História Na Época da Sakura - Capítulo 15


Escrita por: ~

Postado
Categorias 4Minute, Bangtan Boys (BTS), Big Bang, CL (Chaelin Lee), Got7, Jay Park
Personagens BamBam, D-Lite (Daesung), Ga Yoon, G-Dragon, Hyun A, Jackson, Jay Park, JB, J-hope, Ji Hyun, Ji Yoon, Jimin, Jin, Jinyoung, Jungkook, Lee Chaelin "CL", Mark, Personagens Originais, Rap Monster, Seungri, So Hyun, Suga, T.O.P, Taeyang, V, Youngjae, Yugyeom
Visualizações 2
Palavras 1.435
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Fluffy, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Yo Minna san!

Capítulo 15 - Um cachorro


Fanfic / Fanfiction Na Época da Sakura - Capítulo 15 - Um cachorro

Sugar era tão criativo! "Porquê você é o meu mundo" -Você que criou essa frase?- lógico que foi ele. -Não,peguei na internet.- Agora eu tô com cara de taxo. E ele não foi sarcástico. Ele tava sendo romântico de mais para ser verdade,foi bom enquanto durou,né? Escuto risinhos vindo de trás dá porta então resolvo olhar. E bem TaeTae,Yang e Jin estavam lá. -Anyo! Vocês estão aí?- pergunto os olhando. -Yumi e Yoongi estão namorando!- fala Yang batendo palminhas. -Vocês ouviram tudo?- pergunto com vergonha. -Claro! Ah não,ela tá com vergonha.- fala Jin me olhando. -Eu acho que o mundo todo deveria saber disso- Fala Tae nos olhando. Na verdade eu queria um relacionamento mais conservado,não queria que o "mundo" inteiro soubesse,mas tudo bem,eu estava muito feliz,eu estou namorando o amor da minha vida. Mas tomara que não seja a queles namoros de novela que as pessoas fazem de tudo para acabar com o casal, porquê é irritante. 

**

A festa tinha acabado,saía da casa gente drogado e bêbado,ainda bem que eu não bebi bebidas alcoólicas. Mas não posso dizer o mesmo sobre G-Dragon e seus amigos,tomara que eles não dirijam,porquê não que aconteça um acidente,começa a nevar,e eu estava sozinha,os garotos e Yang não estavam perto de mim,eu estava sozinha,pelo jeito eu ia fazer  "a quela caminhada".

Vou seguindo o caminho com frio,com a luz da rua sobre mim,e tudo o que eu ouvia era o som do meu sapato batendo sobre a calçada,chegava até a dar medo. Uma vez ou outra passava um carro,e sei lá poderia ser um sequestrador. Ótimo,primeiro dia de namoro e eu estou indo sozinha para casa,aish nem sei para onde os foram,mas como sempre eu estou sozinha é isso que eles sempre fazem com migo,uma hora eles estão outra hora somem e me abandonam,mas de qualquer forma vamos lá... Né? 

Eu já estou cansada,por que será que eu sou sedentária? E agora eu me acho louca por está conversando com a minha cabeça,uma pena que eu não saiba o caminho so hospício.

**

 Depois de um tempo chego em casa,tiro o meu calçado e entro na ponta dos pés,e por sorte não acordo ninguém. E consigo chegar a o meu quarto em segurança. Apenas me jogo na cama e começo a pensar... sobre tudo. Será que eu estou mesmo namorando o Sugar? Será que eu estou em um sonho muito real,ou em um coma? Ouvi dizer que quando estamos em coma criamos um mudo em nossa cabeça,e é como se estivesse-mos sonhando,e quando percebemos que é um sonho nós estamos acordando ou morreno. Bem loco né? Eu só queria saber com quem eu estou falando. Com o tempo adormeço. Eu não sabia a hora mas amanhã eu ia acordar só as duas da tarde.

Se for para parar-mos para pensar o quanto a minha vida mudou quando Sugar e os outros apareceram,eu conheci tanta gente nova,antes era só Yang e eu,agora tem mais um monte de gente e eu sou mais feliz,minha mãe reapareceu,eu ganhei um irmão,e até um pai. Apesar de não aceita-lo eu estou me acostumando com a idéia  de ter uma Pai além de Jay-Oppa. Eu só não queria estar sonhando agora.

**

Acordo ainda com a quele vestido de festa apertado. Vou para o banheiro,tiro o vestido ligo o chuveiro e tomo um bom banho,saio e me visto com uma roupa normal do dia a dia faço as minhas higienes e desço para comer. Mas dessa vez não estava só Jay Oppa,mas sim Minha mãe,Kwan e bem o Hanguk. -o que é isso? Reunião de família?- falo indo a o filtro beber água. -Yumi,hoje você e seus irmãos vão passar um dia com Hanguk.- assim que minha mãe termina a frase cuspo toda a água na pia. -O que?- pergunto,mas era uma pergunta retórica. -que você e...- Aish,ela não sabe diferenciar uma pergunta retórica? -foi uma pergunta retórica.- falo revirando os olhos. -Atá... Mas o que é uma pergunta retórica?- ela não sabe? -Uma pergunta que você não precisa responder porquê já sabe a reposta.- Fala Kwan. -Vamos crianças?- pergunta Hanguk se levantando. ESPERA! crianças? -Cuidado crianças.- fala minha mãe. -Mãe,eu acho que não adianta você me chamar de criança depois de ter perdido minha infância.- falo e saio com o meu "pai". Entramos no carro e Jay vai na frente por ser mais velho. -Para onde vocês querem ir?- pergunta Hanguk,mas eu permaneço calada,como protesto. -que tal a o cinema?- ele pergunta. -pra que? Assistir ursinhos carinhosos?- pergunta Kwan e eu rio. Eu acho que minha mãe não foi a única que perdeu a infância dos seus filhos.

**

"Todos juntos" chegamos a conclusão de que iríamos ao parque ecológico,eu queria saber qual era a graça do parque. Por quê não neva hoje? Talvez assim eu não precisasse ficar aqui com ele. Durante o passeio super intediante que nós demos eu não ví nada demais,só umas árvores super chatas. Eu acho que eu tenho mais o que fazer so que ficar andando e vendo árvores por aí,talvez jogar Yandere Simulator. Tudo menos isso. 

Depois do parque fomos tomar sorvete em um banco,tá mas eu não quis sorvete,aliás é inverno,e aposto que ele ficou sem graça por que ter negado o sorvete. Eu também ficaria. Logo após fomos a o shopping,agora é a hora de gastar o dinheiro desse homen. Vamos ver o que pedir,eu acho que eu preciso de uns vestidos novos e outras coisas.

**

Depois de um dia intediante e chato,voltamos para casa com as nossas compras,sério essa foi a melhor,porquê eu pedi muita coisa,ainda estava de tarde,então recebo uma ligação de Sugar no telefone fixo dá casa,ele queria que eu fosse até a casa dele,então partiu.

Chegando na casa do meu namorado toco a campainha,e espero ele abrir,e ele não tarda a fazer isso,entro na casa. -então,o que foi?- eu estava cansada,mas quando se trata dele eu estou a todo dispor do mundo. -quer fazer alguma coisa?- ele pergunta,eu aposto que não seja nada como jogar banco imobiliário,se é assim o nome do jogo. -Tipo o que?-

-sei lá,que tal irmos passear. Fazer coisas de namorados.- eu nunca tive um namorado,o que namorados fazem? Pelo o que eu ví em filmes,eles enrolam e ficam juntos só no final,quando percebem que se gostam. -Então vamos!- falo animada,para fazer coisas de casal. Saímos dá casa do garoto e vamos ao parque onde nos sentamos em um banco enquantos observamos a luas com o seu reflexo sobre o lago,sim já estava de noite. E começa a nevar -Por que,você não vai comprar alguma coisa paras nós comer?- pergunta Sugar e eu assinto e vou a preocura de alguma coisa. Eu queria Mochi ou um Yakisoba,comidas japonesas sabe? Mas tudo o que eu encontrei foi Iteok,que era o Mochi versão coreana. No caminho de volta uma coisa chama minha atenção... Um cachorro. Ele era tão fofo e bonitinho,e estava abandonado no meio da neve. Ele precisava de um dono,pego ele no colo e seguro os Iteok com a outra mão,mas será que Sugar aceita que eu tenha um cachorro? Se ele não aceitar nosso relacionamento estará em risco. 

-Sugar? Chamo sua atenção entrando em sua frente enquanto ele mexe no celular,e bem ele me olha. -o que é isso?- ele olha para o cãozinho. -Um cachorro.- ele me olha e volta a olhar o cachorrinho -o que você quer com isso?- isso? -Não é isso,é um cachorrinho.- falo brava com ele. -você não quer levar ele com a gente né?- como ele descobriu tão rápido? -Sim?- falo com uma cara fofa. -Não,você não vai ficar com ele.- aish vou sim. -vou sim- faço bico e fecho a cara. -vamos para casa.- ele se levanta e vai andando e eu vou atrás com o cachorro. -e Não trás ele junto.- como ele soube? Mas é o que veremos Sugar. Coloco o cachorro de baixo da blusa e sigo o caminho. Durante o caminho comemos o Iteok que eu comprei. Chegando na porta de casa ele diz:

-eu sei que você trouxe ele.- como ele descobriu? -Sugar! Eu posso ficar com ele? Por favor!- ele me olha. -Tanto faz.- ele fala e vira as costas indo embora. -Espera! Isso é um sim?- ele apenas segue o caminho. Isso parece um sim. -Você vai se chamar Yuki,que em japonês é neve,porquê que eu te achei na neve.- falo com o cachorro abraçando o mesmo. Entro para casa. Passo pela a cozinha,onde pego duas vasilhas uma para água e outra para a comida,subo para o meu quarto com ele,encho uma vasilha de água e a outra com um bolinho que eu achei na cozinha.

Tomo banho me jogo na cama e durmo.


Notas Finais


Bem chegamos a o final de mais um capítulo,o cachorrinho que ela achou é o da capa do capítulo,espero que tenham gostado. E até o próximo Capítulo. ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...