1. Spirit Fanfics >
  2. Namorado de aluguel >
  3. Encontro na sorveteira.

História Namorado de aluguel - Capítulo 12


Escrita por:


Notas do Autor


B
O
A

L
E
I
T
U
R
A
....................

Capítulo 12 - Encontro na sorveteira.


JUNKOOK ON

Não acreditei em tudo que aconteceu hoje, coitado do Tae sendo exposto daquela maneira agora entendi o porquê dele não se dar muito bem com o irmão.

Bom, depois da noite do baile, e depois daquela noite na festa eu realmente me apaixonei pelo o Tae, mais acho que ele não sente o mesmo por mim.

Deixe o Tae em casa depois do que aconteceu ele não disse nenhuma palavra. Deixei ele foi para a minha.

JUNKOOK OFF

TAEHYUNG ON

Meus pais me cumprimentaram quando entrei em casa.

 

— Como foi? — A expressão do meu pai era esperançosa. Eu queria fazer exatamente o que a Sra. Jeon  havia sugerido e contar a eles a verdade. Mas, antes, daria a Hoseok  uma chance de se explicar. Porque não queria magoar meus pais e, acima de tudo, esperava que o trecho que vi fosse a pior parte do filme, que veria na internet algo que não debochava da família toda de uma vez só.

— Foi legal. Podemos conversar sobre isso amanhã? Estou cansado da viagem.

— Claro. – meu pai disse sem me olhar direito. – assenti w fui direto pro meu quarto.

Quando abri a porta a tranquei, me deitei na minha cama e não contive o choro. Como meu irmão pode fazer isso comigo eu não sou tão superficial assim não do jeito que ele mostrava. E assim chorando peguei no sono.

NO OUTRO DIA

Era final de semana então não tinha que ir para a escola, então apenas sai do meu quarto ainda de pijama e fui para a cozinha encontrando meu Appa e minha Omma lá.

— Appa tem algum livro sobre biografia- falei me sentando em uma cadeira na mesa.

— Não tenho não mais pode ter na biblioteca. – antes dele disser qualquer coisa foi correndo para a biblioteca e só depois percebendo que estava de pijama. Dei de ombros e continuei afinal era cedo.

Cheguei à biblioteca e fui para a sessão de biografias peguei um livro até que ouso meu celular toca.

— Alô.

— Por que você está sussurrando?

Fechei o livro, deixei-o sobre a mesa e segui até a porta.

— Estou na biblioteca.

— É daí que esta lendo biografias?

 Abri a porta e saí. A brisa fez meu cabelo voar para trás e eu sentei no banco mais próximo.

— Sim. O que está fazendo?

— Nada. Liguei porque você não respondeu à mensagem.

— Eu respondi sim mais você ligou só pra isso- fiz biquinho.

— Queria saber se você esta bem depois do que ouve ontem?

— sim estou bem só não quero falar sobre isso.

— tá bom então.

—o que você tá fazendo?

— nada demais estava ensaiando umas falas.

— Quer tomar sorvete? Eu ajudo com o ensaio.

— Tudo bem, vamos. Manda o endereço por mensagem.

Só depois de desligar e enviar o endereço, eu percebi que não estava vestido para me encontrar com alguém. Não que fosse um encontro.

CONTINUA...


Notas Finais


Pequeno eu sei
mais vou compensar no próximo capitulo.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...