História Namjin (ABO) - Capítulo 4


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Namjin Abo
Visualizações 203
Palavras 864
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ecchi, Romance e Novela, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Yaoi (Gay), Yuri (Lésbica)
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Voltei pra arrasa

Capítulo 4 - Passado de jin hyung


Fanfic / Fanfiction Namjin (ABO) - Capítulo 4 - Passado de jin hyung

~jin on~

Os meninos queriam saber pq eu não confiei nem neles então nós sentamos em círculo pra mim poder contar tudo des de o começo

Jin: - eu devia ter ums 5 ou 6 anos eu tava em casa pq meus pais sairão e não voltavam fazia o dia todo até q minha tia bateu na porta ela tava chorando eu perguntei pq......

~flashback on~

J: titia!

Tia: Oi meu bebê os seus pais tão?

J: - não titia eles saíram e não voltaram até agora onde eles tão?

Tia: - há meu bem a titia também não sabe 

J: - titia eles foram embora e me abandonaram?(já dizia com lágrimas nos olhos)

Tia: - claro q não meu amor vem vamos lá pra casa q a tia vai te falar oq tá acontecendo

A: a tia de jin levou ele pra casa onde havia dois policiais q interrogaram o menino que não sabia de quase nada eles deduziram q se tratava de um sequestro de grupos radicais q diziam q os híbridos eram uma aberração e q deviam ser exterminados eles iniciaram as buscas mas nada foi encontrado

8 ANOS DEPOIS

J: - TIAAA!

A: o menino de 12 anos gritava descendo as escadas correndo

Tia: q foi jinzinho?

J: - eles ligaram tia os meus pais....eles encontraram eles(dizia com um sorriso enorme no rosto e lágrimas de felicidade caiam de seus olhos)

Tia: eles encontraram minha irmãzinha (a senhora chorosa falava abraçando o menino q não estava diferente)

~quebra de tempo~

Tia: - onde está minha irmã do esposo dela 

M: senhora calma já vão trazê-los(dizia o médico tentando acalmar os nervos da mas velha

J: tia eu vou rever meus pais eu nem acredito (dizia com um sorriso de orelha a orelha)

Tia: - depois de tanto tempo

M: - venham comigo eles estão no quarto N°302

A: a senhora é jin seguiram o médico os pais de jin foram encontrados cheios de ferimentos em um lugar afastado da cidade e tiveram q ser levados ao hospital para serem cuidados nesses anos q se passaram tinha melhorado um pouco a sociedade já não tratava os híbridos de forma tão hostil. Eles entraram no quarto onde encontraram o casal de híbridos sentados em uma cama encarando jin e sua tia q acabaram de adentrar o local

J: - omma! Appa!

Jin dizia sorrindo e chorando logo depois saiu correndo abraçar os mas velhos q não retribuiram  e olharam para o menino com olhares confusos

J: - omma?Appa?

Eles olhavam confusos para o menino q não entendia pq seus pais o olhavam daquela maneira 

: - quem é vc?

A mas velha disse fazendo o coração de jin se quebrar em mil pedaços o menino não entendia pq sua mãe pé avia feito tal pergunta

J: - mãe sou eu jin seu filho

:- eu não me lembro de vc

Foi a vez do pai de jin se pronunciar aquilo foi o fin para o menino sua tia mal acreditava no q ouvia como eles podiam estar perguntando aquilo ao menino q antes era a razão do viver deles

M: - posso falar com vcs um instante

Os três foram até uma sala ao lado o médico se sentou atrás de uma mesa e pediu para os dois se sentarem a sua frente

J: - pq meus pais agiram daquele geito?

M: - fizemos alguns exames mas não vimos a nada de anormal entao acreditamos q eles passaram por um trauma q abalou tanto eles q se esqueceram de tudo

Tia: - mas com tudo vc quis dizer q até da gente?

M: - pelo q vimos creio q sim

(Jin já chorava como um bebê )

Tia: - querido....

J: - qu....quando eu finalment...te encontro me...meus pais depois de ta...tanto tempo depo...ois de tudo eles nem sequer sabe...em quem eu sou

O menino falava aos prantos oq quebrava ainda mas o coração de sua tia que o criará des de q tinha 5 aninhos de idade o considerava como filho o amava mas q a si própria não suportava a ideia de vê-lo daquele jeito

Tia: - jinzinho calma vem cá (diz a mas velha abraçando jin com todo o amor q tinha pelo menino um abraço q jin logo retribuiu)

Tia: - oq nos podemos fazer pela minha irmã e pelo marido dela?

M: - bom tem um lugar q cuida desses tipos de casos eles tentam ajudar os pacientes a se lembrar de suas famílias se quiserem posso encaminhalos para lá

Tia: -Obrigada 

~flashback off~

J: - depois disso meus pais foram para lá todos os dias eu e minha tia íamos lá na esperança de q eles se lembracem de algo mas nada eu não suportava mas ver meus pais daquele jeito então vim estudar aqui é uma vez por ano vou pra casa da minha tia e visito meus pais........

Disse as últimas palavras com a cabeça baixa apoiada nos joelhos tentando conter as lágrimas pois avia se lembrado de seus pais naquela situação q para ele era horrível

JM: - jin...(disse o menor abraçando o mas velho)que tal irmos visitar seus pais juntos?hum?

Nam: - se for assim eu vô junto( disse se juntando no abraço)

: - eu também quero ir(disseram o resto dos meninos se juntando no abraço que e agora já era um abraço em grupo)

J: - brigado por terem sempre do meu lado(disse soltando as lágrimas que lutava para controlar)


Notas Finais


Não sei um nome pra tia do jin pq não pensei em nenhum o mesmo com os pais deles SORRY


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...