1. Spirit Fanfics >
  2. Nada Mais Importa >
  3. Capítulo Único

História Nada Mais Importa - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - Capítulo Único


Leo sabia que se isolar não ia ajudar, mas fazia isso a tanto tempo que não conhecia outra forma de lidar com a crescente sensação de vazio dentro dele. Jogou-se no chão de sua cabine entulhada de tralha, com um suspiro.

Isso vinha muito antes de Calipso. Ter uma pessoa amada presa numa ilha é um grande agravante, realmente, mas ainda assim, não se comparava com os anos de dor, rejeição e culpa que seguiram Leo desde a morte de sua mãe.

Esperanza Valdez era uma mulher incrível, e nunca fez o filho se sentir culpado nem rejeitado. Fazia o menino se sentir especial. Mas, quando ela morreu por culpa de Gaia, tudo mudou. Leo tinha oito anos. Ninguém devia passar por isso nessa idade. Nem passar pelo que a família de sua mãe ocasionou ao garoto. Sua tia, Rosa, culpou-o pela morte da irmã, chamando-o de "filho do diabo", o que não foi particularmente agradável para um recém órfão. Os lares adotivos eram piores.

Desde pais que Leo ainda não sabia por qual motivo se inscreviam para a lista de adoção mesmo não sabendo lidar com crianças até irmãos postiços cruéis, Leo sofreu bastante nas mãos das famílias adotivas, até finalmente fugir.

Sua vida começou a melhorar na Escola de Vida Selvagem, quando conheceu Jason e Piper. Ou melhor, quando conheceu Piper. Se suas suspeitas estivessem certas, eles eram amigos mesmo antes da névoa mística da grande rainha bovina alterar as memórias dos dois para encaixar Jason. Mesmo sem lembrar do que acontecera fora da ilusão, ele lembrava do sentimento de aceitação, do início de uma felicidade. E então, eles foram jogados num mudo mitológico insano, ele quase perdeu os amigos, conheceu o pai, fez amizade com um fucking dragão de bronze, quase perdeu os amigos de novo, foi enviado numa missão quase suicida, e quase perdeu os amigos de novo e quase morreu, além de perder o seu dragão.

Mas, assim que essa primeira missão acabou, ele teve que se isolar de todos para construir um navio de guerra gigante. Depois, virou o alvo de hostilidade de metade da tripulação do Argo II por causa do ataque a Nova Roma (o qual não fora culpa dele), além de sentir um estranho desconforto perto de Hazel Levesque, a romana filha de Plutão.

E, de novo, assim que tudo é resolvido, Hazel e ele se entendem, ele explica tudo para Frank (o namorado sino-canadense/romano de Hazel), e eles resgatam o semideus estranho Nico di Angelo, acontece outra desgraça, e Annabeth, a tecnicamente não oficial porém na prática líder da missão que estava numa missão própria a mando da deusa esquizofrênica Atena, e Percy, o salvador do Olimpo, o semideus mais respeitado entre os gregos e mais recente pretor de Roma, caíram no poço sem fundo da eterna danação, tudo por causa de uma maldita estátua de marfim.

Enquanto levava essa estátua e tentavam chegar a tempo em Épiro para resgatar os dois amigos, Leo ainda lidava com toda a carga de ser o único que sabia manusear o navio (além da cabeça de Festus, seu dragão reciclado), já que Annabeth não estava ali, além de ver cada vez mas a derrota iminente e um sentimento de solidão terrível expandindo-se dentro de si. Quando Quione o jogou em Ogígia, foi quase uma piada.

O sentimento de rejeição automático de Calipso para cima dele, junto com a realidade de que ele ficaria preso ali fora do tempo indefinidamente, foi o suficiente para lembrá-lo de todas as situações terríveis que já passara. Conseguiu se convencer a continuar, aproximou-se de Calipso, apaixonou-se por ela, e teve que partir sozinho. De volta ao navio, não só estava sofrendo por amor, como tentou convencer (bem mais tarde) Hazel. Era a soma de tudo. Mesmo após salvar os amigos, Leo sabia que alguém ia morrer na missão. E sabia que era ele.

Então, é claro que Asclépio sentia muito. O deus da medicina não parecia ser capaz de curar não só sua depressão, como também o fato de que Leo estava fadado a morrer, para conseguir derrotar Gaia.

Ele se levantou do chão da cabine. Precisava terminar de ajustar seu plano; Festus e ele deviam estar prontos.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...