História Não amar ou Amar? - Capítulo 30


Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags Bts, Imagine Bts, Você
Visualizações 113
Palavras 1.076
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Festa, Suspense
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olaaaaa olha quem voltou, hehe... Então eu tive relendo os capítulos e cheguei a conclusão " estou péssima nas escritas e nas creatividades, sinto como se tivesse destruindo a historia...". Bom então estou pretendo melhorar, pra voces terem uma ótima leitura...

Capítulo 30 - Capítulo 25


Fanfic / Fanfiction Não amar ou Amar? - Capítulo 30 - Capítulo 25

Sabe o que é passar a noite toda acordada ? Evitar contato com as pessoas pelo simples fato deles não verem seu estado emocional e sua face destruída? Pois é estava assim, havia me trancado no quarto e evitado falar com todos principalmente o Taehyung, ele não parava de bater na porta, falando que queria conversar sobre o que ele tinha visto, mas acontece é que eu não podia olhar para ele, não podia ver sua cara de decepcionado comigo, não podia deixar ele descobrir tudo.

Vocês devem estar se perguntando o porque dele estar assim. Bom eu fiz o que tinha que ser feito o "Trai" bem na sua frente. Depois daquela conversa com o jungkook, e ele havia concordado, colocamos o plano em ação, como tae havia saido com o Namjoon para comprar umas roupas novas e tal, foi perfeito para o momento do ocorrido. Ele havia chegado com namjoon e eu com jungkook fingimos não notar a chegada de ambos, eu fingia estar conversando com kook em seu quarto, ate que Tae passa pelo quarto e eu beijo kook, o mesmo se afasta falando que eu estava louca e tal, aquelas cenas de dramas. Eu realmente estava com o coração despedaçado por fazer aquilo, principalmente quando olhei para Tae e ele estava sem reação, decepcionado. Ele correu pro seu quarto e eu bom... Me despenquei no chão a chorar. Corri pro meu quarto acabada. Coração doía muito. Eu havia acabado com a minha falecidade mais uma vez. E acabei com o coração do Tae, disso tinha ccerteza. Pelo menos agora poderia partir.

Ele havia desistido de tentar falar comigo, o que fez com que eu chorasse mais ainda. Tony havia me ligado para falar que eu ia pro Japão hoje a noite, eu pedi um trabalho no japao para Joowi poder ir comigo, ele concordou e disse que havia comprado nossas passagens.

Eu criei forças que não tinha, arrumei minhas malas, e falei com jungkook que iria partir hoje a noite, evitei sair do quarto para não ver os outros membros e principalmente o homem que decepcionei. Ja estava na hora de ir para casa de Joowi para irmos embora, eu realmente não queria ir, mas não podia ficar e destruir a carreira deles.

- Certeza que vai ir ? - Questiona jungkook me olhando tristonho.

- Sim! E ele conversou com você sobre o ocorrido ?- Pergunto com soar triste.

- Sim, ele disse que não ia brigar comigo por que quem me beijou foi você, que eu não tinha culpa. E disse que quer distancia de você... Sinto muito, isso ta sendo loucura...

- Eu sei, desculpe, mas não a escolha melhor nem decisões, se ele disse que quer distancia de mim, sera melhor assim, pelo menos saberei que eu estando longe sera melhor para ele e pra vocês. 

- Eu vou sentir sua falta, queria que não fosse assim as coisas, queria que não existisse essas regras idiotas. Por favor queiró que se cuide e cuide desse pequeno ser na sua barriga. Eu vou sempre ligar quando puder e mandar mensagem, prometo que se depender de mim não vai faltar nada para você e esse bebê, alendo mais considero sobrinho ou sobrinha já que tae é como irmão para mim.

- Não precisa se preocupar, vou me cuidar e cuidar desse bebê, trabalharei para que não falte nada para ele ou ela. Um fruto de um amor que eu destruí...

Comecei a chorar novamente, me doía muito tudo aquilo. Jungkook me abraçou e assim me despedi dele, descendo para sala para poder sair, havia pedido um táxi e ele estava para chegar, mas minhas pernas travaram ao ver Taehyung sentado na sala com uma cara nada boa, de quem não dormiu nada bem, e quem estava de coração partido.

Eu tentei não olha-lo pois meus olhos ardiam denunciando novas lágrimas que queriam cair. Respirei fundo e caminhei arrastando as malas e olhando pro chao ate sua voz me fazer encaralo.

- Entao é assim que vai ser, você me trai, não me da explicações, e ainda pede pro Tony para ele te mandar para outra empresa no japao! 

Claro que Tony ia inventar uma desculpa... 

- É assim que você foge das coisas então ? Indo embora sem falar nada... 

- Tudo foi um erro...

Foi a única coisa que saiu da minha voz baixa e tremula por conta da vontade de chorar, a vontade de abrir o jogo e não pode.

- Um erro? Sim um erro, você fica comigo, e do nada me trair com o jungkook. Eu jamais podia imaginar que você fosse uma vagabunda aproveitadora, eu queria nunca ter te conhecido naquele dia. Sabe quem tem que dizer qur foi um erro isso tudo? Sim eu tenho que dizer isso, foi um erro eu me apaixonar por você, foi um erro eu te amar, foi um erro tudo, tudo foi um erro. 

Aquelas palavras saiaram de sua boca alteradas e como facas em meu coração, o destruindo por completo. E as lágrimas que estavam sendo seguradas, já estavam caindo sem controle. Eu não olhava em sua cara apenas caminhei ate a porta para poder sumir dali o mais rápido possível, com pernas fracas. Quando finalmente peguei na fechadura da porta eu o olhei e disse.

- Adeus, e me desculpe.

- Suma daqui por favor... E não volte mais...

E novamente uma facada no meu peito, sai dali com coração destruído, ele estava decepcionado, e não o culpo pelas palavras,  a única culpada ali era somente eu. 

Peguei o taxi e antes de sairmos ouvi coisas se quebrarem pela mansão, barulhos altos e gritos de Taehyung dizendo.

- Por que ? Por que fez isso...

Em meu pensamento eu apenas respondi "Por que eu te amo".

Chegamos na casa da Joowi ela colocou as malas no porta malas e se sentou ao meu lado dizendo ao motorista para levarnos para o aeroporto. Ela olhou para minha cara e apenas me abraçou dizendo.

- Tudo vai passar amiga, estarei ao seu lado, por favor pense agora somente em você e em seu bebê.

Apenas concordei retribuindo seu abraço. 

Quando chegamos no aeroporto, recebi uma mensagem do kook dizendo.

" Ele esta destruído, me dói velo assim, DOI saber a verdade e não poder dizer nada..."

Respondi apenas com 6 palavras.

"Apenas cumpra sua palavra, e obrigada..."

Embarquei rumo ao Japão, sabendo que dali pra frente tudo seria diferente e mais difícil, mais terei que ser forte para cuidar desse bebê, filho do homem que amo e maguei por culpa de regras idiotas. 



Notas Finais


Começarei logo a outra parte dessa história, comentem o que acharam e façam perguntas sobre as dúvidas que tiverem e irei responder todas, aceito criticas. Ate logo...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...