História Mystic School: Parallel Universe - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Mitologia Japonesa
Personagens Personagens Originais
Tags Fantasia, Magia, Musical, Sobrenatural
Visualizações 4
Palavras 670
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Fantasia, Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo
Avisos: Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Notas do Autor


TUDO BOM? MAIS UM CAP NA AREA NEGADA

Capítulo 4 - Para por favor...


Fanfic / Fanfiction Mystic School: Parallel Universe - Capítulo 4 - Para por favor...

Carol on*

Eu acordei com A POHA DO DESPERTADOR APITANDO! Eu dei um tapa naquilo, que ele voo longe, peguei meu celular eram 6:00 PM, eu não estava atrasada pois a faculdade/escola começava as 7:25.

Eu ainda estava com a roupa da viagem, entao fui até o banheiro, tirei minha roupa e fiquei me observando. É TANTO faz, entre no box e tomei banho. 

Terminei o banho e botei meu roupão azul marinho (Adoro), foi até o guarda roupa, peguei uma calça gens Preta com alguns rasgados no joelho (Nova moda do Brasil), peguei um cropeed Branco e um casaco xadrez, peguei meu tenis astar e para completar peguei minha touca preta, me vesti, arrumei meu material, peguei meus fones e celular, e desci.

Fiz um café Preto e comi uma empada, terminei e fui escovar meus dentes, terminei e peguei meu colar que tinha duas pecinhas uma de Dragão e outra de Lobo.

Sai de casa, como não queria chamar a atenção, fui a pé, botei meus fones e escolhi a música "Daddy".

Cheguei na escola, notei alguns olhares principalmente dos homens, eu sou algum pedaço de carne por acaso? Bando de cachorro, ignorei, avistei um banco afastado dos "Cachorros sem dono", e me sentei nele.

Fiquei escutando música até que vi umas das coisas que eu mais ódiava...


Carol off*


Lucy on*

Acordei e levantei(É de agora em diante sozinha...), fui para o banheiro e tomei um banho, terminei e fui escolher uma roupa, peguei algo que eu gostava, um vestido Branco não muito curto com estampas de flores rosas, e uma sapatilha branca, peguei meus brincos que eram de gatinhos, amo esses brincos!

Fui para a cozinha e tomei um suco de laranja com uma fruta qualquer, eu não sabia cozinhar, teria que aprender logo.Fui ao banheiro novamente e escovei meus dentes, peguei minha mochila que eu já tinha arrumado, peguei meu celular, uma das coisas mais impostates e sai de casa.

Estava chegando na escola, estava meio receosa, tinha medo de não fazer amigos, respirei fundo e quando cheguei nas escadas comecei as subir, tinham uns 5 degraus, quando eu cheguei no pátio que dava pra entrada da escola que começou o inferno, várias pessoas olharam para mim de uma vez, e começaram a risadas, eu ia passar reto tentando ignorar, até que estava dando certo, até que uma menina me chama e seus amigos ficam contendo risadinhas, eu ia passar reto mas não deu certo, os meninos que estavam no grupo daquela menina entram na minha frente:

-Aonde pensa que vai? Não ouviu nossa amiga te chamando sua ana-de-Jardim-Um menino auto diz segurando meu braço forte-

-P-pôr favor me deixa em paz, ta me machucando-Eu contia lágrimas-

-A bebezinha vai chorar-Todos do grupinho daquela menina riem-

Eu estava com dor, eles puchavam mejs cabelos até que, aquela moça que me ajudou no avião chega dizendo:

-Solta ela seu babaca de merda!-A moça diz fechando os punhos-

Lucy off*


Carol on*

Até que eu vi o que me dava mais ódio, um grupinho de "populares", estavam fazendo bullying com aquela menina que eu ajudei no avião, eu fiquei com muita raiva, me levantei e fui até eles:

-Solta ela seu babaca de merda!-Digo fechando meus punhos de tanto raiva que eu sentia, a pequena menina estava lacrimejando, o que me deu mais raiva

-E o que a menina bonitinha vai fazer me bater?-Ele começou a me provocar dando tapinhas no próprio rosto, eu perdi a paciência e dei um soco na cara dele e ele caiu sentado no chão-

-ALGUM DE VOCÊS QUER LEVAR TAMBÉM?-Eles estavam assustados e não disseram nada-ÓTIMO!-Pego a menina pela mão, pego suas coisas e as minhas que estavam no outro banco e a levo até o banheiro, abri a torneira da pia e botei delicadamente suas mãos em baixo sa água, ela resmungos um pouco mas não tirou as mãos.

-Lave o rosto-Ela não fez nada-Lave, vai se sentir melhor-Ela lava o rosto e o enchaga com o pano que tinha pendurado ao lado da pia-

-O-Obrigada moça-Ela diz timidamente-

-Carol-Ela me encara- Prazer meu nome é Carol, e o seu?-Pergunto-

-L-Lucy, meu nome é Lucy...-Eu sorrio-


Continua...





Notas Finais


Obrigada por ler!♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...