História Não conheço nenhuma tempestade que não tenha o seu nome - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jimin, V
Tags Fluffy, Vmin
Visualizações 94
Palavras 724
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drabble, Fluffy, Universo Alternativo, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


eu chorei escrevendo isso pensando em todo mundo que eu amo. mddc. eu amo tanta gente e amo tanto. gratidão, universo. eu sou mt próspera de amor.

Capítulo 1 - Eu me sinto em paz.


Todo mundo quer entrar na vida dos outros e se tornar inesquecível, insuperável, incomparável, deixar para trás um rastro de não sei o quê, um gosto agridoce na ponta da língua que pode durar por anos ou pela vida inteira. Aquela frase insuportavelmente pretenciosa que virou popular, parte de um texto igualmente piegas, você deve conhecer. Depois que eu for embora, você vai saber o motivo pelo qual tempestades têm nomes de seres humanos. Ou algo assim. É a coisa mais idiota e cruel que eu já ouvi. É pra isso que as pessoas se apaixonam? Eu não me aproximei de você com a intenção de causar destruição e caos. Eu não quero te causar nenhum mal, nunca quis nem nunca vou querer, pelo amor de Deus, eu me pergunto o que eu não faria pra te proteger das dores do mundo, e o quão desesperado eu ficaria se fosse eu mesmo a te infligir qualquer sofrimento, mesmo sem querer, eu não iria me perdoar. Se não for pra te fazer bem, se não for pra fazer por você tudo o que estiver ao meu alcance, eu prefiro continuar longe. Se bem que eu não posso manter distância de você. Desde que eu te conheci, é como se cada passo que eu desse fossem todos na sua direção, esteja eu avisado disso ou não, eu sou atraído por você como o ferro é atraído por um ímã. Eu não nego que você é irresistível pra mim. Se não nego, é porque gosto. Por que eu iria renegar o que sinto e o que você significa pra mim?

 

Amar ou ser amado é um tipo de dilema clássico, sabe, Jimin, e as pessoas hesitam entre escolher um e outro, mas eu jamais precisaria pensar muito antes de responder. Eu escolheria amar. Todas as vezes, eu escolheria o sentimento em vez de apenas ser alvo dele. Eu não posso conceber uma existência em que eu não seria feito de amor e devoção, da unha do pé à raiz dos cabelos, minha ambição nessa terra sempre foi transbordar de todas as coisas que pulsam dentro de mim. Amor, raiva, medo, admiração, encanto, reverência, gratidão, indignação, incompreensão. Esse é um lugar estranho para viver. Situado num tempo ainda mais estranho. Eu não tenho muitas certezas, mas as únicas que tenho sempre estiveram comigo e podem ser lidas através da minha pele, correndo pelas minhas veias, e podem ser vistas em meu rosto, estampadas nas minhas expressões e gestos. Quando eu era criança, eu queria ser transparente. Você nem sempre compreende, mas sempre aceita e acolhe. Eu não desejaria nada de diferente.

 

Apesar disso, você sabe que eu sou mais simples do que à primeira vista possa parecer. Não há muita complexidade aqui, só pensamentos emaranhados em sentimentos, lembranças enleadas em sensações, tudo isso empilhado à flor da pele, se confundindo uns com os outros como líquidos de mesma densidade. Mas basta encontrar o fio da meada que o grito de eureca! já pode ser ouvido de longe. Se você está perto de mim, eu começo a fazer sentido. Nesses momentos, de repente surge um milhão de ruídos longínquos, eurecas sucessivos, fichas caindo feito gotas d’água num temporal. Dizer que você é minha alma gêmea seria muito sentimental da minha parte, e eu sou puro sentimento, mas não os uso como adorno, a minha intuição é forte, mas também pode ser enganada. No entanto, quando estamos juntos, eu tenho a impressão de que encontrei em você o meu lugar no mundo. Eu me sinto em paz.

 

De tudo isso, eu quero que você se lembre de que, se há alguém inesquecível, incomparável e insuperável aqui, esse alguém sempre será você. Você vai existir em mim, ainda que esteja inacessível como corpo e presença e matéria a ser tocada e admirada, e eu vou te guardar com carinho e cuidado. Como eu também farei se você continuar aqui. Você é meu amor extraordinário. Desses que a gente só tem uma vez na vida porque uma vez é o suficiente. Uau. Eu já te disse isso, mas agora eu me dei conta de que realmente estou apaixonado por você. E talvez, só talvez, você deva considerar a proposta que eu vou fazer num instante, se eu tiver coragem.

 

Olhe nos meus olhos, Park Jimin. Eu estou prestes a fazer uma loucura.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...