História Namorada de Aluguel - Camren - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fifth Harmony
Personagens Camila Cabello, Lauren Jauregui
Tags Camila Cabello, Camren, Fifth Harmony, Lauren Jauregui, Romance
Visualizações 1.043
Palavras 934
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem<3 E boa leitura!

Capítulo 8 - Capitulo 7


CAMILA POV.

No dia seguinte assim que cheguei no colégio já comecei a ouvir os burburinhos, afinal você trocar de cor de cabelo da noite pro dia no mínimo iria causar espanto entre as pessoas, todo mundo me olhava quando eu passava, fiquei até com vergonha. Entrei na sala e a mesma coisa, todo mundo olhando e comentando, alguns até elogiando, mas quem eu queria ver não estava na sala, então fui logo me sentar e alguns minutinhos depois Ally e Harry chegam.

- E aí, Mila? Como anda com o novo visu? Hahahah. – Ally.
- Ah ainda estou me acostumando. - Sorri sem graça. - É estranho...
- Estranho? Eu acho que você ficou mó gata! - Eu ri do comentário de Harry.
- É, minha mãe falou a mesma coisa, mas elogio de mãe não vale né?
- E da pessoa que vale, cadê? Já te viu, o que ela falou? – Harry.

Ele perguntou e eu olhei pro lugar onde Lauren sentava e ela continuava sem ter chegado, só Lucy, Luke e Brad estavam ali.


- Não chegou ainda, não a vi. - Respondi.

Enfim, assistimos as duas aulas e, como o professor da próxima aula ainda não tinha chegado aproveitei e fui ao banheiro, Lauren ainda não havia chegado.
Entrei em um dos reservados e logo percebi que alguém havia entrado no banheiro e estavam conversando.


- Já viu a novidade da sua namoradinha?
- Não. O que? - Percebi que era a voz da Lauren e comecei a prestar mais atenção.
- Pintou o cabelo de preto! - Não sabia se era a Lucy ou a Keana, ainda.
- Mentira!
- É sério, pow. - Ouvi elas rindo.
- Cara... mas só paga mico essa garota, Hahahah.
- Pior que ficou maneiro... - Não via suas expressões, mas após o silêncio, Lauren soltou um risinho de deboche.
- Tá me zoando né, Keana?! - Era a Keana então, tinha que ser mesmo.
- Não tô não pow... tudo bem que deve ter sido aquele amigo Gay dela, mas mesmo assim...  - Elas ficaram quietas, até que ouvi a Keana completando. - Laur... já que você está sendo obrigada a aguentar isso, por que você não aproveita?
- Como assim? Aproveita o que? - Percebi um tom de surpresa na sua voz.
- Ah Lauren você me entendeu tá! E ela nem é de se jogar fora, ela é bonita, dá pra pegar. - Elas falando de mim e eu aqui sem poder sair. E surreal... a Keana me elogiando, nunca pensei!
- Você já olhou pra ela, Keana? Já viu aquelas roupas bregas e esquisitas que ela usa? Eu só estou com ela pelo motivo que você sabe, por nada a mais.
- Ah, mas ela parece estar querendo mudar... e aposto que é por você né.
- E o que adianta mudar se continua brega com aqueles óculos fundo de garrafa horríveis?

As duas riam e debochavam de mim. Me senti a pior pessoa do mundo ali. Eu esperando pra saber a opinião dela e é assim que ela fala de mim? Mas me segurei, não ia chorar com elas ali. Juntei toda a raiva que estava sentindo delas por debocharem de mim, me recompus e abri a porta do reservado com tudo.

As duas que estavam de frente pro espelho ao ouvirem o barulho da porta se espantaram, provavelmente deviam estar achando que estavam sozinhas no banheiro. Me encaminhei na direção delas fingindo que me olhava no espelho, não troquei uma palavra com elas, apenas mantive o olhar fixo no de Lauren que se mantinha impassível, sem expressão nenhuma ao meu lado enquanto a outra lá tentava prender o riso olhando pro lado. Depois que me "arrumei" me virei pra elas o mais cínica possível e disse.

- Se você quiser te dou o nome do meu cabelereiro, Keana... já que você gostou. - Sorri pra ela e saí do banheiro sem nem olhar na cara de Lauren.

*Ainda no banheiro...

- Hahahah ela estava aí cara? E a gente falando tudo isso. – Keana.
- Tô nem aí pra ela, Ka... afinal não menti! – Lauren.
- Hahahah... – Keana negava com a cabeça. - Você realmente, não presta, Lauren! - Laur só riu dela - Mas sério... eu tenho pena dela, coitada... você é muito cruel com ela. – Lauren a olhou erguendo a sobrancelha meio que sem entender.
- Tá com pena, Keana? Fica pra você ué... - Falou e se dirigiu a porta.
- Não é a mim que ela quer, queridinha... e não é bem essa parte do casal que me interessa, se é que você me entende. - Não deixou Lauren sair do banheiro, apoiou a mão na porta imprensando o corpo da Morena contra o seu.

Os lábios de Keana foram direto pro seu pescoço mordendo e chupando.

- Estava com saudades de você! - Sussurrando.
- Ah é? – Lauren falava com a voz rouca próxima ao seu ouvido pra provocá-la. Puxou o rosto de Keana e falou com os lábios colados no dela. - Pena que eu não posso. Sou comprometida agora... tchauzinho. - E saiu rindo da cara que deixou Keana lá parada.

Quando Keana saiu do pequeno transe, quase gritou.

- Laurenn, Lauren, volta aqui! Filha da puta!

Ela saiu com muita raiva atrás da morena de olhos verdes que ria dela, antes de chegarem na sala, no corredor ainda, Keana conseguiu alcançá-la, a puxou pelo braço. Agora foi a vez dela sussurrar entre os lábios de Lauren.

- Você me paga, Lauren! - Agora foi ela que saiu deixando Laur lá.


Notas Finais


Gente, Camila não mudou tanto, até porque não tem o que mudar, ela é linda de qualquer jeito. E alguém quer me ajudar a bater na Lauren? Hahahah porque ela está muita filha da puta...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...