1. Spirit Fanfics >
  2. Namorado de Aluguel (Jikook) >
  3. Metido a hétero

História Namorado de Aluguel (Jikook) - Capítulo 34


Escrita por: e Anne_EJ


Notas do Autor


Boa leitura

Capítulo 34 - Metido a hétero


Fanfic / Fanfiction Namorado de Aluguel (Jikook) - Capítulo 34 - Metido a hétero

KIM NAMJOON

Seomin olhava eu e seu irmão nos encarando sem entender aquilo. Era o que faltava...

Seo: Você conhece meu irmão, Namjoon?

RM: Infelizmente sim. Eu fui naquilo que ele chama de restaurante e fui muito mal atendido.— falei debochado lembrando que esse cara jogou refri em mim.

Jin: Desculpa, mas meu restaurante não é frequentado por pirralhos babacas.

Seo: O que o Namjoon fez, hyung?— revirei os olhos cruzando os braços, afinal que fui o único que fiquei encharcado de coca cola.

Jin: Não vale a pena falar...— ele me encarou e logo a Seomin. — Amigo seu?

Seo: Nem morta. Estou sendo obrigada a fazer um trabalho com ele, somos só "colegas" de turma.

Jin: Boa sorte pra você, maninha. Vou tomar banho e preparar o jantar.— a mesma assentiu e ele saiu do quarto.

RM: Não sei quem é mais insuportável.— bufei.

Seo: Cala a boca e vamos terminar isso logo.

RM: Só porque eu quero ir embora.

Ficamos mais uns minutos terminando. Cheguei num ponto que qualquer coisa estava de bom tamanho.

Seo: Tô morta!— ela diz se jogando na cama.

RM: Demoramos tanto que anoiteceu...— disse olhando pela janela.

Seo: Anoiteceu?— ela levantou surpresa olhando o celular.— Droga, estou atrasada. A Lee Hi vai me matar.

RM: Eu vou pra casa.— desci as escadas sentindo um cheiro gostoso. Percebi que não tinha comido nada desde cedo.

Jin: Seomin, estou fazendo tteokbokki e bibimbap. São seus...— ele se virou revirando os olhos ao me ver.—... Ah, é você.

RM: Com certeza, eu sou mais bonito que a Seomin. — ele riu soprado.

Jin: Além de idiota é convencido...— ele voltou sua atenção para o fogão.— Terminaram o trabalho?

RM: Sim, eu já estou indo. Só estou esperando um pedido de desculpas seu que ainda não ouvi.

Jin: E nem vai ouvir, garoto. Você é o único que deve desculpas ao Jimin.

RM: O que eu fiz? Só acidentalmente derrubei refrigerante no chão.— falei cínico.

Jin: E eu acidentalmente derrubei refrigerante em você.— fui até o mesmo e o encarei, algo que intimidava todo mundo, mas ele só devolveu o mesmo olhar.

Ficando tão perto dele percebi que o Jin é muito bonito, tem um rosto perfeito e uma boca tão chamativa.

RM: Você merece uma lição, sabia?— falei num tom mais baixo e sexy.

Jin: E quem você acha que é pra vir me dizer isso na minha casa?— ele me empurrou contra o balcão.— Nunca tive medo de caras como você.— o mais velho se aproximou mais de mim.

Sério que eu estou excitado com ele? Depois de anos sem ficar com outro homem. Estou com tesão com o Jin?

Seo: Ei, Jin. Vou dormir na casa da minha namorada.— ela desceu as escadas correndo.

Jin: Mas e o jantar? Eu fiz pra nós dois.

Seo: Desculpa, hyung. Sabe como ela é...

Jin: Tudo bem, eu posso comer sozinho de novo.— ele pareceu triste, ela deu um beijo no rosto dele e saiu apressada.— E você pode ir, né?

RM: Eu sou amigo da sua irmã. Não deveria me tratar melhor?

Jin: Eu não diria que é amigo pelo que vi.

RM: Tudo bem, mas e os bons modos? Para alguém já morou na Itália, deveria ter mais educação.

Jin: Como sabe disso?

RM: Sua querida irmã...

Jin: Ah, Seomin! O que mais ela te falou?

RM: Que você é gay.— ele arregalou os olhos.— Era segredo por acaso?— ri.

Jin: Não, eu deixo minha sexualidade bem amostra. Só não gosto dela dizendo minha vida para alguém como você.

RM: Tem problema eu saber que você gosta de paus?— sorri ladino.— Sabe, eu tenho um que você ia adorar.

Jin: Ah e você não é hétero, machão?

RM: Sou, claro que sou. Só estou dizendo que sou muito bom de cama.

Jin: Duvido. Você parece ser do tipo que goza nos primeiros minutos e tem "um" muito pequeno.

RM: Quer tirar a prova?— puxei sua cintura colando nossos corpos.

Jin: Não.— se afastou e voltou para o fogão. Ele disse não? Pra mim?

RM: Não sou seu tipo ou que?— ele riu.

Jin: Você não é hétero, garoto?

RM: Sim, mas eu sou o tipo de todas as garotas e garotos também.

Jin: Bom, não é o meu.— ele desligou o fogo. — É bem gostoso, mas é um idiota. Além de ser uma criança.

RM: Eu já tenho 19, sou maior de idade, velhote.

Jin: Dezenove com idade mental de doze e velho é sua mãe.

RM: Isso não pode ser sério.

Jin: O que? Isso é demais para o seu ego? Ser rejeitado?

RM: Foda-se, eu também não queria nada com você.

Jin: Hm, pra quem estava dando em cima de mim e me secando não é o que parece.

RM: Nem sei o que eu estou fazendo aqui.— dei as costas, mas o mesmo segurou meu braço.

Jin: Não quer jantar primeiro? Eu fiz comida para o dois e não gosto de desperdiçar.

RM: Não estou com fome.— falei, mas meu estômago começou a roncar.

Jin: Para de ser arrogante.— ele me puxou e me sentou na cadeira.— Gosta de  tteokbokki? 

RM: Gosto. — revirei os olhos.

Jin: Vai provar os melhores da sua vida.— ele sorriu colocando os pratos na mesa.— Seus pais não vão ficar preocupados?

RM: Eu moro sozinho e como eu disse já tenho dezenove. Não sou criança.

Jin: Ok, senhor adulto.

RM: Eu pareço mais velho que você.

Jin: Isso é porque eu tenho um rosto de anjo e você é alto, todo...— ele ficou vermelho.—... musculoso.

RM: Ah, então você prestou atenção.

Jin: Para de flertar comigo e come.

RM: Poderia comer você também...— murmurei.

Jin: O que disse?

RM: Está uma delícia.— ficamos conversando e ele arrancou umas risadas de mim com umas piadas totalmente sem graça. Literalmente eram horríveis.

Tinha que admitir que a comida do Jin é realmente boa.

Jin: Bom, agora me ajude a lavar a louça.— ele se levantou da mesa.

RM: Eu não lavo louça.

Jin: Mas vai lavar, Namjoon ou prefere secar? Porque não vai comer e sair deixando bagunça na minha casa.

RM: Secar...— dei de ombros.

Jin: Bom garoto. Tem que ser obediente.— ele riu e eu revirei os olhos. Quando começamos a lavar a louça, o Jin sendo desastrado acabou se molhando.— Que droga...— o mesmo tira a camisa na minha frente.Engoli em seco. Ele é muito atraente.— Tem certeza que é hétero, Namjoon?

RM: Eu já disse que sou.— desviei meu olhar coçando minha nuca obviamente nervoso.

Jin: Já está tarde, melhor ir...

RM: Você gosta de expulsar as pessoas.— sorri minimamente.

Jin: Namjoon, não...— eu não aguentei e roubei um beijo dele. Pensei que ele ia me bater ou coisa do tipo, mas ele retribuiu. Tinha me esquecido como é bom beijar um homem.— Muito hétero você.

RM: Eu sou bi, mas não conta pra ninguém. Sua irmã fala pelos cotovelos.

Jin: Tudo bem, não vou contar seu segredo...com uma condição. Peça desculpas para o Jimin.

RM: Nem a pau. Não peço desculpas pra ninguém.

Jin: Porque tem que ser tão idiota?— ele deu de ombros.— Pode ir agora. Não vou contar pra ninguém que você é bi.

RM: Mesmo se você contasse ninguém ia acreditar.

Jin: Vai embora logo antes que eu me arrependa de ter jantado com você.— dei de ombros e fui embora. Saí dali com um sentimento ruim.

Eu me arrependi de ter dito aquilo. Quebrei o clima... mas porque eu me importo?


Notas Finais


Até a próxima : )


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...