1. Spirit Fanfics >
  2. Nanatsu No Taizai: A Ira do Rei Demônio >
  3. Notícia Ruim ou Boa, Revanche ou Rebelião

História Nanatsu No Taizai: A Ira do Rei Demônio - Capítulo 17


Escrita por:


Capítulo 17 - Notícia Ruim ou Boa, Revanche ou Rebelião


Fanfic / Fanfiction Nanatsu No Taizai: A Ira do Rei Demônio - Capítulo 17 - Notícia Ruim ou Boa, Revanche ou Rebelião

  Todos já estavam reunidos na frente de mama Hawk, inclusive Kilia e rei Arthur. Escanor parado com uma troxa de roupas, olhava cada um dos sete pecados capitas á sua volta, assim tomando uma atitude para finalmente se despedir de seus amigos, Escanor diz á todos:

-Escanor: Sete pecados capitais... nunca imaginei que teria uma família igual á esta! Quando você fica sozinho, a solidão lhe agrada... mas vocês mudaram isto.. e sou muito grato á todos vocês!

-Meliodas: Não tem de quer, Escanor! Você também mudou os setes pecados capitais!

-Escanor: Obrigado, capitão! Agora... acho digno de minha parte, agradecer individualmente... King! Você foi um ótimo amigo e companheiro, agradeço muito por ter me protegido tempos atrás

-King: Não precisa agradecer, Escanor! Obrigado

-Escanor: Diane! Você tem um grande potencial, sua bondade, então use-a, e terá bons resultados! Obrigado também por me proteger!

-Diane: Ahh! Obrigado! Sir Escanor!.

-Escanor: Ban! Você sempre ganhava de mim na bebida... mas tenho absoluta certeza que perde no soco comigo, mesmo assi... foi um ótimo companheiro, obrigado!

-Ban: Tsk! Cala a boca, velhote! Sentiremos muita sua falta!

  De repente Escanor fixa seu olhar sobre Meliodas, jogando sua troxa de roupas no chão e diz á ele:

-Escanor: Agora.. capitão... antes que eu siga meu próprio caminho, queria ter uma lembrança de nós, antes que eu esqueça o ser inferior que é!

-Meliodas: Hã!? O que está sugerindo, Escanor ?

-Escanor: Você derrotou o rei dos demônios de uma forma impressionante! Agora... quero que lute comigo da mesma maneira!

-Meliodas: Sério!? Quer mesmo uma revanche ? 

-Escanor: Sim, capitão!

-Meliodas: Está bem! Está bem! Está bem! Vou me arrumar e logo começamos!.

  Os pecados se surpreendem, todos achavam que seria apenas uma triste despedida de seu velho amigo, Escanor, mas descobriram que seria também, um duelo entre pecados. Meliodas tira sua camisa e joga-a no chão, ativando assim seu modo assalto no mesmo instante que a camisa toca o solo, em seguida pega seu tesouro sagrado, Lostvayne, já Escanor estava faz tempo com o seu, o machado divino Rhitta. Ambos se confrontavam entre olhares, os pecados capitais se protegiam junto á Merlin com seu cubo perfeito, pois sabiam que a coisa seria feia, tão feia que Merlin já tinha o feitiço de outro cubo perfeito para por acaso a batalha passase de seu limite. Ainda se encarando, Escanor estala seu pescoço apenas ao virar sua cabeça para os dois lados, já Meliodas continuava com seu olhar demoníaco e amedrontador fixo em seu inimigo, em seguida ri com uma expressão fria e diz á Escanor:

-Meliodas: Está preparado, Escanor ?

-Escanor: Com toda certeza, capitão! Nesta revanche será eu á esfregar sua cara no chão... como da última vez!

-Meliodas: Desta vez será diferente... se prepare para o pior!.

  Em seguida ambos se inclinam para frente, preparando-se para impulsionar um contra o outro, seus tesouros já estavam prontos para estraçalhar, de repente os dois dão um tiro, soltando fumaça para trás e em uma velocidade absurda acertam um ao outro, causando uma mega explosão com o impacto. Cobertos pela poeira que havia se levantado por causa da explosão, ela se abaixa, revelando o verdadeiro estado de ambos pecados, surpreendendo assim cada um dos pecados capitais que assistiam a luta. Nem Meliodas e nem Escanor haviam ganhado a luta, foi Zeldris o vencedor, surgindo no meio de ambos e com suas garras demoníacas negras em suas costas, evitou o maior duelo da história.

  Zeldris havia evitado o confronto de Meliodas e Escanor, ainda segurando ambos em suas asas com garras, ele de repente joga os dois pecados para os lados. Meliodas ao ser jogado por seu irmão, rola metros até bater com tudo em uma rocha ali perto, quebrando e ficando entre os destroços da pedra. Se levantando dos restos da rocha, Meliodas com seu corpo sangrando, olha Zeldris em sua nova forma, o rei Demônio. Orgulhoso pelo seu irmão, Meliodas solta uma risada e diz á Zeldris:

-Meliodas: Poxa, Zel! Você combinou direitinho com esta nova forma! Suas garras são diferentes das minhas quando eu era o rei!

-Zeldris: Meliodas! É sério que vocês estão brigando mesmo depois de reconquistarem a paz!?

-Meliodas: Era uma despedida.. você não entenderia... mas e aí!? O que lhe trouxe aqui ?

-Zeldris: Estou aqui pelo fim do mundo...

-Meliodas: O que!?

-Zeldris: Vamos, precisamos conversar lá dentro.

  A batalha havia terminado de uma forma inesperada, mas agora eles tinham um verdadeiro problema, e Zeldris estava disposto á conta-los o que era. Dentro do ''chapéu de javali'', Zeldris e todos os pecados capitais estavam esperando Escanor aparecer, depois de ter sido lançado longe pelas garras demoníacas de Zeldris, ele ficou muito ferido, mas nada que faria o grande pecado do orgulho cair. Chegando Escanor na taberna, Zeldris toma liberdade e começa á dizer para todos presentes ali:

-Zeldris: Quando me tornei o novo rei dos demônios, maioria dos seres existentes no Purgatório se revoltaram... e agora querem destruir todos os reinos!

-Meliodas: Isso é muito ruim... tem um palpite de quando eles irão atacar ?

-Zeldris: Não... apenas sei que eles estão vindo como exércitos, e sobre quem está comandando está rebelião

-Meliodas: E quem séria este líder!?.

  De repente um silêncio cobre a sala inteira da taberna, levantando um clima de curiosidade entre todos eles. Zeldris abaixa sua cabeça, deixando o Meliodas com muita raiva, aproximando de seu irmão, ele segura-o Zeldris pelo pescoço e enquanto chacoalhava seu irmão. Depois de ter tido sua cabeça agitada por Meliodas, Zeldris olha dentro dos olhos de seu irmão e diz o nome do líder, causando pânico e desentendimento em todos presentes ali.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...