1. Spirit Fanfics >
  2. My Wolf (Imagine Yoongi) >
  3. Capítulo 1

História My Wolf (Imagine Yoongi) - Capítulo 2



Notas do Autor


Oiii, não aguentei esperar muito tempo e já postei o primeiro cap de vdd.
O prologo era só para entender o motivo do Yoon n gostar do pai e por ser daquele jeito meio fechado.
Espero q gostem.

Capítulo 2 - Capítulo 1


3 anos depois...

Subi as escadas correndo, tomando cuidado para não amassar o terno perfeitamente alinhado meu corpo, em minha mão direita estava a gravata azul que deveria estar meu pescoço, por causa da pressa e a falta de tempo saí correndo do meu quarto. Assim que termino de subi mais um lance de escadas, esbarro em Taehyung que estava com suas mãos cheias de livros...

—Cuidado, hyung —falou se baixando e pegando os livros que estavam no chão, me abaixo e o ajudo na tarefa.

—Desculpa, Tae —falei entregando os três livros que tinham pegado, passo a mão pelos seus cabelos castanhos desfazendo o penteado rapidamente— Alias, a rainha da França já chegou?

—Já sim, a rainha está na sala de reuniões com o papai... —ele responde olhando para os livros em sua mão

—Não chame ele de papai —o repreendo olhando seriamente para ele, ele abaixa a cabeça e murmura alguma coisa— Tenho que ir Tae. Lembre-se sempre da nossa promessa...

—Espera, hyung! —meu irmão me segura pelo braço e me entrega os livros, pega a gravata da minha mão e se aproximasse de mim— Não pode chegar todo desarrumado...

Ele levanta o colarinho da minha camisa e passa a gravata pelo meu pescoço, fazendo o nó rapidamente. Sorrio em agradecimento e entrego os livros para ele, vou para a sala de reuniões e paro na frente de dois guardas que abriram a porta para mim.

—...Meu filho herdeiro ficara feliz em ajud... —interrompo a fala do rei ao entrar na sala, ele me olhou e forçou um sorriso— Ai está ele! O herdeiro do meu trono, estava a combinar com a rainha Catarina o seu futuro casamento com a filha dela.

—Casamento? Não estou sabendo de nada disso —falo me sentando em uma das cadeiras que estavam postas na mesa de reunião, a sala estava cheia de conselheiros, tanto da rainha quando do rei, o que realmente me irritava já que nenhum dos conselhos gostava de mim

—O casamento será a união entre a França e Coreia, a rainha domina a maior parte da Europa e a Coreia domina a antiga Ásia —fala o rei se levantando e se posicionando atrás do meu assento, colocando as mãos em meus ombros— Você irá amar a filha da rainha Catarina, é uma bela moça,
à conheci quando ainda era criança... A rainha irá trazer a princesa uma semana antes do casamento de vocês para se conhecerem melhor...

—Tenho certeza que minha filha irá preferir se casar na primavera. É uma linda estação, e a Coreia tem as melhores paisagens, minha filha amará se casar no seu país —disse a rainha olhando para mim, em sua mente eu já estava casado com sua filha, ela se levanta e suas damas de companhia rapidamente alinham seu vestido.

O rei se afasta de mim e se aproxima da rainha que estende sua mão, o rei beija as costas da mão e sorri para rainha. Enquanto estava preso em meu próprio mundo, vi os conselheiros saírem da sala, o rei olha para mim e pede para que me retirasse da sala, já que eles irão decidir como o casamento irá beneficiar os dois países.

Saí da sala de reuniões com passos rápidos, precisava de ar. Preciso pensar como vai ser daqui pra frente, eu ainda não acredito que vou me casar com uma completa desconhecida, e isso nem é a pior parte.

...

Desci as escadas indo em direção ao estábulo real, já tinha passado em meu quarto para trocar de roupa. Sempre matinha minhas cavalgadas em segredos, todos que trabalham no estabulo me conhecem e adoram já que eu trago comida ou dinheiro em troca do silencio de todos.

—Alteza ¾falou um dos empregados que cuidava dos cavalos, ele nem me deixou responder, ele se virou e foi em direção a baia em que meu cavalo ficava— Imagino que sua alteza queira cavalgar sozinho na floresta novamente...

—Não irei demorar... Só preciso ficar um tempo sozinho. —falei ajudando a colocar a cela no cavalo— Imagino que a essa altura já saiba do meu futuro casamento...

—Sim, Alteza. Todos no castelo já sabem, não param de comentar sobre isso —falou abaixando a cabeça, ele estendeu as rédeas do cavalo e fez uma breve reverência— Eu sinto muito, Alteza.

—Eu também —falo pegando as rédeas, dei um impulso e subi no cavalo rapidamente, faço um breve aceno de cabeça e puxo o capuz para baixo escondendo o meu rosto de olhares curiosos.

Sai pela porta principal do estabulo, chamando a atenção de alguns empregados que tentavam abrir caminho entre as camadas de neve no chão, mas nada preocupante. Sigo em direção aos fundos do grande castelo, passando por vários soldados que não mostraram interesse num homem de capuz, de relance vi meu irmão sentando em umas das janelas que davam para o jardim. Sorri com essa cena, depois de todos os ataques que passamos ele ainda não tinha desistido dos velhos hábitos de ler perto das janelas.

A cada passo que o cavalo dava eu me via cada vez mais perto da antiga floresta Negra, que nessa época estava coberta de neve, lugar misterioso que foi palco de vários assassinatos e suicídios durante a Terceira Guerra Mundial. A floresta ainda contava com sumiços de vários nobres importantes e fenômenos inexplicáveis que geraram mais lenda ao local, várias vezes plebeus vieram pedir ajuda no castelo contando a mesma história: uma linda moça de vestes vermelha pedindo ajuda e assim que decidem ajudar a moça eles eram atacados por lobos ferozes.

Nunca tive medo das histórias que os empregados contavam para mim quando era criança. Sempre tive interesse em saber como era o rosto da linda moça, algumas das histórias contava que a garota tinha uma beleza indescritível: tinhas olhos cinza e cabelos escuros, outras histórias contavam que ela era o fantasma da menina que tinha se perdido na floresta.

Assim que entrei na floresta, olhei para trás para ver se não tinha sido seguido e me surpreendi quando vi que as pegadas já tinham sido completamente apagadas pela ventania. Olhei ao redor vendo que a neve cobria quase toda a área. Continuei a cavalgar para o meio da floresta, a ideia do casamento tinha sido esquecida e substituída pela a moça que eu tanto queria encontrar...

—Olha o que encontramos aqui, rapazes —sou tirado de meus pensamentos por uma voz desconhecida, olhei em direção em que a voz vinha e vi três homens.

Todos os três homens tinham barba e roupas velhas e sujas, eles estavam em volta da fogueira e cada homem tinha um saco de pano nas mãos, deduzir ser moedas de cobre ou prata. O que tinha falado comigo se levantou e se aproximou de mim, tentei fazer meu cavalo se mexer, mas assim que olhei para frente vi o que tanto procurava: a garota.

Ela estava parada na frente do meu cavalo, seu rosto estava coberto pelo capuz vermelho, o que não me impedia de ver o seu cabelo de tom escuro, ela usava um espartilho preto por cima de uma blusa branca de manga, uma saia longa vermelha e para completar usava luvas e botas na cor preta.

—Ah que lindo! A moça veio salvar o pobre rapaz em perigo -falou sarcástico um dos homens que ainda estavam sentados, ele se levantou junto com seu parceiro que logo se pronunciou, dizendo:

— É melhor ir embora moça, você não vai querer se machucar

Escuto a garota rir, ela levantou a cabeça e me olhou, e fazendo jus as histórias que sempre me contavam pode confirmar a cor que domina nos olhos da garota: cinza escuro. Ela se virou e foi embora, os homens não entenderam o porquê do riso da garota.
Eles se voltaram em minha direção, o primeiro homem puxou uma faca e me fez descer do cavalo, deveria ter trazido pelo menos uma faca do castelo para esse tipo de situação, mas eu nunca tinha vivido isso antes. Um deles me puxou pelo braço até uma árvore e me amarrou com uma corda.

Foi quando ouvir um rosnador, olhei em direção ao barulho, mas antes que eu pudesse ver realmente da onde vinha o barulho. Sentir uma pancada forte na minha cabeça, e perdi a consciência rapidamente...


Notas Finais


Oiiie
Gostaram? Se sim, favoritem e comentem se tiverem alguma critica.
Obrigada por lerem <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...