1. Spirit Fanfics >
  2. My yandere way >
  3. Volta logo...

História My yandere way - Capítulo 14


Escrita por:


Notas do Autor


Gente me perdoem, e que eu estava organizando as coisas pro meu aniversário
E como as aulas já voltaram ta complicado

Capítulo 14 - Volta logo...


P.O.V Luiza  

Eu tinha acordado no dia seguinte desejando pra tudo aquilo ser um pesadelo, mas infelizmente não era... Era tudo real, era tudo uma realidade de merda, eu me arrumei, e fui tomar café, me sentei numa mesa afastadas do meus amigos pois não queria falar com ninguém, e acabei, eu estava indo pra sala até que o Phoenix chega e me olha

- tu está dando na cara que tem algo de errado - falou Phoenix

-talvez se eu não tivesse sendo ameaçada, eu iria estar normal - falei baixo e ele me empurrou pra uma parede que havia atrás de mim e eu fiquei entre ele e a parede

- só age normalmente - ele diz e sinto seus labios nos meus, senti uma enorme vontade de empurrar ele mas não podia e ele se afasta e vai embora

Eu ia voltar pra sala se eu não sentisse um braço me segurar, e eu olho pra trás e vejo o Luba me olhando meio assustado

- por que você não contou o que ta acontecendo pra alguém? - pergunta ele e eu o olho

- pra falar a verdade o Jv sabe, mas eu não aguento mais - digo segurando as lágrimas e ele me abraça

- pode contar comigo - ele diz pra mim e eu sinto algumas lágrimas escorrerem e nos afastamos e eu limpo meu rosto - vamos pra aula

- vamos - eu digo e saímos em direção a sala e chegando lá me sentei no meu lugar, logo Pac se senta ao meu lado, Cellbit que estava sozinho foi surpreendido com um Phoenix sentando ao seu lado, parecia até desconfortável

- acho que o Cellbit não tá confortável - comenta Pac comigo e eu assinto

- Cellbit - chamo a sua atenção - quer trocar de lugar comigo

- ah... Pode ser - ele diz e eu me levanto e ele também e trocamos de lugar

- ah ele é muito fofo - diz Phoenix - que foi Luiza? Não quer teus amigos perto de mim? 

- eu não quero eles perto de um psicopata - eu falo pra ele revirando os olhos

- se você diz - ele diz dando de ombros

Logo a professora chega na sala, depois de um longo período de aula o Sinal do almoço toca, Phoenix saí com um sorriso perverso da sala, alguma coisa tem aí, mas não vou nem me meter nisso, ele sabe as merdas que ele faz e eu vou pro refeitório pegar meu almoço e sentei numa mesa isolada longe dos meus amigos, quando vejo o Jv e o Luba, se sentam comigo

- mano que medo desse Phoenix - diz Luba ao se sentar

- hm, não sabe de nada - fala Jv e eu os olhos

- ele vai fazer alguma coisa - eu falei e eles me olharam

- tipo o que? - pergunta Luba

- ainda não sei, mas logo iremos saber - falei 

- eu hein, o que será que esse garoto vai fazer - diz Jv e nessa hora Phoenix entra no refeitório com um sorriso vitorioso no rosto

- olha ali - eu aponto discretamente pro Phoenix e eles olham 

- aí tem - diz Luba 

- mano deixa ele, vamos comer - diz Jv e concordamos 

Começamos a comer, e então terminamos, fomos de volta pra sala e nos sentamos nos nossos lugares e então Phoenix se senta ao meu lado, e então a professora entra e quando estava quase no fim da aula o diretor entra

- eu tenho uma notícia desagradável - diz ele - a aluna katherine foi envenenada e não resistiu ao veneno - diz ele e só ouvi a voz da Lívia

- a katty não - a voz dela estava a meio de soluços, ela estava chorando e eu olhei pro lado, Phoenix tava de cabeça baixa e um sorriso imperceptível aparecia em seu rosto 

- foi você, não foi? - pergunto baixo e ele me olha

- sim... - ele fala e volta a olhar pra frente

- eu sabia... - eu falo pra mim mesmo

- vocês estão liberados - fala o diretor e saímos da sala

então eu vou pra um corredor deserto, que tinha uma maquina de doces e comprei uma barra de chocolate e me sentei num banco, quase nunca alguém vinha aqui, então eu tava de boa e comia meu chocolate e comecei a cantar

You're the light, you're the night

You're the color of my blood

You're the cure, you're the pain

You're the only thing I wanna touch

Never knew that it could mean so much, so much

You're the fear, I don't care

'Cause I've never been so high

Follow me to the dark

Let me take you pass the satellites

You can see the world you brought to life, to life

So love me like you do, lo-lo-love me like you do

Love me like you do, lo-lo-love me like you do

Touch me like you do, to-to-touch me like you do

What are you waiting for?

Fading in, fading out

On the edge of paradise

Every inch of your skin is a holy grail I've got to find

Only you can set my heart on fire, on fire

Yeah, I'll let you set the pace

'Cause I'm not thinking straight

My head's spinning around, I can't see clear no more

What are you waiting for?

Love me like you do, lo-lo-love me like you do

Love me like you do, lo-lo-love me like you do

Touch me like you do, to-to-touch me like you do

What are you waiting for?

Love me like you do, lo-lo-love me like you do (like you do)

Love me like you do, lo-lo-love me like you do (yeah)

Touch me like you do, to-to-touch me like you do

What are you waiting for?

Ah

I'll let you set the pace

'Cause I'm not thinking straight

My head's spinning around, I can't see clear no more

What are you waiting for?

Love me like you do, lo-lo-love me like you do (like you do)

Love me like you do, lo-lo-love me like you do (yeah)

Touch me like you do, to-to-touch me like you do

What are you waiting for?

Love me like you do, lo-lo-love me like you do (like you do)

Love me like you do, lo-lo-love me like you do (oh)

Touch me like you do, to-to-touch me like you do (ah)

What are you waiting for?

Quando eu terminei de cantar sinto meu celular vibrar e eu pego ele na minha mochila e era uma mensagem do Jv

SMS On  

Batatinha♡: saudades de você amor 

Me: volta logo... Por favor

Batatinha♡: logo estarei aí com você minha vida

Me: eu não aguento mais de saudade 

Batatinha♡: também não amor...

SMS Off  

Eu não consegui responder, sentia meu coração doendo muito, minha boca estava amarga e as lágrimas rolavam, meu corpo tremia com o celular não mão, eu queria sumir, queria ir embora, queria esquecer de tudo é simplesmente sumir da existência, eu ficava olhando as mensagens do Batista, eu me levantei e me dirigir ao meu corpo, e quando chego, me deito na cama dele, ainda tinha o cheiro dele ali, abracei seu lençol e deixei perto de minhas narinas pra sentir seu aroma, as lágrimas escorriam (autora: coitado do Phoenix sendo o vilão, meu amor me perdoa) eu queria muito ele ali, parecia que os dias passavam arrastando, eu nem lembrava que estava grávida, e não poderia ficar assim do jeito que eu estava, mas eu não conseguia melhorar, até o Batista voltar, eu sabia que iria continuar assim mas precisava me manter forte pelo meu bebê e então enxuguei minhas lágrimas e fui tomar um banho, era hora da jantar, botei uma calça moletom e uma regata preta, fui pro refeitório e peguei minha janta, olhei pra mesa dos meus amigos e me sentei

- olha quem decidiu se sentar aqui de novo - diz Bibi rindo

- ah deixa ela - diz malena que estava ao meu lado me abraçando de lado

- mas por que não sentou com a gente hoje? - pergunta Nicky

- eu estava pensando em algumas coisas - digo e eles me olham

- hm estranho - diz Rezende - mas tudo bem 

- bora jantar - fala Camila e começou a comer

- comilona - diz Alan a olhando e sorrindo 

- enquanto isso a crush dá nem bola - fala Guaxinim e Nicky olha pra ele e sorrir

- ou talvez ele só seja muito lerdo pra entender que ela também gosta de você - rebate Nicky

- eita revelações - eu Sorrio

- bem que tu poderia revelar aquele negócio do fim de semana - diz Pac

- ah Pac vai cagar - falei rindo 

- verdade, ela só vai contar quando o Batista voltar - diz Cellbit

- exatamente, cellbit me entende - digo o abraçando, já que ele tava do meu outro lado

- ih tanto segredo aí - diz T3ddy

- ah T3ddy para - diz Luba fazendo uma voz manhosa

- ei casal, se peguem no quarto de vocês - diz Pk

-exatamente - diz Calango 

- deixa, eu shippo - falei rindo

E assim continuou assim, uma tranquilidade, ninguém sentiu a falta da Katty, pra falar a verdade eu vi o Mike meio triste, mas o Pac consolou ele, apesar de tudo a Katty era importante pro Mike, mesmo sendo uma babaca idiota, mas mesmo assim, então a gente foi dormir e eu acabei dormindo na cama do Batista



























Continua...


Notas Finais


Bye bjs
Desculpe a demora


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...