1. Spirit Fanfics >
  2. Mysterious Guy - Nathaniel Amor Doce >
  3. Primeira Noite Em Seus Braços

História Mysterious Guy - Nathaniel Amor Doce - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Desculpem qualquer erro ortográfico!

Capítulo 3 - Primeira Noite Em Seus Braços


Fanfic / Fanfiction Mysterious Guy - Nathaniel Amor Doce - Capítulo 3 - Primeira Noite Em Seus Braços

(Estou num restaurante almoçando com meus pais depois da minha formatura! Eu recebi o meu diploma hoje de manhã, fiquei um tempo com os meus colegas fazendo as despedidas, mas apenas de nos vermos todos o dias porque dificilmente alguém se afasta quando a conexão é verdadeira. A minha mãe toca levemente na minha mão quando me vê perdida em meus pensamentos.)

Lucia- Querida, eu e o seu pai queremos te oferecer algo. 

Philippe- Sim, como você não precisou de uma carro depois de tirar a carta eu e a sua mãe guardamos o dinheiro que era para isso. E compramos um apartamento para você, já está 80% pago.

Rose- Obrigada! Eu não esperava por isso, muito obrigada! 

(Eu me levantei para dar um beijo no rosto dos meus pais eles me abraçaram.) 

Lucia- Ele está todo em branco para você conseguir deixar ao seu gosto, queremos que você arrume um emprego mas é claro que isso demora algum tempo. 

Rose- Sim… Eu fui a uma entrevista mas dúvido que me aceitem.

Philippe- Você tem tempo Rose, não deixe que um não te rebaixe. 

(Eu acenei com a cabeça para o meu pai, depois chegou a comida. Algum tempo depois quando já estava a terminar o meu prato o meu telefone tocou, pedi licença aos meus pais e foi para a parte de fora do restaurante atendendo a ligação.)

???- Senhorita Rose? 

(Eu reconheci a voz… até bem demais para que eu só tinha visto duas vezes na vida.)

Rose- N-nathanie?

Nathaniel- Sempre inteligente. Sim sou eu e tenho boas notícias.

Rose- Estou ouvindo.

Nathaniel- A Melody te aceitou no emprego, acho que ela ficou encantada por você.

Rose- Fico mais segura sabendo isso e não que foi o porque estive deitada com o chefe.

Nathaniel- Negócios a parte de noites com garotas legais…

Rose- Entendi. Então eu sou uma garota legal?

Nathaniel- Sim, isso é a palavra que eu posso usar quando estou no escritório. 

(Eu ri suavemente.)

Rose- Perverso é pouco para descrever seu comportamento. 

Nathaniel- Está certa. Mas gostaria de continuar essa conversa hoje a noite, se encontraria comigo?

Rose- Depende… onde isso seria?

Nathaniel- Tem um bar legal aqui na cidade, Snake Room, você conhece? 

Rose- Sim, está ótimo lá…

Nathaniel- Te vejo às 10, até mais tarde baby.

(Ele desligou… essa atitude flirt dele me da raiva e me faz derreter ao mesmo tempo. Bem, voltei a mesa e passei o resto da tarde com os meus pais.)

 10 da noite…

(Eu tinha vestido uma roupa mais combinante com o local. Assim que abri a porta do bar vi o Nathaniel no bar, aproximei-me dele sem pressa mas ele reparou antes e se levantou. Veio até mim e segurou a minha mão para beijá-la.)

Rose- Nathaniel…

Nathaniel- É ótimo ver você Rose. 

(Ele me levou até uma mesa no fundo do bar, eu j´estava toda desconcertada mas estava me matando de cabeça fria com o pensamento que ele tinha um anel de noivado no dedo.  Ele me pagou uma bebida e puxou vários assuntos comigo, o clima finalmente acalmou. Quer dizer… até chegarmos a mais algumas doses, sempre dizem que a bebida trás a verdade. Bem quando dou por mim estou acariciando a perna dele com a minha e ele acariciando o meu rosto. Mas não estávamos bêbados, sabíamos muito bem o que estávamos fazendo. Ele me levou até uma rua do lado de fora para “apanhar ar”,...) 

Nathaniel- Eu te desejo Rose…

Rose- Você sabe que eu não quero contribuir para uma traição…

Nathaniel- Porfavor apenas essa noite, e várias outras que eu quero…

Rose- Está tudo rápido demais pense bem.

Nathaniel- Eu não quero ser seu amigo Rose, eu não quero pensar, porque você não sai da minha cabeça desde aquela noite. Vem comigo nem que seja apenas uma última vez.

(O tom da sua voz… eu queria ceder, queria o beijar naquele preciso momento e foi isso que o fiz. O meu beijo foi acompanhado com o seu toque na minha cintura, mordidas leves e um jogo de uma paixão louca. Ele me afastou para olhar em meus olhos.)

Nathaniel- Aceitaria ir ao meu apartamento…?

Rose- Eu,...quero.

(Bem ele me abriu a porta de seu carro e foi para um apartamento próximo, subimos as escadas rapidamente e assim que a porta foi fechada ele voltou aos beijos intensos. Ele se sentou no sofá me deixando por cima, quando eu paro para recuperar  respiração.)

Nathaniel- Linda… até mesmo com o cabelo desarrumado.

(Ele deu um riso doce passando a mão pelo meu cabelo num gesto suave.)

Nathaniel- Passa essa noite comigo…

Rose- Está me sugerindo uma noite em seus lençóis? 

Nathaniel- Sim, mas você não é forçada a nada que não queria. 

(Eu pensei por um único segundo e depois acenei com a cabeça confirmando a minha aprovação ao seu pedido. Ele me levantou e eu entrelacei as minhas pernas à volta da sua cintura, ele me levou até ao quarto dando beijos no meu pescoço. Retirei as minhas calças para ficar á vontade, e me aconcheguei a ele. Brincando com os seus fios de cabelo dourados e a sua mão passando nas minhas costas adormeci.)

“Essa foi a primeira noite que dormi nos seus lençóis e foi uma das noites mais incríveis da minha vida.”

Continua…


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...