História Mystic love - Vkook - Capítulo 35


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, EXO, Got7
Personagens Baekhyun, BamBam, Chanyeol, D.O, Jackson, Jennie, J-hope, Jimin, Jin, Jinyoung, Jisoo, Jungkook, Kai, Lisa, Lu Han, Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Rosé, Sehun, Suga, Suho, V, Xiumin, Yugyeom
Tags Blackpink, Bts, Chaelisa, Chanbaek, Exo, Got7, Hunhan, Jensoo, Kaisoo, Markson, Namjin, Vkook, Yaoi, Yoonmin, Yugbam
Visualizações 85
Palavras 1.877
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, FemmeSlash, Festa, Ficção Adolescente, Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Slash, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Demorei um pouco culpa do carnaval, eu juro ausjsksksks 😅
Enfim, tamo aí com mais um capítulo. Espero que gostem ❤
(Ignorem qualquer erro)

Capítulo 35 - Stranger things


Fanfic / Fanfiction Mystic love - Vkook - Capítulo 35 - Stranger things

Manhã do dia seguinte...

"Alguns disseram que foi um acidente, outros disseram que foi suicídio... Ele era o seu primo, você sabe de alguma coisa?" - Eu estava estático olhando pro quadro pendurado na parede daquele local. Todos estavam de preto e eu não tinha coragem de olhar pro caixão. De repente alguém me cutucou e me forçou a olhar pro caixão. Eu olhei pro Luhan coberto de flores e com uma corda no pescoço. Eu não aguentaria aquilo. Comecei a chorar e a gritar enquanto todos riam.

- Taehyung acorda! - Abri os meus olhos e senti o meu corpo todo tremer. Minha respiração estava acelerada. - Tudo bem? Você estava inquieto na cama... parece que teve um pesadelo. - Luhan me observava preocupado.

- Eu tô... tô bem. - Não me contive e abracei ele. - Você sabe que pode contar comigo, né? Que pode conversar comigo sobre tudo... - Fechei os olhos tentando esquecer daquele pesadelo e abracei ele mais forte.

- Claro... - Senti uma insegurança no tom de voz dele. Talvez seja apenas paranóia minha. Alguns minutos se passaram e eu percebi que eu estava exagerando, e que aquilo foi só um pesadelo.

- Me desculpa, eu sou meio paranóico... - Me soltei dele. - Mas você tá bem, né?

- Não, mas vou ficar. - Ele deu um sorriso meio forçado.

- Vai sim. - Sorri e acenei com a cabeça confirmando. - E esse seu braço? Que dia vai tirar a faixa? 

- Provavelmente amanhã.

- A tarde? - Peguei o meu celular pra ver quantas horas eram.

- Não, de manhã. - Eram 10:35 da manhã, provavelmente o Jungkook ainda estava dormindo.

- Mas amanhã tem prova. - Ele suspirou e olhou para o seu braço.

- Minha tia já conversou lá... vou fazer segunda chamada.

- Ah sim. - Eu já estava ficando sem assunto.

- Oi amores. - Jin entrou pela porta do meu quarto. - Vim ver como os meus queridinhos estão.

- Isso se chama invasão de propriedade privada, sabia?

- Me poupe. - Ele se sentou na cama do Luhan. - Não é invasão se a sua mãe abriu a porta pra mim e pro Namjoon.

- Namjoon tá aí? - Perguntei já imaginando que ele tinha planejado algo pra gente fazer.

- Sim, baby... E ele vai levar a gente pra fazer comprinhas no shopping. - Ele deu uma pausa olhando pro Luhan. - E você também vai, neném, tá muito na sua esses dias. - Luhan suspirou e revirou os olhos.

- E por quê não me avisou antes? - Eu gosto das pessoas que falam "Bora?" E eu falo "Bora.", mas eu não estava no clima de sair pra fazer compras.

- Porque ele é impulsivo e acha que tudo tem que ser na hora que ele quer. - Namjoon disse entrando em meu quarto.

- Isso é verdade. - Jin respondeu.

- Bem, eu tava pensando em sair com o Jungkook. - Inventei isso na hora é claro, mas eu estava pensando em chamar ele mesmo.

- Ele vai com a gente, querido.

- Sério? Jungkook fazendo compras? - Fico surpreso com a forma que o Jin planeja tudo e eu sou o último a saber.

- Uhum. - Ele se levantou e foi em direção à porta. - Se arruma logo porque agorinha vamos. - Ele mandou um beijo no ar e bateu a porta.

- Acho que eu não vou... Não tô muito a fim. - Luhan disse quase me implorando com o olhar pra eu não insistir... Mas eu não deixaria ele aqui sozinho, ainda mais agora.

- Você vai sim. - Me levantei pra pegar a toalha pra tomar banho. - Não aceito não como resposta.

- Af. - Ele se levantou pegando a toalha dele também. - Vou tomar banho no banheiro dos meus tios porque você demora um século nesse banheiro. - Revirei os olhos e fui tomar o meu banho.

.

.

Eu estava no shopping com o Jin, Suga, Luhan e Jimin no maior tédio esperando a donzela escolher duas calças que ele disse que iria comprar.

- O que acha dessa calça? - Ele me mostrou uma calça jeans azul claro com alguns rasgados.

- Essa já deve ser a milésima vez em que eu escuto essa pergunta. 

- Preciso comprar roupas maravilhosas, você não tá entendo, migo. - Ele pegou a outra calça que ele já tinha escolhido. - Eu quero arrsar na Cal... 

- No casamento da sua prima, né?! - Jimin o interrompeu.

- Casamento? Você não me contou isso.

- É... pois é, esqueci de te contar. - Ele partiu pra seção de camisas e continuou a falar. - Minha prima vai se casar, mas vai ser algo simples, sabe... vão poucas pessoas, mas você sabe como eu sou chato até pra ir na esquina, né?!

- Ah se sei. - Jin nunca deixou de me contar as coisas, tipo, sempre que tinha algo muito legal pra fazer, principalmente quando envolvia "fazer comprinhas", ele falava disso a semana toda.

- Oi... Jungkook? - Suga atendeu o celular, e parecia estar falando com o Kookie.

- Aconteceu algo? - Perguntei.

- Ah... Não, ele só precisa da ajuda do Jin.

- Ajuda do Jin? - Eu realmente não estava entendendo porra nenhuma. - Pra quê?

- É... - Suga olhou pro Jin. - Vai lá logo, ele tá na porta do shopping.

- Eu vou contigo.

- Ah, não precisa migo.

- Mas é o meu namorado.

- Você não confia em mim, caralho?? - Encarei Jin com várias interrogações na cabeça.

- Confio.

- Então sossega o cu. - Ele me entregou as calças, uma camiseta e o cartão de crédito. - Além do mais, o Namjoon tá lá, e o Jungkook nem é tão gostoso assim, baby. - Revirei os olhos.

- Tá, vai logo. - Ele me deu um beijo na bochecha.

- Não esquece de pagar essas belezinhas pra mim. - Ele saiu andando sorridente e meio apressado juntamente com o Suga. Eu achei aquilo tudo meio "sei lá", mas fui pagar as roupas do Jin.

.

.

(P.O.V. Jungkook)

- Você não sabe escolher um anel??? Meu Deus do céu. - Pedi a ajuda do Jin pra escolher um anel de compromisso, eu queria fazer uma surpresa pro Taehyung no dia do aniversário dele. Sei que somos novos ainda, mas eu sinto que o Taehyung é tipo "a metade que me faltava", e eu quero ser feliz ao lado dele até o fim dos tempos.

- Te chamei pra me ajudar, porra, então me ajuda.

- Não achei nada interessante aqui. - Ele deu uma pausa observando os anéis. - Vem comigo. - Eu e Namjoon nos entre olhamos e seguimos o Jin. Chegamos em uma loja onde tinham variedades de anéis, relógios, colares, brincos, pulseiras e bolsas caras. Fiquei pasmo com a seção de anéis de casamento, eles eram realmente muito caros.

- Vai trabalhar bastante pra comprar um desses pro Taehyung algum dia. - Namjoon disse dando um tapinha de leve em meu ombro e rindo.

- Realmente. - Sorri... porém de nervoso. Eu queria comprar um anel de compromisso perfeito pro Taehyung, e que não fosse tão caro porque peguei o cartão de crédito dos meus pais, e eles me matariam se eu fodesse o limite do cartão deles.

- Posso ajudar, senhores? - Um homem simpático e com uma vestimenta super formal e refinada nos perguntou sorrindo.

- Sim, queremos ver os anéis de compromisso para casais gays. - Namjoon disse sorridente. Comecei a tossir e quase engasguei com o termo "casais gays". Eu não sabia que tinha anel específico pra isso.

- Okay... a seção "Pride" é logo ali. - Ele disse apontando para o local. - São anéis, colares, e uma variedade de assessórios para casais do mesmo sexo. - Ele começou a andar em direção à tal seção e nós o seguimos. Fiquei minutos observando os anéis e pedindo a opinião do Jin, aliás, eu nem precisava pedir porque ele sabe de tudo sobre essas coisas, então ele não calava a boca.

.

.

(P.O.V. Taehyung)

40 minutos depois...


- Eles estão demorando, não acham? - Eu, Jimin e Luhan estávamos sentados na praça de alimentação tomando açaí.

- Não... O shopping é grande, e o Jin deve ter achado alguma loja interessante, sei lá, sabe como ele é. - Jimin disse, bocejando em seguida.

- Tá vendo, já te deu até sono. - Eu realmente estava inquieto. - Vou ao banheiro. - Me levantei. - Já volto.

- Eu vou contigo. - Jimin se levantou.

- Não precisa, não sou mais uma criança que precisa de responsáveis me acompanhando, migo. - Sorri ironicamente. - Não vou demorar. - Saí antes que ele falasse mais alguma coisa. Eu sei que a maioria das pessoas falam que as mulheres são muito curiosas... bem, não sou uma mulher, mas sou curioso pra caralho. Andei por alguns minutos e vi Jungkook na porta de uma loja conversando com o Jin.

- Olá. - Cutuquei ele por trás.

- Ah... oi, amor. - Ele disse se virando e tomando um susto.

- Virei fantasma pra se assustar desse jeito? - Ele deu uma risada e passou a mão no pescoço. - Vocês estavam demorando, o que houve? - Os dois me observaram por alguns segundos.

- Namjoon pediu ajuda pra ele comprar uma roupa pro casamento da minha prima, lembra que te falei? Daí Jungkook estava com ele, mas não sabia opinar porque ele é ruim com essas coisas.

- Ah sim... - Eu disse cruzando os braços. - E cadê o Namjoon com as roupas? 

- Opa, tô aqui. - Ele apareceu do nada atrás de mim com 3 sacolas na mão. - Bora então gente? - Todos acenaram confirmando e fomos pra praça de alimentação atrás dos viados pra irmos embora.

.

.

Estávamos no estacionamento do shopping aguardando o Namjoon tirar o carro de lá, enquanto Jimin chamava um Uber pra ele e pro Kookie.

- Dorme lá em casa hoje? - Eu disse abraçando o Jungkook.

- Mas amanhã tem aula.

- Af, você tem roupa lá em casa.

- O problema é o horário das aulas, os meus materiais ficaram em casa. 

- Af... - Cheguei perto do ouvido dele e cochichei. - Quero que me foda com força, amor. - Senti ele suspirar e me abraçar com força.

- Não faz isso comigo... - O coração dele estava acelerado e sua respiração estava meio ofegante.

- Não fiz nada. - Dei uma risada mordendo a sua orelha de leve. - É uma pequena punição por não dormir comigo hoje... Já imagino você se masturbando enquanto pensa em mim.

- Aish... - Ele se soltou de mim e me encarou. - Você não presta. - Ele me deu um beijo intenso e rápido.

- Mas você me ama.

- Exatamente.

- Ei, apaguem esse fogo. - Jin disse me chamando pra entrar no carro.

- Você tem fogo no rabo de sobra e eu não falo nada. - Mandei um beijo no ar imitando o "Jin kiss style". Jin revirou os olhos e sorriu.

- Quando chegar em casa, me liga, quero conversar contigo... sobre a minha mãe, lembra que tive que ajudar ela? 

- Ah sim, eu já tinha me esquecido... - Dei um selinho demorado nele. - Até amanhã. - Eu disse sorrindo.

- Até amanhã. - Ele me deu um beijo na testa e finalmente nos soltamos. Sinceramente, não me vejo sem esse garoto. E mano, não sei porquê, achei os meninos meio estranhos hoje, talvez eu realmente seja muito paranóico, mas enfim, espero que seja somente coisa da minha cabeça.




Notas Finais


Até mais :)


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...