História Namorando com um Idol? - Imagine MinYoongi - Capítulo 35


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Tags Bts, Minyoongi, Suga, Yoongi
Visualizações 136
Palavras 3.271
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Hentai, Lemon, Luta, Shoujo (Romântico), Suspense, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eeee voltei, e hoje, hoje gente! Vai ter o tão aguardado hotzão!!! Mas... talvez vocês fiquem desapontados por que assim, o hot deve estar uma bosta mas enfim, aproveitem e tomem bastante água por que uhul vou!!

Esse capítulo ficou grandinho!

Boa leitura❤

Capítulo 35 - Capítulo 35


Fanfic / Fanfiction Namorando com um Idol? - Imagine MinYoongi - Capítulo 35 - Capítulo 35

Suga: - Eu também pensei isso, será que ela tem algum parentesco com você? - ninguém sabia responder até que ela acorda

                         @POV S/N [email protected]

     Acordei com alguém falando algo que me chamou a atenção, mas permaneci dd olhos fechados.
     Suga: - Será que ela tem parentesco com você? - abri os olhos e vi que ele estava falando do Shin-Woo - Você esta bem? - concordei e me sentei - Quer alguma coisa? - neguei
     S/N: - Você esta bem Shin-Woo? - ele concordou
    Shin-Woo: - E você como está?
    S/N: - Estou bem também, mas... sobre o que vocês estavam falando sobre eu ter parentesco ou não com o Shin-Woo? - olhei pra eles que estavam quietos e trocavam olhares entre eles - Vamos, desembucha.
     Diretor: - Eh que... - ele parecia pensar nas palavras que iria dizer - Você e o Shin-Woo, tem o mesmo poder digamos assim, mas não sabemos se vocês são parentes ou não.
     S/N: - Ah, então quer dizer que você também passa pelo que eu passo?
     Shin-Woo: - Eu havia parado faz um bom tempo, mas quando você apareceu, parece que tudo voltou, você sabe como controla-lo? - neguei - Hmmm... isso é um problema.
      S/N: - Mas você controla o seu né? - assentiu - Entoa me ensina, assim eu não machuco pessoas que eu gosto.
      Shin-Woo: - Mas não é tão fácil como você pensa, precisa de uma preparação tanto física como mental, se quiser eu posso te ajudar, mas você também ter que querer se ajudar.
      S/N: - Claro, eu topo. Mas, você já tentou falar com seus pais sobre mim? Mostrar uma foto minha pra eles e ver se eles me reconhecem? - percebi que ele havia ficado desconfortável
      Shin-Woo: - Meus pais, infelizmente, morreram. - fiquei surpresa
      S/N: - Oh, desculpa eu não sabia. Meus pêsames.
      Shin-Woo: - Não tudo bem. Mas enfim, parabéns por ter ganho o torneio, você mereceu.
      S/N: - Obrigada, mas também, com dois professores desse bixo, como não iria ganhar? - rimos
      Diretor: - Bom, se você estiver bem, pode ir, está liberada.
       S/N: - Estou bem sim. - me levantei e me apoiei no Suga - Obrigada por terem cuidado de mim, e desculpa novamente Shin-Woo, vou tentar controlar com sua ajuda. - sorrimos e abrimos a porta vendo todos parados ali - Eita, oi pessoal. - as meninas vieram até mim
      Fernanda: - Você esta bem?
      Carla: - Com o fez aquilo?
      Mia: - Você tem superpoderes?
      Marcia: - Você é que nem o Super Homem?
      S/N: - Estou bem sim, não sei como fiz aquilo, sim eu tenho um poder e talvez eu possa ser a Mulher Maravilha. - ri - Bestas! - elas riram e todos estavam me olhando curiosos - O que foi? Sou tão feia assim? - todos negaram
       Choi-Ho: - É que faz tanto tempo que não vemos mais isso, a última vez foi o Shin-Woo que fez a mesma coisa que você só que com o Chi-Ang.
       Sun-A: - Você tem algum parentesco com ele?
       S/N: - Nem eu, nem ele sabemos disso. Mas eu vou procurar e achar se temos alguma ligação.
       Sam: - Bom, agora que todos estão bem. Parabéns, S/N por ganhar o torneio Murim e vamos tirar uma foto? - todos concordaram e os meninos foram tirar a foto
       Meninos: - Digam X.
       Todos: - X!! - tiraram a foto e mandaram no grupo que havíamos criado no Whats
      Suga: - Bom, se nos dão licença, agora eu irei comemorar com a minha namorada, a vencedora do torneio Murim. - riram
      Chi-Ang: - Casal dos ganhadores do torneio Murim!!! - rimos e saímos da escola
      S/N: - Você vai me dar a surpresa agora??
      Suga: - Vo, mas não é só uma surpesa.
      S/N: - São várias? - concordou - Uou, vou morrer de ansiedade. - falei dando pulinhos e fomos até o carro
      Suga: - Como sempre tem que colocar uma venda se não, não é surpresa. - ele me vendou e deu a partida no caro - O primeiro lugar, é cheio de gelo comestível! - a primeira coisa que veio na minha cabeça, SORVETE, se passou um tempo e ele parou o carro - Agora vou tirar a venda se não, vão achar que eu to te sequestrando. - ri e quando ele tirou eu vi que era a sorveteria
       S/N: - Hmmm, sabia que era sorvete! Vamos?! - falei animada, ele saiu do carro e abriu a porta pra mim-  Uii, que cavalheiro! - rimos e entramos

    

 Suga: - Pode escolher o tanto de sorvete que quiser, hoje é por minha conta. - sorri e fui lá pra pegar o pote pra servir o sorvete - Eu vou sentar em uma mesa okay?
      S/N: - Você nao vai comer? - negou
      Suga: - Hoje é tudo por minha conta, e você aproveita. - ri e fui escolhendo os sorvetes, peguei todos e pesei - Hmm, deve estar gostoso.
      S/N: - Hmmm, está mesmo. - falei comendo - Quer? - levei o sorvete ate sua boca e ele comeu, estávamos rindo e conversando ate que muitas meninas e meninos se reuniram na nossa mesa, rapidamente passei o sorvete pro Suga que fingiu estar comendo
      Menina: - Suga! Você poderia tirar uma foto com nós? - ele me olhou e eu sorri assentindo
      Suga: - Claro, tira aqui S/N. - me entregou o celular da menina e eles se reuniram
      S/N: - Digam X!!
      Todos: - X!! - tirei a foto e entreguei pra menina
      Menina: - Ah, obrigada. Quem é você?
      S/N: - Sou a Manager dele, só pra segurança, ele queria muito comer sorvete, então trouxe ele aqui. - sorriram e nos despedimos
       Suga: - Nossa, como pensou em uma resposta tão rápida? Eu já estava suando frio aqui. - ri
       S/N: - Tenho cartas na manga. - rimos - Agora, passa pra cá esse sorvete. - ele me deu e fomos comendo
       Suga: - Terminou? - assenti - Então vamos, tenho outro lugar pra te levar. - ele pagou e saímos pro carro - Colocar a venda novamente - amarrou a venda em mim e deu partida no carro - Agora, nós vamos num lugar muito difícil de conseguir coisas. - nada se passava na minha cabeça, mais alguns minutos e ele parou o carro - Chegamos!! - tirou a venda e era o fliperama
       S/N: - Uau, por essa eu não esperava. - saímos do carro e entramos, sorte que estava quase vaziu, só tinha algumas crianças, mas nenhuma reconheceu o suga
       Suga: - Qual você quer ir primeiro? - falou dando 16.000₩ (esse é o símbolo de wons, que é o dinheiro de la, é aqui equivale a mais ou menos 50 reais)
       S/N: - Tudo isso? Não precisa de tudo vida! - ele me deu um selinho
       Suga: - Shh, aproveita o momento. - ri e fomos no basquete primeiro - Competição?
       S/N: - Claro! Quem perder, vai levar um chupão no pescoço, bem onde de pra ver.
       Suga: - Fechado! - começamos a jogar e no primeiro round ele ganhou - Acho que alguém terá o pescoço marcado. - cantou e eu ri
       S/N: - Calma!! Ainda tem mais dois rounds! - rimos e começamos de novo e dessa vez eu ganhei - Oia que novidade! - falei tirando com a cara dele - Último round decisivo. - começamos e estava muito acirrado, mas no último segundo eu fiz uma cesta de dois pontos e acabei ganhando - Opa, acho que alguém vai ter uma marca bem aqui! - coloquei meu dedo em seu pescoço.
       Suga: - Puta merda, é pior que amanhã temos gravação. - falou manhoso e eu ri da sua cara
      S/N: - Em casa eu te dou o chupão, aqui não é lugar pra isso. - rimos e fomos jogar vários outros jogos - Beleza, quantas fichas ainda temos? - ele abriu a mão e tinha 5 fichas - Então da pra gastar tudo na máquina dos bichinhos.
       Suga: - Nossa, é difícil viu? - ri e fomos pra máquina
       S/N: - Olhe e aprenda. - coloquei a ficha e fui com a garra pra pegar um pandinha muito fofo, mas a garra pegou e o bichinho caiu de volta - Aish!
       Suga: - Olha, to aprendendo muito com você viu? - ele riu e eu peguei mais um ficha, gastei as 4 fichas e não peguei nenhum - Sai, deixa eu tentar uma vez. - ele colocou a ficha e começou a jogar
        S/N: - Você não vai conseguir pegar o panda. - falei e ele parou a garra em cima dele e sorriu pra mim, soltou a garra e conseguiu o panda
       Suga: - O que você disse mesmo? Que eu não iria conseguir? - falou brincando com o pandinha
       S/N: - Como assim!! Eu peguei nessa mesma posição e ele não foi! - falei incrédula e ele riu me dando um selinho e me entregando o panda - Eee, obrigada vida. - fomos trocar aqueles tiktes (não sei como escreve) por balas - Tem mais algum lugar para irmos? - olhou no celular
        Suga: - Temos mais dois lugares para ir. - me puxou pro carro - Venda novamente. - colocou a venda e deu partida no carro - Agora, esse lugar deu muito certo, mas também deu muito errado! - não consegui pensar em nada novamente, mais um tempinho e ele havia parado o carro - Chegamos!! - tirou a minha venda e vi que era o parque de diversões

      

S/N: - Ah, agora entendi o por que deu certo e errado. - ele riu e saímos do carro - Por ultimo é a roda gigante tá?
      Suga: - Só vou te seguir. O que você mandar fazer eu faço.
      S/N: - Bobo, eu não vou te mandar fazer nada, só dar sugestões ou pedir. - ele riu e começamos com o carrinho bate-bate - Uuhhuul!! - ele estava dirigindo e batendo em tudo e eu só rindo, terminamos e ele estava com a mão no pescoço - O que foi?
       Suga: - Quando nós batemos no carrinho amarelo eu dei um mal jeito no pescoço.
       S/N: - Ai tadinho! Abaixa aqui. - ele se abaixou e eu dei um beijo no seu pescoço - Pronto, agora vai sarar. Sabe por que? - ele se levantou
       Suga: - Por que?
       S/N: - Por que beijo sara tudo. - ri e nos beijamos, fomos em vários brinquedos e nos divertimos muito, o penulto que nós íamos era a casa do terror - Uuhhuul!! Vamos se assustar!! - falei animada, eu era a única animada daquela fila, o resto estavam tudo cagados de medo, inclusive o Suga - Ei! - olhei pra ele e ele me olhou - Não fica com medo! Eu to aqui pra te proteger!
       Suga: - Ata! Falou a menina que ficou com medo de um filme de terror! - dei um tapa nele, que riu
       Moço: - Fiquem todos em fila indiana e não corram nem toquem nos atores, obrigado e bom susto! - ficamos em fila indiana e o Suga ficou atrás de mim, abraçado na minha cintura, eu peguei na camisa de uma mulher e nós começamos a entrar
       Suga: - Ai meu Deus, fiquei cego de medo!! - todos riram inclusive eu
       S/N: - Calma vida, só tá escuro mesmo, você não ficou cego. - falei baixo pra ele ouvir, o caminho todo eu e o Suga nos assustavamos e gritavamos, eu era a mais de boa, mas levava uns sustos, já ele, meu Deus, parecia gralha
       Suga: - Misericórdia! Acaba isso logo! - quando ele falou isso abriu a porta pra saída onde era o parque, sai rindo e o Suga cagados de medo - Nunca mais, cruz credo. - virei pra ele que estava todo suado
        S/N: - Meu deus vida! Você esta todo suado, vem vamos beber água pra ver se você melhora. - falei rindo e peguei em sua mão, compramos a agua e ele bebeu quase tudo - Agora onde vamos?! - falei balançando sua mão
        Suga: - Roda gigante!!! - gritamos e fomos pra fila da roda gigante (lembrando que estava de noite gente) - Seria que vai ser mais bonito que da última vez?
        S/N: - Acho que vai, por que agora nós estamos juntos e felizes.
        Suga: - E antes não estamos felizes?
        S/N: - Sim, mas não éramos namorados ainda. - sorri e entramos em uma da cabines da roda gigante, sentamos e ficamos olhando o céu - É, realmente é lindo, Seoul é maravilhoso. - olhei pra ele que estava sorrindo e nos beijamos

                   @QUEBRA DE [email protected]

       Já estávamos dentro do carro indo pro último lugar da surpresa do Suga pra mim, eu estava de venda e curiosa.
       Suga: - O último lugar, é onde aproveitamos o dia e a noite, e onde ficamos confortáveis, só nos dois juntos. - a primeira coisa que veio em minha cabeça, a casa de Suga, se passou alguns minutos e o carro parou - Chegamos! O último lugar da surpresa, e aqui vai ser especial. - tirou a venda e vi sua casa muito linda e iluminada com vários enfeites
        S/N: - Uau, como que você fez isso? Na verdade, quando que você fez isso? - falei saindo do carro de boca aberta e olhando a casa
       Suga: - Na verdade os meninos e as meninas fizeram isso enquanto estávamos nos divertindo, eu organizei e eles fizeram. - abracei ele e beijei ele - Vamos entrar? - concordei e ele abriu a porta, a casa estava toda cheia de velas e pétalas de flores amarela e rosas, as rosas faziam um caminho para o andar de cima, olhei pra ele que sorria e me olhava - Segue as pétalas, eu estou logo atrás. - fui seguindo as pétalas e o meu o meu sorriso ia se abrindo mais a casa degragau, o caminho terminou em frente a porta do quarto do Suga - Abre. - falou baixinho, abri e vi o quarto com velas e um coração de pétalas em cima da cama

      

S/N: - Que lindo vida! - entrei no quarto - Como você pensou em tudo isso? - me virei pra ele que estava sorrindo
      Suga: - Queria que a sua primeira vez fosse especial. - fechou a porta - E queria que você ficasse muito feliz. - me abraçou e eu retribui
      S/N: - Ah vida, eu te amo muito! Eu ja estava feliz, imagina agora. - saímos do abraço e beijei ele, o beijo era calmo mas aos poucos foi se intensificando, ele me pegou no colo e eu entrelaceu minhas pernas em sua cintura, ele foi indo pra cama e me deitou na cama, nós ainda nos beijamos - Tira essas pétalas. - joguei as pétalas no chão e puxei ele novamente pra um beijo
      Suga: - Você esta pronta mesmo? - falou se separando do beijo e eu assenti o puxando novamente pro beijo
      Aos poucos fomos tirando as nossas roupas e nos beijando, ate que estávamos só com as roupas de baixo, ele estava por cima de mim e nós não paravamos de se beijar nem por um minutos, aos poucos ele foi tirando meu sutiã e olhou pros meus seios, ele foi dando selinhos pelo meu corpo até chegar aos meus seios que ficou alternando os chupões neles. Ele foi descendo mais e chegou na minha calcinha, me olhou e eu assenti, ele tirou minha calcinha e começou a passar o dedo na minha intimidade, gemi baixo, aquela sensação era muito boa, ele introduziu um dedo e eu gemi alto por causa da dor, ele parou e me olhou, concordei e ele foi mexendo devagar, depois foi indo mais e mais rápido colocando mais um dedo, eu gemia alto e em bom som, ele fazia movimentos de vai e vem cada vez mais rápidos, depois ele trocou os dedos pela boca, lambeu e chupou minha intimidade até que eu sinto espasmos e me tremo inteira, solto um gemido alto e sinto um líquido saindo de minha intimidade. Ele sobe pra me beijar e troco as posições, fico por cima e sento em cima do seu membro que já estava bem duro, rebolo um pouco o que faz ele soltar um gemido rouco, beijei ele e também fiz uma trilha de selinhos pelo seu corpo ate chegar perto da boxer, olhei pra ele que concordou, tirei sua cueca e seu membro ficou ereto, era muito grande e grosso, peguei em seu membro e dei leves apertas e vi que ele estava gostando então continuei, depois comecei a fazer movimentos pra cima e pra baixo masturbando-o, ele gemia alto até que eu coloco minha boca em seu mebro, ele solta um gemido e imediatamente coloca a mão em minha cabeça, foi me ajudando com os movimentos e eu fui indo cada vez mais rápido até que ele geme muito alto e eu sinto um líquido na minha boca, vou até o banheiro e cuspo la, volto e ele estava deitado de olhos fechados e respirando com dificuldade, fui engatinhando por cima dele e o beijei, dei um chupão no pescoço dele, e ele gemeu. Ele inverte as posições ficando por cima de mim novamente, ele me beija e desce pro meu pescoço fazendo nossas intimidade de tocarem, solto um gemido e ele também, ele sobe me beijando novamente, ele para e se estica pra abrir a gaveta da cômoda, de la ele tira uma camisinha, ele rasga o plástico e tira a camisinha do plástico e coloca em seu membro ele me beija novamente e me olha.
      Suga: - Está pronta? - assenti e dei um selinho nele - Me abraça e se doer pode me arranhar, indicar a unha e me apertar que eu vou devagar okay? - concordei
     Ele foi me beijando e me deixando mais relaxada, ele ajeitou o membro dele na entrada da minha intimidade e eu o abracei, ele foi colocando aos poucos e eu fui arranhando, indicando a unha e apertando ele por que estava doendo, ele foi fazendo os movimentos bem lentos até eu me acostumar, quando eu me acostumei ele me olhou e eu assenti, beijei ele e ele foi indo mais rápido, nós gemiamos a cada estocada que ele dava, ele deitou a cabeça em meu pescoço e foi indo cada vez mais rápido, eu gemia mais e mais alto, aquilo era muito bom de se sentir, ele me beijou e foi mais rápido ate que ele solta um gemido alto e goza ele estoca mais até que eu solto um gemido e o aperto as costas gozando logo depois, ele sai de dentro de mim e tira a camisinha de seu membro, faz um nó e joga no lixo do banheiro, ele volta e me beija, se deita ao meu lado e só dava pra sentir o calor e o barulho das nossas respirações naquele quarto, me virei pra ele e sorri.

      

S/N: - Essa foi a melhor primeira vez da minha vida! - sorrimos e no beijamos
     Suga: - Esse foi o melhor sexo que já fiz, por que foi com alguem que eu amo. - nos abraçamos e ele nos cobriu
      S/N: - Aquele boato que o pinto dos asiáticos é pequeno, é pura mentira! Por que o seu é grande! - ele riu - Quero isso mais vezes. - ele concordou e dormimos agarrados

                  @QUEBRA DE [email protected]

       Acordei com o meu celular tocando, fui ver quem era e me surpreendi, era...

Contínua....


Notas Finais


Espero que tenham gostado!❤

Continuo ou não?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...