1. Spirit Fanfics >
  2. Na Calada Da Noite-imagine Lisa >
  3. Provando da mesma fruta - Capítulo único

História Na Calada Da Noite-imagine Lisa - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Feita pra ler a noite na hora de ir dormir, mais antes de dormir fazer uma parada pra ler uma fic 🔥🔥

Capítulo 1 - Provando da mesma fruta - Capítulo único


Fanfic / Fanfiction Na Calada Da Noite-imagine Lisa - Capítulo 1 - Provando da mesma fruta - Capítulo único

Estávamos na minha casa, havia convensido minhas amigas pra dormirem na minha casa pra gente fofoca um pouco.


Estávamos de shortinho uma blusa curta, por causa do calor que fazia não optei por pijama. 


Rosé, jihye, somi, e lisa. Minhas melhores amigas. Eu me sinto estranha de um jeito que não consigo explicar perto da safalisa, esse eo apelido que demos pra lisa por falar tanta safadeza. 


Vou contar um segredo que nunca contei a ninguém. Quando estive a sos com a Lisa uma vez quase que ela me beija. Ela já assumiu pra todos que e lésbica e pra mim e pras meninas tudo bem. Mais depois que se assumiu ela está demostrando um lado dela que eu nem as meninas nunca viu, mais e demostrado muito mais pra mim.



Desde quando ela chegou e fomos pegar suco picoca juntas ela me provoca, apertando minha bunda ou meu seio e depois diz 'amigas fazem isso', mais com uma expressão bem maliciosa.


Sabe o que eu queria? - lisa falou -


Lá vem alguma safadeza da safalisa - somi disse - 


Que nos tocassemos - sorri de lado - 


Que?, Como assim? - rosé disse sem entender - 


Ela está falando de se masturbar, rosé - jihye disse - 


Lisa, dá pra para com as suas safadezas - digo cruzando os braços - 


Tava brincando - diz ainda com sorriso malicioso -


Todas começam a bocejar e começaram a forra os colchões que estavam na sala. Dormir na sala e mais legal por causa da TV.


Olhei no meu celular era duas da manhã e ainda não conseguia dormir, e pensei em me masturbar pra conseguir, mais quando minha mão deslizava pra dentro do meu short uma das meninas se mechia no colchão e desisti.


Pensei naquela tática de concentrar na respiração pra sentir sono, mais não tive paciência, então sai da sala com cautela pra não acordar nenhuma das meninas e fui direto ao meu quarto.


Estava um pouco molhada e com vontade de fazer xixi. Então fui aí banheiro primeiro e quando voltei, quem estava sentada na cama de pernas cruzadas com as mãos para trás apoiadas na cama, com a aquele sorriso de sempre que cresce mais quando estamos sozinhas, isso mesmo lisa.



O que está fazendo aqui ? - digo - 


Vim ver se já se aliviou - descruza as pernas -


O que ? - digo sem entender - 


Ela levantou indo ao meu encontro.


Você estava se mechendo demais na cama, e vi a sua mão adentrando seu short. - disse, pegou no meu ombro e deu alguns passos até fica atrás de mim - 


Co.como você?... - gaguejei de nervoso, ninguém sabia que eu fazia isso nem minhas amigas, sou tímida de mais pra falar de coisas tão íntimas demais - 


Nós duas nos cobrimos com o mesmo lençol. Você nem percebeu que olhei porque ficava de olhos fechados quando tentava se tocar, mais a rosé e a jihye se mechem muito. - senti sua respiração perto da minha orelha - deixa eu fazer isso pra você, vai - disse cochichando -


Fui as pressas pra porta mais ela foi mais rápida e me empressou contra a porta, eu estava de costas.


Uma de suas mãos foi pra minha barriga e descendo pra minha intimidade coberta pelo short. Senti sua respiração no meu pescoço logo seguida senti a ponta do seu nariz, tudo está tão lento e aquilo estava me excitando mais. E depois de alguns segundos seus lábios. 


Ela beijava meu pescoço com vontade e logo em seguida pressionava sua mão contra minha intimidade. Tentei me mecher mais a lisa me pressionou contra ela intensificando o beijo em meu pescoço, e a cada segundo pressionava minha intimidade me fazendo morder o lábio inferior. Minha respiração ficava mais pesada a cada pressionada e seus beijos no meu pescoço. 


Lisa, por.. favor.. - digo com dificuldade - 


Deixa eu fazer você gozar, uhm - diz rente ao meu ouvido - 


Sua mão que estava presionando minha intimidade deslizou pra cima, voltando pra baixo, adentrando meu shortinho. Ela me massagiou me fazendo soltar um gemido fraco e baixo. Consumida pelo prazer que me proporcionava, pendi minha cabeça pra trás.


Geme gostosinho pra mim, gostosa - disse ela -


E me beijou lentamente, queria muito beija-la, mais não assim. Então me virei pra ela e meus braços entrelaçaram seus pescoço e selei nossos lábios em um beijo e depois de alguns segundos o beijo se tornou intenso. Caminhamos nós beijando até a cama a mesma me sentou na cama, enquanto ela tirava sua blusa eu tirei a minha e meu shortinho ficando so de calcinha.


Lisa estava do mesmo jeito que eu. Ela veio engatinhando por cima de mim e voltou a me beijar, deslizando uma mão pra dentro da minha calcinha. 


Também quero fazer isso - digo - 


Está bem - sorri maliciosamente pra mim deitando ao meu lado - 


Subi encima dela e fui de encontro ao seu pescoço o beijando.


Já fez isso antes - disse - 


Parei de beijar o seu pescoçoe a olhei.


Sim, em mim - digo - 


E so me chamar quando quiser se tocar vai ser bem mais gostoso - disse deslizando sua mão por minha bochecha - 


- Me aproximo de sua boca - talvez - volto a beija-la - 


Adentrei sua calcinha fazendo movimentos de vai e vem, sentido sua intimidade toda molhada. 


Delicia, uhn - gemeu -


Ouvir seu gemido e proporciona - lá prazer e muito excitante e satisfatório, vê-la gemer e se contorcer, subir e descer me fazia até gemer junto com ela, isso e muito bom. Adentrei um dedo, movimentando devagar.


Dois, porfavor - diz ofegante - 


Adentrei mais um, a mesma começou rebolar em meus dedos enquanto a estocava. Lisa rebolava mais ainda quando as estocadas se tornavam mais rápidas e ouvi o último gemido chegando a seu limite de prazer. 


Deitei ao lado dela e a mesma subiu encima de mim, tirando minha calcinha, separado minhas pernas. Ela lambeu minha intimidade de baixo pra cima.


Você vai gostar muito disso - disse -


Ela começou lamber e me estocar com um dedo. Aquilo foi muito bom. Segurei em seu cabelo pendendo a cabeça pra trás, mechi o quadril, era muito difícil não mecher, sentir sua boca quente na minha intimidade era tão gostoso, prazeroso de mais. Suas mãos foram deslizando até meus seios os apertando. Precionei sua cabeça mais um pouco querendo mais de seu contato mechendo meu quadril. Recebi estocadas rápidas e sua língua subia descia chupava tão gostoso, que cheguei ao meu limite de prazer ofegante. 


Olhei pra lisa que estava com cabelo todo bagunçado e sorri. Ela veio engatinhando e me deu um selinho. Tomamos um banho e voltamos pra sala, deitei e rapidamente senti o sono vi me consumido.









Notas Finais


Comentem para que me motivem a fazer mais dessas 🙏😘❤️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...