História Nanatsu no Taizai: Black Magic - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias The Seven Deadly Sins (Nanatsu no Taizai)
Personagens Arthur Pendragon, Ban, Diane, Dreyfus, Elaine, Elizabeth Liones, Escanor, Gilthunder, Gowther, Griamor, Guila, Gustav, Hauser, Hawk, Jericho, King, King Liones, Margaret, Meliodas, Merlin, Oslo, Personagens Originais, Veronica
Tags Elizabeth, Meliodas, Nanatsu No Taizai, The Seven Deadly Sins
Visualizações 114
Palavras 669
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Luta, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 2 - "Eu só preciso de um pouco de ar fresco"


Fanfic / Fanfiction Nanatsu no Taizai: Black Magic - Capítulo 2 - "Eu só preciso de um pouco de ar fresco"

Acordei de manhã na cama de Diane,ela já não estava mais lá. Ouviam-se alguns passos e risadas no andar de baixo,rapidamente me levantei e desci as escadas já desejando bom dia.

— Bom dia,pessoal. — Falei sorrindo.

— Bom dia Elizabeth. — Respondeu Diane. — Desculpa, a gente te acordou?

— Não se preocupe! Bom já vou indo. — Me virei e fui em direção a porta, com a mão na maçaneta me virei e falei. — Até mais tarde gente! — E saí. 

— Espera,eu vou contigo! — E Diane veio atrás.

— Por que você quer vir comigo? — Perguntei enquanto diminuía o ritmo para poder ficar lado a lado da morena.  

— Eu não vou deixar você levar bronca do Bartra sozinha,esqueceu? Eu vou me desculpar com ele.

— Haha. — Dei uma risada curta. — Meu pai vai ficar surpreso... — Continuei rindo.

— Aaah? Como assim? — Perguntou sorrindo,dando pra ver que ela queria saber o motivo para poder rir também.

— Por ser você. — Continuei. — É sempre o Sir Meliodas que se desculpa. 

— Ah. — Riu. — Pois é,talvez ele fique surpreso mesmo.

Depois de tanto andar,chegamos no castelo. Diane apenas explicou que quando eu ia sair de serviço estava tarde e tal, e meu pai a perdoou, huh,quando é o Sir Meliodas ele fica discutindo por horas.

— Até mais tarde,Elizabeth! — Gritou Diane sem olhar pra trás,eu apenas acenei e entrei.

— Ah! — Suspirei após entrar na banheira de água quente. — Só foi mais uma noite de trabalho. — Sorri para mim mesma. — Um....Meliodas.

Após perceber o que falei,corei imediatamente.

— Eu gosto tanto do Sir Meliodas mas...Ele já tem alguém especial... — Abracei minhas pernas e lembrei do senhor Cain me falando sobre a Liz. — E parecia que ele realmente era apaixonado pela Liz...Huh,espero que ela tenha sido uma pessoa gentil...

Após um tempo,saí do banho e coloquei um vestido amarelo que eu sempre usava antes do reino ser tomado pelos cavaleiros sagrados,mas agora são águas passadas. Desci então e fui tomar café da manhã.

— Eli,coma mais devagar. — Pediu Veronica.

— É,desse jeito vai acabar engasgando. — Foi a vez de Margareth. — Afinal,pra que tanta pressa? — Perguntou sorrindo.

— Tenho que voltar pro Chapéu de Javali. — Expliquei com a boca cheia de torradas com geléia.  — Ou o Sir Meliodas e os outros vão ficar perdidos.

— Entendo. — As duas sorriram e voltaram a devorar suas panquecas de chocolate.

Terminei de tomar café da manhã e fui para o meu quarto colocar o uniforme do bar. Após colocar penteei meu cabelo e fui correndo para o bar.

— Por favor venham ao Chapéu de Javali! — Gritava no meio da praça do reino. — Se gastar sessenta moedas de ouro poderá ganhar 10 frascos de cerveja de Bérnia de graça! Último dia da promoção!

Cheguei cansada na porta do bar.

— Elizabeth! — Me virei na direção da voz. — Que bom que você chegou!

— Oh,Hawk,estava me esperando? — Me agachei até ficar da sua altura,sorri então e esperei ele continuar de falar.

— Aqui dentro está uma loucura! Até o King tá ajudando a servir.

— É sério? Melhor eu entrar logo lá.

Comecei a servir e as coisas começaram a andar.

— Sir King, já pode ir descansar. — Como sempre,sorri.

— Tem certeza,Elizabeth? Obrigado. — O mais velho saiu voando em seu tesouro sagrado.

— Sir Meliodas— Parei de falar ao ver ele dando um pacote embrulhado á uma garota,logo comecei a pensar  várias coisas na minha mente. A garota o abraçou em seguida e foi pulando ainda pendurada em seu pescoço,aquela poderia ser...A amante do Sir Meliodas?!

Comecei a me sentir mal,eu sentia que iria chorar a qualquer momento.

— Diane,vou sair rapidinho, já volto. — Antes que ela pudesse responder eu já havia saído.

Eu só préciso de um pouco de ar fresco pensei.

— Eu...Eu sabia que isso iria acontecer,não é? — Comecei a chorar mesmo não sabendo a situação, mesmo não sabendo se era aquilo que eu estava pensando,eu só...Estava triste.

Eu não queria que mais ninguém tocasse o Sir Meliodas assim...



Notas Finais


E aqui estou eu :D 10 minutos atrasada então por favor, não me taquem pedras
Eu só estava finalizando esse capítulo CHATO ;-; perdoem meu bloqueio criativo
Se tiver qualquer erro,me avisem para que eu corrija o mais rápido possível ^^
Obrigada por ler♥


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...