História Na Calada da Noite - Capítulo 3


Escrita por: , TaeTae05 e ifvcked

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Ifvcked, Jeongguk!bottom, Jikook, Jimin!top, Markson, Namjin, Repost, Romance, Sadomasoquismo, Taeyoonseok
Visualizações 297
Palavras 1.646
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), FemmeSlash, Lemon, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Taetae05:

Oi gente, como estão?
Vocês perceberam que a fic deu uma parada ultimamente, peço perdão por isso, na vdd, eu e a Evy pedimos perdão para vocês.
Bom...como vocês sabem, a antiga conta da Evy foi desativada e por alguns instantes ela cogitou entregar totalmente a fic nas minhas mãos (não a culpem, por favor, ela só não estava mais conseguindo produzir a história) e eu fiquei com medo pq não sou acostumada a escrever histórias, só betar.

Mas depois de todo esse tumulto, ela conseguiu voltar a escrever de novo, todavia ela teve que fazer mudanças novamente, para se adaptar melhor e fazer a história de um jeito que possa ir para frente.

Espero que entendam os motivos dela e que nos desculpem por mais essa mudança e o afastamento.

Obrigada pelos 229 favs e comentários, isso nos incentiva muito e nos deixa incrivelmente felizes ❤

Boa leitura amorzinhos! ❤❤

Ps: Senti sdds.

~Leiam as notas finais.

Capítulo 3 - Princesa.


Fanfic / Fanfiction Na Calada da Noite - Capítulo 3 - Princesa.

Coréia do Sul, Busan —

A noite não fora uma das melhores para o jovem Jeon, que sequer havia conseguido descansar os olhos. O lugar que lhe permitiram dormir, está empoeirado, fazendo com que sua rinite atacasse, tornando a ação de dormir cada vez mais difícil. Fora que estava tão imerso aos pensamentos; como sua mãe viveria de agora em diante? Se lhe procuraria, se os pouquíssimos amigos que tinha iriam ajudar na possível busca, se ele próprio seria liberto das garras do Park. Céus, eram tantas coisas para pensar.

Mas logo o sol apareceu, trazendo consigo o barulho alto e irritante que toda cidade grande – algumas pequenas também, não devemos generalizar, certo – possui ao amanhecer; barulho de carros, buzinas estridentes, crianças chorosas por não quererem ir a escola, adultos impacientes, alguns desesperados por algum motivo fútil que não valia a pena pensar.

Não demorou muito para a porta um tanto quanto velha do “quarto” ser brutalmente aberta por aquele que mais temia no momento: Park Jimin, que continuava com a mesma expressão séria e fria do dia anterior. O moreno mais velho sorriu sádico, revelando seus dentinhos branquinhos e um pouco tortos na frente, se não fosse trágico, com certeza seria fofo.

— Olha, a princesa está acordada. — Debochou, rindo em seguida. Jeongguk quase que imediatamente se levantou do colchão fino, limpando os resquícios de poeira que tinha em suas vestimentas.— Já que na noite passada a vossa senhoria reclamou sobre o quarto estar sujo, vim te mostrar o lugar que fica os utensílios para limpeza.

Poucos segundos depois os rapazes estavam em outro cômodo, um tanto quanto menor ao quarto, se é que pode-se chamar assim, do Jeon; recheado de produtos químicos de limpeza, vassouras, panos de chão, baldes e até mesmo tralhas que julgou não serem tão úteis naquela gigantesca casa.

— Pegue tudo que você precisar, rápido. — Murmurou o alfa, encostando-se na parede do lugar, suspirando e pegando seu celular de última geração do bolso, mais especificamente um iPhone X plus, dando uma breve olhada nas suas redes sociais, notando que havia ganhado mais alguns seguidores e mensagens de ômegas assanhados, querendo uma chance de tentar algo consigo.

Fora dispensado do seus pensamentos quando o mais novo lhe disse que havia pego tudo que precisava para aquele fatídico dia de faxina. Em poucos minutos estavam de volta ao antigo lugar, e com a entrada preenchida pelos materiais de limpeza.

— Comece seu trabalho. — Fora a última coisa que disse antes de sair, deixando um Jeongguk apreensivo para trás.

~•~

As luvas caras de cor preta impediam que as mãos de Jimin machucassem por causa dos impactos causados pelos fortes socos que o alfa dava no saco rígido de areia que jazia em uma sala, feita exclusivamente para si, afastada de todo o restante da academia luxuosa que frequentava no centro da cidade litorânea.

A iluminação, a pedido do próprio Park, era muito fraca, sendo praticamente iluminada somente pela luz do sol que adentrava pelas frestas das cortinas de cor escura. Mas, ainda sim, era possível visualizar sua expressão nenhum pouco amigável, deixando claro que não estava para conversas. Bem, nenhuma pessoa presente naquele local era corajoso o suficiente para enfrentar um Park irritadiço. Sabiam bem do que ele era capaz de fazer em momentos desses.

— Jiminnie! — Claro, existia uma exceção apenas. — Onde você está? — Novamente a voz irritada de Yoongi, seu irmão mais velho, se fez presente no lugar.

O vampiro não se deu o trabalho de ir até o mesmo já que, mesmo que não pedisse, algum carrapato, como dizia Yoongi, iria avisar seu querido irmão onde estava. Isso realmente aconteceu. Em poucos segundos, o loirinho estava ao seu lado, mas com outra pessoa em seu encalço.

— Jimin, manda ele me deixar em paz? Ele está todo suado e fica encostando em mim o tempo todo! — O menor fez um biquinho chateado. Já havia pedido para que o loiro claramente falso o deixasse em paz, pois sabia ir até onde o seu irmão estava. — Eu não o dei intimidade para tal.

O beta, que julgou pela falta de cheiro, tremeu com o olhar aterrorizante que Jimin dirigiu a si. Para aliviar a tensão, ou pelo menos achava que sim, murmurou um trêmulo: “Senhor Jimin, eu…”, que fora interrompido pela voz grossa e fria do comandante.

— Apenas vá embora! — Ordenou. Sendo obedecido imediatamente.

— Irmão, os meus nenês não estão dando a devida atenção a mim! — Um bico choroso formou-se nos lábios finos do garoto que, apesar de ser mais velho alguns poucos anos, sempre agia como uma verdadeira criança mimada que, querendo ou não, realmente era.

— Você sabe que eles estão trabalhando, Yoonie. — Murmurou baixinho enquanto abraçava o alheio, que não retribuiu o abraço no mesmo momento, mas acabou cedendo. — Eles logo, logo irão acabar e lhe darão a atenção que tanto quer, OK?! Fique calmo. — Sorriu doce, coisa raríssima de se acontecer.

— Tudo bem. Mas, bem que você poderia agradar um pouquinho seu irmãozinho querido, né?! — Pediu com os olhos brilhando em expectativa; sentia falta de ficar com o irmão.

Estava demorando… — Pensou Jimin, bufando.

— Yoongi, eu preciso tomar um banho e voltar a trabalhar. — Suspirou cansado quando viu os olhos marejados do outro. Preciso realmente dizer que eram falsos? Park Yoongi, definitivamente, era um ótimo ator. Hollywood não sabe o que está perdendo! — Tenho assuntos pendentes que precisam ser resolvidos o mais rápido possível.

— Mas você estava aqui, treinando! Então por qual motivo não pode ficar com seu irmãozinho? — Sua voz era trêmula e chorosa. Estou dizendo, Hollywood está perdendo um talentoso jovem coreano. Bem, não era para menos que o mais velho conseguia tudo que queria envolvendo Jimin, Hoseok e Taehyung. — Você não gosta mais do Yoonie, é isto? Tudo bem, era só falar.

— Você não presta, Park Yoongi! — Disse fingindo está indignado, arrancando uma risada fofa e infantil do mais velho. Múltiplas personalidades, segundo Jimin. — Eu tomarei banho assim que chegarmos em casa, depois podemos fazer tudo que o senhor quiser. — O ômega gritou eufórico, logo correndo para a saída do local.

Jimin riu e deslocou-se para um corredor, lugar que estava seu armário, onde guardava coisas de quase nenhum valor, como, por exemplo, a sua blusa, na qual vestiu-se com a mesma. Tirou as luvas guardando-as no móvel de lataria sem graça e um pouco amassada e pegou a bolsa que também guardava lá.

Caminhou lentamente até a porta de vidro, vulgo saída e também a entrada da academia, respondendo sem interesse alguns "Tenha uma boa tarde, senhor Park" que recebia ao longo do percurso.

Ao encontrar Yoongi sentado no banco, distraído com seu celular, colocou a senha do Lexus LS 460 para enfim, destrava-lo. Com um breve "Vamos!", os Park já estavam dentro do carro, com o cinto de segurança, enquanto conversavam sobre vários assuntos aleatórios durante o longo percurso até a casa que moravam.

— Afinal, Yoonie, quem lhe trouxe até aqui? — Perguntou o Park mais novo, cortando o silêncio confortável que pairou sobre eles por alguns breves segundos. — Pelo que eu saiba, você tinha ido fazer compras com o NamJoon.

— Eu vim sozinho. — Falou, sem demonstrar um real interesse no que falava, dando de ombros, olhando fixamente para o celular, pois trocava mensagens nada inocentes com seus amigos coloridos. — Ah, Jimin, não surta ok?!

— Yoongi, você sabe muito bem o perigo que corre se não andar acompanhado de mim, ou do Hoseok, ou do Taehyung ou de um segurança! — Falou sério o bastante para que o azulado parasse de dar atenção ao aparelho eletrônico e lhe olhasse. — É muito perigoso!

— Ao menos que seja na busca, você anda desacompanhado à todo momento, Park Jimin! Sem contar que eu sei me defender porra! — Se exaltou.

— Yoongi, caralho, você tem noção do quão perigoso é andar sozinho quando muitas pessoas nos odeiam, mesmo que saiba usar a porra de uma arma?! — Se controlou bastante para não usar sua voz de alfa com o irmão.

Estava tão difícil lidar com o mesmo ultimamente. Mesmo sendo mais velho, Yoongi não agia como tal. Claro, tinha seus momentos maduros e responsáveis, entretanto, desde a morte de seus pais e que passou a ser mimado demais por todos à sua volta, o homem passou a ser mais rebelde, aventureiro, por assim exaltou.

— Não é porque aconteceu uma vez que irá acontecer outra, Jimin! — Novamente o ômega se exaltou.

— Fica quieto, Yoongi. — Fora a última coisa que disse antes do silêncio reinar outra vez, porém, desta vez não era nada confortável, já que ambos estavam com os hormônios a flor da pele.

Não ache que o que havia dito fora exagerado, pois não foi. Muitos cidadãos de Busan não apoiavam sua política, forma de agir em algumas situações e leis que havia imposto sobre os mesmos, causando rebeliões e, até mesmo, alguns atentados contra a família Park, aliados e amigos próximos à eles.

Ao chegarem em casa barra mansão, Jimin fora direto para o tão desejado banho e Yoongi sentou-se no sofá também grande ainda emburrado, logo se distraindo mais uma vez com seu celular, sequer notando a presença de alguém ali deveras desconhecido, que lhe fitava receoso.

Jeongguk sabia que conhecia aquele garoto de algum lugar. Talvez de revistas e telejornais que sempre via quando estava com tempo sobrando – de vez ou outra. Ok, de vez ou nunca.

— Quem é você e o que está fazendo em minha casa? — Foi tudo rápido demais. Uma hora estava apenas a observá-lo, no outra estava com uma arma não muito pequena e não muito grande, apontada para sua têmpora.

Tinha como piorar? Claro que tinha!


Notas Finais


Oi! Tudo bem?

Sim, eu estou aqui, mesmo estando numa situação muito difícil. Entretanto, eu decidi sim continuar, visto que recebi tantas mensagens de vocês, meus leitores, me dando carinho e apoio. Eu fiquei muito soft, sério.

Enfim, vocês já viram minha nova conta? Não? Olhem lá, @Ifvcked.

Ah, não esqueçam, apesar de estar aqui, eu continuo nesta fase trágica, então não aguardem capítulos tão frequentemente.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...