História Não acredito que te amor - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Tags Casos De Familia, Hentai, Romance, Treta De Irmãs
Visualizações 24
Palavras 704
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Hentai, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Universo Alternativo
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


hello babys essa e mais uma das minhas loucuras

sorry erros de português
sou americana e o portuques e difícil

Capítulo 1 - A filha do meu pai


Fanfic / Fanfiction Não acredito que te amor - Capítulo 1 - A filha do meu pai

era a hora do cafe ,todos comiam e confesavam  menos eu ,eu sempre estou na minha ja que todas os.olhares sao para Nina a verdadeira filha deles .

E quem sou? sou a "filha" adotada 

mas tambem conhecida como fatasma 

Nina-ai pai sera que ta pra eu chegar tarde hoje 

Pai-claro filha 

dize ele rido 

tudo sim pra ela ,ela tem sempre tudo ,em quanto.eu tenho que bartaçha pra te as minhas proprias coisas.

me levantei e lavei meu prato 

pequei minha mochila 

yume-sayonara 

pai-Yume querida espere eu te levo 

Yume-nao arigato(obrigado),eu tenho penas e posso ir andado nao preciso que me leve 

ele ficou calado por um segundo 

Pai-sayonara Yume 

eu sai de casa e começei a anda  ate a escola .

eu andava e olhava as lojas no caminho .nao porque eu quero compra algo e que eu procuro um emprego

isso mesmo a "filha"de um empresario milionario atras de emprego.

a verdade e que eu nao quero ser sustedada pelo meu pai ,quero trabalha duro e ter as minhas proprias coisas .

andei por mais alguns minutos e cheguei a escolar e fui direto para a sala  e me sentei na mesma cardeira de sempre sozinha , minha "irma"ja estava lar rodeada de falsianes

 eu vir o carro do Papai uns minutos atras

ela falava e ria e debochava de umas meninas 

o professo entrou e atras dele uma garota  nova ela tinha o cabelo curto e preto  com uma mecha pintada de vermelho e um cheito bem rebelte assim que a viram começaram a cochicha ela olhou todos antes de se apresenta parecia analisa carda um so com os olhos 

Nikko-eu sou Nikkoe tenho 16 anos 

e se sentou na cardeira fazia do meu lado 

vamos começa a aula 

dize o professo

psiu...

eu olhei pra lado 

ela estava sorrido pra mim

Nikko-tem uma caneta?

pequei a caneta acima do meu cardeno e tei a ela sem dize nada e voltei a presta atençao no professo

psiuu..

me virei novamente 

Nikko-me tar uma folha do seu cardeno ?

eu pequei minha mochila.e tirei um cardeno ,eu sempre ando com flis cardenos 

e tei a ela ,que me olhou supreso e pegou 

eu voltei a predta anteçao na aula  

e ela nao mexeu comigo 

a horario de recreio tinha começado e ela ficava me engarodo eu estava lerdo um livro mas pode ver ela ne olhado 

Nikko-psiu ... garota 

eu olhei pra ela 

que teu um sorriso 

Nikko-desculpa nao sei seu nome 

Yume-Yume.. meu nome e Yume

falei colocado um marcado no livro

Nikko-Yume sera que ta pra voce me mostra a escola

Yume-eu?

Nikko-nao o cachorro

dize ela se levandado 

Nikko-voce claro

 dize me puxado pelo praço 

Nikko-vamos eu quero ver tudo

Yume-ta so me laga 

falei puxado o braço

ela me olhou e teu um sorriso

nos começamos anda e a medita que eu mostrava as sala pra ela ,nos convesavamos e no fim eu ja sabia quase tudo dela luga que nasce,o que gosta ,namorados etc..

no fim das aulas nos ja eramos colegas  isso era muito legal era a minha primeira coleca em 3anos que eu estudava nessa escola 

viu andado prq casa como sempre

yume-tadaimas 

falei chegado entrato em casa 

apesa de meu pai se um milionario ,ele optava por sempre morra em casas simples porem nem tao simples

nos morravamos em uma casa de clases media porem de luxo 

entrei e na sala eu vir um home sentado no sofa mexedo no celular ele tinha cabelos.brancos.logos e olhos vermelhos um verdadeiro albino 

ele abaixou o celular e me olhou 

nesse momento meu pai veio do quarto dele com uns papeis 

Pai-Yume querida 

falou ele pra mim

Yume-oi pai comp foi o trabalho ?

Pai-otimo ,mas eu estou com uns problemas nas contabilitades ,a minha contadora esta de liceça martenidade e nao consigo acha outra pessoa pra por no luga 

Yume-eu posso faxe os calculos ate encotra alguem

falei com um jeito calmo e um pouco frio

Pai-mesmo !!! haa obrigado Yume

o home começou a me olha supreço 

Pai- ha Yume  esse e Zen ele tem uma filiau com a empresa 

ele se levantou e veiu ate mim 

Zen-ola Yume que prazer 

dize ele beijado a minha mao

Yume-o mesmo ,bem agora eu vou pro meu quanto 

pequei os papeis que estavam com o papai e fui pro quarto faze aw contas e deixei eles convesado




Notas Finais


obrigada por ler


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...