1. Spirit Fanfics >
  2. Na dúvida fica comigo >
  3. Prova de amor e o fim ( último capítulo)

História Na dúvida fica comigo - Capítulo 17


Escrita por:


Capítulo 17 - Prova de amor e o fim ( último capítulo)


No enterro de Thiago, Thamyres olhava para o caixão como se estivesse tendo um pesadelo. As pessoas nunca estão preparadas para a partida de uma pessoa amada, e ela sentia-se culpada pelo suicídio do pobre rapaz apaixonado.

O pior de tudo é que não poderia desabafar para ninguém, pois tinha medo de ser presa ou julgada. Seu marido ao saber do ocorrido, perguntou o que exatamente  tinha acontecido, então ela passou a mesma versão que deu a polícia. Disse que era um louco que invadiu sua casa e tomou o veneno. Claro que tanto a Polícia, quanto seu marido desconfiaram da história, mas não tinha outra explicação além dessa.

Por causa do ocorrido, Thamyres percebeu que o amor existe e que pode levar a loucuras como a que deu fim a vida de Thiago. Ela aprendeu com o triste ocorrido que nem todas as pessoas estão preparadas para receber um não e reconheceu que foi errada em abandonar Thiago, pois ele tinha sido o único que acreditou nela e fazia tudo para vê-la bem.

Se entristeceu por alguns meses e pediu a morte por todas as horas que viveu. Seu marido ao vê-la triste todos os dias, sem ânimo para lhe dar amor, quis saber o que estava acontecendo, e claro, ela não conseguiu esconder. 

- Você realmente quer saber porque estou assim?

- Sim. Precisamos achar uma solução.

- Não há solução. É dor de amor, dor de saudades.

- Dor de amor? Mas o que eu te fiz?

- Preciso confessar, nunca te amei. - declarou Thamyres.

- Como assim, que brincadeira é essa?

- Não é brincadeira. Sinto muito em lhe dizer isso, mas nunca fui apaixonada por você.

Irritado, o homem arrumou sua gravata.

- E por que você mentiu pra mim todo esse tempo?! Ah, nem precisa falar, foi pelo dinheiro não é mesmo?!

- Não sou interesseira!

- Então por quê? Por que me enganou por tanto tempo?

- Me desculpe, mas eu amo aquele homem que tomou o veneno aqui. Ele se matou por minha causa, eu sempre quis ficar com ele, mas pela ambição de ter uma vida melhor sem sofrimentos, o abandonei e  aconteceu...

Antes que pudesse continuar, Thamyres recebeu um forte tapa no rosto.

- Saia da minha casa, vagabunda! Saia, antes que eu chame a polícia e conte tudo!

Assustada com a agressividade do homem, Thamyres foi até o quarto, fazer suas malas. Chorando, ela saiu da mansão, deixando tudo para trás.

Thamyres não tinha para onde ir. Havia perdido muito tempo vivendo como mulher de um homem que nunca amou. Ela sabia que não conseguiria viver sem seus remédios e tratamentos, e essa certeza deixava-a depressiva.

Tomada pela emoção, Thamyres tirou de sua bolsa uma carta que ganhou de Thiago. De cima de uma ponte ela começou a ler:

"Querida, o amor é algo que jamais conseguiria explicar em palavras e mostrar em exemplos. Se o seu amor for igual o que eu sinto, serei o homem mais feliz deste mundo. Espero que um dia saiba que o meu amor é verdadeiro. Sinto dentro de meu coração uma angústia enorme por imaginar não estar sendo amado por vós.

Querida, queria lembrar-te também que sou um homem sensível e preciso que me dê respostas. Não entendo qual foi a causa de seu afastamento, mas lhe peço que volte e me ouça.

E por último saiba que farei qualquer coisa para te ter de volta, ou ao menos provar que te amo".

Thamyres não tinha lido esta carta, por isso se emocionou tanto. Talvez se tivesse com o coração menos frio na época, nada disso teria acontecido. Sem poder mudar a situação, a pobre mulher se auto destruía em lágrimas. Um vento forte surpreendeu a calmaria da noite e levou sua carta para ás águas que passavam debaixo da ponte, inconsciente, Thamyres pulou da ponte, o único problema era que estava a mais de 15 metros do chão.

Ao resgatarem o corpo da moça, um mistério ficou, ninguém sabia explicar o que tinha feito ela pular, se era uma tentativa de suicídio ou alguém a empurrou. Não sabiam também como uma pessoa morta continuava segurando uma carta em sua mão, sendo que as águas poderiam ter deteriorado o papel... ninguém jamais descobriria que o amor havia feito mais uma vítima, talvez não fosse o amor, mas sua overdose. Agora Thamyres encontraria seu grande amor e teria a chance de ser perdoada por ele.

(Em BREVE, ESTÁ HISTÓRIA SERÁ PUBLICADA NA AMAZON, ACESSE O INSTAGRAM DO AUTOR PARA MAIS DETALHES: @escritorstefenmoonwalker)



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...