1. Spirit Fanfics >
  2. My World (Camren) >
  3. Capítulo 3

História My World (Camren) - Capítulo 3



Capítulo 3 - Capítulo 3


Pov Lauren

-...Eu quero que você me beije.

Eu acho que estava ouvindo coisas...não é possível, a minha girl crush dizendo com todas as palavras que quer que eu a beije.

--E-eu...Nossa! Você tem certeza?

É seu primeiro beijo...

--Eu tenho certeza--diz me fazendo olhar pra ela--Eu só preciso que você me ajude...

--Hum...certo, é...apenas feche os olhos e segue seus instintos...

Ela fecha os olhos e eu ponho uma mão em sua cintura chegando mais perto dela, outra mão eu deixo em sua bochecha.

Dou um beijo em seu pescoço fazendo ela se arrepiar, outro em seu queixo...

Um no canto de sua boca e por último selo nossos lábios em um selinho, puxo seu lábio inferior e o chupo delicadamente, logo pedindo passagem com a língua que ela dá.

E nossa, eu acho que meu peito está batendo mais que escola de samba

Depois de poucos segundos ela parece se soltar, e segue meus movimentos com a língua, sorrio no meio do beijo e ela me surpreende chupando meu lábio inferior, não aguento e

solto um gemido em sua boca, ponho minha mão em sua nuca pra "controlar" o beijo e quando o ar está fazendo falta finalizo chupando sua língua e dando vários selinhos.

Continuo com minha testa colada na sua, regulando minha respiração.

E quando abro os olhos vejo Mila sorrindo, sinal que ela gostou né?!

--Hum...você gostou?--pergunto baixinho me afastando dela um pouco

--Eu...Eu acho que temos que repetir, quem sabe algumas vezes, aí eu te digo--fala e eu começo a ri com sua fala

Ela gostou!

No meio dos meus pensamentos ela me beija, me pegando de surpresa, mas claro que eu retribuir

Sério que ela nunca tinha beijado?

Porque este foi o melhor beijo da minha vida!

Sabe aquelas famosas borboletas no estômago?

Eu nunca havia sentido, mas hoje....

Depois de finalizar o beijo ficamos conversando, e meu celular começa a tocar, olho o visor e era minha mãe

--Ah Mila, eu preciso atender, é minha mãe.--digo virando o celular, ela balança a cabeça e levanta indo na direção da geladeira e eu aproveito pra atender

--Oie mãe! Aconteceu alguma coisa?-- pergunto assim que atendo

--Lauren, venha pra casa agora e ligue pro seu pai, Chris está tendo um surto e está quebrando tudo no quarto dele!--fala apressada

--E-Eu tô indo, a senhora está bem? e Sophia? ?-- pergunto me levantando e abrindo a

porta da cozinha chamando Mila com a mão Eu estou bem, estou trancada com ela no meu quarto, ela está assustada.

--Em menos de 5 minutos tô aí-- digo desligando o celular

--Pessoal, eu vou ter que ir embora, Chris está tendo uma crise e eu preciso chamar meu

pai--digo apressada calçando meu tênis que eu havia tirado quando cheguei

--Nossa, tudo bem, qualquer coisa me liga-- diz Ally e eu concordo

Digo um tchau coletivo e dou um selinho em Mila, que ela ficou toda corada e todos ficaram de boca aberta

Sem da tempo deles perguntarem ou falarem nada eu saiu correndo pra casa, literalmente correndo, e ainda estava tentando ligar pro meu pai, que so chamava, faltando 3 ruas pra

chegar em casa eu parei um pouco e mandei uma mensagem rápida pra ele dizendo:

--Chris está surtando em casa-- digito e mando rezando pra ele ver logo, guardo o celular e

começo a correr de novo, entro com tudo em casa e vejo Chris quebrando algumas coisas

na cozinha

--Chris, para com isso!-- digo assim que chego perto dele

Ele estava suando e com os olhos vermelhos, parecendo que tinha usado alguma coisa

--Quem é você pra falar o que devo fazer? você é uma vadia!-- diz e joga um prato em minha direção

Eu desvio fazendo o prato se chocar contra a parede

Droga, ele nunca fez isso antes!

Todos os surtos dele eram apenas com discussões com a mamãe e eu na maioria das

vezes

Ele ficou pior depois que Júlia morreu, a mãe de Sophia.

Culpava Sophia por ter matado sua namorada

--Eu vou te ensinar a nunca mais se meter comigo, vadia -- disse e veio pra cima de mim

tentando me acertar um soco que eu novamente desviei

Sorte minha que fazia aulas de defesa pessoal desde os 12 anos.

Mas eu só poderia me defender até papa chegar, Chris tem muito mais força que eu

Ele começa a querer me acertar de novo e eu desvio, consigo da um soco na lateral de sua barriga que pareceu lhe deixar com mais raiva

Ele conseguiu me acertar um soco certeiro que me fez ficar tonta, e quando ele ia me acertar outro soco vejo uma mão grande segurando seu braço

Olho e vejo papa junto com 2 caras altos de branco

--Desculpa filho, mas eu já tinha que ter feito isso bem antes-- Diz papa e os homens vem

pegar Chris que começa a se debater e xingar todos, um dos homens aplica o que parece

ser um calmante, que faz Chris desmaiar.

Logo os homens carregam Chris e papa se vira pra mim

--Você está bem?-- pergunta preocupado

--Estou...Ele conseguiu acertar apenas um soco--digo passando o dedo no canto do meu

lábio onde estava ardendo

Droga, está cortado e meu rosto está doendo

-Vá acompanhar Chris...Eu vou ver mama e Sophia--digo e saiu correndo até o quarto de

mama

--Mãe, abre a porta, sou eu-- digo encostada na porta e logo escuto o som da tranca

abrindo

--Você está bem?--Pergunta me abraçando--O que eram aqueles gritos? Eu estava

preocupada e não podia sair por causa de Sophia

--Estou bem, os gritos eram comigo...papa chegou e aplicaram um calmante em Chris como

da outra vez...--Lhe conto -- Cadê Sophia? Pergunto me afastando olhando pra dentro do

quarto

--Ela está na cama, Meu Deus, ele que fez isso?--pergunta com os olhos marejados e

passa os dedos por cima de minha bochecha machucada e pelo lábio

--Foi mas estou bem--digo e ando até a cama onde encontro Sophia encolhida agarrada em

seu ursinho chorando baixinho

Me deito ao seu lado e ela olha pra mim e se agarra enfiando o rosto em meu pescoço

como se fosse um filhotinho indefeso

--Xiiii Princesa, está tudo bem agora, eu sempre vou te proteger--digo fazendo carinho em

seus cabelinhos loirinhos

--Titi Lo, Papai estava discontolado--fala abafado no meu pescoço -- Ele glitou comigo-- me olha com os olhinhos vermelhos por conta do choro

--Mas isso nunca mais vai acontecer okay? eu prometo meu amor--digo e beijo sua testinha

lhe aconchegando mais em mim, fecho meus olhos e fico pensando em uma coisa...

"Como eu queria que essa merda toda acabasse"


Notas Finais


Comentem o que estão achando...se devo continuar ou não


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...