorriso.

Em seguida o sorriso desapareceu, e a expressão tristonha voltou à tona. 

- Porque aparentemente ela não quer me ver.- resmungou ele.

- Tina, com quem você tá falando?

O coração de Seth disparou, ela estava na casa dos Mitchell. 

- Com o pai do seu bebê. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...