1. Spirit Fanfics >
  2. Não deveria... Mas, te amo! ( Jikook )ABO >
  3. Capítulo 16

História Não deveria... Mas, te amo! ( Jikook )ABO - Capítulo 16


Escrita por:


Capítulo 16 - Capítulo 16


Fanfic / Fanfiction Não deveria... Mas, te amo! ( Jikook )ABO - Capítulo 16 - Capítulo 16

JungKook.

Quatro meses depois...

Hoje é o dia da entrega da casa pronta. Jimin está ansioso pra ver como ficou tudo.

Essa casa é a realização de dois Ômegas... Jimin por ter a casa dos sonhos, e Taehyung por reconhecimento no mercado como decorador de ambientes.

Compramos todos os móveis, Jimin fez questão de participar da escolha dos móveis de cada cômodo. Já estamos chegando para ver como ficou... Não sei quem está mais ansioso, Jimin ou eu.

Paro o carro e vou ajudá-lo a descer, agora com uma barriga enorme de oito meses, meu bebê está lindo demais. E manhosos na mesma proporção.

Entramos em casa, pela primeira vez, observando tudo... A cozinha toda branca do jeitinho que Jimin pediu, essa é pra ele a parte mais importante da casa.

Tudo ficou perfeito, exatamente como queríamos. Jimin abraça Taehyung meio sem jeito pelo tamanho da barriga.

– Bebê, ficou tudo maravilhoso!– Jimin diz sorrindo.– Eu sabia que seria assim... Você já tirou foto de tudo?

– Tirei muitas fotos hoje bem cedo.– Tae diz orgulhoso. – Agora é só ser muito feliz na sua nova casa. Já publiquei e só hoje já recebi dois pedidos de avaliações. Não é maravilhoso?

– Tudo graças ao seu trabalho.– Digo. – Você fez mais do que esperávamos, o parquinho que fez para Myung-Dae, ficou maravilhoso também. Eu tenho certeza que ele vai amar.

– Seokjin está vindo preparar o almoço para a família.– Jimin comenta.– Logo todos chegarão.

– Então, você precisa descansar... – Digo. – Lembra que você já está com oito meses.

– Eu vou me deitar um pouco. – Jimin fala.– Me ajuda a subir as escadas?

– Claro meu amorzinho.– Digo. – Vamos.

– JungKook, Jimin. – Tae chama.– Eu preparei um quarto aqui em baixo. Diminuí a varanda que fica em volta da casa, e preparei um quarto para Jimin descansar durante o dia.

Entramos no quarto, tem um sofá enorme, branco desses que tem o acento estendido. Uma poltrona, uma mesinha, uma TV sobre a lareira e uma biblioteca.

– Você pensou em tudo!– Digo. – Ficou maravilhoso. Eu vou ficar aqui com ele.

– Amor, agora eu vou mimar você. – Jimin deita minha cabeça sobre suas pernas. – Eu amei nossa casa. Ficou com nosso jeitinho.

– Sim, eu também amei.– Digo acariciando sua barriga. – Já contratei os funcionários que virão trabalhar aqui. Eles chegarão amanhã bem cedo com a governanta. As nossas roupas ja estão arrumadas, vão trazer amanhã. Agora só vamos esperar nosso bebê chegar, pra família ficar completa.

Logo os familiares foram chegando, junto com Seokjin, a maioria foi para a cozinha externa. Alguns pra ajudar outros pra bater papo.

A família toda reunida, os amigos, que agora se misturaram... Descobri que o noivo do Taehyung é Hoseok, e Nanjoon é noivo de Seokjin. Só Yoongi está solteiro.

Depois de um dia festejando a casa nova. Percebi que Jimin já está bem cansado.

– Amor, quer subir?– Pergunto fazendo um carinho. – Você parece cansado.

– Estou sentindo muita dor nas costas. – Jimin diz fazendo uma careta. – Eu preciso de um banho, e dormir.

– Então vamos, eu te ajudo a subir. – O abraço caminhando com ele até às escadas. – Eu vou te ajudar, depois eu desço pra fechar tudo quando eles saírem.

– O Tae vai ficar aqui com Hoseok, eu pedi. – Jimin para de andar fazendo outra careta de dor. – Tá doendo muito.

Deixei Jimin sentado na mesa de jantar, e fui correndo chamar, Sra. Park.

– Ele está reclamando de dor nas costas, disse que está doendo muito. – Digo aflito. – Não seria melhor levá-lo para o hospital?

– Sim. – Sra. Kim ouviu e logo respondeu. – Vamos agora, ele provavelmente está com contração.

– Sim, ele não sabe identificar a dor. – Sra. Park segue pra dentro de casa comigo.– Vamos filho, nós vamos para o hospital agora.

Sr. Park dirigia, e eu fui no banco de trás o acalmando. Quando descemos do carro no hospital, a bolsa se rompeu.

– Vai nascer... – Sr. Park diz nervoso. – Ainda bem que já estamos aqui.

Sra. Kim que chegou primeiro, já veio trazendo uma maca.

– A bolsa rompeu. – Minha sogra avisa. – Chegou a hora meu filho...

Eu fui junto com ele, logo fui chamado para entrar na sala de parto, será parto cesariana. Ele tomou anestesia antes de eu entrar na sala de parto.

Fique fazendo carinho, em seu rosto. Até que ouvimos o choro do nosso filho. Jimin sorria e chorava ao mesmo tempo. Eu não estava diferente.

Trouxeram nosso filho, colocaram próximo ao Jimin, logo o choro de Myung-Dae cessou. Beijei seus lábios, e tive que sair da sala de parto pra dar a notícia.

– Nasceu!– Eu digo feliz. A festa foi transferida para o hospital. – Ele é lindo! Vocês verão o que a natureza reservou pra nós dois...

Algum tempo depois Jimin foi para o quarto. Myung veio em seguida. Após a primeira mamada, logo adormeceu.

– Amor, você viu os olhos dele?– Pergunto. Eu transbordando de tanta felicidade.– Foi a primeira coisa que vi.

– Não, ele já veio sonolento. – Jimin me olha curioso.– Ele puxou seus olhos?

– Puxou os seus olhos.– Digo. – Só que mais claros. São claros como os meus... Quase lilás.

– Que fofo... Misturou os dois.– Jimin fala emocionado.– Meu bebê é fofo, acho ele parecido com você. Tem o meu nariz.

– Seus pais vão entrar agora, tá bom?– Beijo sua testa.– Eles estão ansiosos pra ver, meu pai também pode entrar com eles?

– Sim amor, São os avós!– Jimin sorri. – Depois os tios entram. Avisa pra mim...

– Sim, vou chamar os avós. Depois os tios. – Saio do quarto, vou direto nos meu sogros.– Jimin falou para os avós entrarem agora, depois os tios entram.

– Jimin não pode falar muito.– Digo. – O bebê está dormindo.

Entramos no quarto, os pais de Jimin dão beijos no rosto do filho e foram ver o neto.

– Mas é lindo demais!– Sra. Park diz chorosa.– É parecido com os dois.

– Sim, uma mistura perfeita.– Sr. Park me abraça. – Ele é grande, vai puxar o pai.

– Me lembrei do JungKook quando era bebê.– Meu pai diz emocionado.– O narizinho é do Jimin.

– Agora vamos sair para os tios entrarem.– Minha sogra diz.– Depois Jimin precisa descansar.

– Já vão pra casa nova com o bebê. – Meu sogro fala.– A entrega da casa foi no dia certo.

– Vai ficar marcado em nossas vidas. – Digo.– Entramos na casa no dia do nascimento do nosso filho.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...