História Na ponta do precipício - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Zac Efron
Tags Zac&emma
Visualizações 2
Palavras 993
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa noite! Este capítulo tem várias citações sobre 50 Tons de Cinza, afinal a história foi INSPIRADA nela. Mas não se preocupem, Zac Efron não é um maníaco por controle igual ao Christian!
Espero que gostem do capítulo e por favor, comentem o que acharam e favoritem para eu saber que estão gostando e continuar postando.
Boa leitura ❤

Capítulo 4 - Sonhos viraram pesadelos


Eu estava semi-nua em uma cama repleta de pétalas de girassóis, porém meus pés e mãos estavam algemadas, me impedindo de me locomover. Me sentia a Anastasia Steele no Quarto Vermelho em 50 Tons e Cinza.

Zac aparece de dentro do banheiro de meu apartamento e estava com um calção cinza, fixo meu olhar em seu ereção e arregalo os olhos ao ver que o moreno carregava um chicote.

- Isso é para o meu prazer e não para o seu. - Dizia Zac enquanto passava o chicote pelo meu corpo, fazendo meus pelos se arrepiarem.

De repente, minha pele lateja com a chicotada que Zac me dá e a dor se espalha para todos os lugares onde ele me chicoteava

Eu gemia baixinho e quando estou prestes à chorar, Zac levanta minha cabeça e diz sorridente:

- Se apaixone por mim e sofrerá assim.

Me sento na cama, assustada, e percebo que estou 100% suada, então decido tomar uma ducha enquanto esfrio minha cabeça.

Ontem, eu deixei ZAC EFRON num beco escuro após, tecnicamente, lhe dar um fora. Será que eu sou apenas uma distração sexual e prazerosa para ele? Não aceito ser isso, quero ser mulher da vida dele, a qual ele levaria aos eventos e me apresentasse como sua esposa.

Saio do banho e verifico meu celular. Enquanto eu dormia tranquilamente, Lucca havia me mandado duas mensagens e Zac me deixado dois recados:

- Oi, são 05:00 da madrugada e eu ainda não consegui acreditar no que lhe disse. Foi sem querer, não pense que uso você como um brinquedo sexual e de prazer. Espero que me perdoe.

- Oi, é o Zac de novo, vou ir para Nova York fazer algumas filmagens para um novo filme e só voltarei em duas semanas. -

Respiro fundo e decido não me abalar com esta notícia, afinal Zac e eu somos apenas dois conhecidos que se beijaram e quase foram para a cama juntos, nada demais.

Vou para o Whatsapp e lá leio as duas mensagens que Lucca, meu melhor amigo, havia me mandado:

Oi Emma, recebi algumas fotos suas da sua vizinha e vi que você estava acompanhada de um galã muito gostoso, segundo a Dona Grenda.

Quem é o sortudo?

Sorrio e penso numa resposta:

Oi Lucca, primeiramente BOM DIA! Segundo, como o senhorito tem o contato da Dona Grenda sendo que você nem sequer conheceu ela?

Minutos depois, Lucca me responde:

Esqueceu que sou um ótimo hacker e investigador? Mas sério, porquê não me contou do seu ficante?

Porquê ele não é nada meu! Nós apenas se beijamos e em seguida ele já queria me levar pra cama. Acredita nisso? Zac Efron só pensa em prazer sexual!

Pela demora de Lucca, ele deve estar escrevendo uma nova edição da Bíblia ou do Dicionário Nacional Brasileiro, por isso dou uma olhada no Facebook enquanto espero sua resposta.

ZAC EFRON? Este é o galã muito delicioso, segundo a Dona Grenda? Olha, eu sempre acreditei no seu potencial para encontrar um rico gatinho para se casar, mas eu nunca pensei que seria um ator como ZAC EFRON! Como é o beijo dele? Bom?

O beijo dele pode ser molhado e muito delicioso, porém não quero ser somente mais uma para ele, quero ser a na qual ele vai se apaixonar e pedir em casamento em frente à Torre Eiffel!

Não banque uma de Anastasia Steele, afinal Zac Efron não é Christian Grey! Com certeza ele pediu desculpa pelo convide de ir para a casa precoce, então dê mais uma chance para o homem. Vou ir trabalhar,meu intervalo acabou. Até!

Até.

Bloqueo a tela do celular e, vestida pelo roupão rosa apeluciada que ganhei de minha irmã, vou para à cozinha atrás de algo para comer.

As únicas coisas que tinham ali eram macarrão de três dias atrás, um pedaço de pizza mais velha do que minha mãe e um pacote de sopa temperada.

- Emma. - Reconheço essa voz e, realmente, fico surpresa em ouvi-la tão cedo depois do que houve. - Podemos conversar? Tenho apenas alguns minutos, minha limusine me espera para me levar ao meu jatinho para irmos à Nova York.

- Sente-se. - Digo me virando e encarando os olhos perdidos de Zac Efron, parado em frente à porta do meu apartamento enquanto carregava duas pizzas. - Pra quê isso?

- Para o seu almoço. - Diz ele colocando-as na mesa da sala de estar e sentando-se no sofá velho e rasgado que ali tinha. - Recebeu meus recados?

- Sim. - Digo enquanto vejo ele tentando disfarçar seu nervosismo e vergonha com a famosa coçada no cabelo.

- Emma. Me desculpe, foi na hora do calor, eu me arrependo de ter dito aquelas palavras para você quando a gente tinha acabado de começar uma... relação mais íntima.- Diz Zac me olhando com olhos tristonhos.

- Zac, eu não quero ser somente mais um brinquedo seu. Quero ser mais do que um brinquedo sexual e que te dê prazer. - Digo me sentando no sofá em frente ao dele.

- Você realmente pensa isso de mim? - Pergunta ele se levantando ao ouvir uma buzina, provavelmente seu motorista está tentando apressa-lo à sair daqui.

- O que mais posso pensar de alguém que me dá um único beijo e já quer me levar para a cama? - Digo em um tom alto, fazendo os olhos de Zac se arregalarem e sua cara se fechar.

- Eu já pedi desculpas! E aliás, eu vim convida-la para ir à Nova York comigo, mas quer saber? Acho que preciso dessas duas semanas para avaliar o que eu sinto por ti. - Diz ele antes de abrir a porta de meu apartamento e se dirigir para fora dele. - Até daqui à duas semanas, Emma.

- Até, Zac. - Digo fechando a porta fortemente e me dirigindo para a janela, onde encontro Zac falando com o mesmo homem que lhe buscou na praia no dia que nós conhecemos.

Saio da janela antes que Zac me visse ali e me sento no sofá, onde estava Zac, e aprecio o gosto magnífico desta pizza de calabresa que ele me trouxe.



Notas Finais


Espero que tenha ficado legal, pois iniciei este capítulo cinco vezes até me satisfazer com ele. Este foi o resultado de 48 minutos de escrita e dedicação.
Boa noite meus amores ❤
- Emily


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...