1. Spirit Fanfics >
  2. "Não." >
  3. Capítulo 19

História "Não." - Capítulo 19


Escrita por:


Capítulo 19 - Capítulo 19


“Não.”


Shinsou calmamente se aproximou de Denki que estava em uma conversa animada com Iida, o Beta realmente estava pegando uma grande antipatia para com o homem de cabelos azuis.

- Denki, podemos conversar? – segurou a mão do loiro, Kaminari sorrindo para o recém-chegado.

- Claro.

Tenya assistiu um pouco decepcionado os dois se afastarem de mãos dadas, o Ômega notou que Hitoshi estava lhe levando para o jardim da casa dos Midoriya's. Quando chegaram a um local cheio de rosas brancas o Beta se ajoelhou na sua frente.

- Kaminari Denki... – o maior começou a falar, porém foi interrompido pelo grito do loiro.

- Ah! – olhou para a esquerda e para a direita – Oh meu Deus, o que está acontecendo? Isso é sério?

- Eu posso terminar? – Shinsou riu – Não sou o melhor com palavras e você já deve saber disso, mas eu gostaria de saber se você aceitaria cantar para mim pelo resto de nossas vidas? Em troca eu lhe darei todo o meu amor e tentarei te fazer o homem mais feliz do mundo.

Hitoshi retirou do bolso uma caixinha vermelha e a abriu, o loiro reconheceu quase imediatamente o anel, sorriu ao se dar conta de que o Beta tinha lhe feito escolher o próprio anel de noivado.

- Você é impossível... – seu sorriso era tão grande que doía em sua face – É claro que eu aceito... – o loiro se ajoelhou e abraçou o mais velho – Eu te amo, sabia?

- Graças a Deus. – suspirou aliviado, estava com medo do loiro lhe rejeitar – Também te amo.

Iida ficaria desanimado com a notícia.


...


- Ah que lindo, Denki. – os outros Ômegas olhavam admirados para o anel no dedo do menino – É a sua cara. – Shouto assentiu.

- Eu que escolhi, né. – o loiro revirou os olhos antes de contar como Hitoshi tinha lhe enganado para que comprasse o próprio anel de noivado.

- Achei fofo. – Bakugou começou a chorar – Kirishima, onde está o meu anel?

- E o meu, Izuku?

Os Alfas engoliram em seco quando seus noivos se voltaram para os encarar, Eijirou empurrou Midoriya em direção à saída da casa, o esverdeado murmurando algo sobre: como ele foi idiota em ter esquecido do principal símbolo do noivado.

- Então, a pergunta que não quer calar: quem vai se casar primeiro? – Inko sorriu.

- O Kacchan que está grávido. – os outros dois Ômegas responderam em uníssono.

- Melhor que ele seja o primeiro enquanto a sua barriga ainda não está grande. – Denki sorriu.

- E depois o Kami que está desesperado para desencalhar. – Shouto recebeu um tapa do homem citado assim que terminou de falar, riu – O quê? É verdade.

- Eu não estou desesperado. – falou indignado.


...


- Você gostou? – Deku perguntou ao noivo, os dois deitados na cama, o mais novo admirando o anel em sua mão direita.

- É lindo, Izuku. – riu ao lembrar-se do desespero com que o Alfa voltou carregando a caixinha, o maior lhe pedindo inúmeras desculpas por ter esquecido de o comprar – Perfeito.

Izuku suspirou quando o menor o abraçou, Todoroki parecia que iria dormir a qualquer momento, no entanto o meio-ruivo surpreendeu a ambos quando gemeu de dor.

- Você está bem? – o Alfa foi o primeiro a se preocupar, ambos se sentando na cama.

- Está doendo aqui. – levou a mão ao abdômen, olhos se enchendo de lágrimas.

A primeira coisa que passou pela cabeça de Izuku foi o pensamento de que talvez o Ômega tivesse voltado a ficar doente, porém esse pensamento logo foi descartado quando os feromônios do bicolor lhe atingiram. O esverdeado rosnando e tentando se afastar do mais novo, todavia mãos delicadas agarraram sua camiseta.

- Shouto, me solte.

- O que está acontecendo? – perguntou com as bochechas coradas, seu corpo estava ficando quente – Eu estou com calor, Izuku.

- Você está no cio. – segurou o rosto do menor, polegares enxugando as lágrimas que deslizavam pelas bochechas gordinhas – Eu vou chamar a Momo para te ajudar.

- Não. – pediu – Não me deixe sozinho, Alfa. – se inclinou para beijar os lábios de Midoriya, seu noivo tentando se afastar – Está doendo...

- Eu não posso ficar perto de você, Shoucchan, eu não vou poder me controlar se continuar assim.

- Por favor, Alfa. – choramingou – Nós estamos comprometidos, você não me quer?

Midoriya fitou os olhos heterocromáticos cheios de carência, é claro que ele queria Shouto, Deus sabe quantas vezes ele teve que se controlar para não ultrapassar os limites do garoto. Suspirou em resignação ao deitá-lo na cama e se por sobre ele, parece que teriam a noite de núpcias antes do casamento.

- É claro que te quero, Shouto, eu te amo.

- Então... – foi interrompido quando o maior beijou seus lábios.


...


Os empregados estavam nervosos, Iida e Yaoyorozu andavam de um lado para o outro, só estavam eles e o casal na casa, o resto tinha ido comprar e planejar as coisas para os casamentos dos loiros. Os Betas não ficariam tão agitados se uma completa indecência não estivesse acontecendo sob aquele teto há algumas horas.

- Eles vão surtar quando chegarem. – Momo ruía as próprias unhas.

- Deus, e se o Todoroki-sama também engravidar? – Tenya tentava preparar um chá para se acalmar – Qual a probabilidade?

- Vira essa boca para lá, Iida! Se a Rei-sama reagir da mesma maneira que a Mitsuki-sama desta vez essa casa vai abaixo.

Ambos se assustaram ao ouvirem vozes, correram para a entrada da casa e sorriram tensos ao perceberem que as famílias haviam chego.

- Como foram as compras? – o homem ajeitou os óculos no rosto, ele e a amiga tentando impedir que entrassem na casa.

- Ótimas. E como está o meu filho? – Rei, como sempre, preocupada com a saúde do caçula.

- Ah ele está bem, muito mais que bem. – a morena revirou os olhos, pelos sons que Todoroki estava fazendo ela poderia dizer que ele estava bem até demais.

- Certo... – Mitsuki estreitou os olhos, desconfiança revirando em seu intestino – Tem certeza que está tudo bem?

- Sim! – os empregados disseram em uníssono – Por que não estaria?

Aizawa tentou entrar na casa, franziu o cenho quando Momo se pôs em sua frente com os braços abertos.

- Não faça isso! – a morena implorou.

- Chega disso. – Yagi tomou as rédeas da situação – O que está acontecendo?

Katsuki que já estava um pouco irritado decidiu entrar na casa, assim que abriu a porta foi atingido pelos feromônios de um Alfa e um Ômega no cio, bateu a porta com força e se virou para encarar a pequena multidão na frente da entrada.

- Acho que esquecemos alguma coisa, vamos voltar para aquela loja de bolos. – sorriu forçado, estremeceu sob o olhar de Rei – Certo, lembra que eles só poderiam se casar após o primeiro cio do Shou? – observou o resto assentir – Então... Eles já podem se casar.

Os outros prenderam a respiração.


Notas Finais


Próximo cap será o último ;-;


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...