História Mysterious Boy - Capítulo 2


Escrita por: ~ e ~illetae_

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Rap Monster, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Jikook, Jikook Lemon, Jimin, Jimin!bottom, Jungkook, Jungkook!top, Kookmin, Lemon, Namjin, Vhope, Yaoi
Visualizações 765
Palavras 2.182
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Ficção Adolescente, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá meus amores! Esperamos que gostem!
Boa leitura !

Capítulo 2 - I - O primeiro dia


Fanfic / Fanfiction Mysterious Boy - Capítulo 2 - I - O primeiro dia

Oito anos atrás...


Park Jimin POV


Seria mais um dia normal em minha vida, acordando as sete da manhã, me preparando e chegando na escola às oito, onde eu encontraria meus poucos amigos, assistiria às aulas, faria minhas tarefas e voltaria pra casa como sempre.

É... seria mais um dia normal. No passado, pretérito, não vai ser mais!

Nesse meu novo dia não normal eu estou acordando em um outro quarto que não é o meu, em uma casa que não é a minha, em uma cidade que eu não conheço, indo pra uma escola que não é a minha e vendo pessoas que definitivamente não são os meus amigos.

Vamos começar essa história da forma correta. Olá, me chamo Park Anti Social Jimin e tenho dezessete anos. Eu nasci e cresci em Busan e até pouco tempo atrás eu imaginava que passaria minha vida inteira lá, casaria e teria filhos. Essa me parecia uma boa ideia.

Mas como tudo na minha vida ultimamente tende a ficar no passado, só parecia uma boa ideia mesmo. Isso tudo porque minha família resolveu se mudar, meu pai ganhou uma oferta de emprego melhor e aqui estou eu a caminho da minha nova escola em Seoul. E é aí que você me pergunta "Mas você não deveria estar feliz? Seoul é uma ótima cidade, a capital do país! Um bom lugar pra se morar"

É, realmente. Se você não se chama Park Jimin e não é a pessoa mais tímida e anti social que existe, talvez Seoul seja um bom lugar pra você se mudar. Acontece que eu me chamo Park Jimin e sou a pessoa mais tímida que existe. Pra terem uma ideia eu só fui fazer amigos ano passado na minha antiga escola, e eu estudo lá praticamente minha vida toda. Aposto que eles nem vão sentir minha falta.

-Tchau filho -minha mãe se despediu assim que estacionou em frente a escola e eu abri a porta do carro.

-Obrigada pela carona, omma. -fechei a porta e me distanciei, a caminho da escola

-Ya! Jimin-ssi! -ouvi ela me gritar -Faça alguns amigos! -apenas sorri e continuei meu percurso em direção a entrada da escola. Tadinha, até parece que não conhece o filho que tem.


✨✨✨


-Você deve ser Park Jimin, certo? -a mulher da secretaria me lançou um olhar avaliador por cima de seus óculos de grau assim que entrei no local.

-Sim -acenti e me curvei -Vim transferido de Busan

-Terceiro ano, Ensino Médio... -ela lia em um papel, checando minhas informações -Aqui está seu horário e a combinação do seu armário. Você precisa passar aqui semana que vem e pegar seu material didático.

-Obrigado

-As aulas já começaram, vá direto para a sala

-Sim -me curvei mais uma vez e saí dali em direção às salas de aula. Subi algumas escadas, passei em inúmeros corredores e nada de achar minha classe.

-Aish, que lugar enorme! -Continuei andando e olhando as salas quando sinto alguém me puxar e tampar minha boca

-Shh...Você vai fazer ela nos ver aqui! Fique quieto, não quero levar mais uma advertência -disse um garoto de capuz preto. Ele continuou tampando minha boca até que o som de passos se afastasse do local que estávamos.

-Você é bem barulhento, garoto! Ela quase me viu aqui! -ele disse assim que me soltou

-Ya, ya! Vocês dois aí! -uma mulher de saia preta até os joelhos e uma camisa social branca apareceu atrás da gente

-Que droga -o garoto sussurrou, tirando o capuz de seu moletom da cabeça

-Jeon Jungkook! Matando aula novamente? Não está cansado de levar advertências?

-Tanto faz... É meu último ano nessa escola mesmo!

-E você acha que com as notas que está vai conseguir se formar? -a mulher lançou um olhar desafiador pro garoto e logo um sorriso de deboche apareceu em seu rosto quando viu que o outro tinha ficado com raiva. -E você? Quem é? -ela direcionou seu olhar pra mim e eu senti meu corpo gelar, essa mulher dá medo!

-E-eu sou o aluno n-novo

-Ah sim... -disse com desinteresse -Jeon, mostre a sala pra ele. E se eu te pegar matando aula de novo vai ficar depois da aula por uma semana -disse e sem mais delongas saiu dali

-Vaca! -o tal Jungkook disse assim que ela estava longe -A sala é aquela ultima ali! -apontou na direção da classe e se virou pra ir na direção contrária

-V-você não vai pra sala? -arrisquei perguntar

-Não

-M-mas ela disse que...

-Pois é... Acontece que eu não me importo -disse seco, colocou seu capuz de novo e saiu dali indo sei lá Deus pra onde

Que garoto grosso. Tá vendo, Jimin? Isso que dá quando você tenta ser social. Ninguém mandou perguntar nada pro menino. Fica na sua que é melhor.

Cheguei em frente a sala suspirei umas mil vezes até criar coragem e bater na porta. Um homem alto e de meia idade a abriu e ficou me encarando. Eu não sabia o que fazer então fiquei encarando ele também, abrindo e fechando a boca tentado pensar em algo pra falar.

-Aluno novo? -ele disse quando percebeu que eu não falaria nada

-Sim

-Entre -deu espaço para eu passar -Alunos, temos um novato. Apresente-se

Ah, merda. A pior parte de ser um novato é essa. Faz tanto tempo que eu não precisava me apresentar que já até havia me esquecido como é. O que eu digo? E agora? To sentindo minhas pernas tremerem e meu rosto com certeza deve estar vermelho

-O garoto parece que vai desmaiar -ouvi alguém dizendo em um tom de deboche e em seguida a turma riu

-Min Yoongi, silêncio! -disse o professor

-M-me chamo P-park J-jimin -me curvei

-E de onde você veio, Park? -o professor parecia tentar me ajudar. Tentativa falha, obviamente

-B-busan

-Certo. Bem-vindo, sente-se em uma das cadeiras vagas -eu dei graças a deus e saí da frente da turma, me sentando na cadeira mais afastada que achei. -Bom alunos, na aula de hoje vamos falar sobre métodos anticoncepcionais

- Disso eu entendo muito bem -o garoto que debochou de mim agora pouco falou batendo na mão do seu amigo -Mas pelo visto alguém não -voltou seu olhar para mim em um gesto de deboche

-Yoongi, para... -um ruivo segurou seu ombro

-Não enche, Hoseok! -retirou a mão do ruivo e levantou a mão para o professor pedindo uma deixa para falar

-O que foi, Min Yoongi? -falou em um suspiro, esperando algo que já previa não ser bom

-Hum, devemos ajudar os outros, né? Ter filhos na nossa idade não seria nada bom -falou imitando um adulto falando

Abriu sua mochila e parecia estar procurando algo, jogou tudo no chão e por fim ele soltou um sorriso, pegando o que procurava

-Ufa, achei que já tinha usado todas -fingiu limpar o suor da testa e veio em minha direção -Toma, presente de boas vindas! Nunca é demais se previnir -o garoto me entregou um preservativo. UM PRESERVATIVO!

Voltou para seu lugar e todos da sala começaram a rir. Eu soube desde o começo que não seria bom, mas não esperava que tudo começasse tão cedo.

-Turma! Silêncio! -o professor bateu na mesa e todos se calaram -E você Yoongi, se comporte! Já fez mais do que o suficiente por hoje

-Não está mais aqui quem falou -o tal do Yoongi levantou as mãos em rendição mas sem deixar o seu deboche. Deu um leve sorriso e começou a implicar com o amigo ruivo que sentava em frente

Será um inferno como sempre, mas com certeza irá piorar.

-Então alunos, vocês deverão fazer um trabalho sobre esse tema, pode ser feito em dupla mas quero que façam um bom trabalho! Quero que o entreguem na semana que vem -o professor dizia seriamente, pelo seu tom de voz dava para perceber o quanto ele preferia estar em qualquer lugar que não fosse aqui

-Pode dupla de três? -alguém perguntou gerando risos pela sala

-Não, Kim Taehyung, não pode! Tenho certeza que seu novo colega precisa de uma dupla, você poderia ajuda-lo

-Mas professor! Eu queria fazer com os hyungs -fez com um biquinho cruzando os braços

-Eu faço sozinho, não tem problema -disse baixo fitando o chão

-Ah, não precisava ficar assim! -o tal do Taehyung veio em minha direção, provavelmente achou que tinha me magoado, mal sabe ele que já estou acostumado -Eu faço com você!

-Obrigado -falei ainda olhando o chão, ele deu dois tapas em meu ombro e saiu sorrindo.

-Faz caridade agora, Taehyung? -Yoongi disse com o mesmo tom de deboche que ele direcionou à mim desde que cheguei

Imediatamente o sorriso de Taehyung sumiu e pude vê-lo sussurar algo como "Eu só estava sendo legal". Aparentemente Yoongi é alguém que causa medo e impõe suas vontades aos outros alunos. O típico valentão. Isso já é de se esperar... Abri minha mochila e peguei meu livro, o li tão rapidamente que nem percebi que o sinal já havia tocado. Guardei meu material e esperei a sala esvaziar, comi a barra de cereal que guardei em minha mochila e continuei a ler. Depois de um tempo alguém entrou na sala, não me importei em olhar quem era, então continuei lendo.

-Sugiro que não coma essas barrinhas, elas fazem mal -o garoto todo de preto com quem me esbarrei no começo da aula falou saindo da sala.

-Como se eu ligasse -sussurrei

- E quem liga? -saiu me deixando só novamente

Esse garoto é estranho


✨✨✨


-Certo, isso é tudo por hoje! Vou falar com o diretor e vocês serão liberados mais cedo -um professor nos comunicou, e toda sala gritou- Mas façam silêncio! Já volto...

Ele saiu e a sala continuou a gritar. Aquele Yoongi implicava com toda a turma, sinto que teremos problemas. Eu estava totalmente desatento, que nem percebi que um garoto estava na minha frente chamando minha atenção

-Olá, eu sou Kim Taehyung! Mas pode me chamar de V... -esticou sua mão dando um sorriso que parecia um quadrado

-Ah, oi... Não precisa fingir ser legal comigo -ignorei seu aperto de mão e o mesmo a abaixou-Se veio falar sobre o trabalho, pode deixar que farei tudo e colocarei seu nome

-Mas eu não tenho nada contra você e somos uma dupla, devo te ajudar... Vou na sua casa ou você na minha? Humm, eu vou na sua! A minha está sem comida... -ele não parava de falar, e sempre estava com um sorriso, parecia uma criança -Pode ser hoje na sua casa? Às 15 horas?

-Mas é só pra semana que vem... Não precisamos fazer hoje

-Eu sou do time de basquete, não tenho muito tempo livre -falou o óbvio, pois pelo seu casaco já poderia saber que estava no time -Tudo bem se não quiser...

- Okay, pode sim. Só espero que seu amigo não me mate, ele está nos olhando sério agora -Taehyung se virou e viu Yoongi nos encarando

- Ahh, o Yoongi? Não somos amigos, na verdade eu o detesto. Assim como detesto todos no grupinho dos populares, são uns idiotas que acham que podem fazer o que quiser que todos vão aplaudir e concordar. Não, menos o Jin e o Namjoon hyung, apesar de andarem com o Yoongi são boas pessoas -ele tentava falar sem se embolar mas era meio difícil já que nem ele entendia o que falava- E ele é o capitão do time de basquete, então tenho que suportá-lo

-Então jogam juntos todos os dias?

-Nem sempre, eu sou mais um reserva mesmo, entrei tem pouco tempo. O Hoseok me ajudou, como sou novato não jogo muito

-Mas você falou que não tinha tempo livre... -qual era a desse garoto?

-Desculpa, é que eu to com fome. -ele respondeu com um sorriso quadrado e eu fiquei tipo "que?" -Me passa seu endereço -peguei um pedaço de papel e anotei o entregando -Bem, até.. -falou se retirando


✨✨✨


-Omma, um garoto da minha turma virá hoje. Poderia preparar algo para ele comer?

-Sério? Não acredito que chamou um colega! Eu estou tão feliz... -falou vindo me abraçar

-Eu não o chamei, somente... prepare algo

-Aigoo, está bem.

Subi e tomei meu banho, não demorou muito e a campainha tocou. Desci e ele já estava subindo

-Oii! Gostei muito da sua casa! -se curvou e subiu correndo. -Esse é seu quarto? Uau, que legal!

-É... -fechei a porta e me sentei na cama

-Você é sempre tão calado assim?

-Sim... Será que poderíamos terminar esse trabalho logo?

- Aish, está bem -se sentou perto de uma mesinha e tirou seu material da mochila- Você tem muitos livros, gosta de ler?

-Sim, nunca tenho o que fazer, então acabei me prendendo à eles

-Eu prefiro mangás...

-Eu tenho uns exemplares, posso te emprestar se quiser

-Sério? Obrigado hyung!

-Eu não sou seu hyung... Vamos começar isso logo

-É sim, está bem. Vamos começar, hyung -disse dando uma ênfase na palavra, o que me fez dar um leve sorriso

Me sentei ao seu lado e começamos a fazer o trabalho. Será que depois de tanto tempo, eu terei um amigo?


Notas Finais


Estamos muito felizes pelo carinho que vocês estão nos dando! Obrigada de coração e até a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...