1. Spirit Fanfics >
  2. Mysterious Guy - Nathaniel Amor Doce >
  3. Destruir Barreiras

História Mysterious Guy - Nathaniel Amor Doce - Capítulo 4


Escrita por:


Notas do Autor


Esse episódio é uma parte dele passado na visão do Nathaniel, ou seja ele é o narrador.
.
Desculpem qualquer erro ortográfico!

Capítulo 4 - Destruir Barreiras


Fanfic / Fanfiction Mysterious Guy - Nathaniel Amor Doce - Capítulo 4 - Destruir Barreiras

Rose- Ei Nath… 

(Ela me acorda com a sua voz angelical, eu dou um beijo na sua testa.)

Nathaniel- Bom dia princesa. Dormiu bem? 

(Ela fica corada, é uma visão muito fofa.)

Rose- Sim! 

Nathaniel- Acorda cedo?

Rose- Nem sempre, mas hoje é o último dia que tenho para tirar tudo do meu quarto de universidade e levar para o apartamento.

Nathaniel- Vai ser difícil deixar você sair…

Rose- Acho que você também deve ter trabalho em plena segunda chefinho. 

(Beijei seus lábios e fomos até á cozinha, deixei ela tirar o que quisesse para comer. Ela não teve dificuldade nem demorou a escolher depois de ver uma caixa de cereais no armário. Ela é uma mistura de um fofo ousado, diferente de todas as garotas que conheci até hoje. Enquanto tomávamos o pequeno almoço conversamos, agora num clima mais tranquilo.) 

Rose- Que idade você tem mesmo?

Nathaniel- Qual idade acha que eu tenho?

Rose- Talvez uns… 23?

Nathaniel- Me considerando um bebê em, tenho 26 .

Rose- Em minha defesa, não parece.

Nathaniel- Ainda tem várias coisas que você não sabe sobre mim.

(Ela passado um tempo se arrumou e saiu, eu voltei a sentir o ar pesado o meu apartamento. Saio dos meus pensamentos quando recebo uma mensagem de Priya.)

~Estou aí em trinta minutos, precisamos falar sobre trabalho.~

Nathaniel- Droga… é melhor não demonstrar que esteve aqui mais que uma pessoa.

(Arrumei tudo, não queria que ela soubesse disso… até porque seu pai que me mataria. A Priya não é má pessoa, por isso que me sinto levemente mal enganando ela, nunca consigo saber se ela está de acordo com isso porque se sente por mim ou se é só para não ter problemas.) 

Meia hora depois…

(Ouvi uma chave mexendo na fechadura, já estava sentado no sofá lendo um romance, ela vem até mim e beija o meu cabelo. Eu desligo o livro e deixo ela se senta no meu colo acariciando o meu rosto.) 

Nathaniel- Está bem? 

Priya- Sim… apenas ando cansada nesse últimos dias, 

Nathaniel- Entendo.

(Ela se curva e me beija eu continuo com a dor em meu peito de culpa, eu sei que é errado e não tenho orgulho no que estou fazendo. Ela tirou a minha blusa e vi que ela olhou fixamente para meu abdômen.)

Priya- Isso é… uma marca de batom cor de rosa… tem alguma coisa para me falar Nath?

Nathaniel- Ue, é uma marca sua, não lembra que ontem a tarde esteve comigo? Então, estava cansado ontem então estava com ideia de tomar banho agora. 

Priya- Eu jurava que estava usando um vermelho… mas tudo bem.

(Ela me beijou no mesmo lugar, eu fiz carinho nos seus cabelos… esse sentimento é péssimo, tá eu antes não fazia tudo com o maior sentimento do mundo mas não traia ela.)

Priya- Podia tomar esse banho comigo… nos divertir um pouco. 

(Eu respirei fundo pensando no que estava fazendo.)

Nathaniel- Priya… tem uma coisa que quero falar com você já faz um tempo. Está na hora de sinceridade.

Priya- Você está certo.

(Ela se sentou do meu lado saindo de cima de mim.)

Nathaniel- Isso é mais que um casamento arrumado para unir duas pessoas de forte poder para você?

Priya- Eu não sei Nathaniel… eu… eu... pff… mais ou menos…

Nathaniel- Não irei julgá la, mas preciso da sua sinceridade para mostrar a minha. 

Priya- Nathaniel, eu gosto de mulheres,... acho que você sabe, não que eu não me relacione com homens mas eu preferia estar nos braços de uma mulher. 

(Eu acenei com a cabeça mostrando a minha compreensão, ela tem razão, eu sabia disso. Antes de começamos com esse absurdo namoro eu a vi uma vez se “divertindo” com uma mulher no seu escritório e via se muito bem que não parecia ser a sua primeira vez.)

Nathaniel- Não vou criticá la… bem, a minha verdade é que… lembra da noite em que brigamos? Então eu fiquei com uma garota e voltei a encontrá la no escritório e eu dormi com ela essa noite. 

(Alguma lágrimas escorreram pelos seus olhos, eu abracei ela.)

Priya- É a garota de cabelo rosa não é…?

Nathaniel- Sim, me desculpa--

Priya- O que você fez não tem perdão, mas o que eu fiz também não tem. Temos duas opções agora, ou confessar tudo e o nosso término ou continuarmos fazendo teatrinho.

Nathaniel- Vamos jogar as cartas na mesa...?

Priya- Vamos, só não fala que sou homossexual por favor, não para eles.

Nathaniel- Não vamos tocar nesse assunto, acho que você prefere falar com eles quando estiver mais calma.

Priya- Obrigada Nath, eu mesma vou falar isso da minha parte. Deixa a conversa de negócios para amanhã eu quero me encontrar com alguém o mais rápido possível.

(Eu a abracei e beijei a sua testa como um jeito de simpatia. Ela me deu o sorriso mais bonito que me deu em todos esses tempos e foi embora… fiquei feliz em ver ela assim sinto que ela voltou a ser a Priya de antes quando falou a verdade.)

Nathaniel- Rose… eu preciso falar com ela!

40 minutos depois…

 **Voltando para a visão da Rose**

(Estou quase acabando de arrumar tudo, quando estou prestes a fechar a porta do meu dormitório ela última vez vejo o Nathaniel correndo até mim. Quando ele me encontra ele se ajoelha e abraça a minha cintura.)  

Rose- Você está bem?

Nathaniel- Acabou tudo Rose!

Rose- Como assim? Estou muito confusa…

Nathaniel- Eu terminei com a Priya, as coisas estão bem entre nós, e eu precisava vir te ver!

(Eu me abaixo para abraçá lo, faz poucas horas que não o vejo, mas parece que estar nesse relacionamento era mau para ele… e por aquilo que percebi para a sua ex noiva também. Estou feliz por ele, nós não nos podemos considerar amigos… e eu não estou feliz porque agora posso ir para cima dele, mas porque ele tem um brilho nos olhos e um sorriso diferente, mais relaxado, ele tirou um peso grande de suas costas.) 

Nathaniel- Acha que podemos começar de uma maneira mais diferente agora…?

Rose- Eu gosto bastante do jeito que isso começou, não quero mudar nada. 

(Ele me ajudou a levantar e nós nos beijamos mais uma vez, eu ri sem jeito.)

Nathaniel- Na próxima segunda você começa seu trabalho… mas até lá podiamos ter um encontro.

Rose- Sim… parece me bem.

Continua…

 


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...