História Mythic - Runeterra: Da Série Blue Essence - Capítulo 8


Escrita por: e Tio_Ww_xD

Postado
Categorias League Of Legends (LOL)
Personagens Aatrox, Ahri, Akali, Alistar, Amumu, Anivia, Annie, Ashe, Aurelion Sol, Azir, Bardo, Blitzcrank, Braum, Caitlyn, Cho'Gath, Corki, Diana, Dr. Mundo, Ekko, Elise, Evelynn, Ezreal, Fiddlesticks, Fiora, Fizz, Galio, Gangplank, Garen, Gnar, Gragas, Graves, Heimerdinger, Irelia, Ivern, Janna, Jarvan IV, Jax, Jayce, Jhin, O Virtuoso, Jinx, Kalista, Karma, Kassadin, Kayle, Kayn, Kennen, Kindred, Lee Sin, Leona, Lissandra, Lucian, Lulu, Lux, Malphite, Maokai, Master Yi, Miss Fortune, Mordekaiser, Morgana, Nami, Nasus, Nautilus, Nidalee, Nocturne, Nunu, Olaf, Orianna, Pantheon, Personagens Originais, Poppy, Quinn, Rakan, Rammus, Renekton, Rengar, Riven, Rumble, Ryze, Sejuani, Shen, Shyvana, Sivir, Skarner, Sona, Swain, Syndra, Tahm Kench, Taliyah, Taric, Teemo, Thresh, Trundle, Tryndamere, Twisted Fate, Twitch, Udyr, Urgot, Varus, Vayne, Veigar, Vi, Viktor, Volibear, Wukong, Xayah, Xin Zhao, Yasuo, Yorick, Zac, Zed, Ziggs, Zilean, Zyra
Tags Blue, Essence, Mythic, Runeterra
Visualizações 14
Palavras 2.079
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Hentai, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shounen, Sobrenatural, Survival, Violência, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Capitulo de hoje tá incrível! Espero que gostem! '3'

Capítulo 8 - Memories In a Tea Party


Jacob andava a procura de alguém para pedir um lanchinho para sua mais nova companheira de viagem. Ele estava feliz por ela ter engolido aquela história lúdica. Não que a promessa dele fosse mentira, mas o Cavaleiro da Foice Branca nunca ajudaria uma pessoa sem ter segundas intenções friamente calculadas... Haruko era o tipo de garota que em mãos certas, poderia ter um potêncial letal imensamente grande e Jacob sabia disso a um ponto tal de querer usa-la para eliminar Lendon. Jacob sabia que Lendon estava aprontando desde o momento que ele havia o colocado naquele hotel. Mas o mais importante de tudo: Os fragmentos de memória que geraram as convulsões. O Cavaleiro ainda estava assumindo o que agora era seu "papel" nesse teatro ou que pelo menos virou seu "papel" desde aquela convulsão. 

O que poucos sabem a respeito de Jacob é que enquanto estava sendo torturado por Sareena (Dama Carmesim) ele sofreu um grande choque psicológico a um ponto tal em que as suas próprias memórias ficaram embaralhadas. 

Na mente do Cavaleiro, ele tinha uma lembrança que de fato, havia namorado uma garota chamada Lara Vitwin e que de fato, ela havia morrido. Porém, a confusão feita por Sareena começa no momento em que, de acordo as suas supostas memórias, o espírito de Lara manda ele amar Sareena como ele amava a sua "falecida mulher". Outro fato interessante sobre as memórias de Jacob é que ele não lembra absolutamente nada sobre seus pais ou sobre o assassinato deles, tampouco sobre a mandante dos mesmos. 



...


Ou pelo menos não lembrava...


As memórias que apareceram como um turbilhão na mente do jovem, apresentavam uma sala com apenas uma lâmpada e instrumentos de tortura. Ele também se lembrava vagamente de uma sala com produtos de limpeza e um velho senhor. O que atormenta Jacob mais do que a sala de tortura, era saber quem diabos é este Velho Senhor de quem ele tanto se compadece ao lembrar... Realmente eram misterios a se resolver. Já não bastava None e sua origem, agora aparece essa icognita sobre essas lembranças que para ele, parecem turvas e sem sentido.



-Mi lord?



A fala de um dos soldados que estavam de guarda no prédio vazio do Hotel, tira Jacob de seus devaneios e de suas "crises dedutivas":


-Hm? Ah, Ah sim... Bom eu quero um pouco de comida... Vocês poderiam me arranjar e encaminhar ao meu quarto?





O soldado bate continência e se retira imediatamente para fazer a missão que a ele foi incumbida. Enquanto isso, Jacob diz:


-De qualquer forma, isso fica para depois. Por agora, devo focar em Lendon... Ah... Como eu queria estar em um bom combate agora...


































Os Soldados marcham em direção ao centro do destruído QG provisório das tropas de reconhecimento. Lara, Annie, Sylas, Lux, Vayne, Bryan, Ryouga, Marisa e Kayle estavam juntos de alguns soldados rebeldes e se preparavam para o pior. Marisa Reclama:


-Como eu queria estar em um hotel da Califórnia agora...


-Nem tudo que se quer, se consegue garotinha... -Diz Ryouga-


-Precisamos de um plano decente, e rápido! Sylas, alguma ideia? -Diz Lara enquanto prepara algumas chamas-


-O Centelha Final de Luxanna iria queimar a floresta e iniciar um incêndio. Você e a Criança Sombria não podem usar nem metade do seu poder, pois isso iria iniciar um incêndio pior... Só estamos contando agora com Ryouga, Kayle e Vayne...



Kayle então diz:


-Temo que nem eu posso ajudar muito. Minhas lâminas são embuidas do mais puro e santo Fogo Estelar, isso é, o fogo da Justiça. Em outras palavras, meus ataques caem na mesma situação dos poderes de Luxanna, Annie e Lara. 


-Ótimo! Agora só podemos contar com o Ryouga e a Vayne! Não tem como dar errado... -Resmunga Sylas-


-Mas mestre Sylas, e quanto ao senhor? -Indaga um dos soldados-


-Eu vou tentar lutar, mas contra arcos e armaduras de Petricita? Não acho que serei muito efetivo. É como bater 10 quilos de pedra bruta e maçiça contra 10 quilos de ferro. Vai dar na mesma.



O som da marcha dos soldados é cada vez mais alta... 



-Tia Annie... Eles estão chegando! QUE SE DANE ESSA FLORESTA! HOJE TODOS IRÃO PRO CHÁ DO TIBBERS!



Ryouga engole seco e Bryan da umas risadinhas. Vayne então diz:


-E se...



Então todos olham para ela:


-E se...? -Diz Lux-


-E se nós usássemos a Petricita deles CONTRA eles?


-Prossiga Shauna, sua ideia parece interessante... -Diz Lux-


-Ja que precisamos dar ataques certeiros, se nós nos escondessemos nas árvores ou na mata de forma que deixássemos os magos cuidarem dos arqueiros que com certeza vão atrás e deixássemos os meninos distraírem eles na linha de frente...


-...Então poderíamos surpreender o oponente e atacar eles de trás para frente! Excelente pensamento Shauna! -Comemora Bryan-


-Está decidido! Eu, Annie, Marisa, Kayle e Lux vamos pegar aqueles que estão atrás. Vayne, Bryan, Ryouga, Sylas e os Soldados fazem a distração...


-Mas espere Lara, de todos eu sou a única com capacidade de cura... 


-E eu posso oferecer escudo aos rapazes e aos soldados...


-Vocês duas tem razão. Então Eu, Marisa, Bryan e Annie cuidamos dos arqueiros. Tibbers pode nos proteger caso a situação ficar seria. 



-Realmente é um bom plano, devo adimitir. Vamos executa-lo o mais rápido possível... Tem meus parabéns, Lara --Nesse momento, após dizer isso, Sylas levanta sua mão e tenta pegar no ombro de Annie. Seu sorriso discreto denúncia algo estranho, perceptivel apenas aos olhos dos mais "céticos", como os de Kayle. Lara então apenas da de costas, evitando o contato. Sylas então olha aquilo com uma cara de insatisfação e diz:-- De qualquer forma, boa sorte...



-Marisa e Annie vão pelo lado esquerdo, eu e o Bryan vamos pelo direito. Procurem subir nas árvores o mais rápido de conseguirem!




Então após proferir essa ordem, Lara recebe um sinal de aprovação para com Bryan, Marisa e Annie. Então eles seguem seu caminho conforme o plano e Sylas diz:


-Ryouga se posicione ao meu lado direito, deixe uma abertura no meio. Os Soldados fiquem logo atrás de mim e Vayne e Kayle fiquem atrás dos soldados rente a nossa posição. Dessa forma, quando eles chegarem vamos correr o mais rápido que conseguirmos para que o posicionamento de Lara e os outros pegue exatamente o final da Marcha. Mais lembrem-se: Evitem correr rumo ao acampamento! 










Assim é feito. Após todos assumirem suas posições, Lara e Bryan ficam na copa de uma árvore, imóveis, de frente Marisa e Kayle. A marcha dos soldados estava muito alta e perto dos mesmos, Bryan então sussurra:


-Hey Lara, eu quero conversar com você sobre uma coisa...


-Diga logo Bryan! -Diz Lara enquanto sequer piscava o olho, focada nos soldados que haviam de cruzar o trecho em muito pouco tempo-


-Você acha que as pessoas da Terra sentem nossa falta?


-O que? Por que isso agora tão de repente? -Diz Lara, ainda vidrada no horizonte-


-Ryouga me perguntou sobre minha família. Então estive raciocinando e pensando em uma coisa: O que a Terra tem que Runeterra não tem? Será só a Essência Azul? Por que fomos arrancados da nossa vida assim, tão descaradamente? Sabe Lara... Tinha uma coisa que eu queria te perguntar, na verdade, que eu QUERO te perguntar desde quando estávamos naquele Cyber Café, onde tudo começou...




Lara abaixa a cabeça e então diz, enquanto se vira para Bryan:


-Olha, Bryan, eu... --Nesse momento a marcha se torna visivelmente alta, fazendo Lara voltar sua atenção imediatamente ao batalhão extremamente bem equipado-- Silêncio!






Então o batalhão enviado por Lendon cruza o trecho em que Lara e os outros guardavam. De repente uma flecha de Petricita é atirada na direção de Annie e Marisa, chegando a perfurar e se encravar na parte debaixo do galho onde elas se apoiavam. Annie, indignada com a audácia dos "suicidas", já se preparava para gritar sua típica frase de invocação de seu amigo, quando Marisa a segura e tampa sua boca. Lara estava extremamente tensa. Se os Soldados os descobrissem ali, tudo estaria perdido. Então o líder do batalhão diz:



-Continuem Soldados! A ordem do General Lendon foi clara: Atirem em tudo que se mover, não interessa se for apenas uma Rapinante ou uma folha sequer! Atirem primeiro e perguntem depois! Agora adiante! A Base da patrulha de Reconhecimento é logo afrente! Posso ver fumaça daqui!




Lara respira aliviada. Eles só estavam fazendo o que andaram fazendo o caminho inteiro, sem que percebessem eles. Então no meio da marcha, um soldado arqueiro passa conversando com outro, no pé da árvore onde Lara e Bryan estavam:


-Você acha que o Cavaleiro da Foice Branca já chegou?


-Não sei mais pelo visto, Lendon não queria que ele soubesse dessa operação...


-Esses ricos e suas tramóias...




Nesse momento Lara cochicha:


-Jacob...






Annie estava visivelmente irritada com tudo aquilo. Marisa então cochicha no ouvido da criança:


-Annie fique quieta! Já já os Soldados terminam de passar e você pode usar o Tibbers avontade! Mas, calma! Sylas e os outros dependem de distrai-los!



Após alguns segundos, com a Voz abafada, Annie diz:


-Posso agora?


-Não. -Responde Marisa cochichando-


-E agora?


-Não...


-Agora?


-Ah... Não.


-Agora?


-Céus... Como a Lara te aguenta?













Enquanto isso, Sylas percebe o Comandante Noxiano trajando uma armadura de Petricita. Ele olha nos olhos do indivíduo e então diz:


-Little Light! Eles conseguiram! Todos os outros, corram!



Então eles começam a correr. No meio do caminho, Ryouga Resmunga: 


-Pedacinho de Merda! É melhor você sair vivo dessa... Kikyou precisa de você!




Assim que o velho comandante vê que era Sylas e outros rebeldes, ele grita:


-INIMIGOS RECONHECIDOS! AVAAAAAAAAAAANTE!








Marisa e Lara observam na retaguarda os soldados começarem a se apressar. Isso era sinal que eles avistaram Sylas. Quando a última fileira passa, Lara acena para Marisa que solta a boca de Annie que irritada, se vira para Marisa e diz:


-Hm... E... Agora?


-Vai Annie!


-Hm... --Então Annie cruza os braços, faz bico, fecha os olhos e empina o nariz para o lado direito-- Mas agora eu não quero... E também faltou as palavrinhas Mágicas!



-SOLTA LOGO A PORRA DESSA ULT, URSO OU SEJA LA O QUE CARALHOS ISSO SEJA, ANNIE! -Grita Marisa, o que fez alguns soldados olharem para trás-


-É Isso aí! Finalmente... --Então as chamas de Annie são conjuradas em sua mão direita enquanto ela segura o urso com a esquerda-- Finalmente...!



Nesse momento Lara entra em sincronia com Annie, assim repetindo as ações de sua campeã, mas mudando a coloração da chama para suas típicas Chamas Azuis, o que reflete nas chamas de Annie também:


-...Finalmente minha campeã, eles vão para o Chá... -Diz Lara-


-Eita PORRA... SE AFASTA MARISA! -Grita Bryan-


Então alguns soldados, uma faixa de 20 ou 25 percebem a presença dos mesmos... Tarde Demais...





-...Do Tibbers!



-Aí meu deus, lá vem... -Diz Marisa enquanto se segurava na árvore-




Então Annie e Lara dizem em Unissom, enquanto os olhos das duas brilham em um azul celeste:


-VAAAAAAAAAAAAAAAI... --Nesse momento ambas pulam, enquanto Annie joga seu urso no chão, fazendo Lara repetir a mesma ação (embora não estivesse com nada na mão)-- TIIBEEEEEEEEEEEERS!





Um grande estrondo se faz, como se uma pedra enorme tivesse caído no chão. Tal som foi capaz de ser ouvido de Demacia. Os Soldados param a perseguição a Sylas e os outros para averiguar o que acontecia na retaguarda. Sylas por sua vez freia bruscamente e assume uma pôse tranquila enquanto com um sorriso diz ao comandante do batalhão:


-Ah, isso? Não se preocupe com isso. Isso é só o som da sua derrota 



Vayne então sorri:


-É... Pelo som, parece que a criança vai brincar...




Um soldado então chega desesperado para dar as notícias ao comandante que confuso, encarava Sylas:


-SENHOR, SENHOR! TEM UM DEMÔNIO NOS ATACANDO POR TRÁS SENHOR!


-Um demônio...? --O comandante então se vira para Sylas e grita--


-O QUE VOCÊ FEZ, ABJUGADO? QUE TIPO DE DEMÔNIO VOCÊ INVOCOU?


-Eu? Ninguém... Apenas uma criança que quis brincar com seu ursinho de pelúcia... --Sylas então começa a bater suas correntes de Petricita no chão, Lux prepara seu cajado, Ryouga desenbanha Kikyou, Kayle divide sua espada em duas e os Soldados se preparam para a luta-- Apenas relaxe Comandante, e aprecie sua morte... -Diz Sylas enquanto anda vagarosamente em direção do pequeno batalhão-




-Urso de Pelu...? --Então o Comandante liga os pontos. Ele se vira ao soldado mensageiro, que havia dado a notícia do que se ocorria na retaguarda, e diz enquanto os flashes de fagulhas azuis se faziam atrás dele:-- Soldado, você tem filhos e esposa correto?


-S... S... Sim senhor! Mas por que a pergunta?


-Ontem você deu boa noite a eles?


-Não tive a chance, estava trabalhando... Mas por que a pergunta senhor?



O comandante então olha para Sylas e saca sua espada:


-Por que é a Criança Sombria, soldado. Sabe o que isso significa?


-Não...


-Estamos mortos. Todos mortos. 


Notas Finais


Pra quem ficou meio confuso na história do Jacob, recomendo ler Blue Essence especialmente nos capítulos das partes entituladas: The Frenchwoman and the Sadboy e o capítulo Sheep Shelter.

Obrigado por ler :3:


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...