História Mysteries Of Destiny - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Justin Bieber, Katherine McNamara
Tags Ameaças, Bullying, Drama, Romance, Segredo
Visualizações 746
Palavras 2.300
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oii amores.
Esse capitulo promete, agora sim posso falar que os jogos começaram. ♕♚♘♛
Boa Leitura. ♡

Capítulo 9 - "A"


Fanfic / Fanfiction Mysteries Of Destiny - Capítulo 9 - "A"

⇝ Point Of View – Lizzie Miller ⇜

Mau dormi a noite, aquele pesadelo realmente mexeu comigo. Meu pai ficou no quarto comigo até que eu pegasse no sono, o'que foi bem estranho já que ele não costuma ser tão próximo de mim desde a morte da minha mãe. Fui consegui dormir às quatro e meia da manhã, então só dormi uma hora e meia.


Acordei sentindo alguém me chacoalhar, abro os olhos e vejo Demi me olhando impaciente.


— Sabia que estamos atra... Nossa Lizzie, o'que aconteceu com você? Parece que um caminhão passou por cima do seu rosto. — Levantei passando as mãos em meu rosto e bocejei, me espreguiçando. — Você está com altas olheiras. — Dei ombros. — Oque foi? — Perguntou se sentando na minha frente.

— Não dormi direito… Tive outro pesadelo. — Falei soltando um suspiro me levantando.

— Quer falar sobre isso? — Neguei com a cabeça me levantando e indo até o banheiro.

— Vou tomar um banho, prometo ser rápida, me espera aqui, ok? — Andei até o banheiro ouvindo Demi falar que iria me ajudar, mas disse que me virava sozinha, assim como noite passada. Não, eu não tinha contado para Demi sobre o beijo, e nem pra ninguém, prefiro manter em sigilo total e apagar isso da minha mente.

Mais por outro lado me sinto mal de esconder isso de Demi, ela nunca me esconde nada… Mas mesmo assim, tenho que ficar quieta e como eu disse, fingir que isso nunca aconteceu.

》》》》》》

— Se eu estivesse com você arrancaria o pinto murcho daqueles parasitas e depois fazia comerem o negócio.

Soltei uma risada terminando de colocar o vestido e fui até minha penteadeira, ficando de costas para Demi, para que ela não visse meus cortes. Peguei uma base e um pincel e comecei a passar nos meus pulsos, para que não mostrasse os cortes.

— Acho que você anda assistindo muito Doce vingança.

— Que seja, eles iriam pagar caro.

— Acredite, eles pagaram. — Falei colocando algumas pulseiras.

— Como assim? Essa parte você não me contou. — Falou fingindo estar brava.

— Apesar de não gostar de Justin e do Chaz, eles me ajudaram, e o Justin deixou um deles inconsciente. — Dei ombros colocando uma mecha de cabelo atrás da orelha, depois de pentear minhas longas madeixas.

— É impressionante, as vezes dá a perceber que o Justin é caidinho por você. — Arregalei os olhos olhando para Demi incrédula.

— Você tá...

— Não amiga, eu não to louca, mas a metade da escola já deve ter imaginado o mesmo que eu. — Neguei a olhando.

— Metade da escola me odeia, e a outra metade sente pela de mim. — Eu odiava que sentissem pena de mim, mas não podia fugir da verdade, e essa era a verdade.

Ouvi alguém batendo na porta e falei para entrar, Sara entrou com um lindo buquê de rosas vermelhas que no topo continha um bilhete vermelho.

— Menina, essas rosas são pra você! — Olhei para ela surpresa e peguei as rosas, levando até a minha cama e tirando o bilhete. — Com licença, vou terminar de fazer o café. — Assenti sorrindo para ela.

— Quem será que mandou?

— Abra pra gente descobrir. — Fiz o'que a Demi falou e abri o bilhete.

“Rosas vermelhas, cores fortes. Escolhi essas pois lembra o mesmo sentimento forte que Justin sentia por você, mas que você ainda sente por ele. Tome cuidado pequena Liz, muito cuidado, pois isso, é só o começo!” –A

Engoli o seco ao ler aquele bilhete sentindo calafrios passar por todo meu corpo, uma sensação ruim tomou conta de mim de repente. Vi que tinha outra coisa no envelope do bilhete, tirei e arregalei os olhos, era uma foto minha com o Justin, do nosso beijo de ontem no hospital e do lado havia outra foto, de cinco anos atrás quando tive meu primeiro beijo.

Eu e Demi nos entreolhamos, ambas assustadas.

— Quem te mandou isso Lizzie?

— E-eu não sei… — Falei engolindo o seco, meio em choque.

Quem é "A"?

》》》》》》

Demi tinha visto a foto, não consegui esconder o'que aconteceu ontem, ela não disse nada mas me olhava como se fosse a pessoa mais tonta do planeta. E eu era.

Aquele bilhete me deixou apreensiva, com medo e só de lembrar me dava calafrios, aquela sensação ruim não passava.

Posso parecer louca mais decidi falar com Justin, aquela carta poderia ser de algum conhecido dele, talvez reconhecesse a letra ou poderia me ajudar a descobrir quem era. Com certeza ele não iria querer sua imagem idiota de popular denegrida e nem eu queria que essas ameaças continuam. Poderíamos ajudar um ao outro pelo menos uma vez na vida.

— Tem certeza que vai fazer isso? — Assenti fechando o armário com dois livros na mão e coloco na bolsa, começando a caminhar ao lado de Demi.

— Eu tenho que fazer isso, por mais que eu não queira, eu preciso. — Falei andando na direção que Justin estava com seus amigos. — Vou sozinha. — Falei vendo Demi caminhar do meu lado.

— Mais Lizzie, e se eles…

— Eu sei me cuidar Demi, te encontro na sala. — Demi bufou revirando os olhos e foi pra sala batendo os pés.

— E aí Lizzie, tá melhor? — Perguntou Chaz com um sorriso no rosto, confesso que estranhei.

— É eu to, e obrigado por terem me ajudado, se vocês não estivessem chegado, coisas horríveis iriam acontecer. — Sorri em agradecimento.

— Tá legal, pode parar com o discurso barato e dar o fora? — Disse Justin.

— Na verdade, e-eu preciso falar com você.

— Da última vez que disse isso acabou se declarando pra mim. — Todos que estava ali caíram na gargalhada, menos Chris, que me olhava com um sorriso no rosto, sorri de volta.

— Ei gatinha, você está bem? — Perguntou Chris, ignorando as risadas e sorrindo para mim.

— To sim Christian. — Falei corada e sorri para ele. — E voc…

— Tá legal Lizzie, fala logo oque você quer. — Justin falou sério.

Por sorte o sinal tocou, suspirei aliviada vendo ele fazer o toque com os amigos que foram para sala, acenei para Chris, e voltei a olhar para Justin que estava sério.

— Se demorar eu te deixo falando sozinha. — Dito isso começou a andar em passos largos até o campo.

Cheguei no campo vendo o mesmo vazio, Justin estava em pé na frente da arquibancada, acendendo um cigarro. Fui até ele com um pouco de dificuldade, era difícil andar com as muletas naquele gramado.

Assim que cheguei perto dele, me sentei na arquibancada um pouco ofegante, Justin jogou aquela fumaça no meu rosto de propósito.

— Não faz isso. — Tussi abanando a mão.

— Fala logo garota, eu não tenho todo o tempo do mundo pra ficar olhando essa sua cara enjoada. — Ignorei o'que ele disse e tirei a bolsa do meu ombro, abrindo a mesma e pegando o envelope.

— Me mandaram isso. — Entreguei a ele, cautelosamente.

Justin arrancou o envelope da minha mão com as sobrancelhas arqueadas e tirou o papel do mesmo, lendo. Em seguida apertou o envelope quase o ameaçando, notou que tinha algo a mais ali, e pegou as fotos.

— Quem te mandou isso Lizzie? — Perguntou raivoso.

— E-eu não sei, alguém me mandou com umas flores hoje cedo.

Vi Justin pegar a carta e a foto, começando a rasgar, porém, fui mais rápida e me levantei rapidamente, colocando minhas mãos em cima da sua.

— Não rasga, por favor.

— Por que? Quer ficar com isso pra que garota? Vai me dizer que ainda é caidinha por mim? — Perguntou irritado.

— N-não, não é isso, é que pode ser uma pista. Se a pessoa voltar a me ameaçar eu posso entregar a polícia. — Expliquei vendo Justin ficar pensativo por alguns segundos.

— Tudo bem, eu te devolvo. — Sorri fraco para ele e quando fui pegar o bilhete de sua mão, ele guardou no bolso da calça. — Mais só no final da aula, tenho que ver isso direito. — Assenti meio receosa, Justin começou a andar.

— Justin… — Chamei vendo ele parar de andar e me encarar. — Por favor, não rasga. — Revirei os olhos e começou a andar.

Oque me restava agora era esperar até o final da aula e torcer para que ele não destrua a única prova que tenho caso esse "A" voltar a me mandar mensagens assim.

⇝ Point Of View – Justin Bieber ⇜

As aulas passaram até que rápidas, no recreio fiquei pensativo e mau participei da conversa na mesa, quando o sinal tocou contei a Ryan que tinha próxima aula comigo.

— Oque você acha? — Perguntei fechando o armário e começando a andar com Ryan até a sala de aula.

— Cara na boa, você acha mesmo que alguém mandou isso pra Lizzie?

— Acho. — Disse um pouco aflito. — Você tem que me ajudar, preciso descobrir quem é "A" ou vai estar tudo perdido, não é pela Lizzie e sim por minha imagem.

— Drew, você não percebeu nada? — Neguei o olhando confuso. — Por que ela mostraria esse bilhete e essas fotos se ela tem "medo" de você? Ela iria jogar fora ou no máximo esconder.

— Você acha que ela mesmo escreveu isso? — Perguntei levantando o envelope, Ryan negou depois de hesitar um pouco.

— Não, ela seria muito burra se escrevesse isso com a letra dela. Já fizemos um trabalho em dupla antes do feriado de ação de graças ano passado, e essa letra não parece com a dela que eu me lembre. Mais tenho três três teorias, ou ela mandou alguém escrever, ou alguém mandou a ela mesmo, ou…

— Ou oque? — Perguntei me sentando na mesa do lado de Ryan assim que chegamos na sala.

— Ou ela falsificou a assinatura. — Olhei para frente, lembrando de algo assim que Ryan disse aquilo.

Flash Back

Entrei na escola e fui até meu armário, porém, ouvi murmurinhos em uma sala que me fez voltar e ficar na porta para ouvir.

— O'Que você vai fazer pequena? — Revirei os olhos ao ouvir a voz daquele garoto.

— Eu não sei Jake, mas quero muito ir nesse passeio, e eu vou! — Disse Lizzie em um tom confiante.

— Oque está pensando em fazer?

— Olha, eu sei que isso é errado, e se a mamãe ou o papai descobrirem eles vão ficar muito magoados comigo, mas você sabe né? Eu quero muito ir. — Sorri encostando minha cabeça na parede. Ela era tão fofa.

— O'Que você vai fazer Lizzie?

— Vou falsificar a assinatura dos meus pais. — Confesso que fiquei surpreso, Lizzie, a garotinha mais fofa e inocente da escola querendo falsificar a assinatura dos pais. — Olha, não tá parecido? — Perguntou entregando um papel para Jacob, que assentiu.

— Como você faz isso?

— Não sei, acho que já nasci com esse dom. — Riu se sentando em uma mesa, balançando os pés. — Consigo falsificar várias assinaturas e fazer letras bem diferentes da minha.

— Como?

— Não pergunta agora, vamos deixar essa  autorização na mesa da professora e sair daqui, antes que alguém nos pegue. — E assim fizeram

Entrei na sala e peguei o papel, vendo que a assinatura era idêntica com a da mãe dela. Rasguei com raiva e coloquei na mesa da professora, saindo dali logo em seguida.

Flash Back off


— Só pode ser isso! — Pensei meio alto, chamando a atenção de Ryan. — Lizzie sabe falsificar assinaturas.


— Então... Ela pode ter feito isso pra te torturar, talvez esteja cansada de servir de chacota. — Assenti e desviei meu olhar para ela, que entrava na sala, sempre de cabeça baixa e com as bochechas mais rosadas que o normal.


— É, só pode, e ela vai pagar por ter me feito de idiota! — Disse olhando para Lizze que prestava atenção no professor, quebrei o lápis, sentindo raiva daquela sensibilidade toda. — Ah se vai.


— O'Que tem em mente Dude? — Perguntou.


— O plano é o seguinte…


》》》》》》


(Coloquem Still Falling For You da Ellie Goulding para tocar)


— Eu falo com os garotos e você fala com Jennifer e as meninas, ok? — Disse para Ryan enquanto pegava minha bolsa e guardava alguns livros no armário, fechando e trancando o mesmo logo em seguida. — Eu vou encontrar com ela lá fora primeiro, depois falo com as gatinhas. E não chama muita gente, no máximo Khalil, Alfredo, Lil Za e Chaz, as garotas vão dar conta. — Fizemos nosso toque e seguimos caminhos opostos pelo corredor, fui até a saída da escola vendo Lizzie sentada em um banco, com os fones no ouvido em lendo um livro.


Cheguei perto dela e tirei seus fones, a ruiva levantou o olhar, me olhou por alguns segundos como se estivesse pensativa, mas logo guardou o celular, os fones e o livro na bolsa, me encarando.


— Você vai me devolver? — Assenti pegando o papel e esticando, porém, quando ela foi pegar tirei de perto dela voltando a colocar na bolsa, Lizzie me olhou confusa.


— Eu vou devolver a você, mas antes precisamos conversar. — Falei calmo, chegando mais perto, Lizzie engoliu o seco. — Não aqui, naquela sorveteria, perto do fim da cidade, onde minha mãe costumava levar a gente.


— P-por que em um lugar tão afastado? — Perguntou com medo na voz.


— Primeiro, precisamos descobrir quem é "A" e tem que ser em lugar afastado, essa pessoa pode estar mais perto do que imaginamos. — Lizzie demorou um pouco para responder, mas acabou se rendendo.


— Tá, eu vou.


— Ok, eu passo na sua casa às cinco.


— Tá.


Sorri e mandei uma piscadela para ela, coloquei as mãos no bolso da calça dando as costas me afastando dela.


— Você não sabe o'que te aguarda…


⇝ Point of view – "A"⇜


— Por que A? — Perguntou colocando as luvas pretas de couro.


— "A" de anônimo, "A" de ameaças... — Coloquei meus pés na mesa dando uma tragada no cigarro. — "A" de assassino! — Sorri diabolicamente. — "A" é a palavra perfeita!


Notas Finais


🌸 Look da Lizzie:

http://www.polyvore.com/m/set?.embedder=21125577&.svc=copypaste-and&id=212406808

🌸 Look da Demi:

http://www.polyvore.com/m/set?.embedder=21125577&.svc=copypaste-and&id=212459594

E ai amores? Gostaram? Eu espero que sim. Confesso que me inspirei em Pretty Little Liars em relação a "A" e já vou adiantando que terão várias surpresas vindo pela frente com "A"


Comentem. ❤❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...