História Namoro de mentira - STOBIN - - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Stranger Things
Personagens Dustin Henderson, Jonathan Byers, Nancy Wheeler, Steve Harrington
Tags Fanfic, Lgbt
Visualizações 25
Palavras 1.288
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Literatura Feminina, Romance e Novela, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 5 - Capítulo cinco


Era a quarta vez que Robin troca de roupa, ela estava suada por conta do calor e pensará se é uma boa idéia tomar banho de novo 

Steve a deixou em sua casa para ela poder se aprontar antes de ir para a casa do tal, e agora ela estava em uma luta para achar a roupa certa

Por que eu to me preocupando tanto? Ela pensou ele é só meu amigo.... amigo... por que ele é meu amigo? Eu não quero ser apenas amiga dele... Não não não, do que eu to falando? Eu amo o Steve como amigo, nada mais...

Ela bufou e se olhou no espelho pela décima vez e decidiu ir com aquela roupa mesmo - E ela levará um pijama em sua mochila. O dia estava quente, não parecia ser Hawkins, já que a cidade era bem fria

Mas hoje com o sol do final da tarde, estava quente - Oque Robin achava improvável de acontecer, mas não impossível. O vento quente soprava as folhas das árvores fazendo-as balançarem em sintonia com ele

Não havia quase ninguém na rua, exceto por crianças de nove ou dez anos a brincar nela, e uma senhora a olha-las, dava de ouvir o ruido da cadeira de balanço da senhora, que logo foi abafado com um som de motor de um carro

Quando Robin ouviu o motor, deu um pulo pegando suas coisas e descendo as escadas rapidamente, ela sabia que ele havia chegado

E como pensado, a campainha toca e ela fica na frente da porta por alguns segundos antes de abri-la

Um sorriso se formou nos lábios de Steve ao ver Robin

Por algum motivo - Que Robin desconhecia. Ela sentiu seu coração acelerar e suas mãos ficarem suadas 

- Podemos ir? - Steve quem falou sorrindo, com aquele estúpido sorriso fazendo qualquer garota ir ao delírio 

- A claro.. - falou a garota meio embolada saindo da casa com a mochila nas costas 

Quebra de tempo

A garota se segurava para não rir muito alto, era de madrugada e os dois estavam conversando sobre o colégio 

Steve havia acabado de falar sobre uma garota que tanto ambos odiavam

Os dois jogados um do lado do outro na cama com os pés apoiados na parede enquanto comiam salgadinhos, o quarto de Steve estavam uma bagunça, roupas espalhadas juntamente com varias latinhas de Coca Cola 

- Então Steve... Você já se... né - Robin tantava encontrar as palavras certas

- Qual é Robin, até parece que a gente não se conhece, fala de uma vez - Steve tomou mais um gole de sua Coca Cola 

Robin suspirou e soltou uma risada baixa

- Você já se masturbou? 

Uma tossida veio de Steve e logo depois uma risada da garota

O garoto ficou com um leve tom de corado 

- Que pergunta é essa?

- Qual é, me responda, estou curiosaa 

Steve suspirou e revirou os olhos

- Duas vezes, e uma quando tinha dez anos - Ele virou o rosto para olhar a garota que estava sorridente olhando para o teto

- Sua vez, me pergunta algo

- Já se apaixonou? De verdade? 

O sorriso dela desaparece, o coração dela se acelera, sua boca havia ficado seca e o rosto pálido 

- Robin?

- Sim..? Ah.. Já 

- Não me diga que é a Tammy Thompson - Steve se sentou e olhou para a garota - Sinceramente, Tammy Thompson não te merece - Robin se sentou próxima do Harrington, os olhos dos dois se cruzam por um momento e logo depois Steve desvia o olhar - Você vale mais que ela... ela é muito nojentinha.. entende? Eu só to querendo te proteger, se apaixone por alguém que vai te amar de verdade

Um sorriso se forma no rosto da garota e ela coloca a mão sobre o rosto de Steve fazendo ele a olha-lá 

- Não foi Tammy Thompson... foi uma pessoa mais especial... essa pessoa está comigo desde.. a muito tempo - Ela solta uma risada fraca olhando para o garoto

Robin se aproxima do rosto dele, juntando os lábios dos dois, dando um beijo faminto, feroz, ambos queriam a muito tempo então não dava de ser calmo

As mãos da garota se perdem no famoso cabelo de steve, entrelaçando naqueles fios tão bem cuidados que de qualquer outra pessoa. Enquanto steve explorava a cintura da garota, dando leves apertos e a puxando mais para si

Ambos se afastam por falta de fôlego, se entre olhando e sorriram 

- Seu cabelo tá bagunçado... Você fica tão fofo assim - Sussurou Robin

Fazendo steve rir baixo

- Você é a primeira pessoa que faz ele ficar tão bagunçado assim...

E mais um beijo

Robin não conseguia ficar longe daqueles lábios que tanto desejava - Talvez isso sirva para ambos. Dessa vez o beijo era calmo, a língua de steve explorava a boca de Robin 

Steve puxou Robin para seu colo passando a mão por baixo de sua camisa

Eles se separam do beijo e steve ataca o pescoço da garota a fazendo a arfar, ele deixava marcas na região, onde qualquer pessoa consegueria ver

Steve a fez deitar na cama ficando por cima dela, ele tirava o pijama da garota de forma calma, e a deixou apenas de peças íntimas 

Robin havia ficado corada igual um pimentão, e o menino achou fofo isso e rio baixo juntando novamente os lábios rapidamente 

Steve desceu ficando entre as pernas de Robin, ele olhava o rosto da garota enquanto tirava sua peça íntima

Ela estava com o rosto corado mas com um pequeno sorriso, o olhar dela direcionado a steve dizia muito, dizia o quanto ela o queria, o quanto o amava

Steve levou sua boca a intimidade dela começando a chupa-lá, os movimentos eram calmos, ele explorava cada centímetro da garota 

Robin arqueou as costas dando um gemido baixo, ela voltou com as mãos no cabelo de steve

Os movimentos voram se tornando mais rápidos e os gemidos mais altos

Robin gemeu o nome de Steve fazendo com que o garoto se arrepiace e sorrisse, parando os movimentos e voltando a sua posição inicial enquando beijava os lábios de sua namorada 

- Steve?! -um grito ocorreu pelo corredor fazendonos dois paracem oque estavam fazendo

- Steve seus pais não estavam fora? - perguntou robin e ambos se olham 

- Eles devem ter voltado cedo.. -Steve em um pulo se levanta 

Uma batida na porta ecoa pelo quarto

- Steve?! Esta ai querido? - Robin se levanta tantando vestir suas roupas o mais rapido possível - eu vou entrar - A porta range em um barulho irritante e logo aparecendo a Sra. Harrington 

Robin termina de se vestir e fica sentada na cama fingindo folhear uma revista

- Sim mãe? - Falou Steve sorrindo nervoso

A mãe do garoto não gostava que ele levasse meninas em casa, desda última vez que ele levou

Ela olha em direção a Robin e depois para o filho 

- Ah.. é essa é minha amiga e colega de trabalho.. - Robin se levanta e da um sorriso fazendo com que a mulher sorrisse também 

- um prazer em conhecer sra. Harrington 

- O prazer é todo meu - A mulher ainda continuava com o sorriso no rosto - Eu pensei que era uma nova namorada dele, e fiquei bem aliviada que você é só uma amiga

Robin congela 

Só uma amiga esse pensamento tomou conta da cabeça dela Eu e Steve somos apenas amigos, para sempre, ele nunca vai amar uma pessoa como eu

- Eu vou deixa-los a sós - Disse a mais velha fazendo com que Robin saísse de seus pensamentos - E filho... seu cabelo ta bagunçado, eu to estranhando - Uma risada ecoa pelo quarto 

A sra. Harrington sai do quarto deixando os dois sozinhos

Steve lança um olhar para a garota e suspira rindo nervoso 

- Meu...

- Deus - Robin completou e ambos riram


Notas Finais


Desculpa pela demora eu estou meio ocupada aaa


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...