História Na Brotheragem - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias EXO
Personagens Lu Han (Luhan), Oh Se-hun (Sehun)
Tags Exo, Exok, Exom, Gay, Hunhan, Luhan, Sehun, Yaoi
Visualizações 21
Palavras 1.163
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, LGBT, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa leitura, esquilos!! ❤

Capítulo 1 - Só na brotheragem


»OH SEHUN«

Luhan e eu somos melhores amigos desde o jardim de infância.

Sempre mantemos uma relação de cumplicidade onde um não mede esforços pra ajudar o outro, a prova disso foi quando meus pais decidiram me mandar para um colégio interno e eu tive muito medo de ficar sozinho, então o Lu fez de tudo pra convencer seus pais a colocar ele na mesma escola que eu.

Nós nunca escondemos nada um do outro, tanto que ele é o único que sabe sobre minha orientação sexual.

Quando eu finalmente assumi que gostava de garotos, o Luhan foi a única pessoa com quem tive coragem de dividir esse segredo.

-Porque você não voltou ontem?-

Perguntei quando vi meu amigo adentrar o quarto que dividimos.

-É que eu fui passar o fim de semana no sítio da minha avó, e como o ônibus que vem para a cidade só passa uma vez por dia e a gente perdeu a hora então só deu pra vir hoje.

-Tá bom.

-Hunie, você quer que eu pague seu almoço hoje?

Iiiii, quando o Luhan vem com essa de bondoso pro meu lado eu já sei que vem encrenca por ai. -Densimbucha, o que você quer dessa vez?-

-Então...você sabe que eu tenho uma paixão platônica pela Yeri, né?

-Sim, e daí?

-Daí que eu descobri que ela gosta de mim também, e a gente marcou de se encontrar!

-Tá, mas o que isso tem a ver comigo?

-Você esqueceu que eu sou bv? Como que eu vou ficar com ela se eu não sei beijar? Você precisa me ajuda, por favorzinho- meu melhor amigo disse fazendo manha.

-Tá, tudo bem, mas como que eu vou te ajudar com isso... Você quer que eu te ensine a beijar, é isso?

-É o único jeito, e você é a única pessoa que eu confio pra me ajudar com isso, por favor Hunie, na brotheragem.- ele pediu fazendo bico.

-...Tá, mas se não der certo o problema é seu.- Falei com meu coração batendo rapidamente. À um ano atrás eu comecei a sentir algo a mais pelo meu melhor amigo, eu sei que ele é hétero e tudo, mas eu não pude evitar e esse sentimento vem evoluindo. Porém eu nunca tive coragem suficiente para me declarar pra ele...e nem sei se um dia vou ter. Por isso estou com medo do que pode acontecer depois disso.

-Ok, eu vou te beijar e você tenta seguir meu ritmo, tenta fazer os mesmos movimentos tá.

-tá bom, mas vai com calma e tenha paciência comigo, eu estou um pouco nervoso.

Então eu cheguei mais perto dele, segurei sua nuca e o beijei... Nesse momento meu estômago se encheu de borboletas e parecia que tinha uma corrente elétrica percorrendo minha pele. Eu já tinha beijado antes, mas este beijo foi totalmente diferente de todos que já tinha experimentado na minha vida.

»LUHAN«

A sensação dos lábios macios de Sehun encostando nos meus foi algo indescritível. Não sei se era pelo fato de eu nunca ter beijado ninguém antes ou se ele realmente beijava bem, mas eu realmente me senti nas nuvens com aquela sensação.

Eu sei que Sehun é gay e eu nunca tive nenhum tipo de preconceito com isso, mas eu sou hétero e não deveria estar me sentindo assim com meu melhor amigo. Decidi não pensar muito nisso e apenas focar no meu encontro com a Yeri

-E aí, como me saí?-

-Até que não foi nada mal pra um primeiro beijo.

-então quer dizer que eu beijei bem?- Perguntei animado.

-É, podemos dizer que ninguém notaria que á alguns segundos atrás você era bv.

-Ok, eu vou levar isso como um elogio. Mesmo assim, muito obrigado Hunie, valeu mesmo, não sei o que eu faria da minha vida sem você.

Mas eu tenho que ir agora, tem reunião do clube de teatro. Até mais tarde.

Durante o dia eu só conseguia pensar naquele beijo, será que eu era gay por ter beijado um homem? Isso é impossível, visto que eu gosto da Yeri. Mas eu realmente não consegui tirar o Sehun da cabeça.

-Aish, Luhan, para de pensar nisso e foca no seu encontro mais tarde. Isso é tudo coisa da sua cabeça.- Eu dizia pra mim mesmo na tentativa de não surtar com esses sentimentos novos que bombardiavam meus pensamentos.

O sinal tocou anunciando o fim da ultima aula do dia. Fui pro meu quarto me arrumar pro meu encontro, mas quando eu abri a porta me deparei com Sehun e Soo Ahn, conversando no quarto. Eu não deveria me sentir incomodado com isso já que eles são namorados (mesmo que o sehun só esteja com ela pra enganar os pais). Mas eu não pude evitar sentir um desgosto...isso era ciúme? Mesmo assim decidi interromper pigarreando.

- Eerrr...

-Ah, Lu, você tá aí. Vejo você mais tarde, amor.

-Tudo bem. Tchau Luhan.- Ela falou saindo do quarto.

-Tchau Soo Ahn. Cuidado com o inspetor, ele estava no corredor 9.

-Ah, obrigada por avisar.

-Que cara é essa, Lu? Aconteceu alguma coisa?- Meu amigo perguntou e só então eu notei que tinha amarrado a cara.

-Nada, eu só estou meio cansado. Vou me arrumar pro meu encontro.

Fui tomar meu banho e me arrumar pra encontrar a Yeri, mas eu não conseguia parar de pensar naquela cena e no sentimento ruim que se apossou de mim quando eu ví o Sehun com a Soo Ahn. Eu não pudia estar sentindo ciúmes disso, afinal o que eu tenho a ver com isso?

-Aish, Luhan, para de pensar besteira. Você gosta da Yeri, não tem como você estar sentindo ciúme dessas coisas.

Terminei de me arrumar e fui ao encontro com a Yeri. Eu gostava dela já fazia algum tempo, então eu tinha altas expectativas sobre esse encontro.

Depois do jantar eu a levei até seu quarto e agora seria o grande momento do beijo.

-Eu gostei muito de sair com você Luhan, espero que a gente saia novamente.

-Eu também gostei de sair com você, com certeza vamos marcar uma próxima vez.- falei já me aproximando dela, mas quando a beijei não senti as mesmas sensações que o beijo de Sehum me causou.

-Boa noite Yeri. Te vejo depois!- Falei e segui o corredor de volta para o meu quarto.

»OH SEHUM«

As semanas se passaram e o Luhan estava agindo de forma estranha, ele tem se afastado de mim desde aquele dia do beijo. Meus sentimentos por ele tem se intensificado drasticamente e eu não sei o que fazer. Eu tinha uma namorada, a Soo Ahn, mas eu só estava com ela para os meus pais não desconfiarem da minha sexualidade. Eu ainda não estou pronto para assumir pra eles que sou gay.

Enquanto eu viajava em pensamentos ouvi a porta do quarto e olhei naquela direção. Ví Luhan chegando e não pude mais esperar, eu precisava falar com ele pra saber o que estava acontecendo.

-Lu, eu preciso falar com você.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...