1. Spirit Fanfics >
  2. Namorado de Aluguel - Harmione. >
  3. O Almoço.

História Namorado de Aluguel - Harmione. - Capítulo 4


Escrita por:


Capítulo 4 - O Almoço.



Harry e Hermione estavam ao mesmo tempo extasiados com o que estava acontecendo.

Harry nunca estivera com ninguém como Hermione, nunca sentira nada igual por mulher nenhuma. Ela correspondia às carícias dele sem pudor, como se não houvesse amanhã.. e ele estava encantado com aquilo.

Ela por sua vez se deixou levar.. se levar pelo momento, pelos anos de desejo aprisionado, e pela vontade que ela sentia de ficar perto dele.. ela queria mais..

Era quase quatro horas da manhã quando ela e Harry adormeceram um nos braços do outro. Ela tinha uma reunião com Mr. Smith as 08:00 e não podia se atrasar.. ele sabia disto..

Ela acordou, e não queria abrir os olhos, não queria descobrir que tudo que ela vivera aquela noite tivesse sido um sonho.. mas ela sabia que não era, tinha consicência do seu corpo nú na cama e sentia o perfume de Harry.. como iria encará-lo depois de tudo que tinha acontecido... mas ele também a desejara... não foi uma coisa unilateral... e céus ele era realmente fantástico... não chegaram até o fim, mas se amaram de maneira única...

Ela rolou para o lado da cama esperando encontrar o corpo quente dele e se assustou, o lado de Harry estava vazio e ela sentiu um vazio no peito, abriu os olhos rapidamente e procurou pelo moreno no quarto e apurou os ouvidos para ouvir se havia algum barulho no banheiro... ela se sentiu mal.. mas não por muito tempo... havia um bilhete no travesseiro dizendo:

"""""" Querida, nem ouse se levantar sem meu beijo de bom dia!!!
Estou lá embaixo preparando nosso café!!!
Com Amor
Harry
""""""

Ele era realmente metódico e a conhecia como ninguém, sabia que ela iria se apavorar se não o visse do lado quando acordasse por isso ele deixou o bilhete. Aliás ela tinha uma gaveta cheia com bilhetes de Harry, os colecionava deste a época da faculdade... nunca jogara nenhum fora... se levantou rapidamente e correu para o chuveiro, ele disse que voltaria e ela queria estar cheirosa pra recebê-lo.

Saiu do chuveiro enrolada na toalha quando o viu entrando quarto adentro com uma bandeja de café da manhã cheia de coisas gostosas..

Ele colocou a bandeja de lado e se encaminhou para ela sorrindo e disse:

--- Dormiu bem querida?

---- Sim, maravilhosamente bem.. o pouco que dormi... aliás não foi o Sr. que disse que não queria ser o causador de mais uma noite de insônia minha hein Sr. Potter? - disse ela abraçando-o

--- Querida, bendita insônia esta de ontem à noite... não me importaria de tê-la toda noite.. e você, disse ele mordiscando a orelha dela..

--- Nem eu. Harry .. acho que precisamos conversar...

--- Não Mione, não precisamos, tudo que havia de ser dito foi dito ontem sem palavras, portanto não pertube esta cabecinha procurando explicações para o que não tem explicação...

--- Mas.. como ficamos? Eu me sinto confusa...

---- Ficamos assim.. eu e você juntos como sempre, só com um detalhe a mais, agora a gente partilha a mesma cama pois, já faço parte de sua vida há um bom tempo... disse ele beijando a testa dela..

---- Detalhe? Um detalhe que faz toda a diferença... amigos.. amigos não dormem juntos... não como ficamos ontem à noite..

--- Não sou mais seu amigo.. lembra? Sou seu namorado.. ou já me exonerou do cargo?

--- Não... mas este namoro é pra calar a boca daquelas jararacas do escritório..

--- Ah é Mione? Só isso? Não posso assumir o posto em definitivo? Que eu saiba o lugar está vago.. e meu coração já não está mais vazio...

--- O que você quer dizer? Não estou entendendo - disse Mione com cautela... ela havia entendido mas não estava acreditando...

---- Não sabia que você ficava lerdinha sem café da manhã... - disse ele sorrindo e se desvencilhando dela e pegando a bandeja de café e colocando na cama..

Se voltou pra ela, a pegou no colo e disse:

--- Quero o posto definitivo de namorado seu.. deu pra entender ou quer mais um bilhetinho? disse ele provocando-a com a barba por fazer, esfregando no pescoço dela..

Ela se arrepiou e disse:

--- Tem certeza Harry, não quero que se precipite somente porque passamos a noite juntos..

--- Acho que você esta precisando comer... Hermione tudo que eu faço é muito bem feito, sem arrependimentos ou precipitações... portanto.. aceita ser minha namorada?

Ela puxou-o pelo pescoço e o beijou dizendo:

--- Claro que aceito... mas você não está comprometido com ninguém?

--- Não, minha vida amorosa até semana passada estava calma ... agora agitou-se de vez...

Os olhos dela brilharam e ele colocou uma uva na boca dela. A bandeja estava farta, e ele havia colocado um bilhete debaixo de uma xícara dizendo:

""" Vale uma rosa"""

Ela riu pois ele explicou que como não tinha nenhuma para colocar.. achou melhor colocar o bilhete, assim ele ficaria devendo uma rosa pra ela...

Tomaram café juntos... ela se levantou, tirou a bandeja e ele ficou observando ela:

--- Você tem noção de que horas são Harry?

--- Sete e meia da manhã... ainda dá tempo disse ele se levantando...

--- Tempo do que querido?

--- Tempo de te ter mais um pouquinho disse ele, tirando a toalha do corpo dela..

Ela gemeu, ele passeava com a mão por todos os recantos do corpo dela até que ele se levantou e pegou o pote de mel dizendo:

--- Esqueci de comer mel no café da manhã... e eu adoro mel.. então.... dizendo isto ele despejou um fio fino de mel nos seios, no ventre e no sexo de Hermione que se arrepiou com o contato da guloseima e com a ousadia de Harry...

Ele começou literalmente a saboreá-la, cada gosta de mel tirada do corpo significava um gemido de Hermione.. Harry também estava enlouquecendo e deixou o melhor para o final.. Hermione perdera a conta de quantos orgasmos tivera em uma só noite...

Ele estava de calça de pijama ainda e ela rolou pra cima dele tirando a última peça do moreno dizendo:

--- Minha vez..

--- Já te falei querida... Sou todo seu...

E ela repetiu o mesmo ritual dele.. e o saboreou de forma única... depois foram ambos para o banho. Ele foi para o quarto dele se trocar e sairam juntos para o trabalho..

Na garagem eles se despediram com um beijo e com promessas de uma noite fantástica que estava por vir...

Hermione estava saltitante... feliz.. com um brilho novo nos olhos quando chegou na empresa.

Todos notaram..

Ela foi direto falar com Mr. Smith e passou a manhã inteira no escritório dele, e isto deixava as cobras de plantão totalmente desesperadas.

Havia até uma bolsa de apostas, que era coordenada por Collen onde a maioria dos funcionários apostavam que Hermione não levaria ninguém para a festa.. inventaria algo.. como em todos os anos...

Somente Julie e Peter não entraram na aposta. Julie a avisara da aposta... mas Hermione nem deu bola.. nada mais importava.. importava que agora ela e Harry estavam juntos.. por quanto tempo ? Ela não queria pensar.. não iria pensar nisso... não agora.. não hoje...


X//X/X/X/X
A notícia correu pelo prédio todo como um rastilho de pólvora. Collen estava na recepção quando um homem de terno escuro e camisa azul clara.. como seus olhos se aproximaram.. Ela nunca vira algo tão perfeito.. Parecia anúncio de revista....

--- Por favor gostaria de falar com a Srta.Hermione...

---- O Sr. é ?

--- Harry Potter.

--- De que empresa?

---- Sou o namorado dela, vim buscá-la pro almoço. Você poderia me anunciar, por favor?

A recepcionista estava parada, olhando para Harry que levantou uma sobrancelha...

Collen escutara tudo. Ele perguntara por Hermione, e estava com um buquê de flores nas mãos!! Se intitulara namorado dela ... Não podia ser.

Ela avisou todas as cobras do departamento, todos no prédio sabiam que tinha um homem querendo falar com Hermione...

A recepcionista anunciou-o para Julie que ficou radiante e avisou Hermione que o namorado dela estava subindo.. ela estava saindo da sala do Sr. Smith, quase todos os funcionários avisados do evento estavam no corredor, cada qual com sua desculpa.. tirar um xerox, tomar café, visitar o outro departamento.. a movimentação era grande.. Collen subiu o mais rápido que pôde ... ela tentara pegar o mesmo elevador que Harry mas ele havia apertado o botão de fechar a porta quando a viu se encaminhando para o elevador... ele tinha faro para reconhecer gente falsa...

A porta do elevador se abriu e automaticamente todas as cabeças do corredor se viraram para lá.. e a cena que viram era digna de filmes românticos.. um homem lindo, com um buquê pequeno de rosas muito vermelhas na mão.. procurando por alguém.. quando seus olhos a localizaram ele se encaminhou decidido para ela...

Ela estava paralisada.. não conseguia sair do lugar.. Mr. Smith olhou para Harry e sorriu e quebrando o clima de tensão que estava no corredor falou:

--- Harry... Harry Potter, você por aqui?

--- Mr. Smith, é um prazer revê-lo - disse Harry estendendo a mão e cumprimentando o patrão de Hermione com muita intimidade.

--- Há quanto tempo não nos vemos.. se bem que estou precisando de seus serviços novamente..mas que bom ventos te trazem aqui ?

--- Bom ventos nada Mr. Smith.. e sim esta linda mulher aqui do seu lado.. vim buscar Hermione para almoçar... ficamos de jantar hoje mas terei que viajar.. portanto vim me desculpar.. não quero minha namorada brava comigo este final de semana e dizendo isto se encaminhou para ela e beijou sua mão..

As cobras de plantão já haviam se juntado e isso não passou desapercebido por Harry, nem por Mr. Smith

--- Você e Hermione juntos? Que prazer saber disto... esta menina vale ouro...

--- Eu sei - disse ele olhando-a com extremo carinho..

--- Vou deixá-los à vontade.. querida... está tudo certo com a campanha.. não tenha pressa em voltar do almoço..

---- Obrigada Mr. Smith... - ela pegou na mão de Harry e literalmente desfilou com ele pelo corredor...

--- Estas rosas são pra você.. fiquei te devendo uma hoje de manhã se lembra? disse ele galante entregando o buquê.

Ela sorriu e disse:

--- Me lembro sim.. me lembro muito bem... vamos tomar um café?

Ele se encaminharam para a cafeteria, lá estavam agrupadas as cobras de plantão.. ela nem precisou avisar Harry, ele já as identificara!

Elas olhavam para ele incrédulas... como um homem daquele, que se mostrava tão apaixonado poderia namorar aquela garota! pensava Mary

--- Querida, terei que ir hoje para Oxford, mas já estarei de volta amanhã... tenho uma audência pela manhã, mais precisamente as 07:00h e não poderei estar em casa hoje. Mas promento compensar na noite de amanhã, disse ele segurando-a pela cintura e dando um selinho nela...

--- Ah que pena!!! Jura? Hoje era seu dia de fazer o jantar - disse ela sorrindo...

--- Eu sei... compenso isto na sexta... e cochichou no ouvido dela: compenso cama, mesa e banho - combinado?

--- Combinado!!! Agora vamos almoçar... estou faminta...

Sairam de mãos dadas da cafeteria. Hermione passou pela sua sala, apresentou Harry a Julie que ficou encantada com o moreno e feliz por aquela visita.. pediu para Julie arrumar as flores em um vaso e colocar na mesa dela.

Ele percorreu os olhos pela sala dela e viu que suas rosas e seus chocolates estavam meticulosamente arrumados e que seu cartão estava apoiado em um porta retratos.. mas ele não via quem estava no porta retrato...

Ela pegou a bolsa e ele pegou a mao dela, se despediram de Julie e sairam pelo corredor de mãos dadas.. ela passou por Peter e piscou para ele.. ele estava adorando aquilo...Hermione não merecia ser tratada daquela maneira por aquelas mulheres sem caráter...

x/x/x/x/x/x//x/x/x/x/x//x

Já no carro, ele abriu a porta do carro para ela e antes de dar tempo de ela se sentar, ele a beijou com ardor... ela quase desfaleceu.. tamanho era o desejo contido naquele beijo...

Colleen e Mary tinham seguido o casal e estavam atrás de uma pliastra olhando a reação dos dois, e ficaram sem fala com aquele beijo..

Mione tinha percebido que estavam sendo seguidos, e tinha quase certeza que era uma das duas ou as duas....

Mas durante o beijo ela não se lembrou de nada.. só que desejava muito aquele homem.... ele sussurrou ao pé do ouvido dela:

---Você me deixa louco... você acha mesmo que eu iria viajar sem te dar um beijo de despedida?

Ela estava sem fôlego e perguntou:

---- Onde vamos?

Ele entrou no Jaguar prata e saiu vagarosamente da garagem... e viu duas sombras pelo retrovisor... e arqueou a sombrancelha para Hermione.

--- São elas sim.. estas duas... acredita que tá rolando um bolão de apostas para ver se eu vou ou não levar alguém na festa e qual desculpa eu usarei?

Ele ficou furioso e disse:

--- Não gosto nem de ouvir estas coisas.. me deixa louco.. estas mulheres fazendo isto com você... meu sangue ferve...

--- Calma querido.. você não me respondeu... onde vamos?

Ele sorriu e disse:

--- Hotel Savoy.. o melhor filé da Grã Bretanha...

--- Uau!!! Vamos almoçar lá?

--- Melhor querida.. vamos nos hospedar lá... pelo menos por 3 horas...

--- Hospedar? Como assim?

--- Hospedar como Sr. e Sra Potter.. já pedi o almoço, vão entregar no nosso quarto - disse ele olhando para o relógio.. E uma hora destas deve estar ficando pronto.. daí teremos toda privacidade que precisamos para curtirmos juntos estas horas que faltam pra o meu avião sair...

As pernas de Hermione começaram a tremer.. céus ele estava levando aquilo realmente á serio e parecia a querer tanto quanto ela a ele...

Não deu tempo de pensar mais, já estava na porta do hotel.. Harry saiu, deixou o carro na porta para o manobrista e Harry abriu a porta para ela descer..

Entraram no saguão luxuoso do hotel..

Ela estava trêmula ainda, e ele apertou ainda mais sua mão...

Chegou na recepção e disse:

--- Reserva em nome de Sr. e Sra. Potter...e por favor verifique se o almoço que pedi já será servido...

--- Sr. Potter.. aqui.. está tudo pronto.. a cozinha será avisada para levar o almoço dentro de 10 minutos para o Sr. dizendo isto entregou um cartão para Harry.

Eles subiram no elevador juntos.. ele a abraçava e dizia:

--- Não consigo ficar longe de você por muito tempo.. quando fui avisado desta audiência fiquei chateado.. e quero minimizar este tempo que estaremos longe - dizendo isto a beijou com paixão...

As pernas dela amoleceram e ele a abraçou mais forte e ela disse:

--- Eu também não consigo ficar muito tempo de você...


--- Eu sei - disse ele sorrindo

O elevador se abriu.. se dirigiram para o quarto. Era soberbo, não era á toa que aquele era o melhor hotel de Londres.

Chegaram na suíte, e Harry tirou o paletó e o colocou sobre uma cadeira Luis XV que tinha perto da janela.

Ela estava admirando o quarto quando a campanhia tocou...

Ele foi atender e era já o serviço de quarto.

Almoçaram juntos.. e Harry resolveu não comentar o episódio do escritório, não queria que nada estragasse aquele almoço...

Comeram a sobremesa, um petit gateau maravilhoso. Harry a puxou pela mão e a mostrou a vista do quarto que descortinava para o Rio Tamisa.. ela estava extasiada...

Ele começou a acariciá-la na sacada, tirou o casaco dela, e ela se arrepiou e ele a abraçou mas forte dizendo:

-- Vamos entrar querida.. vou esquentar você

Ela o seguiu e ele a guiou para o quarto, a abraçou e a beijava dizendo:

--- Não consegui me concentar hoje no trabalho.. as cenas de ontem vinham na minha cabeça a todo instante e eu só queria estar aqui assim contigo...

--- Eu também.. não consegui me concentrar em nada.. ainda bem que deixei tudo pronto ontem e era só explicar pra o Mr. Smith o que preciso pra campanha.. disse ela afrouxando a gravata dele..

--- Obrigado.. detesto coisas me apertando - disse ele tirando a blusa dela de dentro da saia...

Ela desabotou a calça dele e ele tirou a blusa dela e abriu o zíper da saia, deixando-a escorregar pelo corpo dela... agora ela estava somente de lingerie.. e que lingerie..pensou ele!! Mione o surpreendia sempre

Ele ficou a observando e disse:

--- Você é linda!!! e tocou um dos seios dela com delicadeza

Ela arqueou a cabeça para trás e apoiou as duas mãos nos ombros nus dele... ele a pegou no colo e a levou para a cama.

Acabou de tirar o restante da roupa dela, e suas mãos passeavam torturantes pelo seu corpo, ela gemia baixinho.. ele terminou estava somente de cueca e Hermione insinuou a mão para trás apertando- o contra si. Ela queria senti-lo inteiro.. excitado.. ela queria mais...

Ele gemeu e ela inverteu as posições, passou as pernas uma de cada lado do moreno sem quebrar o beijo nenhum minuto.. ela foi descendo os beijos, e ele estava perdendo o controle, e gemia alto... ela passou a mão no membro dele, ainda por cima da cueca.. e ele suspirou novamente, ela retirou esta última peça de roupa dele e os olhares deles se encontraram e se lia somente uma coisa ... desejo

Ele habilmente inverteu as posições e começou a explorar Hermione com a língua.. era torturante.. ela chamava pelo nome dele.. e ele estava adorando aquilo.. ele chegou no ventre dela e como um prenúncio do que ia acontecer ela suspirou... ele se abaixou mais e começo a explorá-la intimamente.. ele a penetrara como na outra noite.. somente com um dedo.. ela queria mais, ele queira mais e ela agarrou a mão dele e disse:

--- Quero te sentir.. inteiro ..

Ele deitou-se sobre ela, se encaixou nela. e disse:

--- Eu sei querida.. também te quero.. mas não com pressa.. quero você inteira.. agora.. depois, o dia todo, a noite inteira... por isso não faremos amor hoje.. você não é mulher de se deixar sozinha numa cama... e eu também não estou conseguindo me segurar..

O membro dele estava encaixado às portas da virgindade dela.. ela sentia todo desejo dele... ele se segurava para não chegar até o fim... ele a excitava agora com o seu membro, mas não a penetrava.. estava sendo torturante para ambos aquele carinho... já estavam maduros num relacionamento que havia começado há muito tempo mas, que só tinha acontecido há dias atrás..

Sentí-lo todo enrigecido, no meio das pernas dela, foi mais que ela podia imaginar.. jamais imaginou que poderia ter mais prazer do que ele proporcionara na noite anterior.. mas ela estava errada..

Ele sentia o sexo dela pulsar contra o seu membro e precisou de um controle muito grande para não tomá-la como sua ali mesmo.. eles se movimentavam até que ela explodiu em prazer, fazendo-o explodir junto com ela...aquilo fora surreal para ambos..

Ele se deitou de costas e a puxou para si, beijou seus cabelos e disse:

--- Te quero tanto que chega a ser dolorido fisicamente minha linda.

--- Eu também te desejo... muito...

--- Não quero uma transa rápida e sem significados, quero algo especial para que nos lembremos disto até quando estivermos velhinhos ...

Ela rolou pra cima dele e disse:

--- E está pensando exatamente no que ?

-- Na nossa viagem de fim de ano.. ao invés de férias, lua-de-mel...

--- Perfeito.. enquanto isto.. disse ela escorregando a mão para o ventre do moreno. A gente se descobre....


Ele correpondeu imediatamente e voltaram a se concentrar em dar prazer um ao outro...

x/x/x/x/x/x/x/x/x/x/x/x/x/x/x/x/x/x/x/x/x/x/x/x/x/x/x

CENAS DO PRÓXIMO CAPÍTULO

Enquanto isto, Mary e Collen destilavam seu veneno na cafeteria do prédio.

--- Aposto que ela contratou este cara para vir aqui .... disse Collen com raiva

--- Ah Collen não sei não, aquele beijo que vimos lá embaixo parecia ser bem real...

--- Ela deve estar pagando este cara. Ninguém consegue um namorado deste calibre do dia pra noite... ela deve pagar este cara pra transar com ela.. até eu pagaria por um cara daqueles... já vi isto num filme...

Hermione havia ouvido tudo, e estava entrando porta a dentro com os cabelos molhados.. tinha acabado de sair do banho com Harry

Hermione trincou os dentes e respondeu.....



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...