1. Spirit Fanfics >
  2. My Wolf Pack >
  3. Planos

História My Wolf Pack - Capítulo 25


Escrita por:


Notas do Autor


Oiii

Capítulo 25 - Planos


Fanfic / Fanfiction My Wolf Pack - Capítulo 25 - Planos

-A onde o Derek e vocês ficam? - Scott pergunta a Erica, mas ela só geme se debatendo.

-Eles ficam na antiga estação abandonada -eu respondo, Stiles e Scott se viram pra mim confusos.

-Como é que você sabe? -Stiles pergunta.

-Só existem três lugares abandonados nessa cidade, os prédios das fábricas, mais o menos a floresta e a estação. As fábricas são um campo muito aberto, seria óbvio demais -eu explico, Stiles e Scott me encararam sem dizer nada, Stiles dá de ombro e liga o jipe. Eu puxo o celular de Erica do seu bolso e ligo no contado de Derek.

-O que? -Derek atende

-Sou eu, Stiles, Scott eu estamos levando a Erica até você, ela está tendo uma convulsão -eu jogo tudo de uma vez, e desliguei logo depois sem dar tempo dele dizer alguma coisa

-Segura ela -Derek pede, Stiles se abaixa segurando o tronco de Erica.

-Ela tá morrendo? -eu pergunto, vendo o peito de Erica gemer e respirar fundo em busca de ar.

-Ainda dá pra evitar…-eu suspiro aliviada- Isso vai doer -Derek avisa antes de quebrar o pulso de Erica, ela grita de dor. Eu olhei chocada pra Derek.

-Quebrou o braço dela? -eu pergunto.

-Vai ativar o processo de cura -ele explica- Eu preciso tirar o veneno e vai dor muito -Derek usa suas garras e aperta o braço de Erica ao ponto de muito sangue escorrer.

-Stiles… -Erica se vira pro meu irmão- Você é um bom Batman -então Erica desmaia. Stiles começa ela deitada no canto. Derek respira fundo e se levantando, Scott, eu o seguimos.

-Você sabe quem é? -Scott pergunta, Derek titubeia a contra gosto antes de responder.

-Jackson.

-Só queria que a Erica confirmasse, não é? Scott pergunta é Derek conforta- Vou te ajudar a deter ele como parte da sua alcateia...-eu e Derek olhamos pra Scott surpresos-...se me quiser ótimos, mas tem uma condição. Vamos capturá-lo não matá-lo.

-Que mais? -Derek pergunta.

-E vai ser do meu jeito.

-Ah, mas o que que é isso? -papai perguntou "bravo depois que deu uma mordida no seu lanche.

-É vegetarianos -eu explico.

-Ah, eu pedi um hambúrguer -ele reclama largando o lanche.

-Esse é mais saudável, e nós somos saudáveis -digo mostrando a salada.

-Ah porque querem acabar com a minha vida? -ele pergunta ao ver que no lugar das batatas haviam legumes.

-Nós quero prolongar a sua vida, dá pra comer por favor? - Stiles pergunta.

-Fala aí o que você descobriu?! -eu digo mordendo meu hambúrguer.

-Eu não vou falar de trabalho confidencial com dois adolescentes -ele nega, eu olho por cima do seus ombro, o quadro atrás dele tinha vários papéis provavelmente sobre o caso.

-É isso aí atrás de você? -eu perguntei cutucando Stiles, ele levanta o pescoço olhando na direção do quadro.

-Parem de olhar -papai manda.

-A gente…

-Tirem os olhos.

-Mas é só que…

-Para! -ele levanta as mãos.

-Aquilo são setas apontando pra fotos? -eu pergunto.

-Tá bem, parem. -Stiles e eu olhamos para ele curiosos- Eu descobri uma coisa. O mecânico e o casal assassinados, tem uma coisa em comum.

-Os três? -nos perguntamos.

-É, é como eu digo. Um é acidente, dois é coincidência…

-Três é um padrão -nos dois completamos.

-O mecânico, o marido e a esposa. Todos da mesma idade, 24 anos.

-Pera aí, mas e o Sr.Lahey? O pai do Isaac era bem amos velho -Stiles pergunta.

-O que me fez pensar que A:morte de Lahey não está ligada ou B: as idades eram coincidência - Papai expõe - Até eu achar isso...-ele entrega pra nós uma pasta-...Que seria o C. Sabiam que Isaac tinha um irmão mais velho chamado Camden?

-"Morto em combate" -eu leio na ficha de óbito.

-Mas se estivesse vivo. Quantos anos acham que ele teria?

-24 -Stiles e eu respondemos.

-E se a idade significar a mesma turma? -eu pergunto me levantando e parando na frente do quadro- Já pensou nisso?

-Sim...Bom ainda não, porque eu peguei o arquivo do Lahey há duas horas só -ele se explica.

-Duas horas? -eu e Stiles perguntamos chocados.

-Pai, tem gente morrendo -diz Stiles.

-É, eu sei disso. Obrigado tá -papai responde irritado.

-Mesma turma…-Nós três no encaramos. Segundos depois eu larguei em cima da mesma várias pastas em cima da mesa.

-Tá bem, é esse aqui. Turma de 2006 - Stiles tinha em mãos uma pasta azul -Todos estudaram em Beacon Hills.

-Incluindo o irmão do Isaac -eu digo apontando pra uns  papéis.

-Tá bem, mas como ele se conheciam? -Stiles pergunta -Dois estavam casados  então talvez saíssem juntos.

-Não, talvez eles poderiam ter as mesma aulas, ter o mesmo…-eu paro assim que virou uma folha dando de cara com uma ficha do professor Harris de Química.

-O que?...-papai pergunta.

-Professor -eu mostro a ficha.

-Harris! Todos eles tinham aula com ele? -perguntou Stiles.

-Os quatro -papai responde- Eu não sei como o Sr.Lahey se encaixa nisso, mais isso -ele aponta pra ficha- Filhos isso aqui é definitivamente um padrão. Me dá o anuário de 2006. Eu quero os nomes e as fotos. -eu puxo o anuário da pilha.

-Qual deles? -eu pergunto.

-Todos os da turma de química, se o assassino não parou…

-Um deles é o próximo.

-Isso…-papai disca alguma coisa no telefone- É, é o Stilinski.

De manhã Stiles e eu buscamos Scott e fomos para escola.

-Deve ter outro jeito de conseguir o ingresso, né? -Scott pergunta assim que saímos do jipe.

-É uma festa secreta, só tem um jeito e é segredo -eu justifico.

-Ei -nós somos chamados eu me viro, Matt para na nossa frente- Vocês sabem dizer porque ninguém foi suspenso depois do que aconteceu aqui na escola ontem? -Matt pergunta.

-Deixa pra lá, ninguém se machucou -eu do de ombro.

-Eu sofri uma contusão -ele lembra.

-Tá, ninguém se machucou pra valer.

-Fiquei seis horas no hospital -ele reclama e eu reviro os olhos.

-Ah quer saber a verdade Matt? O seu machucado na cabeça -eu me abrindo colocando a mão perto do chão- Tem essa importância na minha lista de problemas agora. -eu esbravejo, Stiles concorda comigo mas Scott me olha com censura.

-Você tá bem? -Scott pergunta.

- Tô, tô bem agora - diz Matt- Eu vi que também não conseguiu ingresso.

-É, ainda tão vendendo? -Scott pergunta.

-Não, mas eu achei dois na internet. Continua tentando, todo mundo vai estar lá -Matt sorri pra mim cínico.

-Odeio ele -eu e Stiles fazemos juntos.

-Aí tem certeza disso? -Stiles pergunta a Scott.

-Ai, quem tá controlando o Jackson já teve que matar alguém, porque ele determinou o serviço. Então o que acham que ele vai fazer?

-Ele vai estar lá, pra garantir que aconteça -Stiles respondeu aceitando o plano.

Eu sigo os dois até o vestiário pro treino de lacrosse da parte da tarde, eu fiquei esperando do lado de fora até que todos se trocassem. Me sentei no banco ao lado de Danny.

-Oi Danny, você tem ingressos sobrando pra essa tal festa secreta? -eu pergunto a ele. Antes que Danny posso responder a porta da sala do treinador abre e bate contra a parede.

-Alguém pode me dizer aonde está o Jackson, e porque ele perdeu o treino da manhã?

-Falei pra você ficar de olho nele -eu sussurro para Scott.

-Stilinski! -Stiles e eu olhamos pro treinador- Jackson? -ele pergunta.

-Desculpe senhor, não vimos ele desde a última vez que vimos ele -eu e Stiles respondemos.

-Ah, e quando foi isso?

-A última vez que vimos ele…-eu olho pra Stiles.

-Foi a vez que vimos ele por último…- diz Stiles e eu concordo -todos olham pra gente confusos.

-Tá…-o treinador se vira para o Danny- Oh Danny, diz pro Jackson não matar treinos tão perto do campeonato, tá bom?!

-Sim senhor -Danny concorda.

-Serve pra todo mundo -O treinador segura a porta da sua dela- Eu descontraídas universitários -Então ele se fecha dentro da sua sala.

-Desculpe mas eu só tenho dois sobrando -Danny justifica.

-Ta tem companhia pra festa? -Stiles pergunta nada discreto.

-Estou tentando. -Danny reclama entre os dentes.

-Tá bem, Escuta só, da os ingressos pra gente e dedica a sua vida a abstinência -eu olho pra Stiles chocada, ele é Scott não agarrados pelos ombros e puxados pra trás por Isaac. Eu olho pra Danny pedindo desculpa e vou até os outra é três.

-Como é que você consegue sobreviver com esses dois? -Isaac me pergunta.

-Eu me pergunto isso todos os dias -eu digo me apoiando nos armários. Scott suspira e Stiles me olha ofendido.

-O que devíamos fazer? Ninguém vendendo -ele reclama. Isaac olha um grupo de garotos atrás de mim.

-Aguenta um pouco aí -ele dá duas batidinhas no peito de Stiles e vai até esse grupo de garotos.

-O que que ele…-Scott nem tem tempo de perguntar, Isaac joga os garotos contra os armários.

-Que exagero -Stiles reclama, um dos meninos cai em cima dos bancos.

-Isso vai deixar um roxo -eu digo quase podendo sentir a dor. Isaac volta com três ingressos, ele me entrega os mesmos.

-Boa festa pra vocês.

-Cetamina? -eu pergunto ao chefe de Scott, quando ele pega um vidrinho de dentro do armário.

-O mesmo que usamos em cães, mas numa dose maior -ele explica colocando o fraco e uma seringa na mesa de metal- Se conseguir injetar no Jackson, vai atrasá-lo o suficiente e te dar mais tempo -Ele explica para Scott, o doutor se virou e pegar um fraco que parecia com os de tempero lá de casa.

-Isso aqui é que vão usar pra criar a barreira, isso é o vocês dois -ele diz olhando pra mim e Stiles- Só com vocês.

-Ah, isso aí é muita pressão. -Stiles reclama.

-Será que a gente pode encontrar uma tarefa com menos pressão pra gente? -eu perguntei pegando o fraco.

-Vem de uma tramazeira, a árvore que muitas culturas dizem proteger do sobrenatural. O consultoria tem essa madeira -ele explica- O que torna difícil pra alguém como Scott, me de trabalho.

-Tá, então como é que é? A gente espalha isso entorno do prédio pra que estiver controlando o Jackson e ele não possam passar? -Stiles pergunta.

-Ficaram cercados -Diton concorda.

-Não parece difícil -diz Scott.

-É, não parece -eu digo meio desconfiada.

-Não  é só isso. Pensem que é tipo pólvora, não é nada até a faísca ativa-lá. Vocês dois precisam ser essa faísca.

-Se é pra gente ficar em chamas, eu acho que a gente não tá preparados pra isso -eu concordo com Stiles. Scott olha pra nós concordando conosco. Diton ri.

-Eu vou tentar uma analogia diferente. Eu jogava golfe, eu aprendi que os melhores golfistas não batem até imaginar aonde querem que a bola vá. Eles mentalizam, e a mente assume...Pode ser extraordinário o que a sua força de vontade pode conseguir.

-Força de vontade -Stiles concorda meio descrente.

-Aí, pra isso funcionar, vocês têm que acreditar -Stiles e eu nos olhamos concordando.

-A gente não pode falar agora, estamos atrasados -eu digo a papai assim que ele sai do seus carro, tentando evitar uma branca ou muitas perguntas. Porém ele não diz nada, só passa por mim e Stiles, nós dois nos entreolhamos.

-Ai, pera ia. O que que foi? -Stiles perguntou, papai se vira com as mãos nos bolsos da calça.

-Nada -ele dá de ombro.

-Cadê a sua arma? -eu pergunto matando a falta da mesma.

-Eu...deixei na delegacia junto com o meu distintivo -eu e Stiles somos tomados por uma grande surpresa.

-O quê? -nós perguntamos.

-Tudo bem, falamos disso depois -papai nega, era muito visível que ele não estava nada bem.

-Pai! -nós chamamos.

-Não se preocupem -ele se vira pra entrar dentro de casa.

-Pai! -eu chamo mais alto.

-Foi decidido que os filhos de um chefe de polícia, roubando propriedade da polícia e tendo uma medida cautelar contra ele, feita por um dos advogados mais respeitados da cidade, não pega bem pra nossa região -aquilo me acerta como um soco, por um segundo eu fico sem ar.

-Te demitiram -diz Stiles abalado assim como eu.

-Não, é só...um afastamento. É só temporário.

-Eles falaram que é temporário?ou... -eu pergunto percebendo minha voz tremer.

-Na verdade, não...Mas tá tudo bem, vão...vai ficar tudo bem.

-Ai pai eu não entendo. Por que não tá bravo com agente? -Stiles pergunta.

-Não sei, talvez eu não esteja querendo me sentir pior tendo que...gritar com os meu filhos -Quando papai entre e fecha a porta da garagem é quando eu não consigo mais segurar os lágrimas. Do caminho de casa até a casa de Scott, Stiles e eu não dizemos absolutamente nada. Eu só fico virada pra janela, tentando parar de chora e da casa de Scott até o lugar da festa, Stiles eu tentamos parecer normais para Scott.


Notas Finais


Oiii, olha quem comprou um novo carregador pro Ipad e pode voltar a escrever e portar os capítulos das fanfics...exato EU!!!!
Espero que tenham gostado do capítulo de hoje.
Beijos e até o próximo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...